CLIPPING DO VAREJO

      Outubro - 2009
Caros Leitores

No próximo dia 19, terá início o mais novo curso do Núcleo de Estudos do Varejo da ESPM:
- O Curso Intensi...
CURSOS INTENSIVOS
ESPM APRESENTA AS TENDÊNCIAS E AS INOVAÇÕES PARA A COMUNICAÇÃO NO VAREJO
O mercado varejista é um dos pr...
Mercado
O PEQUENO VAREJO AGORA TAMBÉM É DAS GRANDES BANDEIRAS
Fonte: Mundo do Marketing - 14/10/2009

Dentro do mesmo movi...
Mercado
REDE BAIANA INSINUANTE
Fonte: (Folha de S.Paulo) Setembro 2009


Sem fazer alarde, a rede baiana Insinuante, líder...
Mercado
TESCO AMPLIA GAMA DE PRODUTOS FINANCEIROS
Fonte: (Valor Econômico) Setembro 2009


A rede de supermercados Tesco e...
Mercado
SUPER CASAS BAHIA PROMETE BRIGAR PELAS VENDAS DE NATAL
Fonte: DCI - 15/10/2009


Com a proximidade do fim do ano, ...
Mercado
NOVA REDE DE SUPERMERCADOS DÁ LARGADA NO RS
Fonte: (Zero Hora) Setembro 2009


Sessenta e sete mercados do Rio Gra...
Participe




      Visite nosso blog     Participe da nossa comunidade na
                              internet por meio...
Mercado
FATURAMENTO DO PONTO FRIO AVANÇA 12% NO TRIMESTRE
Fonte: Valor Econômico – 15/10/2009


Sob a gestão do Grupo Pão ...
Mercado
WAL-MART EXPANDE OFERTA EM TELEFONIA MÓVEL
Fonte: Valor OnLine - 15/10/2009


A Wal-Mart Stores informou ontem que...
Mercado
CARREFOUR BUSCA PARCEIRO NA ÍNDIA, MAS NÃO COMENTA ALIANÇA
Fonte: (Agência Estado) Setembro 2009


A varejista fra...
Marca Própria
ELETROELETRÔNICOS DE MARCA PRÓPRIA SÃO APOSTA DO VAREJO
Fonte: DCI (Wilian Miron) - 14/10/2009


A proximida...
Dia das Crianças
DIA DAS CRIANÇAS FOI A MELHOR DATA PARA O VAREJO EM 2009, REVELA SERASA
Fonte: Administradores.com - 14/1...
Economia
IBGE: VENDA DE BENS NÃO DURÁVEIS PROTEGE VAREJO DA CRISE
Fonte: Agencia Estado - 15/10/2009


Os dados das vendas...
Economia
VENDA CRESCE 10% NO DIA DA CRIANÇA
Fonte: DCI - 13/10/2009


As boas expectativas do comércio se confirmaram nest...
Economia
CONFIANÇA DO CONSUMIDOR ATINGE MAIOR ÍNDICE EM UM ANO
Fonte: Mundo do Marketing (Sylvia de Sá) - 14/10/2009


O c...
Marketing Mix
PÃO DE AÇÚCAR PATROCINA FUTEBOL DO                      AMBEV CRESCE E VOLTA A TER 70% DO
GRUPO ESTADO      ...
Marketing Mix
VAREJO JÁ OFERECE PARCELAMENTO                            BATAVO TERÁ MARCA EXPOSTA NO CAPACETE
EM ATÉ 20 VE...
Varejo no Mundo
DISNEY’S RETAIL PLAN IS A THEME PARK IN ITS STORES
By BROOKS BARNES, October 12, 2009


The Walt Disney Co...
Sustentabilidade
REUTILIZAÇÃO DE SACOLA PLÁSTICA CHEGA A 100%
Fonte: O Tempo - 14/10/2009

Carregar as compras até em casa...
Cultura & Negócios
                            Não perca esta edição deste mês
                                    da Revi...
Este informativo é destinado à comunidade de interesse sobre
varejo, formada por alunos, ex-alunos, professores e funcioná...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Clipping Outubro 3

1.009 visualizações

Publicada em

Clipping de Noticias da ESPM.

Publicada em: Negócios, Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.009
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Clipping Outubro 3

  1. 1. CLIPPING DO VAREJO Outubro - 2009
  2. 2. Caros Leitores No próximo dia 19, terá início o mais novo curso do Núcleo de Estudos do Varejo da ESPM: - O Curso Intensivo de Gestão do Varejo Fashion! O número de inscritos superou todas as expectativas e já se apresenta como um sucesso. Também não é para menos, afinal o curso será liderado pelo Prof. Dr. Francisco Alvarez e conta com apoio técnico de Fabiano Proti, diretor de marketing da DocDog. Pelo menos dois executivos estão confirmados para apresentações adicionais. Imperdível. Não podemos esquecer do Intensivo de E-Commerce, também com turma formada e início confirmado para o dia 22/10. Esse curso inspirou a ESPM a escolher o mesmo tema para a atual edição da Revista da ESPM. Veja nesta edição os temas que a Revista da ESPM preparou para todos nós. Agradeço aos novos alunos e desejo a todos boas vindas! Um grande abraço! Prof. Ricardo Pastore
  3. 3. CURSOS INTENSIVOS ESPM APRESENTA AS TENDÊNCIAS E AS INOVAÇÕES PARA A COMUNICAÇÃO NO VAREJO O mercado varejista é um dos principais vetores da economia e movimenta cifras cada vez maiores. Dentro deste contexto, principalmente nos últimos anos, o ponto-de-venda tem conquistado maior relevância na divisão das verbas de marketing em função de 81% das decisões de compra por parte dos consumidores serem tomadas nesses ambientes. Em função da importância do varejo no atual cenário econômico e da necessidade de acompanhar de perto como as constantes mudanças no comportamento refletem nas compras, o Centro de Inovação e Criatividade lança este mês o programa Inovação da Comunicação no Varejo. O curso – de curta duração - apresenta a integração dos princípios da inovação, da gestão de marcas e da embalagem como ferramenta chave no processo e seu impacto na decisão de compra. Ao longo das aulas serão abordados temas como as tendências na comunicação com o varejo, comportamento do consumidor, conceitos e práticas da inovação aplicada ao PDV, as conseqüências da alocação de recursos, marketing estratégico, branding, inovação na embalagem e as novas ferramentas de comunicação e de relacionamento. No final, os participantes terão a oportunidade de aplicar o conteúdo teórico na prática por meio de cases com o apóio da POP Trade Marketing - empresa parceira no programa -, conhecer e avaliar o perfil e as habilidades do profissional inovador e como melhorar seu próprio desempenho nesta área. As inscrições estão abertas e as aulas começam em 22 de outubro quinta-feira. Para mais informações acesse www.espm.br/inovacao ou (11) 5085-4600.
  4. 4. Mercado O PEQUENO VAREJO AGORA TAMBÉM É DAS GRANDES BANDEIRAS Fonte: Mundo do Marketing - 14/10/2009 Dentro do mesmo movimento que acontece no Brasil, as grandes redes francesas de supermercado começam a criar pequenos pontos-de-venda na lógica proximidade, como o Carrefour Bairro está fazendo no Brasil. Assim, o Carrefour também lança seu Carrefour Market na França e seu Carrefour Express na Espanha. Em alguns países da Europa são proibidos grandes pontos-de-venda dentro das cidades, como forma de proteção ao pequeno varejo. Sendo assim, esta também é uma maneira das grandes redes se aproximarem de seu público, pois com o desenvolvimento das pequenas mercearias, com a profissionalização do pessoal deste tipo de comércio e com a diminuição da diferença de preço para as grandes redes, fica cada vez mais difícil os consumidores terem tempo ou mesmo desejo de se deslocarem para fazer suas compras. Desse modo, essas redes estão buscando formas de se aproximar dos consumidores e encantá-los com seus preços e sua gestão de qualidade. Algumas redes estão criando sistemas de franquia das pequenas mercearias, onde toda a inteligência de gestão, entrega de produto, estratégia de mix etc, é desenvolvido pelas matrizes dessas bandeiras. Assim, bandeiras como Monoprix desenvolvem pequenos pontos-de-venda adaptados à realidade do público regional onde estará seu mini-mercado. No caso da foto acima, é um ―Monop’‖, nome dado a seu pequeno formato de PDV, que está localizado perto da estação de trem Montparnasse, local de movimento de jovens, viajantes, além dos moradores da região. (...)
  5. 5. Mercado REDE BAIANA INSINUANTE Fonte: (Folha de S.Paulo) Setembro 2009 Sem fazer alarde, a rede baiana Insinuante, líder varejista no Nordeste, vai conquistando espaço entre os consumidores brasileiros de móveis e eletrodomésticos. A rede vai inaugurar mais 50 unidades até o final de 2010, de acordo com Luiz Carlos Batista, presidente do Grupo. Com 250 lojas -a maioria no Norte e no Nordeste, além de algumas no Rio de Janeiro- a Insinuante se beneficiou nos últimos anos de sua atuação em regiões onde os programas sociais do governo ampliaram a renda do consumidor. A expansão agora será concentrada no Rio, onde Batista pretende reforçar a presença do grupo. São Paulo e o Sul do país estão fora do foco por enquanto. O empresário não divulga o investimento no projeto, mas estima que será todo realizado com recursos próprios e espera alta de 25% no faturamento. Com a abertura dos novos pontos de venda, as fachadas das lojas e os caminhões passam por uma renovação. O pálido marfim original será substituído pela cor laranja, condizente com o nome da rede.
  6. 6. Mercado TESCO AMPLIA GAMA DE PRODUTOS FINANCEIROS Fonte: (Valor Econômico) Setembro 2009 A rede de supermercados Tesco está querendo ampliar seus negócios de serviços financeiros fora do Reino Unido, ao mesmo tempo em que acelera uma estratégia agressiva para o mercado bancário doméstico. A Tesco, maior grupo varejista britânico, que pretende oferecer contas correntes no Reino Unido dentro de 18 meses, e hipotecas dentro de dois anos, também está estudando oportunidades de crescimento no setor financeiro nos mercados internacionais. A companhia já oferece cartões de crédito em alguns mercados fora do Reino Unido. A companhia vem reforçando seu braço de serviços financeiros desde que comprou no ano passado, por 950 milhões de libras (US$ 1,6 bilhão), a participação de 50% do Royal Bank of Scotland (RBS) em uma joint venture de serviços financeiros firmada com o banco escocês. Em setembro, deu mais um passo nessa direção ao anunciar uma parceria com a Fortis para a venda de seguros residenciais e de veículos no Reino Unido. Sob o acordo, que vai vigorar até 2015, as duas partes investirão 100 milhões de libras (US$ 166,8 milhões) para criar a Tesco Insurance Limited, na qual a Tesco Personal Finance terá uma participação de 49,9% e a Fortis 50,1%. A Tesco será responsável pela formação de preços no varejo, vendas e marketing, desenvolvimento de produtos e serviços ao cliente, enquanto a Fortis fornecerá serviços de subscrição e gerenciamento de sinistros.
  7. 7. Mercado SUPER CASAS BAHIA PROMETE BRIGAR PELAS VENDAS DE NATAL Fonte: DCI - 15/10/2009 Com a proximidade do fim do ano, começam os preparativos para o maior evento de varejo de uma única rede, a Super Casas Bahia - líder em vendas de eletrodomésticos e móveis do País, com mais de 500 lojas. Segundo Michael Klein, diretor executivo da Casas Bahia, a sexta edição da megaloja, que expõe diversos estandes e produtos no parque de eventos do Anhembi, em São Paulo, e uma segunda edição na cidade do Rio de Janeiro, já estão confirmadas para este ano e devem aumentar o faturamento da companhia, que foi de R$ 13,9 bilhões no ano passado. Klein afirmou, depois de sua apresentação no Fórum de Debates promovido pela Franklin Covey Brasil, ontem, em São Paulo, que as vendas da rede este ano estão se mantendo em relação às do ano passado. De acordo com o executivo, há expectativa de que a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) seja prorrogada novamente, impulsionando as vendas de itens de linha branca, por exemplo. (...) No ano passado, a Super Casas Bahia faturou perto de R$ 83 milhões na capital paulista, sendo visitada por 1,2 milhão de pessoas. Já no Rio de Janeiro, onde ocorreu pela primeira vez, o faturamento foi de R$ 50 milhões, com público de 350 mil pessoas. (...)
  8. 8. Mercado NOVA REDE DE SUPERMERCADOS DÁ LARGADA NO RS Fonte: (Zero Hora) Setembro 2009 Sessenta e sete mercados do Rio Grande do Sul passaram por uma transformação ontem. Em ação conjunta de lançamento da Rede Smart no Estado, os estabelecimentos inauguraram nova identidade visual e começaram a operar sob a mesma bandeira. A adesão dos mercados à maior rede de supermercados do país, com 1.253 lojas em 18 Estados e no Distrito Federal, não muda o nome dos estabelecimentos, mas indica que as lojas passam a usar assessoria e serviços bancários e tecnológicos da Smart. Segundo José Nilson Ferreira, gerente de relacionamento da Rede Smart, a vantagem está em utilizar os serviços que auxiliam a administração dos mercados e o sistema bancário vinculado à rede. Além disso, os integrantes da rede fazem ações de marketing em conjunto, imprimindo encartes comerciais, por exemplo. A Smart opera como uma grande rede de supermercados – explica o executivo. Para integrar o sistema, os mercados desembolsam entre R$ 8 mil e R$ 10 mil no início, além de cerca de R$ 1,5 mil mensais, o que inclui uma visita por mês de especialistas que ajudam o lojista no negócio. O modelo não é uma franquia, e o empreendedor continua sendo dono do negócio, com liberdade para tomar decisões. Em setembro, a Rede Smart também chegou ao Paraná, com 46 mercados. A rede já estava presente em Santa Catarina.
  9. 9. Participe Visite nosso blog Participe da nossa comunidade na internet por meio do twitter. http://varejo.espm.br Clique e siga nos: http://twitter.com/Varejo_ESPM
  10. 10. Mercado FATURAMENTO DO PONTO FRIO AVANÇA 12% NO TRIMESTRE Fonte: Valor Econômico – 15/10/2009 Sob a gestão do Grupo Pão de Açúcar desde julho, o Ponto Frio já começou a apresentar um melhor desempenho. No terceiro trimestre, a rede de eletrodomésticos registrou vendas brutas (de mercadorias e serviços do varejo) de R$ 1,2 bilhão, o que representou um crescimento de 12% em relação ao mesmo período do ano anterior. Ao longo do primeiro semestre, a receita bruta da varejista havia recuado 8% se comparada aos seis primeiros meses de 2008. (...) Os analistas ainda aguardam a divulgação de um "plano de ação" do Ponto Frio, com as estratégias que a nova equipe planeja implementar. O processo encontra-se na reta final e é esperado que o Pão de Açúcar apresente suas metas até o início de novembro. No dia 12 do mês que vem, a companhia publicará seus resultados financeiros e a expectativa é que, até lá, o grupo já tenha nas mãos um plano de recuperação mais detalhado. Segundo comunicado do Pão de Açúcar, uma série de fatores contribuiu para o melhor desempenho nas vendas do Ponto Frio no terceiro trimestre, entre eles a maior disponibilidade de mercadorias nas lojas, o maior investimento em mídia, com campanhas promocionais mais agressivas e abrangentes, além do aumento das vendas de linha branca impulsionado pela redução do IPI.
  11. 11. Mercado WAL-MART EXPANDE OFERTA EM TELEFONIA MÓVEL Fonte: Valor OnLine - 15/10/2009 A Wal-Mart Stores informou ontem que vai ampliar para os Estados Unidos inteiros sua assinatura barateira de celular Straight Talk, da operadora Tracfone Wireless, em mais um exemplo da queda dos preços no segmento mais econômico da telefonia móvel. O Straight Talk, que oferece um plano mensal barato, de até US$ 30, e um plano de acesso ilimitado, incluindo mensagens de texto e acesso à internet, por US$ 45, até pouco tempo era oferecido como serviço experimental limitado pela Tracfone, divisão da América Móvil S.A.B. de C.V., que também controla a Claro. O serviço é visto como forte concorrente no aquecido segmento dos telefones pré-pagos, especialmente porque funciona na rede da Verizon Wireless. Agora com presença nacional, o Straight Talk pode exercer pressão sobre todas as operadoras de telefone móvel pré-pago dos EUA. O Straight Talk estará disponível em todo o território do país a partir de domingo. (...) A Wal-Mart é uma das grandes redes que está mudando seu foco para aproveitar o crescimento dos negócios em telefonia móvel. Nos últimos meses as redes de lojas de eletrônicos Best Buy e RadioShack têm feito esforços mais concentrados para ressaltar como são amplas as opções que oferecem.
  12. 12. Mercado CARREFOUR BUSCA PARCEIRO NA ÍNDIA, MAS NÃO COMENTA ALIANÇA Fonte: (Agência Estado) Setembro 2009 A varejista francesa Carrefour e o indiano Future Group afirmaram que estão explorando oportunidades de aliança na Índia, mas não confirmaram que estão conversando um com o outro sobre um possível acordo. "Continuamos estudando cada oportunidade de parceria relacionada a hipermercados na Índia", afirmou o Carrefour em um comunicado, sem citar o nome de qualquer possível parceiro. A Índia é o mercado mais atraente para varejistas internacionais que buscam se expandir em mercados emergentes. O país ficou em primeiro lugar no ranking anual do Global Retail Development Index para 30 mercados em desenvolvimento, depois de ter ocupado a segunda colocação no ano passado. A varejista francesa tem planos de abrir seu primeiro ponto de venda de atacado na Índia até o fim deste ano ou no início de 2010. O Future Group é dono da Pantaloon Retail, a maior varejista da Índia em capitalização de mercado. O Wal-Mart abriu sua primeira loja de atacado no país em maio, por meio de uma joint venture com a indiana Bharti Enterprises. O Wal- Mart e a Bharti planejam abrir cerca de 15 lojas no país nos próximos três anos.
  13. 13. Marca Própria ELETROELETRÔNICOS DE MARCA PRÓPRIA SÃO APOSTA DO VAREJO Fonte: DCI (Wilian Miron) - 14/10/2009 A proximidade do Natal, época de ouro para o comércio, levou as grandes redes varejistas como Walmart, Carrefour e Berlanda a adotar marcas próprias de eletrônicos com preços menores do que os das marcas líderes, atraindo assim a classe emergente de consumidores. As varejistas viram que levar o nome do estabelecimento ao item vendido significa impulsionar as vendas. Hoje 5,4% do faturamento de varejistas que apostam na estratégia vêm de produtos de marca própria. Com melhores condições nas importações, por causa do dólar mais barato, as grandes redes estão aumentando a presença de produtos vindos da China em 15% -ou seja, mais de 300 milhões de unidades de produtos importados-, sendo 3% desse total correspondente a eletrônicos acessíveis às classes emergentes. A ideia das redes é oferecer produtos a preços até 20% menores, e driblar a concorrência. Além de lucrativa, essa comercialização de itens com o nome da loja também é uma estratégia de marketing e acirra a briga com itens de marca famosa. (...) Do ponto de vista financeiro, colocar marcas próprias em eletrônicos é favorável ao comerciante porque o produto fica livre dos custos institucionais, como marketing e desenvolvimento de marca. (...)Para a presidente da Associação Brasileira de Marcas Próprias e Terceirização (Abmapro), Neide Montesano, hoje o varejo está muito focado neste segmento por causa da tendência mundial de oferta de produtos de marca própria. (...)
  14. 14. Dia das Crianças DIA DAS CRIANÇAS FOI A MELHOR DATA PARA O VAREJO EM 2009, REVELA SERASA Fonte: Administradores.com - 14/10/2009 O volume de vendas na semana do Dia das Crianças 2009 (5 a 11 de outubro) cresceu 2,4% no país, na comparação com a semana de 6 a 12 de outubro de 2008, conforme revela o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio. O levantamento também apontou aumento nas vendas no final de semana do Dia das Crianças, impulsionado pelo feriado prolongado. De 9 a 11 de outubro de 2009, o comércio varejista vendeu 8,2% a mais do que no período de 10 a 12 de outubro do ano anterior. Segundo os técnicos da Serasa Experian, o fato do Dia das Crianças ter sido a melhor data comemorativa do varejo nacional até agora neste ano de 2009, relaciona-se com a recuperação da economia brasileira e do mercado formal de trabalho – resultando em um crescimento real do rendimento mensal –, além do mercado de crédito com as lojas, bancos e financeiras, que passaram a oferecer condições mais favoráveis ao consumidor em termos de prazos e encargos. (...) O desempenho das vendas no Dia das Crianças, neste ambiente de melhora gradativa do mercado de crédito e da confiança dos consumidores, auxiliado pela estabilidade dos preços no varejo, tendo em vista a atual valorização cambial, prenuncia, de acordo com os especialistas, um Natal bem mais promissor em termos de vendas, do que o verificado em 2008.
  15. 15. Economia IBGE: VENDA DE BENS NÃO DURÁVEIS PROTEGE VAREJO DA CRISE Fonte: Agencia Estado - 15/10/2009 Os dados das vendas do varejo de agosto confirmam que o bom desempenho dos bens de consumo semi e não duráveis, como alimentos e artigos farmacêuticos, estão ajudando o comércio a registrar um desempenho positivo apesar da crise, avaliou hoje o técnico da coordenação de serviços e comércio do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Nilo Lopes. Em agosto, as vendas de hiper, supermercados, produtos alimentícios e fumo, de maior peso na pesquisa, aumentaram 8,5% e contribuíram, sozinhas, com quatro pontos porcentuais, ou 86% do crescimento total de 4,7% do varejo no mês. Já as vendas de artigos farmacêuticos, de menor peso na pesquisa do que os supermercados, registraram o melhor desempenho entre as atividades pesquisadas e aumentaram 14,9% em agosto deste ano ante igual mês do ano passado. (...) Ele mostrou dados que demonstram que as vendas de supermercados e produtos farmacêuticos aceleraram o crescimento após o início da crise. De acordo com os números do IBGE, as vendas de super, hipermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo tiveram um crescimento acumulado de 33,4% entre 2004 e 2008 - período no qual o varejo em geral cresceu 46% -, com uma média anual de expansão de 5,9%. No acumulado de janeiro a agosto de 2009, esse setor já cresceu 7,4%, ou seja, em ritmo mais acelerado do que nos cinco anos anteriores. (...)
  16. 16. Economia VENDA CRESCE 10% NO DIA DA CRIANÇA Fonte: DCI - 13/10/2009 As boas expectativas do comércio se confirmaram neste Dia da Criança e cresceram acima do esperado pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce). Em média, as vendas nos shopping centers em São Paulo tiveram crescimento de 10% em relação às do ano passado. O resultado supera os 6% de aumento projetados pela Abrasce para os 385 shoppings associados à entidade no Brasil. (...) Comércio eletrônico O comércio eletrônico manteve expectativas de altas maiores que no varejo físico. Segundo a e-bit, empresa especializada em informações de comércio eletrônico (e-commerce), do dia 28 de setembro até o dia 11 de outubro o setor deve crescer 25%, alcançando R$ 450 milhões de faturamento, perante os R$ 360 milhões do ano passado. O tíquete médio deve chegar a R$ 340, um crescimento de 7% frente a 2008. (...)
  17. 17. Economia CONFIANÇA DO CONSUMIDOR ATINGE MAIOR ÍNDICE EM UM ANO Fonte: Mundo do Marketing (Sylvia de Sá) - 14/10/2009 O consumidor se mostra mais confiante este mês. É o que indica o Índice de Confiança do Consumidor que apresentou em outubro alta de 5,6% em comparação com setembro, registrando 154,3 pontos em uma escala que varia de 0 a 200 pontos. Este é o maior índice registrado nos últimos 12 meses, um ano após o início do agravamento da crise. Em relação ao mesmo período do ano passado, o indicador apresentou um crescimento de 11%, confirmando a retomada da confiança do consumidor. O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) é composto por dois sub-índices: o Índice das Condições Econômicas Atuais (ICEA) e o Índice de Expectativas do Consumidor (IEC). O ICEA, que mede o índice das condições econômicas atuais, registrou 3,3% de alta, chegando a 145,8 pontos. Sobre o ICEA, vale destacar o aumento na confiança dos consumidores que possuem renda superior a 10 salários mínimos, com crescimento de 8,5%, atingindo 156,3 pontos. Já o IEC apresentou alta de 7%, atingindo o patamar de 159,9 pontos. Em outubro, as mulheres obtiveram os melhores níveis de confiança dentro do IEC, com variação positiva de 8%, registrando 159,2 pontos. Analisando o IEC por faixa de renda também se destacaram os consumidores que ganham mais de 10 salários mínimos. Esse grupo apresentou variação de 4,7%, atingindo 171,7 pontos.
  18. 18. Marketing Mix PÃO DE AÇÚCAR PATROCINA FUTEBOL DO AMBEV CRESCE E VOLTA A TER 70% DO GRUPO ESTADO MERCADO EM SETEMBRO, DIZ NIELSEN Fonte: Meio & Mensagem - 14/10/2009 Fonte: Valor OnLine - 13/10/2009 O Pão de Açúcar acaba de adquirir a quarta cota de Depois seis anos na casa dos 60%, a AmBev voltou a patrocínio do projeto comercial Futebol 2009/2010, do ter 70% do mercado brasileiro de cervejas, segundo Grupo Estado. A rede supermercadista se junta ao apurou a Nielsen no mês de setembro. A participação Banco Itaú, à CVC e a Fiat, vinculando sua marca ao de mercado da líder de vendas, dona das marcas pacote de transmissões esportivas que o grupo fará do Skol, Brahma e Antarctica, cresceu 0,8 ponto restante do campeonato brasileiro de 2009 e de todos percentual no mês, para 70,0%. os torneios do próximo ano, cujo grande destaque será Já a Schincariol perdeu 0,5 ponto percentual, a Copa do Mundo da África do Sul. fechando o nono mês do ano com 11,6%. A O pacote criado pelo grupo de mídia compreende uma Petrópolis, que fabrica a Itaipava, caiu de 9,9% para ampla cobertura jornalística em todos os veículos do 9,8%. A Femsa, que anunciou recentemente que grupo - O Estado de S.Paulo, Jornal da Tarde, colocou sua divisão de cervejas à venda, continua estadão.com, Limão, Agência Estado e Rádio Eldorado com a mesma fatia de mercado: 6,9%. - dos torneios de futebol nacionais e internacionais. Para a Copa do Mundo, o Grupo Estado planeja várias ações especiais, nas quais as marcas patrocinadoras estarão envolvidas.
  19. 19. Marketing Mix VAREJO JÁ OFERECE PARCELAMENTO BATAVO TERÁ MARCA EXPOSTA NO CAPACETE EM ATÉ 20 VEZES DE RUBINHO NO GP BRASIL Fonte: O Globo - 13/10/2009 Fonte: Mundo do Marketing (Thiago Terra) - 14/10/2009 De olho no Natal, grande parte do varejo tem A Batavo está de olho nos esportes e fecha uma flexibilizado as condições de pagamento para estimular parceria com o Instituto Barrichello Kanaan para uma as vendas, mostra reportagem do GLOBO, na edição ação social na Fórmula 1. Além de patrocinar a equipe desta quarta-feira. Após as grandes redes de varejo, as do Corinthians, a Batavo marca presença no Grande pequenas lojas também decidiram apostar no fim da Prêmio do Brasil, domingo dia 18, estampando a entrada, na redução de seu valor e no aumento no marca no capacete de Rubens Barrichello, da Brawn número de parcelas. No comércio, é possível começar GP. a pagar em dezembro com direito ao dobro no número A parceria consiste em reverter fundos ao Instituto de prestações - que chegam a até 20. Já as Barrichello Kanaan (IBK), que deve atender em 2010, concessionárias oferecem pagamento até para depois cerca de 500 crianças nos programas esportivos. O do carnaval de 2010. IBK foi criado em 2005 pelos pilotos Rubens Entre as grandes redes, a Ricardo Eletro esticou o Barrichello e Tony Kanaan para dar apoio financeiro e financiamento de 16 meses para até 20 prestações em técnico a entidades do terceiro setor e escolas outubro, assim como Fnac, de cinco para 12 - no caso públicas. da compra de celulares. A Casas Bahia oferecia 17 vezes sem juros na semana passada. (...)
  20. 20. Varejo no Mundo DISNEY’S RETAIL PLAN IS A THEME PARK IN ITS STORES By BROOKS BARNES, October 12, 2009 The Walt Disney Company, with the help of Steven P. Jobs and his retailing team at Apple, intends to drastically overhaul its approach to the shopping mall. At a time when many retailers are still cutting back or approaching strategic shifts with extreme caution, Disney is going the other way, getting more aggressive and putting into motion an expensive and ambitious floor-to-ceiling reboot of its 340 stores in the United States and Europe — as well as opening new ones, including a potential flagship in Times Square. Disney Stores, which the media giant is considering rebranding Imagination Park, will become more akin to cozy entertainment hubs. The chain’s traditional approach of displaying row after row of toys and apparel geared to Disney franchises will be given a high-tech makeover and incorporated into a new array of recreational activities. The goal is to make children clamor to visit the stores and stay longer, perhaps bolstering sales as a result. Over the next five years, analysts estimate that Disney will spend about $1 million a store to redecorate, reorganize and install interactive technology. (...) Theaters will allow children to watch film clips of their own selection, participate in karaoke contests or chat live with Disney Channel stars via satellite. Computer chips embedded in packaging will activate hidden features. Walk by a ―magic mirror‖ while holding a Princess tiara, for instance, and Cinderella might appear and say something to you. (…)
  21. 21. Sustentabilidade REUTILIZAÇÃO DE SACOLA PLÁSTICA CHEGA A 100% Fonte: O Tempo - 14/10/2009 Carregar as compras até em casa é só a primeira função das sacolinhas plásticas. Carregar as compras até em casa é só a primeira função das sacolinhas plásticas. Depois disso, serão reaproveitadas para inúmeras atribuições como lixeira, carregar objetos e guardar comida. Segundo pesquisa realizada pelo Ibope com mulheres das classes B, C e D, responsáveis pelas compras de seus domicílios, 100% das brasileiras reutilizam as sacolas plásticas. A forma mais comum de reaproveitá-las, para 73% das entrevistadas, é para acondicionar o lixo da cozinha ou do banheiro. Para 69%, as sacolas servem também para carregar objetos. Outras formas de reutilização apontadas pelas entrevistadas são guardar alimentos, roupas, calçados e documentos e recolher fezes de animais. A pesquisa, encomendada pela Plastivida Instituto Sócio Ambiental dos Plásticos, com o intuito de promover o consumo responsável de sacolas plásticas, mostra que as donas de casa não vivem sem esse item e 41% delas consomem, em média, de 3 a 4 sacolas por dia. Movimento Um dia sem. O Ministério do Meio Ambiente promove amanhã (15/10) "Um Dia Sem Sacolas Plásticas". O movimento é para as pessoas refletirem sobre a preservação ambiental.
  22. 22. Cultura & Negócios Não perca esta edição deste mês da Revista ESPM que aborda sobre E-Commerce. Temas como: • Posicionamento da Marca na Web, • Experiência de Compra • Steve Jobs, a Embalagem e o E-commerce • Preferencias e Escolhas no Comércio OnLine • A força da Comunicação OnLine no E-commerce • Entrevista com Flávio Dias (E-Commerce Walmart) e Pedro Cabral (AgênciaClick) entre outros são alguns assuntos abordados na revista. Vale a pena conferir. À venda em bancas e livrarias especializadas.
  23. 23. Este informativo é destinado à comunidade de interesse sobre varejo, formada por alunos, ex-alunos, professores e funcionários de empresas parceiras do Retail Lab, o laboratório de Varejo do Núcleo de Estudos do Varejo da ESPM. PRODUZIDO POR: Leonardo Milanês Tatiana Fagundes COORDENAÇÃO: Prof. Ricardo Pastore 02/10/2009

×