UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
INSTITUTO DE FLORESTA
DEPARTAMENTO DE PRODUTOS FLORESTAIS
IF 303 – Industrial...
2
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
INSTITUTO DE FLORESTA
DEPARTAMENTO DE PRODUTOS FLORESTAIS
Seminário da Disc...
3
O que são aglomerados?
O aglomerado é uma chapa prensada, formada pela concentração de serragem, geralmente de
pinus ou ...
4
Variáveis que afetam as propriedades das chapas aglomeradas:
• Densidade do painel;
• Tipo de resina utilizada na sua pr...
5
Colagem de Aglomerados
Densidade dos Painéis
Densidade dos painéis é a medida de compactação individual das partículas n...
6
Referências bibliográficas:
• ALMEIDA, R.R., Colagem de chapas de madeira aglomerada com adesivos à base de
taninos da c...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Colagem de Aglomerados - Renata Pontes Araújo (201103535-8)

346 visualizações

Publicada em

Colagem de Aglomerados.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Colagem de Aglomerados - Renata Pontes Araújo (201103535-8)

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE FLORESTA DEPARTAMENTO DE PRODUTOS FLORESTAIS IF 303 – Industrialização de Produtos Florestais Bernardo Larsen Tiellet – 201103508-0 Renata Pontes Araújo – 201103535-8 Tiago Barifouse de Bonis – 201103541-2 Engenharia Florestal Turma: T01 Professor Edvá de Oliveira Brito Seropédica, 24 de Junho de 2014
  2. 2. 2 UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE FLORESTA DEPARTAMENTO DE PRODUTOS FLORESTAIS Seminário da Disciplina IF 303 - Industrialização de Produtos Florestais Colagem de Aglomerados Por alunos do curso de Engenharia Florestal. Turma T01, período 2014/I.
  3. 3. 3 O que são aglomerados? O aglomerado é uma chapa prensada, formada pela concentração de serragem, geralmente de pinus ou eucaliptos, unidas por resina sintética. Não empena e não propaga fogo. Chapa de madeira aglomerada, chapa de partícula ou simplesmente aglomerado é um painel fabricado de material lignocelulósico (geralmente madeira) na forma de pedaços pequenos ou partículas, combinados com resina sintética ou outro adesivo adequado, aglutinados e colados juntos sob pressão e temperatura em uma prensa quente (MALONEY, 1993; MOSLEMI, 1974; TSOUMIS, 1991). Chapa de madeira com miolo composto de pó de serragem, resina e cola, que após passar por processo de prensa se transforma em painel de madeira. Não possui acabamento, portanto, pode receber qualquer tipo de revestimento. Utilizado na fabricação de móveis de encaixe e montados com dispositivo de montagem, cavilhas e cola. Não é recomendado o uso de pregos e parafusos não específicos, devido ao risco de ocorrerem rachaduras. Dimensões Tamanho-padrão de 2,75 m x 1,83 m e espessuras que variam de 0,6 mm a 30 mm. Aglomerado Folheado Esse possui acabamento revestido com laminas de diversos tipos de madeira, como Mogno, Cerejeira, Sucupira, Imbuia, Pau Marfim, entre outros. Qual é a função dos aglomerados? Chapas de madeira aglomerada podem ser produzidas em uma grande variedade de tipos e qualidade, dependendo da matéria-prima utilizada e tipos de aplicação. Melhoramentos na fabricação de chapas de madeira aglomerada mostram que as chapas são ideais não só para a fabricação de móveis, mas também que podem ser empregadas em outras áreas, através de variações na escolha das principais matérias-primas (madeira e adesivo), condições de fabricação etc. Mediante o emprego de fungicidas e substâncias que protegem contra o fogo, aumenta-se ainda mais a área de emprego das chapas (ROFFAEL, 1982). As chapas podem ser empregadas nas mais variadas áreas, como indústria de construção, indústria de móveis, construção naval, construções para agricultura, construções industriais e em embalagens.
  4. 4. 4 Variáveis que afetam as propriedades das chapas aglomeradas: • Densidade do painel; • Tipo de resina utilizada na sua produção; • Variações de espécies; • Tipos de madeiras e de extrativos; • Compressibilidade; • Dureza; • pH; • Dentre outras. Tipos de adesivos • Na indústria de painéis de madeira são empregados em grande parte os adesivos sintéticos uréia-formaldeído (UF) e fenol-formaldeído (FF). • Os adesivos à base de uréia-formaldeído (UF) são, ainda hoje, os mais utilizados na indústria madeireira, porém, apresentam resistência à umidade muito limitada (ROFFAEL, 1982). • Segundo MOUBARIK et al. (2010), aproximadamente 6 bilhões de toneladas de adesivo uréia-formaldeído (UF) são produzidos por ano mundialmente.
  5. 5. 5 Colagem de Aglomerados Densidade dos Painéis Densidade dos painéis é a medida de compactação individual das partículas no painel, e portanto, depende principalmente da densidade da madeira e da pressão usada durante a prensagem. Os painéis aglomerados são normalmente produzidos com densidade na faixa de 0,60 a 0,70 g/cm³. Um grau de compactação mínimo das partículas de madeira é necessário para a consolidação do painel aglomerado durante o ciclo de prensagem. A razão de compactação é a relação entre a densidade do painel e a densidade da madeira utilizada, sendo considerada como faixa aceitável os valores entre 1,3 a 1,6, para que ocorra um contato adequado entre as partículas de madeira e formação da ligação adesiva entre elas. A influência da densidade do painel sobre as propriedades físicas e mecânicas é altamente significativa. Os painéis de maior densidade apresentam maior resistência mecânica, entretanto, a sua estabilidade dimensional é prejudicada em função do maior inchamento em espessura. Espécies As espécies florestais utilizadas exercem influência sobre o tempo de prensagem. Suas características anatômicas particulares estão presentes nas partículas que são submetidas à condição de compressão, o que influi na resistência oferecida à compactação sob condições de pressão e temperatura. Prensagem Elevados teores de umidade requerem tempos mais longos de prensagem até que uma quantidade suficiente de vapor seja liberada e permita a adesão entre partículas de camadas interiores.
  6. 6. 6 Referências bibliográficas: • ALMEIDA, R.R., Colagem de chapas de madeira aglomerada com adesivos à base de taninos da casca de Pinus oocarpa Schiede ex Schltdl, Curso de Pós-Graduação em Ciências Ambientais e Florestais, Área de Concentração em Tecnologia e Utilização de Produtos Florestais, UFRRJ, 2010. • Site Montagge: http://www.montagge.com.br/aglomerado.htm • BUFALINO, L, Avaliação da permeabilidade e sua influência das propriedades físicas e de colagem em painéis aglomerados, Curso de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia da Madeira, Área de Concentração em Processamento e Utilização da Madeira, UFLA, 2010.

×