FÓRUM DE INOVAÇÃO EM TELECOMUNICAÇÕES

MOBILIDADE
MARCELO BECHARA
Novembro de 2013
POLÍTICAS PÚBLICAS
EXPANSÃO DA COBERTURA MÓVEL
AÇÕES
OUTORGA DE ESPECTRO PARA BANDA LARGA
• 2,5 GHz e 700 MHz (banda larga móvel de alta velocidade - 4G) e 450 MHz
(ampl...
INTERNET + MOBILIDADE
ACELERAÇÃO DE INCLUSÃO DIGITAL
CRESCIMENTO BRASIL
DEZEMBRO/2009
Acessos

2G

Acessos

150.641.403

2G

132.887.396

3G

3.403.778

157.111.161

3G

DEZEMBRO/2008

173.959.3...
DEZEMBRO/2012
Acessos

261.807.903

2G

195.731.115

3G

59.185.066

4G

CRESCIMENTO = ALAVANCA

0

4G

3G

Migrações:

2G...
Revista
Convergência Digital – nº 3
"O Mapa do Consumo das Favelas Brasileiras", primeiro levantamento do Data Favela instituto de pesquisas sobre comunidades...
700 MHz
CONCILIAÇÃO DE 2 POLÍTICAS IMPORTANTES

Implantação da TV
digital

Expansão banda
larga móvel

• Aceleração do acesso ao S...
TRANSIÇÃO DA TV ANALÓGICA PARA A TV DIGITAL
•

A transição para a TV Digital permitirá maior adensamento
na faixa dedicada...
NOVA DESTINAÇÃO DA FAIXA DE 700MHZ
•

Arranjo definido na Recomendação UIT-R M.1036-4 (arranjo A5:
APT) permite uso de 90M...
DESTINAÇÃO  internacionalmente harmonizada

SMP

SCM

FAIXA
700
MHz
STFC

SLP

Destinação adicional
 segurança pública
...
WI-FI
• O serviço de rede vai se tornar parte integrante da
arquitetura de comunicações pública e privada.
• Crescimento de rede...
FEMTOCÉLULAS
Uso de uma rede
para produzir uma
pequena área de
cobertura.

Escoamento
do
tráfego por meio de
uma conexão de
dados.
RESOLUÇÃO Nº 624, DE 30 DE OUTUBRO DE 2013
• Equipamento de irradiação restrita
(isento Fistel).
•

Aparelhos devem ser ge...
Complementaridade para atender a necessidade de
desafogamento das redes móveis tradicionais

FEMTOCELL

Wi-Fi

• Reuso da ...
MOBILE PAYMENT
Terminal
Móvel

Mobile
Payment
“Instituições
de
Pagamento”
Cenário
 36% das pessoas no Brasil não têm conta-corrente
nem conta de poupança
• 60% por não ter condições financeiras
• 11% pel...
256 milhões de Celulares  Aumento de 26,2% na
com relação a 2010

Fonte: Teleco
LEI Nº 12.865/2013 (MP 615/2013)
• Regulamenta o uso do mobile payment no país.
• Novembro: Banco Central  regras que via...
Benefícios Esperados
Usuários

Operadoras

• Facilitar acesso a serviços de
pagamento por pessoas excluídas do
sistema bancário  não querem ou...
Obrigado!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Anatel - Fórum Tablets & Smartphones 2013

481 visualizações

Publicada em

Apresentação de Marcelo Bechara, conselheiro da Anatel, durante o Fórum Tablets & Smartphones 2013, no dia 12 de novembro de 2013, em São Paulo

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
481
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
168
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Anatel - Fórum Tablets & Smartphones 2013

  1. 1. FÓRUM DE INOVAÇÃO EM TELECOMUNICAÇÕES MOBILIDADE MARCELO BECHARA Novembro de 2013
  2. 2. POLÍTICAS PÚBLICAS EXPANSÃO DA COBERTURA MÓVEL
  3. 3. AÇÕES OUTORGA DE ESPECTRO PARA BANDA LARGA • 2,5 GHz e 700 MHz (banda larga móvel de alta velocidade - 4G) e 450 MHz (ampliação do atendimento de áreas rurais por serviços de telefonia e de internet banda larga). DESONERAÇÃO TRIBUTÁRIA PARA ESTÍMULO AO INVESTIMENTO EM REDES – REPNBL (Lei nº 12.715/12 e Decreto nº 7.921/13) • Projetos de implantação, ampliação ou modernização de redes de telecomunicações que suportam acesso a internet banda larga. Desoneração Redes Desoneração Smarthphones AMPLIAÇÃO DO ACESSO À BANDA LARGA - TERMINAIS E SERVIÇOS • Incentivo à universalização da banda larga por meio da redução das alíquotas de PIS/Cofins para terminais de acesso. Outorga de espectro
  4. 4. INTERNET + MOBILIDADE ACELERAÇÃO DE INCLUSÃO DIGITAL
  5. 5. CRESCIMENTO BRASIL
  6. 6. DEZEMBRO/2009 Acessos 2G Acessos 150.641.403 2G 132.887.396 3G 3.403.778 157.111.161 3G DEZEMBRO/2008 173.959.368 8.664.443
  7. 7. DEZEMBRO/2012 Acessos 261.807.903 2G 195.731.115 3G 59.185.066 4G CRESCIMENTO = ALAVANCA 0 4G 3G Migrações: 2G  3G 3G  4G SETEMBRO/2013 Acessos 268.266.822 2G 171.877.490 3G 87.760.896 4G 552.632
  8. 8. Revista Convergência Digital – nº 3
  9. 9. "O Mapa do Consumo das Favelas Brasileiras", primeiro levantamento do Data Favela instituto de pesquisas sobre comunidades carentes criado pelo Data Popular e por Celso Athayde, fundador da Central Única das Favelas (Cufa) 1 em cada 5 moradores de favela possui smartphone Ranking (Anatel) VIVO TIM CLARO OI Ranking (favela) OI TIM CLARO VIVO • 85% dos moradores tem um celular • 90% pré-pago • 25% usam mais de um chip 78% dos jovens dizem acessar internet diariamente. "Não existe mais diferença entre o uso de tecnologia pelo jovem dessas duas áreas“ 1 em cada 4 moradores de favela acessa internet todos os dias. Mais da metade acessa pelo menos 1 vez por mês. Fonte: Valor Econômico
  10. 10. 700 MHz
  11. 11. CONCILIAÇÃO DE 2 POLÍTICAS IMPORTANTES Implantação da TV digital Expansão banda larga móvel • Aceleração do acesso ao SBTVD-T e atendimento dos objetivos do PNBL • Grandes eventos internacionais  crescimento de tráfego de dados das redes de banda larga • Demandas dos órgãos de segurança pública e do setor de infraestrutura  crescimento da demanda por serviços móveis com operação em banda larga
  12. 12. TRANSIÇÃO DA TV ANALÓGICA PARA A TV DIGITAL • A transição para a TV Digital permitirá maior adensamento na faixa dedicada à radiodifusão (UHF canais 14-51). • Isso viabilizará a futura liberação da faixa de 700MHz (UHF canais 52-69) para serviços de telecomunicações  dividendo digital. 2013 – Fim da Outorga de canais analógicos Transmissão Analógica Analógica Digital Transmissão Digital Simulcast 2007 2018
  13. 13. NOVA DESTINAÇÃO DA FAIXA DE 700MHZ • Arranjo definido na Recomendação UIT-R M.1036-4 (arranjo A5: APT) permite uso de 90MHz (45 + 45 MHz) por serviços de banda larga móvel (IMT), com ganhos de escala associados ao uso de infraestrutura e terminais produzidos em escala global. • O limite de radiofrequências de até 20 MHz proposto poderá ser alterado no procedimento licitatório da faixa, estabelecendo-se limite menor que viabilize a participação de um número maior de interessados na prestação de serviços na faixa de 700 MHz. 690 A5 700 710 720 5 MHz 698 MHz 730 740 750 760 770 780 10 MHz 45 MHz 790 800 3 MHz 45 MHz 806 MHz M.1036-04-Ann2
  14. 14. DESTINAÇÃO  internacionalmente harmonizada SMP SCM FAIXA 700 MHz STFC SLP Destinação adicional  segurança pública  defesa nacional  infraestrutura
  15. 15. WI-FI
  16. 16. • O serviço de rede vai se tornar parte integrante da arquitetura de comunicações pública e privada. • Crescimento de redes híbridas que combinam celulares O 2012). e wi-fi. (Cisco, mercado já se mobiliza em função dessa demanda, enxergando o Wi-Fi como • Wi-Fi como vantagem ampliação de forma de oportunidade de competitiva: diferenciação frente a negócios. concorrentes. • Wi-Fi como produto complementar e não um serviço novo: as operadoras têm optado cada vez mais pela agregação de Wi-Fi em seus planos tarifários.
  17. 17. FEMTOCÉLULAS
  18. 18. Uso de uma rede para produzir uma pequena área de cobertura. Escoamento do tráfego por meio de uma conexão de dados.
  19. 19. RESOLUÇÃO Nº 624, DE 30 DE OUTUBRO DE 2013 • Equipamento de irradiação restrita (isento Fistel). • Aparelhos devem ser gerenciáveis pela operadora (pertencem a ela). • Cobertura não computada como cumprimento de metas de cobertura (compromisso de abrangência) • Serviços:  SMP  SCM  SME Femtocélula = elemento de rede, acessório à rede da Prestadora. Melhoria das condições de comunicação: • Locais de cobertura deficitária, • Ex.: ambientes confinados, zonas de sombra, locais isolados, não abrangidos pela cobertura convencional dos serviços.
  20. 20. Complementaridade para atender a necessidade de desafogamento das redes móveis tradicionais FEMTOCELL Wi-Fi • Reuso da radiofrequencia SMP já outorgada • Faixa de irradiação restrita. Desnecessidade de outorga • Reuso de frequencia SMP • 2,4 GHz e 5,8 GHz • Instrumento de aumento da capacidade de escoamento do tráfego • Instrumento complementar para escoamento do tráfego
  21. 21. MOBILE PAYMENT
  22. 22. Terminal Móvel Mobile Payment “Instituições de Pagamento”
  23. 23. Cenário
  24. 24.  36% das pessoas no Brasil não têm conta-corrente nem conta de poupança • 60% por não ter condições financeiras • 11% pelo alto custo bancário • 5% pela Burocracia para abrir conta / utilizar o banco Fonte : Pesquisa CNI – IBOPE - RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: INCLUSÃO FINANCEIRA junho 2012
  25. 25. 256 milhões de Celulares  Aumento de 26,2% na com relação a 2010 Fonte: Teleco
  26. 26. LEI Nº 12.865/2013 (MP 615/2013) • Regulamenta o uso do mobile payment no país. • Novembro: Banco Central  regras que viabilizarão o uso dos aparelhos móveis para pagamentos, além de criar a moeda eletrônica. • Compatibilidade: • Todos os serviços de pagamento móveis deverão conversar entre si. • Devem ser utilizáveis por diferentes agentes (bancos, operadoras de telefonia, etc) • Entre os tipos de serviço mais populares estão (praticidade e independência quanto à conexão com a internet): • SMS (já utilizado pela operadora Vivo) • NFC (Near Field Communication, uma tecnologia de aproximação que funciona apenas com smartphones e tablets).
  27. 27. Benefícios Esperados
  28. 28. Usuários Operadoras • Facilitar acesso a serviços de pagamento por pessoas excluídas do sistema bancário  não querem ou não se qualificam a ter uma conta bancária ou cartão de crédito; • Novas receitas  possibilidade de tornar-se “instituição de pagamento”; • Transferência de pequenos valores entre pessoas físicas (pagamento de diaristas; envio para parentes distantes, etc); • Viabilizar o acesso ao crédito  formação de um histórico de transações. • Redução do custo de venda de créditos pré-pagos  ausência de intermediários na transação. Mercado • Rápida disseminação pagamentos móveis. dos • 2018  80 milhões de brasileiros cadastrados nos serviços (Consultoria Frost & Sullivan).
  29. 29. Obrigado!

×