Pracinhas na segunda guerra

1.196 visualizações

Publicada em

Participação dos soldados brasileiros na II Guerra Mundial. Trabalho apresentado pelos alunos Letícia, Iasodara, Mathaus, Mateus e Luan. Turma 1901. E.M. Oswaldo Teixeira

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Pracinhas na segunda guerra

  1. 1. Pracinhas na Segunda Guerra Mundial
  2. 2. O Brasil declarou guerra aos países do eixo em 1942. Porém, somente após dois anos, em junho de 1944, soldados brasileiros foram enviados à Itália. No total, foram mais de sete meses de uma guerra ingrata e impiedosa para a Força Expedicionária Brasileira (FEB), desde o primeiro combate,em setembro de 1944, até a última ação, em abril do ano seguinte. Símbolo da FEB
  3. 3. Após a chegada do escalão da FEB os soldados foram incorporados ao 5° Exército dos Estados Unidos e seguiram para a conclusão do treinamento de guerra. Iniciada ainda no Brasil, essa preparação foi organizada pelos americanos, que se instalaram no país quando o governo fez a declaração de guerra.
  4. 4. Uma vez no front, a situação dos mais de 25 mil soldados que combateram pela FEB não era nada boa. Quando começou a cair a primeira nevasca no fim de novembro de 1944, os soldados brasileiros que combatiam na frente italiana perceberam que aquela seria uma batalha sem tréguas. Não bastasse o teatro de operações de guerra, eles também enfrentariam o que seria o inverno mais rigoroso nos últimos 50 anos na região apenina. Além do frio, encontraram também, problemas com a higiene e comida ruim Ademais, pesquisas indicam que os pracinhas mal sabiam usar as armas que recebiam do exército americano. Muitos se perguntam, ainda hoje, se valeu a pena o sacrifício dos soldados e se o Brasil realmente colaborou para a vitória dos Aliados. Alguns especialistas no assunto afirmam que sim.
  5. 5. Pracinhas da Segunda Guerra
  6. 6. Não se pode dizer que o Brasil decidiu a guerra, mas da América Latina foi o país mais relevante. Fora isso, forneceu minerais essenciais para as tropas, como a borracha. A principal consequência do conflito para o Brasil, no entanto, foi o desdobramento político interno em relação ao envolvimento brasileiro ao lado dos Aliados. Por ter lutado contra uma ditadura, o governo de Getúlio Vargas se viu pressionado. E, com o fim da Segunda a Guerra Mundial, o Estado Novo se esgotou, e o Brasil começaria anos depois a ter ares de democracia. Getúlio Vargas

×