Gêneros , tipologia textual, descritores e distratores

9.189 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Gêneros , tipologia textual, descritores e distratores

  1. 1. GÊNEROS TEXTUAIS TIPOLOGIAS TEXTUAIS DESCRITORES DISTRATORES PROF. RENATO OLIVEIRA
  2. 2. O QUE É TEXTO ? TEXTO: CONCEITO TEXTO É UM CONJUNTO DE ORAÇÕES? É UMA UNIDADE DE SENTIDO. Silêncio! Paulo foi aprovado em Direito. Marcos foi aprovado em Medicina. João foi aprovado em Engenharia + Meus irmãoS são muito inteligentes.
  3. 3.  ELEMENTOS DE TEXTUALIDADE  COERÊNCIA : SENTIDO  COESÃO – EXPLÍCITA Marcos estudou para o teste, mas não conseguiu a nota. • COESÃO – IMPLÍCITA Amigos, bar, cervejas , baralho, trapaça, confusão , revólver, tiros, correria, polícia
  4. 4.  CONHECIMENTO PRÉVIO  INFERÊNCIA.
  5. 5.  TEXTO E DISCURSO  TEXTO: MATERIALIDADE LINGUÍSTICA  DISCURSO: INTENÇÕES POLÍTICAS, IDEOLÓGICAS QUE EXISTEM POR TRÁS DAS PALAVRAS QUANDO ELAS SÃO PRONUNCIADAS, EM DADO MOMENTO HISTÓRICO.  O MST invadiu a fazenda.  O MST ocupou a fazenda.
  6. 6.  Um único texto pode ser perpassado por discursos diferentes.  Pai, afasta de mim este cálice  Afaste de mim este cálice  De vinho tinto de sangue DISCURSO LITERÁRIO DISCURSO RELIGIOSO DISCURSO POLÍTICO
  7. 7.  GÊNERO TEXTUAL E TIPO TEXTUAL  FUNÇÃO SOCIAL ORGANIZAÇÃO  CARTA  BILHETE  BULA  RECEITA  NOTÍCIA  REPORTAGEM  BIOGRAFIA  RELATÓRIO  MANUAL DE INSTRUÇÕES  RESENHA  PROPAGANDA  NARRATIVO  DESCRITIVO  ARGUMENTATIVO  INJUNTIVO  EXPOSITIVO  CONVERSACIONAL
  8. 8. SABER SER COMPETÊNCIAS  As competências pressupõem operações mentais, capacidades para usar as habilidades, emprego de atitudes, adequadas à realização de tarefas e conhecimentos;
  9. 9. As habilidades devem ser desenvolvidas na busca das competências.“  HABILIDADES  As habilidades estão associadas ao saber fazer: ação física ou mental que indica a capacidade adquirida. Assim, identificar variáveis, compreender fenômenos, relacionar informações, analisar situações-problema, sintetizar, julgar, correlacionar e manipular são exemplos de habilidades. SABER FAZER
  10. 10. Competência de Comunicação Habilidade de se expressar bem em língua materna falada e escrita;  Habilidade de se expressar bem em língua estrangeira (em especial, no caso do Brasil, o Inglês e o Espanhol); Habilidade de se expressar bem através da linguagem não-verbal (especialmente a corporal)
  11. 11.  DESCRITORES O descritor detalha uma habilidade cognitiva, em graus de complexidade, sempre associada a um conteúdo que deve ser retratado fielmente pelo aluno. Faz parte de um contexto. MATRIZ CURRICULAR Matriz de Referência é um documento organizado, direcionado às habilidades que o aluno deverá mostrar ao ser avaliado, de acordo com o seu nível de escolaridade e se decompõem em descritores, cuja função é avaliar unidades mínimas de cada habilidade.
  12. 12. Procedimento de leitura Influência do suporte, do gênero e/ou do enunciador na compreensão do texto
  13. 13. Relação entre textos Coerência e coesão no processamento do texto
  14. 14. Relações entre recursos expressivos e efeitos de sentido Variação Línguística
  15. 15. O que é um item?  Item é a unidade do teste de uma avaliação em larga escala, pode ser de múltipla escolha ou aberto.
  16. 16. Os elementos que compõem um item  Enunciado • pode apresentar uma situação-problema, um questionamento ou uma questão contextualizada. • pode conter um suporte (texto, figura ou outro recurso). • inserido no enunciado podemos encontrar ainda o comando para a resposta, que se apresenta sob a forma de complementação de uma sentença ou de uma pergunta.
  17. 17. Os elementos que compõem um item  Alternativas de resposta são as possíveis respostas a serem escolhidas. • apenas uma constitui-se como correta: gabarito. • as demais são denominadas de distratores, que devem ser plausíveis.
  18. 18. O enunciado e o comando Sobre a redação do enunciado e do comando, recomenda-se que:  A linguagem utilizada deve ser clara e deve atender à norma culta da língua;  Não pode induzir a resposta correta, tampouco a incorreta (pegadinhas);  Procure evitar o uso de expressões do tipo: “Qual das alternativas...”, “A alternativa que indica...”, “Assinale a resposta correta...” etc;  Procure evitar enunciados muito extensos.
  19. 19. O suporte Sobre a escolha do suporte, recomenda-se que:  Devem ser adequados ao nível de escolarização que se pretende avaliar;  Podem ser usados fragmentos de textos verbais, porém os mesmos devem permitir a apreensão do sentido global;  As figuras devem conter boa qualidade gráfica;  Devem apresentar a referência bibliográfica;  Devem conter os títulos (mesmo os fragmentos).
  20. 20. O gabarito
  21. 21. Os distratores
  22. 22. Os passos para elaborar um item.  Escolha o descritor da Matriz.  Analise a operação mental que envolve o descritor, ou seja, a habilidade exigida para resolvê-lo.  Defina a situação-problema a ser trabalhada no item.  Elabore um enunciado.  Se for usar suporte, selecione bons textos ou boas imagens que contemplem a diversidade de gênero textual.  Elabore as alternativas de respostas.  Certifique-se de que o item está de acordo com o descritor.  Faça a revisão do item verificando a redação, a apresentação e as alternativas de resposta(Brasil, 2003).
  23. 23. QUESTÃO RUIM.

×