VOZES DA AGONIA Renata Bomfim JOANA D'ARC PELOS VIESES  DO ROMANCE E DA DRAMATURGIA
<ul><li>“ Novos olhares precisam ser lançados sobre esse Joana D’arc, tanto em função das fontes em latim e francês recém ...
“ Joana, que se faz chamar de Donzela,  mentirosa,  perniciosa,  sedutora do povo,  falsa fiel da fé de Jesus Cristo, vaid...
Mas quem foi Joana D’arc?
Representações arquetípicas  Presentes em Joana D’Arc: <ul><ul><ul><ul><li>A virgindade </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><...
<ul><li>Bertolt Brecht (1898- 1956) </li></ul><ul><ul><ul><ul><li>A santa Joana dos matadouros </li></ul></ul></ul></ul><u...
<ul><li>Timochenco Wehbi (1943-1986) </li></ul><ul><li>Escrita em 1977 </li></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>As vozes da agoni...
Dias Gomes (1922- 1929) Escrita em 1966 O santo inquérito O   Santo Inquérito,  recorre a elementos da historia de Joana D...
<ul><ul><ul><ul><li>Luiz Guilherme Santos Neves </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Escrita em 1986 </li></ul></u...
Temas ligados ao Feminino Preconceito  Controle Patologização Perseguição  Aniquilamento   A história de Joana D’Arc desco...
Atualização arquetípica:  Joana D’Arc hoje
SOUAD Aldeia da Cisjordânia Acusada e condenada por “ crime de honra” Maria da Penha Sua história e luta culminaram com a ...
Lançamento do Livro    Arcano Dezenove Dia 07/06 as 19 horas no Café do canto, Praia do canto Informações: Letra e Fel www...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

2º encontro de escritoras capixabas 2011 paletra renata bomfim (vozes da agonia )

662 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
662
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
139
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2º encontro de escritoras capixabas 2011 paletra renata bomfim (vozes da agonia )

  1. 1. VOZES DA AGONIA Renata Bomfim JOANA D'ARC PELOS VIESES DO ROMANCE E DA DRAMATURGIA
  2. 2. <ul><li>“ Novos olhares precisam ser lançados sobre esse Joana D’arc, tanto em função das fontes em latim e francês recém descobertas, quanto pela fixação da crítica em certos aspectos da sua vida.” </li></ul>SPOTO, Donald. Joana D’arc : uma biografia. São Paulo: Planeta do Brasil, 2009. <ul><li>BEAUNE. Colette. Joana d’Arc : uma biografia. São Paulo: Globo, 2006. </li></ul><ul><li>FAUS, José Ignácio Gonzáles. A autoridade da verdade: momentos obscuros das autoridades eclesiásticas . (Biblioteca Google) </li></ul><ul><li>MICHELLET, Jules. Joana d”Arc. Tradução de Plínio Augusto Coelho. São Paulo: Hedra, 2007. </li></ul>
  3. 3. “ Joana, que se faz chamar de Donzela, mentirosa, perniciosa, sedutora do povo, falsa fiel da fé de Jesus Cristo, vaidosa, idólatra, cruel, dissoluta, invocadora do demônio, apóstata, cismática e herege”
  4. 4. Mas quem foi Joana D’arc?
  5. 5. Representações arquetípicas Presentes em Joana D’Arc: <ul><ul><ul><ul><li>A virgindade </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>A árvore das fadas </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>As vozes </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>As roupas masculinas </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>A prisão e martírio </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>O julgamento </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>A condenação </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>A fogueira </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>A absolvição </li></ul></ul></ul></ul>
  6. 6. <ul><li>Bertolt Brecht (1898- 1956) </li></ul><ul><ul><ul><ul><li>A santa Joana dos matadouros </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Escrita entre 1931-1932 </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>O processo de Joana D’arc em Rouen </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Escrita em 1952 </li></ul></ul></ul></ul>Esta peça ambienta-se nos matadouros de Chicago, na época da grande depressão americana e traz importantes atravessamentos com a Joana D’Arc histórica. Brecht nos apresenta uma Joana D’arc integrante do grupo boinas pretas, militante, idealista e aplicada na propagação do evangelho de Cristo. Esta obra fala da resistência francesa diante da ocupação inglesa e da luta pela libertação e unificação de um povo e de seu território, nela, “Jeanne D’arc”, com 16 anos, tem sua história analisada por um coro atuante e perspicaz que acompanha a sua prisão e julgamento , ora condenando-a e ora a defendendo, mas, Joana acaba queimada.
  7. 7. <ul><li>Timochenco Wehbi (1943-1986) </li></ul><ul><li>Escrita em 1977 </li></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>As vozes da agonia ou Santa Joaninha e sua cruel peleja contra os homens de guerra, contra os homens d’igreja </li></ul></ul></ul></ul></ul>Wehbi evoca fatos históricos mesclando-os com a realidade nordestina para criar uma Joana D’arc, ou Joaninha, tipicamente brasileira. Utilizando amplamente os recursos sociológicos, o dramaturgo mistura datas e acontecimentos, fatos e lugares, ilusão e história, para criar um texto poético e embebido de uma teatralidade verdadeiramente popular. A criação permanece inédita em montagem profissional.
  8. 8. Dias Gomes (1922- 1929) Escrita em 1966 O santo inquérito O Santo Inquérito, recorre a elementos da historia de Joana D’arc e de outra personagem histórico, Branca Dias , que segundo o historiador Bruno Feitler, respondeu ás acusações de judaísmo denunciada pela mãe e pela irmã (possivelmente sob tortura) ainda em Portugal. Branca Dias cumpriu pena de dois anos e depois imigrou com o marido para Pernambuco, onde foi investigada mais uma vez. Vários anos depois de morta, em 1558, acabou sendo condenada, assim como suas filhas e netas. A personagem central dessa peça teatral chama-se Branca e também é traída, acusada sem direito a defesa e acaba queimada na fogueira.
  9. 9. <ul><ul><ul><ul><li>Luiz Guilherme Santos Neves </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Escrita em 1986 </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>As chamas na missa </li></ul></ul></ul></ul>Esta obra nos apresenta a poderosa meretriz Maria capa-homem e a viúva Joana Norberto (a Joaninha) . A primeira personagem , traída e condenada a ser queimada viva pela inquisição sob variadas acusações, dentre elas a de ser “rogadeira de pragas, e a de ser de má condição, com gênio terrível e por chamar os varões com os quais se comunica de São Cosmezinho e São Damião”. A segunda, Joana Norberto, ou Joaninha, viúva jovem que, sob feitiço (do velho candinho), se entregou ao mascate Bernardo Queixada. Foi humilhada e avexada, transformada em chacota na vila e condenada a vestir Sambenito (traje verde-louro com as chamas do fogo pintadas ás avessas), pelo resto da vida, como sinal de perdão da fogueira.
  10. 10. Temas ligados ao Feminino Preconceito Controle Patologização Perseguição Aniquilamento A história de Joana D’Arc descortina temas comuns do universo feminino, e o fim, quase óbvio, da mulher que ousava desafiar o poder.
  11. 11. Atualização arquetípica: Joana D’Arc hoje
  12. 12. SOUAD Aldeia da Cisjordânia Acusada e condenada por “ crime de honra” Maria da Penha Sua história e luta culminaram com a Lei Maria da Penha (Lei 11.340) Lutou por 20 anos para ver condenado o seu agressor (o próprio marido) Sakineh Mohammadi Ashtiani Iraniana Foi torturada e condenada a morte por apedrejamento Acusada de adultério Mais 24 pessoas estão condenadas a morte por apedrejamento no Irã.
  13. 13. Lançamento do Livro Arcano Dezenove Dia 07/06 as 19 horas no Café do canto, Praia do canto Informações: Letra e Fel www.letraefel.blogspot.com OBRIGADA!

×