VIII COPA
NITERÓI
DE
GINÁSTICA
RÍTMICA
VIII COPA
DE GINÁSTICA RÍTMICA

Prezado (a) Senhor (a),

Temos imensa satisfação em convidar esta conceituada entidade a
p...
REGULAMENTO GERAL
REALIZAÇÃO:
GGN – Grupo de Ginástica de Niterói

ONG Gente Brasil
ONG

CHANCELA:

APOIO:
Federação de Gi...
* FESTIVAL:
Número de participantes: Poderão ser inscritos conjuntos com mais de 5 elementos.
Número de apresentações: Cad...
* INSCRIÇÕES:
* As inscrições NOMINAIS deverão ser realizadas IMPRETERÍVELMENTE até o dia 25 de outubro,

sexta-feira.
* O...
REGULAMENTO ESPECÍFICO
 INFORMAÇÕES DE DIFICULDADE PARA TODAS AS CATEGORIAS E NÍVEIS MÃOS LIVRES (1.1):
CATEGORIA
NÍVEL
I...
* Categoria até 12 anos (Infantil)
Estreantes, Intermediárias e Adiantadas – ML ou Qualquer Aparelho Conjunto – ML ou Qual...
VIII COPA NITERÓI DE GINÁSTICA RÍTMICA
LISTAGEM DAS OPÇÕES DOS ELEMENTOS CORPORAIS

DIFICULDADE (quadro 1.2)
CATEGORIA ATÉ...
LISTAGEM DOS ACROBÁTICOS (quadro 1.3)
* No exercício à mãos livres, os acrobáticos serão bonificados na dificuldade. Para ...
GRUPO DE GINÁSTICA DE NITERÓI
www.ggnit.com.br

SEJA UM VINCULADO NA FEDERAÇÃO DE GINÁSTICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Regulamento viii copa niterói de ginástica rítmica

942 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
942
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Regulamento viii copa niterói de ginástica rítmica

  1. 1. VIII COPA NITERÓI DE GINÁSTICA RÍTMICA
  2. 2. VIII COPA DE GINÁSTICA RÍTMICA Prezado (a) Senhor (a), Temos imensa satisfação em convidar esta conceituada entidade a participar da VIII Copa Niterói de Ginástica Rítmica, a ser realizada nos dias 09 e 10 de novembro de 2013, sábado e domingo. Segue em anexo a programação e o regulamento do evento. Na certeza de podermos contar com a participação desta entidade, elevamos a nossa estima e antecipamos os nossos agradecimentos. Atenciosamente, ___________________________________ Renata Teixeira (21) 8636-9463 Coordenadora do evento
  3. 3. REGULAMENTO GERAL REALIZAÇÃO: GGN – Grupo de Ginástica de Niterói ONG Gente Brasil ONG CHANCELA: APOIO: Federação de Ginástica do Estado do Rio de Janeiro Secretaria Municipal de Esportes – Niterói DATA: 09 e 10 de novembro de 2013 – Sábado e Domingo. LOCAL: Ginásio do Complexo Esportivo Caio Martins Rua Presidente Backer, s/n – Santa Rosa – Niterói - RJ PROGRAMAÇÃO: SÁBADO - FESTIVAL TARDE – 14:00 h às 16:00 h - Parte I (Aquecimento 12:30h às 14:00h) 17:30 h às 19:30 h - Parte II (Aquecimento 16:00h às 17:30h)  A treinadora deverá optar pelo horário de apresentação na ficha de inscrição. Os horários serão estabelecidos de acordo com a ordem das inscrições e com a logística do evento. DOMINGO - COMPETIÇÃO MANHÃ – 09:00 h às 13:00 h Categorias Pré-Mirim, Mirim e Pré-Infantil TARDE – 14:30 h às 20:00 h Categorias Infantil, Juvenil e Adulto Premiação por Equipe * A organização do evento não se responsabilizará por eventuais acidentes. Entretanto, haverá atendimento médico de emergência e ambulância. 1
  4. 4. * FESTIVAL: Número de participantes: Poderão ser inscritos conjuntos com mais de 5 elementos. Número de apresentações: Cada entidade poderá inscrever 2 apresentações, no máximo. A entidade com menos de 10 ginastas inscritas poderá apresentar apenas 1 conjunto. A entidade com mais de 30 ginastas inscritas poderá apresentar até 3 conjuntos. Tempo: Cada apresentação não poderá ultrapassar o tempo de 5 minutos, contando a entrada e a saída. O tempo de aquecimento no tapete será dividido de acordo com a ordem de apresentação e deverá ser respeitado. Premiação: Todas as ginastas receberão medalha, camisa, saquinho e certificado de participação. Todas as entidades receberão troféu de participação. Todas as técnicas receberão camisa do evento. Inscrições: Taxa de entidade: R$ 60,00 (entidades vinculadas * ou filiadas a FGERJ) R$ 70,00 (demais entidades) Taxa por ginasta: R$ 35,00 * COMPETIÇÃO: Número de participantes: Cada entidade poderá inscrever um número sem limites de ginastas e conjuntos para a competição. No entanto, a entidades deverá indicar 10 ginastas e 05 conjuntos, no máximo, independentes da categoria para o somatório por equipe, no ATO DA INSCRIÇÃO. Avaliação: Seguirá o Código de Pontuação de GR da FIG. Algumas adaptações serão feitas no Regulamento Específico da Copa Niterói. Participação: * Não será permitida a participação da ginasta federada. * Indicar se a ginasta é estreante (C), intermediária (B) – participou de competições individualmente como estreante no ano de 2012, ou adiantada (A) – participou de competição individualmente por mais de um ano (Copa Niterói, Copa Central, Torneios, Campeonato Estreante ou Nível D – FGERJ, etc). * Cada ginasta individual somente poderá competir em uma categoria. O mesmo vale para os conjuntos. Todos os aparelhos contarão POR EQUIPE em 2013. * A ginasta poderá se inscrever somente em um conjunto e não poderá representar entidades diferentes. Premiação: As ginastas serão divididas em chaves de 3 ou, no máximo, 4 participantes (apenas no caso do total de ginastas inscritas por categoria não ser divisível por 3). Todas as ginastas receberão medalha, camisa, saquinho e certificado de participação. Todas as entidades receberão troféu de participação. Todas as técnicas receberão camisa do evento. As três primeiras equipes colocadas receberão troféu. Arbitragem: Será composta por 2 bancas com 2 árbitros cada (Dificuldade e Execução). Serão convocados árbitros estaduais, nacionais e/ou internacionais. Inscrições: Taxa de arbitragem: R$ 80,00 (entidades vinculadas * ou filiadas a FGERJ) R$ 90,00 (demais entidades) Taxa por ginasta: R$ 35,00 Obs.: Tamanho das camisas – 04 / 06 / 08 / 10 / 12 / 14 e P / M / G / GG de adulto ou Baby look (único). * Veja em anexo como ser um vinculado à FGERJ. GRATUITO !!! 2
  5. 5. * INSCRIÇÕES: * As inscrições NOMINAIS deverão ser realizadas IMPRETERÍVELMENTE até o dia 25 de outubro, sexta-feira. * O pagamento deverá ser feito através de depósito bancário, até o dia 01 de novembro, sextafeira: Caixa Econômica Federal: Renata Marques Teixeira Ag: 0174 C/C: 00001988-9 Operação: 003 Obs.: Este ano, devido ao pouco tempo de divulgação do evento, o pagamento poderá ser efetuado após a inscrição nominativa. Peço a gentileza, colaboração e compreensão de todos no sentido de enviarem os nomes e PRINCIPALMENTE os tamanhos das camisas até o dia 25 de outubro para que as encomendas possam ser realizadas a tempo. Caso haja problema com o prazo de pagamento, favor entrar em contato. * As inscrições deverão ser enviadas por e-mail. Enviar a ficha de inscrição preenchida, juntamente com os dados do depósito (banco, data, cheque ou dinheiro e valor total do depósito), para copaniteroidegr@gmail.com * A ginasta que estiver inscrita na competição, estará isenta da taxa do festival, podendo participar do mesmo. * A entidade inscrita na competição, estará isenta da taxa de entidade do festival. A entidade somente poderá se inscrever uma vez. * O Festival será dividido em partes. A treinadora deverá especificar no ato da inscrição o horário de preferência para o Festival. A ordem de apresentação será de acordo a necessidade da logística do evento e de acordo com a ordem de inscrição. * Haverá tapete para as apresentações em todos os períodos de ambos os dias. * Todas as músicas deverão ser gravadas em CD. Cada CD deve conter apenas uma música gravada no início (faixa única). * A programação do evento será enviada para o e-mail indicado na ficha de inscrição, além de ser entregue impressa no dia. * Durante todo o evento, haverá sorteio de brindes e aparelhos de GR. * Quaisquer dúvidas e esclarecimentos, entrar em contato com a coordenadora do evento. * A inscrição só será considerada realizada mediante envio da ficha devidamente preenchida. Todas as inscrições serão confirmadas por e-mail. * Não serão aceitas inscrições após o dia 25 de outubro. O pagamento poderá ser realizado depois. 3
  6. 6. REGULAMENTO ESPECÍFICO  INFORMAÇÕES DE DIFICULDADE PARA TODAS AS CATEGORIAS E NÍVEIS MÃOS LIVRES (1.1): CATEGORIA NÍVEL INICIANTE INTERMED AVANÇADO CONJUNTOS Pré-Mir/Mirim Val. Total Máx. 04 0,20 2,10 04 0,20 2,20 04 0,20 2,30 04 0,20 2,30 No Pré-Infantil Val. Máx. 04 a 06 0,20 04 a 06 0,20 04 a 06 0,20 04 a 06 0,20 No Total No 3,00 3,10 3,20 3,20 04 a 06 04 a 06 04 a 06 04 a 06 Infantil Val. Máx. 0,30 0,30 0,30 0,30 Total No 3,30 3,50 3,80 3,80 04 a 07 04 a 07 04 a 07 04 a 07 Juvenil Val. Máx. 0,40 0,40 0,40 0,40 Total No 4,00 4,40 4,90 4,90 06 a 09 06 a 09 06 a 09 06 a 09 Adulto Val. Máx 0,40 0,40 0,40 0,40 Total 4,90 5,10 5,50 5,50  INFORMAÇÕES DE EXECUÇÃO PARA TODAS AS CATEGORIAS E NÍVEIS TOTAL 10,00 pontos (Individual e Conjunto)  OBSERVAÇÕES PARA TODAS AS CATEGORIAS * No exercício individual de ML, a Dificuldade será composta por: DIFICULDADE CORPORAL, COMBINAÇÃO DE PASSOS DE DANÇA E ACROBÁTICOS. No exercício individual com aparelho, a Dificuldade será composta por: DIFICULDADE CORPORAL, COMBINAÇÃO DE PASSOS DE DANÇA, RISCOS (DER) E MAESTRIA/MANEJO DO APARELHO. * No exercício de conjunto de ML, a Dificuldade será composta por: DIFICULDADE CORPORAL, COMBINAÇÃO DE PASSOS DE DANÇA E COLABORAÇÕES. No exercício de conjunto com aparelho, a Dificuldade será composta por: DIFICULDADE CORPORAL, COMBINAÇÃO DE PASSOS DE DANÇA, RISCOS (DER) e COLABORAÇÕES. * Todo exercício deverá conter no mínimo 01 dificuldade de cada grupo corporal – salto, equilíbrio e rotação (individual e conjunto). * COMBINAÇÕES DE PASSOS DE DANÇA (individual e conjunto): O exercício de ML deve conter no mínimo 3 passos de dança (valor: 0,20 cada). O exercício com aparelho deve conter no mínimo 1 passo de dança (valor: 0,30 cada). Não há limite máximo para combinações de passos de dança. * RISCOS (DER): No individual, cada exercício pode conter no máximo 2 riscos e no conjunto, cada exercício pode conter no máximo 1 Risco. Serão validados os riscos com somente uma rotação e terão o valor de 0,10. * Os exercícios de conjuntos devem conter no mínimo 4 colaborações. No exercício de ML, cada colaboração tem o valor de 0,10. Entende-se por colaboração: ginastas, em sua totalidade ou em parte, em contato direto (ou por meio dos aparelhos), que se deslocam em direções, formações ou diferentes tipos de deslocamentos. No aparelho, as colaborações seguem as regras do código de pontuação. * As dificuldades corporais seguem os valores do Código de Pontuação da FIG. Na categoria Mirim, poderão ser utilizadas as dificuldades listadas no quadro 1.2. As dificuldades deste quadro que estão destacadas em vermelho, poderão ser utilizadas em todas as categorias. Caso o valor da dificuldade do quadro 1.2 seja diferente do código de pontuação, o técnico poderá optar pelo valor desejado. Ex.: Categoria Mirim – Equilíbrio Avião com o pé no chão, valor 0,20, de acordo com o quadro 1.2. Categoria Adulto – Equilíbrio Avião com o pé no chão, valor 0,30, de acordo com o Código de Pontuação. O IMPORTANTE É QUE O SÍMBOLO ESTEJA CORRETO! = 0,20 * Não há limites para os acrobáticos. Os tipos, os valores e os símbolos estão no quadro 1.3. = 0,30 * Categoria até 06 anos (Pré-Mirim) e Categoria até 08 anos (Mirim) Estreantes e Intermediárias – Mãos livres Adiantadas – Mãos Livres Conjunto – Mãos livres  DIFICULDADE (Individual e Conjunto) Valor Total de Dificuldade: Ver no quadro 1.1 a) Dificuldade corporal = 4 b) Valor máximo da dificuldade corporal = 0,20 * Categoria até 10 anos (Pré-Infantil) Estreantes e Intermediárias – Mãos livres Adiantadas – Mãos Livres ou Qualquer Aparelho Conjunto – Mãos livres  DIFICULDADE ML (Individual e Conjunto)  DIFICULDADE APARELHO (Individual e Conjunto) Valor Total de Dificuldade: Ver no quadro 1.1 a) Dificuldade corporal mínimo de 4 e máximo de 6 b) Valor máximo da dificuldade corporal = 0,20 VER REGULAMENTO DA FGERJ – NÍVEL 4 EM ANEXO
  7. 7. * Categoria até 12 anos (Infantil) Estreantes, Intermediárias e Adiantadas – ML ou Qualquer Aparelho Conjunto – ML ou Qualquer Aparelho  DIFICULDADE ML (Individual e Conjunto)  DIFICULDADE APARELHO (Individual e Conjunto) Valor Total de Dificuldade: Ver no quadro 1.1 a) Dificuldade corporal mínimo de 4 e máximo de 6 VER REGULAMENTO DA FGERJ – NÍVEL 4 EM ANEXO b) Valor máximo da dificuldade corporal = 0,30 * Categoria até 15 anos (Juvenil) Estreantes e Intermediárias – ML ou Qualquer Aparelho Adiantadas – Qualquer Aparelho Conjunto – Qualquer Aparelho  DIFICULDADE ML (Individual e Conjunto)  DIFICULDADE APARELHO (Individual e Conjunto) Valor Total de Dificuldade: Ver no quadro 1.1 a) Dificuldade corporal mínimo de 4 e máximo de 7 VER REGULAMENTO DA FGERJ – NÍVEL 4 EM ANEXO b) Valor máximo da dificuldade corporal = 0,40 * Categoria 16 anos em diante (Adulto) Estreantes e Intermediárias – ML ou Qualquer Aparelho Adiantadas – Qualquer Aparelho Conjunto – Qualquer Aparelho  DIFICULDADE ML (Individual e Conjunto)  DIFICULDADE APARELHO (Individual e Conjunto) Valor Total de Dificuldade: Ver no quadro 1.1 a) Dificuldade corporal mínimo de 4 e máximo de 7 VER REGULAMENTO DA FGERJ – NÍVEL 4 EM ANEXO b) Valor máximo da dificuldade corporal = 0,40  OBSERVAÇÕES Visando possibilitar e facilitar a participação das ginastas em vários eventos no Estado do Rio de Janeiro, o Regulamento Específico da Copa Niterói seguirá o Regulamento do “Nível 4” da FGERJ, salvo algumas adaptações. Para facilitar a montagem das chaves nas diversas categorias e níveis, a organização do evento SUGERE que a escolha dos aparelhos seja efetuada de acordo com a FGERJ. No entanto, a escolha do aparelho utilizado pela ginasta e/ou conjunto, é uma opção da treinadora, como nas outras edições. Casos particulares devido a mudanças do regulamento (escolha dos aparelhos, chaves, etc) deverão ser tratados diretamente entre a treinadora e a professora Renata Teixeira. Não haverá penalidade para malha não regulamentar, entretanto sugerimos que sejam observadas as normas da FIG. Deverão ser entregues 1 Ficha de Dificuldade de cada exercício. AS FICHAS DEVERÃO SER ENTREGUES À COORDENADORA NO SÁBADO, IMPRETERÍVELMENTE. Seguem em anexo: INSTRUÇÕES PARA INSCRIÇÃO, Fichas de inscrição, Ficha de Dificuldade, Listagem das opções dos elementos corporais (Mirim), Listagem dos Acrobáticos e Regulamento da FGERJ. Os casos omissos serão resolvidos pela coordenação e direção de arbitragem. TABELA DE PONTOS PARA PREMIAÇÃO POR EQUIPE CLASSIFICAÇÃO 1º 2º 3º PONTOS 7 5 3 CRITÉRIOS DE DESEMPATE * Maior quantidade de 1º lugares * Maior quantidade de 2º lugares * Maior quantidade de 3º lugares * Conjunto conta dobrado
  8. 8. VIII COPA NITERÓI DE GINÁSTICA RÍTMICA LISTAGEM DAS OPÇÕES DOS ELEMENTOS CORPORAIS DIFICULDADE (quadro 1.2) CATEGORIA ATÉ 08 ANOS - MIRIM SALTOS OU SALTITOS Descrição Série (mín. 3) 1º saltito Valor 0,10 2º Série (mín. 3) 2º saltito 0,10 3º Série (mín. 3) saltitos sobre os dois pés com ou sem variações 0,10 Salto vertical 0,10 Salto vertical com giro 180º 0,20 EQUILÍBRIOS Descrição “En relevé” sobre dois pés Valor 0,10 Símbolos 1º Símbolos En “passé” (alto ou baixo – aberto ou fechado) com apoio total do pé En “passé” (alto ou baixo – aberto ou fechado) “Prancha” facial (avião) com apoio total do pé 0,20 Spagat sagital 0,10 Spagat frontal 0,10 Decúbito ventral apoio das mãos, braços estendidos: tocar a ponta dos pés na cabeça 0,20 Genoux Símbolos 0,10 0,20 ROTAÇÕES Descrição Giro sobre a ponta dos dois pés 360º Valor 0,10 Giro sobre a ponta dos dois pés 720º 0,20 Em “passé” 180º 0,10 Em “passé” 360º (aberto ou fechado) 0,20 Giro sobre um dos pés 360º 0,10 0,20
  9. 9. LISTAGEM DOS ACROBÁTICOS (quadro 1.3) * No exercício à mãos livres, os acrobáticos serão bonificados na dificuldade. Para preenchimento da ficha (ML), os símbolos dos acrobáticos deverão ser os que constam na “LISTAGEM DOS ACROBÁTICOS”. Símbolos Descrição Valor Vela 0,10 Rolamento para frente 0,20 Rolamento para trás 0,20 Estrela 0,20 Queda de peito (mataborrão) - simples 0,20 Apoio sobre uma ou 2 mãos, ou sobre os ante-braços, sem outro contato com o solo, sem reversão do corpo e sem parada na vertical. Ex.: Peixinho, pré afastado, minhoca, etc. 0,20 Reversement para frente ou “Ralenkova” 0,30 Reversement para trás ou “Paez” 0,30 Obs.:  Valores independente da posição de chegada ou saída, ou do apoio do elemento, embora estes critérios tornem os elementos diferentes.  Todos os elementos das séries e/ou combinações serão avaliados. No entanto, não poderá haver interrupções entre os elementos pré-acrobáticos.
  10. 10. GRUPO DE GINÁSTICA DE NITERÓI www.ggnit.com.br SEJA UM VINCULADO NA FEDERAÇÃO DE GINÁSTICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – FGERJ !!!      Vinculados não pagam mensalidade da FGERJ ! Vinculados não pagam taxa de filiação ! Grande vantagem: estar no site da FGERJ no local “Onde praticar ginástica” !!! Receba todas as informações da ginástica carioca !!! Preencha a ficha em anexo, envie para andreaj@domain.com.br e seja um VINCULADO!!! REGULEMENTO GERAL DA FGERJ CAPÍTULO II Dos Vinculados ART. 75 - A FGERJ aceitará a filiação precária de “Vinculados” nos seguintes termos: a). Os Vinculados são entidades interessadas na prática das modalidades esportivas da FGERJ, no entanto, atuam somente com objetivos de fomentar a prática esportiva. b) A FGERJ não terá obrigação de cumprir com o ART. 78 do Regulamento Geral da CBG de 2003 com os “Vinculados”. c) Os Vinculados não poderão participar dos Campeonatos Estaduais recebendo títulos, todavia poderão participar como convidados, e obter premiação separadamente. Também não poderão se inscrever para participar de Eventos Nacionais, e seus ginastas não poderão participar de seleções estaduais ou nacionais. d) Técnicos e ginastas das entidades Vinculadas deverão estar devidamente cadastrados na FGERJ. f) Os Vinculados não terão direito a voto nas assembléias da FGERJ, mas poderão participar com direito a voz.

×