ing do VarejoClipp
Caros Leitores                             Caros Leitores,                             Soubemos neste domingo do falecimen...
Super & HiperCasino abre linha de Us$ 900 mi Com banCosO Casino, sócio do Grupo Pão de Açúcar, abriu uma linha de financia...
Super & HiperCarrefoUr brasil CresCe abaixo da média na amériCa latinaO Carrefour registrou vendas de € 3,07 bilhões no Br...
Super & HiperCarrefoUr feCha CinCo lojas de hipermerCadosO Carrefour, que recentemente foi alvo de proposta de fusão com o...
Super & Hiperrede mineira dma interessa a Walmart e CenCosUdCom cerca de 90 lojas concentradas na Grande Belo Horizonte, a...
Super & HiperestUdo do pão de açúCar aponta risCo em desCartar fUsão Com CarrefoUrApós uma série de atritos nos últimos me...
Super & HipersUpermerCados perdem r$ 4,3 bi por ano Com prátiCas rUins dos ClientesTodos os anos, os supermercados brasile...
Shopping Centershopping igUatemi tem 4º alUgUel mais Caro das amériCasLevantamento da Cushman & Wakefield aponta que o alu...
Shopping Centervendas em shoppings CresCem 7,1% em jUlho, aponta pesqUisaAs vendas em shoppings centers cresceram 7,1% em ...
MercadofrigorífiCo jbs feCha Unidade e demite 1,2 mil fUnCionáriosDepois de demitir ontem, dia 01/09, cerca de 500 dos seu...
MercadoConsUmidor não deve ser prejUdiCado Com União de itaú e porto segUroO consumidor não deve ser prejudicado com a uni...
Mercadobombril iniCia CUrso para profissionalização de empregadas doméstiCasA Bombril inaugurou na última terça-feira, dia...
Canal Farmadrogaria são paUlo e a drogaria paCheCo UnifiCam operação, mas mantêm marCasA Drogaria São Paulo e a Drogaria P...
E-CommercedaslU estréia no ComérCio eletrôniCoSob nova direção, a marca Daslu, sinônimo de varejo de alto luxo, começa a s...
Marketing MixproCter & gamble lança mais qUatro prodUtos nos próximos mesesO ritmo de lançamentos da empresa continua ousa...
Marketing Mixmini bis leva vending maChine interativa aos shoppingsA Kraft Foods realiza uma ação interativa para promover...
05/09/2011                                           ade de                   é destinad o à comunidEst e informativo     ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Clipping do Varejo 05092011

1.065 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.065
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
194
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Clipping do Varejo 05092011

  1. 1. ing do VarejoClipp
  2. 2. Caros Leitores Caros Leitores, Soubemos neste domingo do falecimento do Dr. Ruy Mendes Gonçalves da Saraiva S/A, um dos criadores do formato Saraiva Megastore. Tive a oportunidade de fazer parte do grupo que criou o formato Megastore como Diretor Operacional, juntamente com o Dr. Jorge Saraiva - Presidente, Dr. Ruy, então Diretor Superintendente, José Luiz Próspero na época Diretor Financeiro e os meus colegas de diretoria da Livraria e Papelaria Saraiva S/A, Celso e Rafael Blanco Cabello. Contamos ainda com a participação do Arq. Nasson da KN desde as primeiras reuniões. Desse grupo surgiram as primeiras concepções do formato, dentre elas a marca definida pelo Dr. Jorge e a determinação para a localização das novas Megastores em Shopping Centers, o que estranhei confesso, mas depois reconheci a sábia decisão.Ricardo Pastore, Prof. Msc O novo formato foi responsável por colocar a Saraiva no primeiro lugar do ranking nacional de vendas do setor de livrarias, superando a SicilianoCoordenador do Núcleo de que tinha o dobro de lojas e que veio a ser adquirida pela própria SaraivaEstudos do Varejo - ESPM em 2008, como prova do sucesso da estratégia adotada pela empresa. Lamentamos a perda e nos unimos aos familiares e colaboradores da Saraiva neste momento de pesar, por este que foi um do líderes do varejo brasileiro e que mudou com sua visão o negócio de distribuição de livros no Brasil. Abraços, Prof. Ricardo Pastore
  3. 3. Super & HiperCasino abre linha de Us$ 900 mi Com banCosO Casino, sócio do Grupo Pão de Açúcar, abriu uma linha de financiamento de médio prazo novalor de US$ 900 milhões com um conjunto de 10 bancos internacionais. Os emprestadores sãoJP Morgan, que atuou como agente facilitador, Bank of America, Merrill Lynch, Barclays, Citi, CreditSuisse, Deutsche Bank, Goldman Sachs, HSBC e RBS. A linha foi aberta, mas o Casino não captourecursos no momento. A rede pode recorrer a esse canal de financiamento no prazo de três anos.Em nota, o Casino informou ontem, dia 01/09, que a operação “permite ao grupo fortalecer a liquideze acessar recursos financeiros competitivos”, sem dar mais detalhes sobre o destino dos recursos.Segundo dados do último balanço financeiro da rede, o grupo tinha em 30 de junho uma dívidafinanceira líquida de € 6,7 bilhões, acima dos € 5,3 bilhões de 30 de junho de 2010. Apesar da alta,a relação entre dívida e Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficouabaixo de 2,2 ao final do primeiro semestre, número considerado meta para a rede.Segundo o balanço, o valor da dívida líquida inclui o aumento na participação da rede no Grupo Pãode Açúcar. Em junho, a varejista francesa investiu US$ 1 bilhão na aquisição de ações preferenciaisda cadeia brasileira, com a compra de 10% do capital da empresa. Em outras regiões, foram feitosnovos investimentos. Na Tailândia, a empresa anunciou no final de 2010 o fechamento de acordode compra das unidades tailandesas do Carrefour por US$ 1,2 bilhão, incluindo dívidas.(Valor on line – 02/09/2011)
  4. 4. Super & HiperCarrefoUr brasil CresCe abaixo da média na amériCa latinaO Carrefour registrou vendas de € 3,07 bilhões no Brasil no período de abril a junho, com umcrescimento de 7,1% nas vendas de mesmas lojas (unidades com, pelo menos, um ano de operação).A taxa ficou abaixo da média registrada na América Latina, com expansão de 8,1%. No entanto, aalta continua acima do registrado num grupo de países batizado pela empresa de “mercados emcrescimento”. Nesse conjunto, que inclui China, Turquia e Polônia, por exemplo, a alta foi de 3,5%.No acumulado do primeiro semestre, a operação brasileira apurou vendas de € 6,07 bilhões, umaexpansão de 5,7% em mesmas lojas – inferior à alta de 7% da América Latina para a mesmacomparação. No Brasil, como já acontece há vários trimestres consecutivos, o destaque foi oAtacadão, um dos negócios de maior crescimento da empresa no mundo, responsável por 50%das vendas do grupo Carrefour no País.“Atacadão contribuiu particularmente para o crescimento das vendas no segundo trimestre noBrasil, com alta de 20,3% a câmbio constante, suportado pela expansão de mesmas lojas”, informao comunicado sobre os resultados divulgado pela rede francesa. “Houve forte crescimento nasvendas da América Latina, sustentando pelo crescimento do Atacadão no Brasil”.(Valor Econômico – 01/09/2011)
  5. 5. Super & HiperCarrefoUr feCha CinCo lojas de hipermerCadosO Carrefour, que recentemente foi alvo de proposta de fusão com o Grupo Pão de Açúcar, fechousegunda-feira, dia 29/08, cinco lojas de hipermercados – duas na cidade de São Paulo, nos bairrosdo Ipiranga e Morumbi – e três em Brasília (DF), Uberaba (MG) e Vitória (ES).As unidades foram desativadas de forma definitiva. Em nota, a empresa informa que “o CarrefourBrasil vem realizando um amplo processo de reestruturação de suas operações. Essas mudançasna rede estão alinhadas com o redesenho do modelo de negócio iniciado em 2010”. A reestruturaçãotambém envolve a reforma de 20 hipermercados e a abertura de 17 unidades do Atacadão. Algumasunidades de grande superfície, aliás, já vêm sendo convertidas na bandeira de atacarejo do grupo,a exemplo das de Novo Hamburgo (RS) e de Franca (SP).Os funcionários das lojas fechadas devem ser transferidos para outros pontos da rede, mas nãohá garantia de que todos serão aproveitados, segundo a varejista. Pelas contas do Sindicato dosComerciários de São Paulo, cerca de 600 pessoas trabalhavam nas duas lojas da capital paulista.Entre julho e início de agosto, o Carrefour demitiu 410 pessoas em São Paulo, segundo o mesmosindicato. Entre maio e a primeira semana de agosto, foram 808 pessoas.(Folha de São Paulo e Valor Econômico – 31/08/2011)
  6. 6. Super & Hiperrede mineira dma interessa a Walmart e CenCosUdCom cerca de 90 lojas concentradas na Grande Belo Horizonte, a rede DMA, dona das bandeirasEpa e MartPlus, é a última grande empresa do setor em Minas Gerais que não pertence a nenhumdos grandes grupos varejistas presentes no País. A empresa, de propriedade da família Nogueira,registrou no ano passado faturamento de R$ 1,930 bilhões, o que a coloca na sétima posição doRanking de Supermercados da Revista Supermercado Moderno. Walmart e Cencosud estariaminteressados na aquisição da companhia, negócio avaliado em R$ 1,5 bilhão.O Grupo Pão de Açúcar também teria sondado os proprietários a respeito de um possível acordo,mas fontes do mercado apontam que as conversas esfriaram.Caso ocorra uma negociação com a Cencosud, será o segundo acordo importante do grupo emMinas Gerais. Por R$ 1,3 bilhão, os chilenos adquiriram no ano passado o controle do Bretas. NoBrasil, o Cencosud também é dono do GBarbosa.(Gouvêa de Souza – 05/09/2011)
  7. 7. Super & HiperestUdo do pão de açúCar aponta risCo em desCartar fUsão Com CarrefoUrApós uma série de atritos nos últimos meses, Abilio Diniz, presidente do conselho administrativo doGPA (Grupo Pão de Açúcar), e Jean Charles Naouri, principal executivo do Casino, voltaram a sereunir durante três dias na última semana. O encontro entre os sócios faz parte da agenda anual daempresa, no entanto uma possível negociação com o Carrefour Brasil voltou à pauta.Na última sexta-feira, 02/09, Abilio Diniz informou aos demais integrantes do conselho de administraçãosobre um estudo para avaliar os impactos de uma fusão com o Carrefour, solicitado pela direçãoexecutiva do GPA. A conclusão é a seguinte: haverá perda de força competitiva caso o Pão deAçúcar não se una ao Carrefour e a empresa francesa feche acordo com o Walmart.Conforme publicou o jornal Valor Econômico, Naouri teria reagido ao ouvir menção sobre o tema. Oexecutivo do Casino afirmou que aquele assunto não poderia ser discutido ali por não constar dapauta da reunião, contou um conselheiro do GPA à publicação.Uma das principais constatações da análise mostra que, caso o Carrefour se associe ao Walmart,o Grupo Pão de Açúcar teria de comprar todas as dez maiores redes do País para fazer frente amegaempresa. Há rumores de que o Walmart tem interesse na aquisição, porém o Carrefour sóaceita uma fusão.(Valor Econômico – 05/09/2011)
  8. 8. Super & HipersUpermerCados perdem r$ 4,3 bi por ano Com prátiCas rUins dos ClientesTodos os anos, os supermercados brasileiros registram um prejuízo de R$ 4,3 bilhões com problemascausados pelos clientes, com destaque para o extravio de mercadorias, de acordo com levantamentodivulgado pela Abras (Associação Brasileira de Supermercado) em parceria com o instituto depesquisa Nielsen. Além dos furtos, registrados, em muitas ocasiões, pelas câmeras de segurançados estabelecimentos, outros tipos de comportamento são observados como a falta de cuidadocom os produtos, pois são deixados pelos clientes fora da geladeira, e até mesmo a abertura deembalagens a fim de consumir os alimentos. Quando o motivo é furto, levando em conta somenteesse quesito, o levantamento descobriu que as lojas amargam uma perda de cerca de R$ 825milhões.Os pesquisadores consideraram o valor apurado de perdas informado por 39 das 48 empresasque participaram do estudo. Os produtos considerados de alto risco de extravio possuem ummercado paralelo, local em que são comercializados com facilidade. Geralmente, essa mercadoriase caracteriza pelo baixo volume e pelo alto valor agregado. Mais de 40% das companhias disseramque não possuem um programa voltado para a prevenção de perdas, como um telefone disponívelpara denúncias e a introdução de processos mais cuidadosos durante o processo de recrutamentoe seleção. A elaboração de ações preventivas requer a indentificação das razões das perdas para,posteriormente, avaliar quais são as áreas que necessitam investimento.(Folha.com – 03/09/2011)
  9. 9. Shopping Centershopping igUatemi tem 4º alUgUel mais Caro das amériCasLevantamento da Cushman & Wakefield aponta que o aluguel comercial do shopping foi o quartomais caro das Américas, no período de 12 meses encerrados em junho, ante a quinta colocaçãoda sondagem anterior. As três primeiras colocações são de localidades em Nova York, lideradaspela 5ª Avenida, que se manteve no topo do ranking da região. Conforme a Cushman & Wakefield,a demanda por espaços comerciais de alto padrão para locação no Brasil tem se fortalecido, combase nas perspectivas para vendas do varejo, na queda do desemprego e no aumento da rendadisponível. Os aluguéis comerciais de alto padrão tiveram elevação de 15,1% no país, nos 12meses encerrados em junho ante a média móvel anterior.A consultoria cita que São Paulo e Rio de Janeiro dominam o mercado em relação à qualidade daslojas de rua e dos shopping centers e, consequentemente, têm as locações mais caras. As marcasde luxo continuam concentradas nas duas cidades, mas já se considera a expansão para outrosmercados. Além de São Paulo, o Rio de Janeiro se destaca no crescimento dos valores de aluguéiscomerciais. Na classificação global, a 5ª Avenida, em Nova York, segue na liderança das locaçõesmais caras, seguida pela Causeway Bay e pela Central, ambas em Hong Kong..(ValorOnline / FolhaOnline – 03/09/2011)
  10. 10. Shopping Centervendas em shoppings CresCem 7,1% em jUlho, aponta pesqUisaAs vendas em shoppings centers cresceram 7,1% em julho na comparação com o mesmo mêsdo ano passado, segundo levantamento feito pela TNS Research Internacional, sob encomendada Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce). No acumulado de janeiro a julho, houveaumento foi de 10,97% em relação ao mesmo período de 2010.As megalojas, que incluem lojas de eletroeletrônicos, artigos esportivos, livrarias e outros, registraramcrescimento de 14,6% em julho. Os setores de entretenimento e alimentação seguem líderes nogosto do consumidor, com aumento no acumulado do ano de 19,23% e 14,66%, respectivamente.“O país vive um momento especial e conseguiu a confiança dos investidores. Prova desse panoramaé a previsão de inauguração de cerca de 50 shopping centers em todo o país, nos próximos doisanos, sendo 13 deles inaugurados ainda neste ano”, disse Adriana Colloca, superintendente deoperações da Abrasce.(Valor Econômico – 05/09/2011)
  11. 11. MercadofrigorífiCo jbs feCha Unidade e demite 1,2 mil fUnCionáriosDepois de demitir ontem, dia 01/09, cerca de 500 dos seus 1,2 mil funcionários, o Frigorífico JBScomeçou a desativar a unidade de Presidente Epitácio, no extremo oeste paulista. O frigorífico vaise transferir para Campo Grande e Naviraí (MS). Novas demissões estão previstas para hoje, dia02/09, atingindo todos os funcionários. Alguns, no entanto, deverão ser transferidos, caso aceitema proposta de mudança feita pela empresa. A guerra fiscal entre os Estados é o principal motivo dofechamento.“O problema é trazer o boi de Mato Grosso do Sul para matar em São Paulo, o governo paulista nãorepassa parte dos créditos do ICMS recolhido em outros Estados. Os créditos podem ser usadospara pagar outros impostos. Sem o repasse desse dinheiro, as empresas enfrentam dificuldades”,desabafou um representante do grupo JBS, que pediu anonimato.Depois de tanta discussão para acabar com a guerra fiscal, chegou o momento de a empresatomar uma decisão, segundo ele. “São medidas (transferência) para sobreviver, passaram anosdiscutindo a guerra fiscal e nada foi resolvido”. Só uma mágica mantém o frigorífico em PresidenteEpitácio, ironizou o representante, referindo-se às negociações entre o grupo, o governo do Estadoe a Prefeitura. .(Estado online – 02/09/2011)
  12. 12. MercadoConsUmidor não deve ser prejUdiCado Com União de itaú e porto segUroO consumidor não deve ser prejudicado com a união dos serviços de seguros residenciais e deautomóveis dos grupos Itaú e Porto Seguro, aprovada pelo Cade (Conselho Administrativo de DefesaEconômica) na última quarta-feira (31). De acordo com a especialista em defesa do consumidor daFundação Procon-SP, Renata Reis, as empresas devem deixar claro qual delas o consumidor deveprocurar, em caso de necessidade. Além disso, explica, por força da associação, o consumidor nãodeve sofrer qualquer alteração no que havia sido contratado. “O importante é que haja melhoria enão impacto negativo ao consumidor”, diz Renata.A unificação dos serviços de seguros residenciais e automóveis dos grupos Itaú Unibanco e PortoSeguro foi aprovada por unanimidade pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).Diante da união, Renata sugere que o consumidor que já tem contrato firmado com uma das duasseguradoras procure a empresa e verifique se há alteração no contrato. Em caso afirmativo, se amudança não for positiva, a pessoa deve procurar conversar com a seguradora e, se não resolvero problema, procurar um órgão de defesa do consumidor.(InfoMoney - 04/09/2011)
  13. 13. Mercadobombril iniCia CUrso para profissionalização de empregadas doméstiCasA Bombril inaugurou na última terça-feira, dia 30, um projeto social para incentivar a profissionalizaçãodo serviço das empregadas domésticas. A Casa Bombril faz parte do Instituto Roberto SampaioFerreira (IRSF), fundado pela empresa em março para atuar nas ações de sustentabilidade eresponsabilidade social. Com o novo espaço, a companhia realizará debates sobre o protagonismofeminino e o resgate da sua história, além de propiciar uma experimentação diferenciada da marcacom os consumidores.Os cursos para as empregadas domésticas ensinarão na teoria e na prática todas as tarefas dotrabalho da casa, proporcionando uma formação mais eficiente e profissional, como a administraçãoda renda individual e familiar. As aulas foram desenvolvidas em parceria com o SENAC e divididasem cinco módulos, voltados para as áreas de lavanderia, organização de ambientes, limpezae conservação. A empresa pretende formar 350 alunas até o fim de 2011 e as interessadas emparticipar podem fazer a inscrição pelo site da Bombril, na própria sede do projeto ou ainda pelotelefone.(Mundo do Marketing - 01/09/2011)
  14. 14. Canal Farmadrogaria são paUlo e a drogaria paCheCo UnifiCam operação, mas mantêm marCasA Drogaria São Paulo e a Drogaria Pacheco uniram os seus negócios e deram origem a DrogariaDPSP. Assim como na fusão da Drogasil com a Droga Raia, realizada, as marcas serão mantidaspara preservar a relação com os consumidores do Rio de Janeiro e São Paulo, estados onde asempresas têm mais força. A nova companhia nasce com 691 pontos de venda, em cinco estadosbrasileiros, e uma renda bruta de R$ 4,4 bilhões, acumulada entre junho 2010 e o mesmo períododeste ano. A DPSP será gerida pelo Grupo Carvalho e pelo Grupo Barata, que terão igual poder dedefinição das estratégias implementadas pela nova empresa.(Mundo do Marketing - 01/09/2011)
  15. 15. E-CommercedaslU estréia no ComérCio eletrôniCoSob nova direção, a marca Daslu, sinônimo de varejo de alto luxo, começa a se popularizar, mas nãoquer perder o glamour. Há 20 dias, a empresa estreou no comércio eletrônico, vendendo produtosde marca própria. No mês que vem, programa a inauguração da primeira loja no Outlet PremiumSão Paulo, às margens da Rodovia dos Bandeirantes. Em novembro, será aberta uma loja noshopping Fashion Mall, em São Conrado, no Rio de Janeiro. A empresa também começa a venderseus produtos dentro de lojas multimarcas. A primeira investida será em Cuiabá (MT), mas já háplanos para revendas multimarcas no Distrito Federal e em Belo Horizonte (MG).O projeto do varejo virtual de luxo começou a ser desenhado em janeiro deste ano, conta o diretorde e-commerce da Daslu, Luiz Pavão. “O site da Daslu é o primeiro e-commerce de luxo”, afirma oexecutivo. A decisão dos novos proprietários de apostar no comércio eletrônico ocorreu a partir deuma constatação simples: muitos clientes vinham de outras regiões do País para fazer compras naDaslu. Antes de colocar o site no ar, a empresa vendia seus produtos por meio de uma revista. “Osclientes ligavam, compravam o produto por telefone e a gente mandava entregar”, diz Pavão. Essesclientes respondiam por 10% dos volumes vendidos e 3% do faturamento da empresa.(AE – 02/09/2011)
  16. 16. Marketing MixproCter & gamble lança mais qUatro prodUtos nos próximos mesesO ritmo de lançamentos da empresa continua ousado. Depois de colocar no mercado quatro novosprodutos no ano passado, entre eles a linha para cabelos Head & Shoulders, e de já ter iniciadoneste ano as vendas do amaciante Downy e da versão em spray de desodorante da Gillette, aProcter & Gamble planeja até dezembro a venda de quatro novas linhas.A ideia com todos esses investimentos é continuar crescendo em valor a taxas de 20% ao ano(índice alcançado no último ano fiscal de julho de 2010 a junho 2011) e multiplicar o faturamento emquatro vezes até 2015. As vendas da empresa no Brasil já somam R$ 3 bilhões.Um dos lançamentos pode ser considerado uma inovação no mercado: a coloração em espuma, aprimeira a ser lançada no Brasil. Com a marca Koleston, da Wella, a nova tintura é bem mais fácil deaplicar – não exige pincéis, não suja, garante maior penetração e uniformidade nos fios – tornandosimples o uso em casa.Dirigida às classes sociais de maior poder de compra (a partir da C +), a coloração será vendida nacategoria premium, de maior preço, terá distribuição nacional e contará com publicidade em tevê.(Supermercado Moderno – 01/09/2011)
  17. 17. Marketing Mixmini bis leva vending maChine interativa aos shoppingsA Kraft Foods realiza uma ação interativa para promover o Mini Bis. A empresa levou aos cinemasdos shoppings Anália Franco e Jardim Sul, em São Paulo, máquinas de venda que se mexemquando alguém se aproxima para comprar o produto. O projeto, que dá continuidade ao conceito“Desconfie de todos”, nova assinatura da marca, pretende estreitar laços com seu target, que éespecialmente o consumidor jovem.A primeira etapa foi encerrada no dia 31 de agosto e a próxima fase será levar as máquinas interativasa Curitiba, aos shoppings Palladium e Estação Curitiba, de 9 a 21 de setembro. Durante a açãopromocional, a Kraft Foods planeja distribuir cerca de 40 mil amostras do chocolate. Abaixo, o vídeoque mostra as reações divertidas do público quando a vending machine, que na verdade é umapessoa fantasiada, sai do lugar.(Mundo do Marketing - 02/09/2011)
  18. 18. 05/09/2011 ade de é destinad o à comunidEst e informativo alunos, ex bre varejo, formada porinteresse so empresas ores e fun cionários de alu nos, profess io de Varejo Retail Lab , o laboratór parceiras do da ESPM. e Estud os de Varejo do Núcleo d : Coordenação or: Produzido p astore Pro f. Ricardo P mo João do Car ndes Tatiana Fagu

×