Clipping Setembro 3

1.257 visualizações

Publicada em

Clipping semanal de noticias feito pelo Núcleo de Estudos do Varejo da ESPM.

Quer receber em seu e-mail?
Solicite em tfagundes@espm.br

Publicada em: Educação, Negócios, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.257
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
72
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Clipping Setembro 3

  1. 1. CLIPPING DO VAREJO SETEMBRO - 2009
  2. 2. Caros Leitores Chamamos sua atenção para a nova temporada dos Programas Intensivos da área de Pós- Graduação da ESPM. O Núcleo de Varejo oferece quatro temas atualizados para sua escolha. Nesta edição trazemos breve descrição de cada um deles com um link direto ao site da escola onde estão as informações mais completas. Como sempre, trazemos novidades e desta vez apresentamos o curso de Gestão do Varejo Fashion liderado por professores da escola e apoiado por empresas do setor. Um curso rico em conteúdo tanto teórico como prático. Gostaria ainda de agradecer a todos os leitores deste clipping, do blog e do twitter que nos colocam em segundo lugar em audiência dentre todos os demais sites da escola. Perdemos apenas para o site da própria ESPM. Finalmente, informamos que futuramente, lançaremos cinco temas no formato de worshop com um dia de duração cada. Comportamento do Consumidor no PDV, Estratégia de Varejo, Tecnologia da Informação, Marcas Próprias e Varejo Imobiliário são os temas escolhidos. Aguarde mais informações! Abraços e boa leitura! Prof. Ricardo Pastore.
  3. 3. CURSOS INTENSIVOS – Inscrições abertas!!! • INTENSIVO DE VAREJO • E-COMMERCE: OS NOVOS CAMINHOS DO VAREJO Iniciado em 2004, destaca principalmente, a importância Oferecer ao mercado um programa que aborda o varejo do posicionamento estratégico para as empresas que mais cresce: o varejo sem loja ou varejo virtual. varejistas de qualquer ramo de atividade. O programa, Todos os aspectos importantes relacionados à agora revisado e atualizado, prevê aulas sobre marketing implementação e gestão das principais áreas do e- estratégico, seguido pelos P’s do varejo com destaque commerce: Marketing, Comercial, Operações (Logística, para o conceito PDR – ponto de relacionamento – criado atendimento, back-office, prevenção à fraude, etc..) e pela ESPM como um conceito inovador no ponto de tecnologia fazem parte do conteúdo que é desenvolvido venda. Inclui ainda aulas sobre técnicas de pricing e para os que atuam em empresas e para aqueles que negociação entre varejistas e fabricantes. Saiba mais. empreendem novos negócios. A ESPM conta com o apoio da Câmara-e.net (Câmara • GERENCIAMENTO POR CATEGORIA E DINÂMICA DE Brasileira de Comércio Eletrônico). Saiba mais. COMPRA NO VAREJO Baseado em pesquisas que cerca de 70% de toda decisão de compra são tomadas dentro do ponto de • GESTÃO DO VAREJO FASHION venda. A partir desta constatação varejo e indústria O curso inovador totalmente voltado para gestores que esforçam-se hoje para oferecer a melhor solução de atuam com moda e estão ligados ao varejo direta ou compra aos consumidores. A área de gestão de categoria indiretamente. Proporciona aos participantes acesso aos oferece grandes oportunidades de empregabilidade tanto novos conhecimentos sobre o varejo de moda, desde sua nas empresas varejistas como nas indústrias. Saiba mais. operação até o marketing estratégico. Saiba mais.
  4. 4. Mercado MAGAZINE LUIZA PREVÊ VENDA MAIOR NO NATAL Fonte: DCI - 16/09/2009 A presidente do Grupo Magazine Luiza, Luiza Helena Trajano, prevê que o Natal deste ano será melhor que o do ano passado para o segmento de varejo. A previsão da empresária, que integra o Conselho Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), que se reuniu, ontem, em Brasília, é de que as vendas em dezembro deste ano deverão apresentar um crescimento de 5% a 10% em relação a 2008. (...) Ela defendeu a manutenção em 10% do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) pelo menos para as máquinas de lavar, que, segundo Luiza, são um item que só 20% dos brasileiros têm. "Espero que se mantenha o IPI em 10% para a máquina de lavar, porque a máquina de lavar, acima de tudo, é um gênero de necessidade das classes C e D e facilita a vida a dona de casa", afirmou. Para outros produtos da linha branca, como geladeira, Luiza disse que poderá haver a retomada do IPI, mas que o aumento deve ser gradual. Luiza elogiou as medidas tomadas pelo governo para o combate à crise financeira global e destacou como principal ação a redução do IPI da linha branca. Segundo ela, esse segmento teve uma queda muito forte no ano passado e essas medidas fizeram com que o setor retomasse as vendas. (...) Além da manutenção do IPI reduzido, Luiza defende medidas que evitem o aumento dos juros e a consequente alta dos preços. (...)
  5. 5. Mercado CIDADE PAULISTA CRIA LEI INÉDITA PARA DIMINUIR FILA EM SUPERMERCADOS Fonte: EPTV - 14/09/2009 A cidade de Araraquara, na região Central de São Paulo, é primeira cidade do estado a ter uma lei para diminuir as filas em caixas de supermercado. Segundo a determinação municipal, que já está em vigor, o tempo de espera não pode passar de 20 minutos em dias normais ou de meia-hora em época de muito movimento. Os estabelecimentos têm 30 dias para se adaptar à mudança. Depois desse prazo, o primeiro flagrante de irregularidade será punido com advertência. Na segunda vez, o local será multado em R$ 1,5 mil. Em caso de reincidência, o valor poderá ser duplicado. De acordo com o secretário de Negócios Jurídicos de Araraquara, Ricardo dos Santos, a fiscalização será feita à paisana. (...) Mais funcionários serão contratados para exercer a função de fiscal. Esse tipo de projeto chegou a ser aprovado no ano passado em Campinas, pelos vereadores, mas foi vetado pelo prefeito Hélio de Oliveira Santos e acabou arquivado. Em São Paulo, há dois anos, a Justiça considerou inconstitucional lei semelhante que previa atendimento em até 15 minutos nos bancos da capital.
  6. 6. Mercado PONTO FRIO REGISTRA PERDA RECORDE NO TRIMESTRE Fonte: Valor Online - 15/09/2009 O ajuste das contas para a preparação da venda ao Grupo Pão de Açúcar resultou na maior perda da história do Ponto Frio - a transferência de controle foi concluída em 7 de julho. O balanço financeiro da Globex, controladora da rede fluminense de eletroeletrônicos, mostrou uma forte piora no desempenho da varejista, que amargou prejuízo líquido de R$ 278,1 milhões no segundo trimestre. No mesmo período de 2008, as perdas foram de R$ 5,1 milhões. As despesas operacionais mais do que dobraram no segundo trimestre em relação ao mesmo período de 2008, chegando a R$ 495,3 milhões. Chama a atenção o aumento de 188% em "outras despesas", para cerca de R$ 180 milhões, devido à harmonização das práticas contábeis com as do Pão de Açúcar. Desse montante de R$ 180 milhões, mais de R$ 71 milhões referem-se à provisão para realização do ativo diferido. Em um novo estudo técnico, foi detectada a impossibilidade de recuperar na totalidade o ativo fiscal diferido, no prazo de dez anos. O Ponto Frio aumentou ainda em 36,7% a provisão para devedores duvidosos (PDD), que chegou a R$ 74 milhões. (...) O plano de recuperação do Ponto Frio deve ser divulgado no fim de outubro ou começo de novembro, quando espera-se que o Pão de Açúcar anuncie um programa mais detalhado do que pretende fazer e dos ganhos de sinergia obtidos com a aquisição. A Globex, na apresentação do balanço para investidores, sinalizou que as estratégias do seu novo controlador já começam a surtir efeito nas vendas neste terceiro trimestre. (...)
  7. 7. Mercado FALTA DIÁLOGO NO SETOR SUPERMERCADISTA Fonte: Revista Logweb - 15/09/2009 Segundo o presidente da Abras, não há um modelo de transporte de carga urbano que apresente uma distribuição logística satisfatória e gere produtividade. O maior problema nas operações com produtos perecíveis é a organização das entregas nos grandes centros, pois faltam infraestrutura e modelos de distribuição adequados. Quem revela é Sussumu Honda, presidente da Abras – Associação Brasileira de Supermercados (Fone: 11 3838.4500). Segundo ele, o setor precisa operar de forma centralizada, em parceira entre o lojista e o distribuidor/Operador Logístico/transportadora. "A estrutura logística das lojas não está preparada para o número de itens comercializados, que está em crescimento, faltam investimentos. Nós não temos um modelo de transporte de carga urbano definido que apresente uma distribuição logística satisfatória e que gere produtividade", diz. Segundo o profissional, são usados atualmente modelos ineficientes de distribuição, que agregam muitos custos, além de que falta um diálogo mais aprofundado sobre as questões logísticas. "É preciso haver reuniões com o poder público e o privado, não só o público".
  8. 8. Mercado GRUPO CARVALHO AVANÇA COM ADOÇÃO DO MODELO 'ATACAREJO' Fonte: DCI (Alexandre Melo) - 15/09/2009 Depois de crescer no Estado do Piauí com atuação dividida entre o varejo e atacado, o Grupo Carvalho encontrou no atacado de autosserviço, popularmente conhecido como "atacarejo", o próximo alvo de expansão. Em novembro, o casal Reginaldo e Evangelita (Van) Carvalho, que conduz a rede há 23 anos, inaugura a primeira unidade da bandeira Carvalho Master. O grupo prevê faturamento de R$ 1,3 bilhão para este ano. A loja será uma das cinco que a companhia abrirá durante o ano, com aporte de R$ 88 milhões, sendo uma parte financiada pelo Banco do Nordeste. (...) Hoje, a rede controla a operação de 20 atacados que funcionam nas modalidades balcão e porta a porta, com uma equipe de representantes de vendas. O Carvalho Master será aberto em Teresina, depois da reformulação de um centro de distribuição que atendia seus 44 supermercados. A estratégia é fortalecer o Grupo Carvalho e deixá-lo competitivo na disputa pelo mercado piauiense com Grupo Pão de Açúcar, Walmart e Makro. A empresa nasceu como atacadista, mas foi durante uma crise de abastecimento na década de 1980 que passou a atender a vizinhança com vendas ao varejo.
  9. 9. Mercado JBS ACERTA COMPRA DE BERTIN E PILGRIM'S Fonte: Portal Exame - 16/09/2009 O JBS, maior processador de carne bovina do mundo, anunciou dois negócios que vão transformar a cara do setor de carnes. A empresa vai comprar o rival brasileiro Bertin e a gigante americana Pilgrim's Pride, segunda maior processadora de carne de frango dos Estados Unidos, com faturamento de 8,5 bilhões de dólares. A Pilgrim's, foi avaliada em 2,8 bilhões de dólares. O JBS inicialmente comprará 64% da empresa e pagará em dinheiro e ações. O restante permanecerá com os atuais acionistas do Pilgrim's. Com sede em Pittsburgh, no Texas, a Pilgrim's (...) tem capacidade instalada para processar 4,1 milhões de toneladas de frango por ano e faturou 8,5 bilhões de dólares no ano passado. A JBS afirma que a aquisição contará com linhas de crédito de 1,5 bilhão de dólares para financiar a dívida da Pilgrim's. A expectativa é de que a compra seja concluída até dezembro. Já os donos do Bertin se tornarão grandes acionistas do JBS. O dois negócios contarão com o apoio do governo brasileiro, via BNDES. Para a entrada do Bertin no capital do JBS, será criada uma "Nova Holding". Os acionistas controladores da JBS vão contribuir com a totalidade de suas ações e os donos do Bertin vão repassar 73,1% do capital da empresa após a conclusão do negócio, os acionistas do JBS terão 60% da holding e os do Bertin, 40%. (...)
  10. 10. Mercado CARREFOUR BUSCA PARCEIRO NA ÍNDIA, MAS NÃO COMENTA ALIANÇA Fonte: Agência Estado (Danielle Chaves) - 14/09/2009 A varejista francesa Carrefour e o indiano Future Group afirmaram que estão explorando oportunidades de aliança na Índia, mas não confirmaram que estão conversando um com o outro sobre um possível acordo. "Continuamos estudando cada oportunidade de parceria relacionada a hipermercados na Índia", afirmou o Carrefour em um comunicado, sem citar o nome de qualquer possível parceiro. O jornal Economic Times publicou nesta segunda-feira, 14, uma reportagem, citando uma fonte não identificada, em que afirma que o executivo-chefe da varejista francesa, Lars Olofsson, visitou a Índia na semana passada e se reuniu com o chairman do Future Group, Kishore Biyani. (...) A Índia é o mercado mais atraente para varejistas internacionais que buscam se expandir em mercados emergentes, segundo estudo da empresa de consultoria norte-americana A.T. Kearney divulgado em junho. O país ficou em primeiro lugar no ranking anual do Global Retail Development Index para 30 mercados em desenvolvimento, depois de ter ocupado a segunda colocação no ano passado. A varejista francesa tem planos de abrir seu primeiro ponto de venda de atacado na Índia até o fim deste ano ou no início de 2010. O Future Group é dono da Pantaloon Retail, a maior varejista da Índia em capitalização de mercado.
  11. 11. Mercado CRESCE A CONCORRÊNCIA EM VOLTA DA DASLU Fonte: Valor Econômico - 16/09/2009 Dentro de um raio de não mais do que dois quilômetros, quatro grandes cadeias de shopping centers do país - Iguatemi, Multiplan, Brascan e BR Malls -, começarão a se digladiar pelos endinheirados consumidores que trabalham nos escritórios, se hospedam nos hotéis cinco estrelas ou moram nos condomínios da região da Vila Olímpia, um dos cinco bairros de maior poder aquisitivo da zona sul da capital paulista. O Shopping Vila Olímpia, controlado por Multiplan e Brascan, abre as portas em dois meses. O Shopping JK, dos grupos Iguatemi e WTorre, inicia a comercialização dos seus espaços no início do ano que vem e deve ficar pronto no primeiro semestre de 2011. Os dois empreendimentos vão fazer uma concorrência quase porta a porta com a Daslu, que ainda reina sozinha nesse quadrilátero. As 88 lojas anexas à butique de luxo estão sob a gestão da BR Malls, que saiu em busca de grandes lojistas, como Livraria Cultura e PBKids, para a rentabilizar o espaço. Segundo a consultoria Target, a região do Itaim Bibi, que abrange sete bairros, entre eles a Vila Olímpia e o Brooklin, possui um consumo per capita de R$ 34,2 mil por ano, o que representa mais do que o dobro do valor consumido em média na capital paulista, de R$ 15 mil. (...)
  12. 12. Mercado TENDA E CASAS BAHIA SE UNEM EM AÇÃO Fonte: Meio & Mensagem (Gabriel Navarro) - 16/09/2009 Por terem o mesmo público-alvo, a construtora Tenda e a Casas Bahia decidiram iniciar uma parceria experimental em ponto-de-venda que não envolve transação financeira entre as duas empresas. No quarto andar da Casas Bahia da Praça Ramos de Azevedo, no centro de São Paulo, há dois apartamentos decorados com produtos da loja, desenvolvidos pela equipe da Tenda, e um representante da construtora com informações sobre venda de imóveis. Em troca, na unidade da Tenda situada na Praça da Sé, na mesma região da cidade, há um consultor da Casas Bahia que apresenta três kits (quarto, cozinha e sala) com produtos da varejista para decorar a residência recém-adquirida pelos clientes. (...) A divulgação da parceria deve começar em outubro e será feita pelos canais usualmente utilizados pela construtora: TV, internet e mídia impressa. Filiais de Rio de Janeiro e Salvador já estão sendo cogitadas como as próximas a terem espaços reservados às vendas da Casas Bahia. (...) Antes do pacto com a Casas Bahia, a Tenda já tinha uma linha especial de torneiras desenvolvida pela Deca e vem procurando firmar novas sociedades desse gênero. (...)
  13. 13. Participe Nosso blog está com novo layout, Participe da nossa comunidade na você já viu? internet por meio do twitter. Deixe um comentário e dê a sua Clique e siga nos: opinião! http://twitter.com/Varejo_ESPM http://varejo.espm.br
  14. 14. Economia MARFRIG COMPRA SEARA POR US$ 900 MILHÕES Fonte: Valor Online A Marfrig vai desembolsar US$ 706,2 milhões em dinheiro e assumir US$ 193,8 milhões em dívida para comprar os ativos da Seara, controlada pela americana Cargill, no Brasil e no exterior. O negócio envolve as áreas de aves, suínos e produtos industrializados, que tem faturamento líquido anual de US$ 1,7 bilhão, além dos direitos de exploração da marca Seara. A transação coloca a Marfrig, que até pouco tempo atrás era concentrada no segmento de bovinos, como principal concorrente da BRF - Brasil Foods, empresa que nasceu da aliança entre Sadia e Perdigão. "A Marfrig expandirá seu potencial com alimentos processados no Brasil, firmando-se como o segundo maior player no mercado interno e de exportação de aves e suínos e uma dos maiores do mundo", diz a empresa no Fato Relevante divulgado na noite de ontem no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A Marfrig atua em aves desde o ano passado, quando comprou as operações da americana OSI no Brasil e na Europa, além da DaGranja. (...) A expectativa da Marfrig é de que a aquisição seja concluída no quarto trimestre deste ano.
  15. 15. Economia VENDAS NO VAREJO EM ALTA E ESTOQUES EM BAIXA NOS ESTADOS UNIDOS Fonte: EFE - 15/09/2009 As vendas no varejo aumentaram 2,7% em agosto nos Estados Unidos motivadas pelo programa do Governo para incentivar a compra de automóveis novos, mas os estoques caíram 1% em julho, segundo divulgou hoje o Departamento de Comércio. O valor total de bens em estoque encolheu para US$ 1,330 bilhão, o que representa uma queda de 11,8% na comparação com julho de 2008. Por outro lado, os indicadores positivos ficaram acima das expectativas dos analistas, que haviam previsto que as vendas no varejo iriam avançar 2% no mês passado. Em julho, o índice havia caído 0,2%. (...) O relatório é um bom sinal para a economia americana, porque o consumo responde por 70% do Produto Interno Bruto (PIB). Além do mais, serve de argumentos para aqueles que acreditam que a economia já experimenta uma recuperação.
  16. 16. Economia VAREJO TEM AUMENTO DE 5,9% EM JULHO Fonte: Mundo do Marketing – 16/09/2009 O varejo apresentou um aumentou de vendas reais de 0,5% em julho em relação ao mês anterior, após o ajuste sazonal, segundo a Pesquisa Mensal de Comércio divulgada pelo IBGE. Na comparação com o mesmo período de 2008, a variação chega a 5,9%. O segmento "supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo" puxou a expansão, tendo crescido 10,1% na comparação com julho de 2008 e 0,8% em relação a junho de 2009. O segmento de "Móveis e eletrodomésticos" também se destacou, crescendo 1,9% com relação a junho e acumulando de maio a julho uma variação positiva de 6,5%. Já os segmentos "Tecidos, vestuário e calçados", "Material de construção", "Veículos, motos, partes e peças" e "Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação" tiveram queda. Segundo previsão de analistas do Instituto para Desenvolvimento do Varejo, o setor pode crescer até 10% nos próximos 12 meses se o padrão de desempenho registrado de maio a julho se mantiver.
  17. 17. Economia UNILEVER ASSEGURA INVESTIMENTOS VENDAS DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO Fonte: DCI - 16/09/2009 CRESCEM 5% EM AGOSTO Fonte: Mundo do Marketing - 15/09/2009 A Unilever no Brasil informou que o grupo manterá o plano de investimentos no Brasil até 2012. É o que O varejo de materiais de construção apresentou garantiu o presidente da Unilever no Brasil, Kees aumento nas vendas no mês de agosto. De acordo Kruythoss e o vice-presidente de Assuntos com a Anamaco (Associação Nacional dos Corporativos da companhia, Luiz Carlos Dutra, depois Comerciantes de Material de Construção), o setor de se reunirem com o ministro da Agricultura, Reinhold registrou 4,9% de crescimento se comparado ao Stephanes, em Brasília. Dutra informou que o encontro mesmo período do ano passado. Na comparação do foi realizado com o objetivo de o novo presidente da acumulado do ano, entre janeiro e agosto de 2009 e o Unilever Brasil se apresentar ao ministro; e a empresa mesmo período de 2008, o crescimento atinge 2,5%. reforçar a manutenção e a estratégia de investimentos no País. A Unilever do Brasil informou que o grupo manterá o plano de investimentos no País até 2012. É o que garantiu o presidente da Unilever no Brasil, Kees Kruythoss, ao ministro da Agricultura em Brasília.
  18. 18. Varejo Fashion INDITEX MAY LAUNCH OTHER BRANDS THAN ZARA ONLINE, BUT NOT YET By Christopher Bjork, Dow Jones Newswires - SEPTEMBER 16, 2009 Spanish fashion retailer Inditex SA (ITX.MC) may eventually launch online stores for all its brands, but will first focus on the internet launch of its flagship Zara brand, Chief Executive Pablo Isla said Wednesday. "The Internet is becoming more and more relevant channel, so it would be logical" to launch all the formats at a later stage, but right now there are no specific plans to do so, Isla told a conference call with analysts. Earlier Wednesday, Inditex said it was planning to launch online sales for Zara on the for the Autumn/Winter 2010 collection. Inditex operates an online store for its home furnishing concept Zara Home, but had earlier shied away from the Internet for Zara because of the complexity of managing and selling its fast-changing collections online.
  19. 19. Sustentabilidade SÃO PAULO MULTA QUEM NÃO RECOLHE EMBALAGEM Fonte: Valor Econômico - 14/09/2009 Coca-Cola, AmBev, Petrobras e Shell são as primeiras vítimas da lei 13.316/2002 do município de São Paulo, informou a Secretaria do Verde e Meio Ambiente da prefeitura da capital paulista. As quatro empresas, segundo o órgão, estariam descumprindo a norma que responsabiliza as companhias pelo recolhimento de pelo menos 50% de todas as embalagens que essas indústrias usam para vender seus produtos na cidade. "As empresas são responsáveis pelo lixo que produzem", afirma o secretário do verde e meio ambiente de São Paulo, Eduardo Jorge. Mas boa parte das indústrias não concorda com isso. A multa, de R$ 250 mil para cada empresa, foi dada, segundo Jorge, porque AmBev, Petrobras, Shell e Coca-Cola foram notificadas pela secretaria no final de agosto - assim como ocorreu com Avon e Colgate. "Essas duas pediram prazo de 30 dias para responder. Já as outras sequer deram algum retorno", diz o secretário. As notificações, de acordo com ele, pediam às companhias que explicassem à secretaria de que maneira elas pretendiam cumprir a lei. A resposta deveria ser encaminhada uma semana após a notificação. A prefeitura esperou por 15 dias, antes de decidir pela multa. (...) Conforme a lei, as empresas teriam que obedecer a um cronograma progressivo de recolhimento: 50% da produção de 12 meses no primeiro ano de validade da regra, 75% no ano seguinte e 90% no terceiro.
  20. 20. Marca Própria MARCA PRÓPRIA AVANÇA NA PAGUE MENOS Fonte: Revista Fator - 15/09/2009 Em dezembro de 2007, a rede de farmácias Pague Menos criou uma linha de produtos de marca própria, composta inicialmente por 40 itens, nas áreas de higiene pessoal, cosméticos e produtos de primeiros socorros. Desde então, a linha não parou de crescer, ganhando três marcas distintas (Amorável, Dauf, e Pague Menos), e hoje já cobre mais de 160 itens. Os produtos de marca própria já representam 5,5% das vendas da linha de não medicamentos da maior rede de farmácias do País, presente em mais de 80 cidades brasileiras com mais de 310 lojas. (...) A empresa estima uma produção média mensal de 200 mil unidades, desenvolvidas em parceria com 14 fabricantes. A meta agora é expandir a oferta de produtos. (...) No mix das três marcas deverão constar outros produtos como protetores e bloqueadores solar, xampus medicinais, fraldas e absorventes geriátricos, papel higiênico, lenços umedecidos, preservativos, loção pós-sol, escovas dentais infantis, sabonete líquido anti-séptico, kits ortodônticos e linha de adoçantes. Perfil: A Pague Menos é hoje a maior rede de varejo farmacêutico do Brasil, com mais de 310 lojas e 9 mil colaboradores que atuam em 26 estados e no Distrito Federal. (...) No anuário elaborado pela Revista Exame, "Exame Melhores & Maiores - as 1000 maiores empresas do Brasil", a empresa aparece na 266ª posição, a mais bem colocada do setor.
  21. 21. Pesquisa MULHERES DA CLASSE C DOMINAM MERCADO FEMININO Fonte: Mundo do Marketing – 16/09/2009 O mercado de trabalho feminino é composto, em sua maioria, por mulheres da base da pirâmide. A tendência é que este grupo continue dominando o mercado e, consequentemente, o consumo. É o que indica uma análise do Instituto Data Popular, que revelou que as jovens da classe C estudam mais do que seus pais estudaram e apresentam maior interesse pelo mercado de trabalho comparado às mulheres da classe A. Segundo o estudo, 68,1% destas mulheres já possuem escolaridade maior que a da mãe. Atualmente 51,3%, ou seja, 96 milhões da população brasileira é feminina, e 80,6 milhões estão nas classes C, D e E. (...) No Brasil, 30% dos domicílios são chefiados por mulheres. (...) A tendência observada na realidade brasileira é de que com a universalização do ensino médio e o aumento de jovens no ensino superior, mais mulheres da classe C estudem e se tornem chefes de família. Entre as jovens de 18 a 25 anos da classe C, em comparação com a geração dos pais, já é nítida a mudança que está ocorrendo: 58,9% fazem mais pesquisa de preço antes de comprar; 59,6% são mais estressadas; 70,3% são mais interessadas em política; 72% têm menos tempo para se dedicar à família; 79,2% são mais vaidosas e 91,7% são mais consumistas.
  22. 22. Pesquisa BRASIL É LÍDER EM VENDA DE CELULARES NA AMÉRICA LATINA Fonte: Mundo do Marketing – 16/09/2009 O Brasil e o México lideram o ranking de celulares vendidos na América Latina, região que registrou aumento de 5% na venda desses itens durante o último ano móvel, encerrado em março de 2009. No Brasil, o aumento foi de 16% em unidades vendidas. Esses são dados de um relatório divulgado pela Nielsen. Por aqui, a função câmera está presente em 60% dos celulares vendidos, o que vai de acordo com a média mundial (61%). O tocador de MP3, no entanto, está apenas em 25% dos modelos vendidos, concentração maior apenas que na Colômbia (22%). Já as rádios FMs marcam presença em 62% dos celulares, mesma concentração atingida pela Argentina, mas menor que no Chile (63%). Um em cada quatro consumidores utiliza serviços de valor agregado de telefonia móvel. Outros 16% utilizam exclusivamente para comunicação de voz, enquanto 28% usam também o SMS e o restante, 37%, utilizam outras funcionalidades off-line.
  23. 23. E-Commerce COMPRA PELA WEB VIRA HÁBITO DO BRASILEIRO, DIZ PESQUISA Fonte: Mundo do Marketing – 16/09/2009 A compra pela internet virou hábito entre os consumidores brasileiros, segundo um estudo feito pelo e-Bit em parceria com o Movimento Internet Segura (MIS). A pesquisa mostra que em agosto as compras pela web tiveram aprovação de 87,29% dos internautas, número um pouco maior que o registrado em julho (87,02%). Ao todo foram mais de 128 mil pessoas entrevistadas em cerca de 1.800 lojas virtuais no país durante todo o mês de agosto. O estudo abordou facilidade para comprar, seleção de produtos, informação, navegação, entrega no prazo, qualidade de produtos e atendimento, política de privacidade, além do manuseio e envio dos itens comercializados. Para 2012, o E-Bit estima que o faturamento do mercado de e-commerce chegue à aproximadamente R$25 bilhões, com base nos R$8 bilhões registrados em 2008.
  24. 24. Marketing Mix PBKIDS INAUGURA LOJA NA DASLU RENNER INAUGURA 16ª LOJA NO Fonte: Mundo do Marketing - 15/09/2009 RIO GRANDE DO SUL A PBKids Brinquedos inaugura hoje, dia 15, um espaço Fonte: Mundo do Marketing – 16/09/2009 diferenciado na Daslu. A unidade contou com um A Renner inaugura amanhã, dia 17, sua 16ª loja no Rio investimento de R$ 1 milhão e faz parte do plano de Grande do Sul. A unidade, localizada no Bella Cittá expansão da empresa que abriu quatro filiais este ano. A Shopping, em Passo Fundo, tem 2,6 mil m² distribuídos expectativa da marca é de que a loja tenha o maior ticket em três andares e conta com um investimento de cerca médio da rede. A nova PBKids possui 300m² e um mix de de R$ 5 milhões. Com a inauguração, a rede alcança a oito mil itens nacionais e importados. A unidade conta marca de 116 lojas no país. ainda com um espaço dedicado a bebês: a PBKids Baby. Para comemorar a abertura, a Renner fará uma doação de 1.500 peças de roupa para entidades assistidas pela BIO RITMO LANÇA LINHA DE COSMÉTICOS E Prefeitura Municipal de Passo Fundo. HIGIENE PESSOAL Fonte: Mundo do Marketing - 15/09/2009 HOPE INAUGURA MAIOR LOJA DA REDE NO RIO DE JANEIRO A Bio Ritmo Academia lança uma linha de cosméticos e Fonte: Mundo do Marketing - 15/09/2009 produtos de higiene pessoal voltados para pessoas que A Hope está inaugurando sua maior loja no praticam exercícios diariamente. Entre os produtos, a NorteShopping, localizado na Zona Norte do Rio de linha da Bio Ritmo terá shampoo, condicionador, shower Janeiro. O espaço de 83m² é a 21° franquia da marca no gel, hidratante, desodorante e loção relaxante muscular. Brasil. Outras dez lojas estão previstas para serem Os produtos estão disponíveis nas unidades de Campo inauguradas até o fim do ano. Belo, Paulista, Morumbi e Higienópolis, todas em São Paulo. Quem assina o layout das embalagens é a agência Pulsar Design.
  25. 25. Varejo no Mundo BRAZIL JULY RETAIL SALES QUICKEN FOR SECOND MONTH By Bloomberg, Joshua Goodman and Adriana Brasileiro, Sept. 15 Brazil’s retail sales accelerated for the second straight month in July, reinforcing bets that domestic demand will power the country’s economic rebound. Retail sales rose 5.9 percent from the year-ago period, more than the 5.7 percent reported in June, the national statistics agency said today. Economists forecast a rise of 6.2 percent, according to the median of 32 estimates in a Bloomberg survey. Sales rose 0.5 percent from the previous month, less than the 0.8 percent gain forecast in a separate survey. “Retail sales are above levels we had before the crisis, so the fact they were a bit below the market forecast is not a reason for concern,” said Flavio Serrano, senior economist at Banco Espirito Santo de Investimento.
  26. 26. Este informativo é destinado à comunidade de interesse sobre varejo, formada por alunos, ex-alunos, professores e funcionários de empresas parceiras do Retail Lab, o laboratório de Varejo do Núcleo de Estudos do Varejo da ESPM. PRODUZIDO POR: Leonardo Milanês Tatiana Fagundes COORDENAÇÃO: Prof. Ricardo Pastore 18/09/2009

×