Assessoria em Comunicação Integrada - 31/3/2015

56 visualizações

Publicada em

Aula da disciplina Assessoria em Comunicação Integrada, do curso de Publicidade e Propaganda do Centro Universitário Senac, em 31 de março de 2015.

Publicada em: Marketing
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
56
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Assessoria em Comunicação Integrada - 31/3/2015

  1. 1. Assessoria em comunicação integrada 31 de março de 2015
  2. 2. Gestão de relacionamentos Renato Cruz – Senac2 Fonte: MAFEI, Maristela. Assessoria de imprensa: como se relacionar com a mídia. São Paulo: Contexto, 2004.  O bom assessor é aquele que estabelece e executa práticas que levam à veiculação de informações corretas.  Dele dependerá a construção de uma rede de relacionamentos entre jornalistas, formadores de opinião, público interno e demais interlocutores que contribuam para consolidar uma boa imagem da organização.
  3. 3. Gestão de crise - I Renato Cruz – Senac3 Fonte: MAFEI, Maristela. Assessoria de imprensa: como se relacionar com a mídia. São Paulo: Contexto, 2004.  O assessor deve indicar se seu cliente precisa apenas encontrar a melhor forma de responder às críticas da imprensa ou se deve rever sua atuação por completo.  Depois, todos precisarão dedicar atenção para que outras situações semelhantes possam ser prevenidas.  Em negócios de alto risco, planos de gerenciamento de crise devem estar prontos para serem acionados em determinados momentos.
  4. 4. Gestão de crise - II Renato Cruz – Senac4 Fonte: MAFEI, Maristela. Assessoria de imprensa: como se relacionar com a mídia. São Paulo: Contexto, 2004.  Para que o plano dê certo, é preciso ter desenvolvido, ao longo da história, relacionamentos sustentáveis com diversos públicos.  Uma organização que mantém uma relação aberta e profissional com jornalistas, certamente sairá com a imagem menos arranhada da crise.  O profissional deve abrir mão de ser apenas um instrumento para divulgações de seu assessorado para se reconhecer como um articulador estratégico.
  5. 5. Interesse público Renato Cruz – Senac5 Fonte: MAFEI, Maristela. Assessoria de imprensa: como se relacionar com a mídia. São Paulo: Contexto, 2004.  Muitas vezes, a informação a ser divulgada é considerada de interesse público para um dos lados, mas não para o outro. Em outras, o alegado interesse público pode ser questionado.  O assessor assessora seu cliente e não o jornalista.  Muitas vezes, o assessor tem uma excelente matéria em mãos do ponto de vista da imprensa, mas não interessa a seu assessorado que ela seja veiculada – ou pelo menos não naquele momento.
  6. 6. Questões básicas – I Renato Cruz – Senac6 Fonte: MAFEI, Maristela. Assessoria de imprensa: como se relacionar com a mídia. São Paulo: Contexto, 2004.  Como fazer para que um determinado assunto chegue ao conhecimento do jornalista (divulgação proativa)?  Como o assunto a ser divulgado deve ser trabalhado para que os veículos sintam-se motivados a transformá-lo em pauta?  Como proceder quando o interesse em noticiar algum fato relativo ao assessorado surge do próprio veículo (comportamento reativo)?
  7. 7. Questões básicas – II Renato Cruz – Senac7 Fonte: MAFEI, Maristela. Assessoria de imprensa: como se relacionar com a mídia. São Paulo: Contexto, 2004.  Como proceder em situações de crise?  Como fazer para que, independente da situação que motivou a crise, a matéria seja publicada com informações corretas?  Por fim, o que fazer quando isso não acontece?
  8. 8. Tipos de clientes – I Renato Cruz – Senac8 Fonte: MAFEI, Maristela. Assessoria de imprensa: como se relacionar com a mídia. São Paulo: Contexto, 2004.  Os que têm alta visibilidade pública e que são chamados, frequentemente, a prestar contas de suas ações, independente de quererem ou não “aparecer”.  Os que querem divulgar o próprio trabalho e as contribuições dadas, porque consideram isso importante para a estratégia de seus negócios e/ou atuações.
  9. 9. Tipos de clientes – II Renato Cruz – Senac9 Fonte: MAFEI, Maristela. Assessoria de imprensa: como se relacionar com a mídia. São Paulo: Contexto, 2004.  Os que querem se posicionar publicamente para defender causas e interesses, de grupos específicos ou de toda a sociedade.  Os que gostariam que a própria empresa, instituição, família e amigos fossem totalmente esquecidos pela imprensa. São os chamados lowprofile (em inglês, baixa exposição) ou noprofile (como as assessorias de imprensa chamam esse perfil de cliente de “nenhuma exposição”).

×