SlideShare uma empresa Scribd logo
Exercício 1: (UDESC 2008)

Para classificar o relevo, deve-se considerar a atuação conjunta de todos fatores
analisados – a influência interna, representada pelo tectonismo, e a atuação do
clima, nos diferentes tipos de rocha.

Sobre o relevo brasileiro, é correto afirmar:


          Pelos novos estudos que classificam o relevo brasileiro, é fácil perceber
A)
          que as planícies dominam o território nacional; por isso há tantas áreas
          disponíveis para a agricultura.

          As chapadas são formas de relevo moldadas em rochas metamórficas, do
B)
          que resulta a feição tabular, com a superfície mais ou menos plana e
          encostas abruptas. São muito encontradas na região Sul e Sudeste do
          Brasil.

          Não ocorrem no país dobramentos modernos. Essa característica
C)
          contribui para que o relevo seja bastante desgastado e rebaixado pelo
          intemperismo e pela erosão, fato evidenciado pelas modestas altitudes
          encontradas no país.

          As planícies brasileiras terminam, na sua grande maioria, em frentes
D)
          de cuestas – nome que se dá às áreas planas das praias.

          Segundo o geógrafo Jurandyr Ross, não existem áreas de depressão no
E)
          Brasil, pois nenhuma forma de relevo é mais baixa que a linha do
          oceano.



Exercício 2: (UDESC 2008)

Relacione as colunas, de acordo com a localização correta dos lugares indicados.




Assinale alternativa que contém a ordem correta, de cima para baixo.



A)        34521


B)        52134


C)        21345
D)        13452


E)        45213




Exercício 3: (UDESC 2008)

A rede hidrográfica brasileira é composta por rios, em sua maioria perenes, e com
grande potencial para a geração de energia elétrica, pois se encontram
predominantemente em regiões de planalto. Analisando a rede hidrográfica
brasileira, conclui-se que:

I – A navegação de maior porte é realizada em rios como os da bacia do Amazonas,
os da bacia do Paraguai e em trechos do São Francisco.

II – Os rios das regiões Sul e Sudeste apresentam limitado potencial de navegação,
sendo necessária, em alguns casos, a construção de eclusas como as do rio Tietê,
no Estado de São Paulo.

III – A bacia do rio Paraguai é a maior do Brasil, e onde se situa a maior usina
hidrelétrica do país – a Itaipu.

IV – O rio Uruguai nasce da junção dos rios Canoas e Pelotas.

V – A bacia Platina é composta pelas bacias do Paraná, Uruguai e Tocantins que,
juntas, formam a maior rede navegável do Brasil.

Assinale a alternativa correta.



A)        Somente as afirmativas I e V são verdadeiras.


B)        Somente as afirmativas II, III e V são verdadeiras.


C)        Somente as afirmativas I, II e IV são verdadeiras.


D)        Somente as afirmativas III, IV e V são verdadeiras.


E)        Todas as afirmativas são verdadeiras.




Exercício 4: (UFMG 2008)

Considerando-se sua localização e sua dimensão, é INCORRETO afirmar que o
território brasileiro:
é caracterizado por pequena variação latitudinal, responsável pela
A)
          reduzida amplitude térmica anual registrada no País, típica de espaços
          intertropicais.

          é dotado de extenso litoral, de onde, historicamente, as áreas de
B)
          fronteira agrícola se projetaram para as bordas da vasta floresta
          equatorial do Continente Sul-Americano.

          ocupa o interior de uma placa litosférica, responsável, em parte, pelo
C)
          predomínio, na paisagem, de amplas depressões e de planaltos
          rebaixados pela erosão.

          possui quatro fusos horários atrasados em relação ao Meridiano de
D)
          Greenwich, mas a hora oficial – a Hora de Brasília – estende-se a boa
          parte do País.



Exercício 5: (UDESC 2008)

Segundo Aziz Nacib Ab Saber, geógrafo, o relevo predominante no Brasil é:



A)        Depressão Central.


B)        Planícies e Terras Baixas.


C)        Planalto Brasileiro.


D)        Planície Costeira.


E)        Planalto das Guianas.




Exercício 6: (UFPB 2008)

Observe o mapa a seguir, verificando os pontos extremos do Brasil: norte, sul,
leste e oeste. Um desses pontos, extremo leste, é a Ponta do Seixas, localizada na
cidade de João Pessoa, PB.
(Adaptado de: VITTIELO; BIGOTO e ALBUQUERQUE, 2006, p. 16).


Com base nessas informações, é correto afirmar que a demarcação de um ponto
extremo é importante, porque:


         valoriza a questão sócio-ambiental da área; aumenta o nível de
A)
         degradação ambiental; aumenta a temperatura média local.

         amplia as relações sociais; transforma o lugar em espaço turístico
B)
         ecológico; reduz o valor imobiliário da área.

         facilita o geoprocessamento cartográfico; demarca o território; pode
C)
         transformar esse ponto em espaço turístico.

         melhora as condições sócio-econômicas da população residente; demarca
D)
         a direção e o sentido das rodovias; estabelece as demarcações
         necessárias à elaboração dos mapas georreferenciados.

         define a seleção dos pontos turísticos; estabelece a localização de portos
E)
         e aeroportos; define os tipos de rodovia: federal, estadual ou municipal.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ficha de avaliaçao_-_relevo,_rios,_litoral,_catástrofes
Ficha de avaliaçao_-_relevo,_rios,_litoral,_catástrofesFicha de avaliaçao_-_relevo,_rios,_litoral,_catástrofes
Ficha de avaliaçao_-_relevo,_rios,_litoral,_catástrofesLinda Pereira
 
Ficha de Trabalho - Relevo
Ficha de Trabalho - RelevoFicha de Trabalho - Relevo
Ficha de Trabalho - Relevoabarros
 
Documento apoio ao estudo meio natural relevo hidrografia
Documento apoio ao estudo meio natural relevo hidrografiaDocumento apoio ao estudo meio natural relevo hidrografia
Documento apoio ao estudo meio natural relevo hidrografiaMinistério da Educação
 
Guião 5ª ficha avaliação (7ºano)
Guião 5ª ficha avaliação (7ºano)Guião 5ª ficha avaliação (7ºano)
Guião 5ª ficha avaliação (7ºano)Tânia Baptista
 
Treinamento do Bartinho - Fatores e Elementos do Clima
Treinamento do Bartinho - Fatores e Elementos do ClimaTreinamento do Bartinho - Fatores e Elementos do Clima
Treinamento do Bartinho - Fatores e Elementos do ClimaRogério Bartilotti
 
Correção das fichas 9 e 10 do caderno de atividades 7d
Correção das fichas 9 e 10 do caderno de atividades 7dCorreção das fichas 9 e 10 do caderno de atividades 7d
Correção das fichas 9 e 10 do caderno de atividades 7dGeografias Geo
 
Ficha avaliacao 1_correcao
Ficha avaliacao 1_correcaoFicha avaliacao 1_correcao
Ficha avaliacao 1_correcaoFilomena Jarmelo
 
Dinâmica climática enviada por reginaldo
Dinâmica climática  enviada por reginaldoDinâmica climática  enviada por reginaldo
Dinâmica climática enviada por reginaldoLigia Amaral
 
Correção das fichas 7 e 11 do caderno de atividadesesrp
Correção das fichas 7 e 11 do caderno de atividadesesrpCorreção das fichas 7 e 11 do caderno de atividadesesrp
Correção das fichas 7 e 11 do caderno de atividadesesrpGeografias Geo
 
Correção fichas 19_e_20
Correção fichas 19_e_20Correção fichas 19_e_20
Correção fichas 19_e_20Geografias Geo
 
Objetivos geo. 6º teste 7º ano
Objetivos geo.   6º teste 7º anoObjetivos geo.   6º teste 7º ano
Objetivos geo. 6º teste 7º anoGina Espenica
 
Treinamento - Climatologia - parte II
Treinamento - Climatologia - parte IITreinamento - Climatologia - parte II
Treinamento - Climatologia - parte IIRogério Bartilotti
 
Revisão uefs geografia
Revisão uefs geografiaRevisão uefs geografia
Revisão uefs geografiaAdemir Aquino
 
GEOGRAFIA DO BRASIL
GEOGRAFIA DO BRASILGEOGRAFIA DO BRASIL
GEOGRAFIA DO BRASILBruno Lima
 
Geografia brasil-natural-clima-exercicios
Geografia brasil-natural-clima-exerciciosGeografia brasil-natural-clima-exercicios
Geografia brasil-natural-clima-exerciciosDelmacy Cruz Souza
 
Domínios Morfoclimáticos do Brasil
Domínios Morfoclimáticos do BrasilDomínios Morfoclimáticos do Brasil
Domínios Morfoclimáticos do BrasilRogério Bartilotti
 
Erosão costeira nas falésias Tibau do Sul – litoral leste do Rio Grande do Norte
Erosão costeira nas falésias Tibau do Sul – litoral leste do Rio Grande do NorteErosão costeira nas falésias Tibau do Sul – litoral leste do Rio Grande do Norte
Erosão costeira nas falésias Tibau do Sul – litoral leste do Rio Grande do NorteMarco Lyra
 

Mais procurados (20)

Atividades dde geografia relevo, clima
Atividades dde geografia relevo, climaAtividades dde geografia relevo, clima
Atividades dde geografia relevo, clima
 
Ficha de avaliaçao_-_relevo,_rios,_litoral,_catástrofes
Ficha de avaliaçao_-_relevo,_rios,_litoral,_catástrofesFicha de avaliaçao_-_relevo,_rios,_litoral,_catástrofes
Ficha de avaliaçao_-_relevo,_rios,_litoral,_catástrofes
 
Ficha de Trabalho - Relevo
Ficha de Trabalho - RelevoFicha de Trabalho - Relevo
Ficha de Trabalho - Relevo
 
Documento apoio ao estudo meio natural relevo hidrografia
Documento apoio ao estudo meio natural relevo hidrografiaDocumento apoio ao estudo meio natural relevo hidrografia
Documento apoio ao estudo meio natural relevo hidrografia
 
Guião 5ª ficha avaliação (7ºano)
Guião 5ª ficha avaliação (7ºano)Guião 5ª ficha avaliação (7ºano)
Guião 5ª ficha avaliação (7ºano)
 
Treinamento do Bartinho - Fatores e Elementos do Clima
Treinamento do Bartinho - Fatores e Elementos do ClimaTreinamento do Bartinho - Fatores e Elementos do Clima
Treinamento do Bartinho - Fatores e Elementos do Clima
 
Correção das fichas 9 e 10 do caderno de atividades 7d
Correção das fichas 9 e 10 do caderno de atividades 7dCorreção das fichas 9 e 10 do caderno de atividades 7d
Correção das fichas 9 e 10 do caderno de atividades 7d
 
Ficha avaliacao 1_correcao
Ficha avaliacao 1_correcaoFicha avaliacao 1_correcao
Ficha avaliacao 1_correcao
 
Dinâmica climática enviada por reginaldo
Dinâmica climática  enviada por reginaldoDinâmica climática  enviada por reginaldo
Dinâmica climática enviada por reginaldo
 
Correção das fichas 7 e 11 do caderno de atividadesesrp
Correção das fichas 7 e 11 do caderno de atividadesesrpCorreção das fichas 7 e 11 do caderno de atividadesesrp
Correção das fichas 7 e 11 do caderno de atividadesesrp
 
Correção fichas 19_e_20
Correção fichas 19_e_20Correção fichas 19_e_20
Correção fichas 19_e_20
 
Objetivos geo. 6º teste 7º ano
Objetivos geo.   6º teste 7º anoObjetivos geo.   6º teste 7º ano
Objetivos geo. 6º teste 7º ano
 
Treinamento - Climatologia - parte II
Treinamento - Climatologia - parte IITreinamento - Climatologia - parte II
Treinamento - Climatologia - parte II
 
Revisão uefs geografia
Revisão uefs geografiaRevisão uefs geografia
Revisão uefs geografia
 
GEOGRAFIA DO BRASIL
GEOGRAFIA DO BRASILGEOGRAFIA DO BRASIL
GEOGRAFIA DO BRASIL
 
Geografia brasil-natural-clima-exercicios
Geografia brasil-natural-clima-exerciciosGeografia brasil-natural-clima-exercicios
Geografia brasil-natural-clima-exercicios
 
2011geografia
2011geografia2011geografia
2011geografia
 
Treinamento - Meio Ambiente
Treinamento - Meio AmbienteTreinamento - Meio Ambiente
Treinamento - Meio Ambiente
 
Domínios Morfoclimáticos do Brasil
Domínios Morfoclimáticos do BrasilDomínios Morfoclimáticos do Brasil
Domínios Morfoclimáticos do Brasil
 
Erosão costeira nas falésias Tibau do Sul – litoral leste do Rio Grande do Norte
Erosão costeira nas falésias Tibau do Sul – litoral leste do Rio Grande do NorteErosão costeira nas falésias Tibau do Sul – litoral leste do Rio Grande do Norte
Erosão costeira nas falésias Tibau do Sul – litoral leste do Rio Grande do Norte
 

Destaque

Formato r 1-sat_federal
Formato r 1-sat_federalFormato r 1-sat_federal
Formato r 1-sat_federalabraham
 
Estudio de mercado de la exportacion de pulpa congelada de camu camu
Estudio de mercado de la exportacion de pulpa congelada de camu camuEstudio de mercado de la exportacion de pulpa congelada de camu camu
Estudio de mercado de la exportacion de pulpa congelada de camu camuAUREAQUISPE
 
Trabajo final aji de paprika - 2013
Trabajo final   aji de paprika - 2013Trabajo final   aji de paprika - 2013
Trabajo final aji de paprika - 2013Marck RT
 
Clase 3 propuesta de valor
Clase 3 propuesta de valorClase 3 propuesta de valor
Clase 3 propuesta de valorMaria Rodriguez
 

Destaque (6)

Formato r 1-sat_federal
Formato r 1-sat_federalFormato r 1-sat_federal
Formato r 1-sat_federal
 
Estudio de mercado de la exportacion de pulpa congelada de camu camu
Estudio de mercado de la exportacion de pulpa congelada de camu camuEstudio de mercado de la exportacion de pulpa congelada de camu camu
Estudio de mercado de la exportacion de pulpa congelada de camu camu
 
Trabajo final aji de paprika - 2013
Trabajo final   aji de paprika - 2013Trabajo final   aji de paprika - 2013
Trabajo final aji de paprika - 2013
 
Clase 3 propuesta de valor
Clase 3 propuesta de valorClase 3 propuesta de valor
Clase 3 propuesta de valor
 
Caminito Restaurante Argentino
Caminito Restaurante ArgentinoCaminito Restaurante Argentino
Caminito Restaurante Argentino
 
Philosophy ppt
Philosophy ppt Philosophy ppt
Philosophy ppt
 

Semelhante a Exercício 1

Revisão geografia com gabarito ufpr 2011 12
Revisão geografia com gabarito ufpr 2011 12Revisão geografia com gabarito ufpr 2011 12
Revisão geografia com gabarito ufpr 2011 12aroudus
 
Caderno de Questões 01 (Várias Áreas)
Caderno de Questões 01 (Várias Áreas)Caderno de Questões 01 (Várias Áreas)
Caderno de Questões 01 (Várias Áreas)EnsinoGeo
 
MODELO DE SLIDE - CBMMG M100D 2022 - GEOGRAFIA.pptx
MODELO DE SLIDE - CBMMG M100D 2022 - GEOGRAFIA.pptxMODELO DE SLIDE - CBMMG M100D 2022 - GEOGRAFIA.pptx
MODELO DE SLIDE - CBMMG M100D 2022 - GEOGRAFIA.pptxANDRE LIMA
 
SIMULADO_ESSA_GEOGRAFIA
SIMULADO_ESSA_GEOGRAFIASIMULADO_ESSA_GEOGRAFIA
SIMULADO_ESSA_GEOGRAFIAMuriel Pinto
 
SIMULADO ESSA GEOGRAFIA
SIMULADO ESSA GEOGRAFIASIMULADO ESSA GEOGRAFIA
SIMULADO ESSA GEOGRAFIAMuriel Pinto
 
SIMULADO ESSA GEOGRAFIA
SIMULADO ESSA GEOGRAFIASIMULADO ESSA GEOGRAFIA
SIMULADO ESSA GEOGRAFIAMuriel Pinto
 
I avaliação de geografia 2° ano -2014
I avaliação de geografia   2° ano -2014I avaliação de geografia   2° ano -2014
I avaliação de geografia 2° ano -2014nao
 
Questões Marco Aurelio
Questões Marco AurelioQuestões Marco Aurelio
Questões Marco Aureliosylviasantana
 
ENEM 500 Questões de GEOGRAFIA para vestibular
ENEM 500 Questões de GEOGRAFIA para vestibularENEM 500 Questões de GEOGRAFIA para vestibular
ENEM 500 Questões de GEOGRAFIA para vestibularatoanemachado2
 
Banco de questões Geografia
Banco de questões GeografiaBanco de questões Geografia
Banco de questões Geografiaaroudus
 
Projetomedicina.geologia
Projetomedicina.geologiaProjetomedicina.geologia
Projetomedicina.geologiaCamila Brito
 
Treinamento: Cerrado, Caatinga e Mares de morro
Treinamento: Cerrado, Caatinga e Mares de morroTreinamento: Cerrado, Caatinga e Mares de morro
Treinamento: Cerrado, Caatinga e Mares de morroRogério Bartilotti
 

Semelhante a Exercício 1 (20)

Revisão geografia com gabarito ufpr 2011 12
Revisão geografia com gabarito ufpr 2011 12Revisão geografia com gabarito ufpr 2011 12
Revisão geografia com gabarito ufpr 2011 12
 
Geografia – hidrografia 01 – 2013 – ifba
Geografia – hidrografia 01 – 2013 – ifbaGeografia – hidrografia 01 – 2013 – ifba
Geografia – hidrografia 01 – 2013 – ifba
 
Geografia – hidrografia 01 – 2013 – ifba
Geografia – hidrografia 01 – 2013 – ifbaGeografia – hidrografia 01 – 2013 – ifba
Geografia – hidrografia 01 – 2013 – ifba
 
Caderno de Questões 01 (Várias Áreas)
Caderno de Questões 01 (Várias Áreas)Caderno de Questões 01 (Várias Áreas)
Caderno de Questões 01 (Várias Áreas)
 
MODELO DE SLIDE - CBMMG M100D 2022 - GEOGRAFIA.pptx
MODELO DE SLIDE - CBMMG M100D 2022 - GEOGRAFIA.pptxMODELO DE SLIDE - CBMMG M100D 2022 - GEOGRAFIA.pptx
MODELO DE SLIDE - CBMMG M100D 2022 - GEOGRAFIA.pptx
 
Lista 2 - geografia
Lista 2 - geografiaLista 2 - geografia
Lista 2 - geografia
 
Provas UEFS 2011 12
Provas UEFS 2011 12Provas UEFS 2011 12
Provas UEFS 2011 12
 
SIMULADO_ESSA_GEOGRAFIA
SIMULADO_ESSA_GEOGRAFIASIMULADO_ESSA_GEOGRAFIA
SIMULADO_ESSA_GEOGRAFIA
 
SIMULADO ESSA GEOGRAFIA
SIMULADO ESSA GEOGRAFIASIMULADO ESSA GEOGRAFIA
SIMULADO ESSA GEOGRAFIA
 
SIMULADO ESSA GEOGRAFIA
SIMULADO ESSA GEOGRAFIASIMULADO ESSA GEOGRAFIA
SIMULADO ESSA GEOGRAFIA
 
I avaliação de geografia 2° ano -2014
I avaliação de geografia   2° ano -2014I avaliação de geografia   2° ano -2014
I avaliação de geografia 2° ano -2014
 
Uern 2011
 Uern 2011 Uern 2011
Uern 2011
 
Uern 2011
 Uern 2011 Uern 2011
Uern 2011
 
Geografia Prof. Neto
Geografia   Prof. NetoGeografia   Prof. Neto
Geografia Prof. Neto
 
Questões Marco Aurelio
Questões Marco AurelioQuestões Marco Aurelio
Questões Marco Aurelio
 
ENEM 500 Questões de GEOGRAFIA para vestibular
ENEM 500 Questões de GEOGRAFIA para vestibularENEM 500 Questões de GEOGRAFIA para vestibular
ENEM 500 Questões de GEOGRAFIA para vestibular
 
Banco de questões Geografia
Banco de questões GeografiaBanco de questões Geografia
Banco de questões Geografia
 
Projetomedicina.geologia
Projetomedicina.geologiaProjetomedicina.geologia
Projetomedicina.geologia
 
Geologia
GeologiaGeologia
Geologia
 
Treinamento: Cerrado, Caatinga e Mares de morro
Treinamento: Cerrado, Caatinga e Mares de morroTreinamento: Cerrado, Caatinga e Mares de morro
Treinamento: Cerrado, Caatinga e Mares de morro
 

Exercício 1

  • 1. Exercício 1: (UDESC 2008) Para classificar o relevo, deve-se considerar a atuação conjunta de todos fatores analisados – a influência interna, representada pelo tectonismo, e a atuação do clima, nos diferentes tipos de rocha. Sobre o relevo brasileiro, é correto afirmar: Pelos novos estudos que classificam o relevo brasileiro, é fácil perceber A) que as planícies dominam o território nacional; por isso há tantas áreas disponíveis para a agricultura. As chapadas são formas de relevo moldadas em rochas metamórficas, do B) que resulta a feição tabular, com a superfície mais ou menos plana e encostas abruptas. São muito encontradas na região Sul e Sudeste do Brasil. Não ocorrem no país dobramentos modernos. Essa característica C) contribui para que o relevo seja bastante desgastado e rebaixado pelo intemperismo e pela erosão, fato evidenciado pelas modestas altitudes encontradas no país. As planícies brasileiras terminam, na sua grande maioria, em frentes D) de cuestas – nome que se dá às áreas planas das praias. Segundo o geógrafo Jurandyr Ross, não existem áreas de depressão no E) Brasil, pois nenhuma forma de relevo é mais baixa que a linha do oceano. Exercício 2: (UDESC 2008) Relacione as colunas, de acordo com a localização correta dos lugares indicados. Assinale alternativa que contém a ordem correta, de cima para baixo. A) 34521 B) 52134 C) 21345
  • 2. D) 13452 E) 45213 Exercício 3: (UDESC 2008) A rede hidrográfica brasileira é composta por rios, em sua maioria perenes, e com grande potencial para a geração de energia elétrica, pois se encontram predominantemente em regiões de planalto. Analisando a rede hidrográfica brasileira, conclui-se que: I – A navegação de maior porte é realizada em rios como os da bacia do Amazonas, os da bacia do Paraguai e em trechos do São Francisco. II – Os rios das regiões Sul e Sudeste apresentam limitado potencial de navegação, sendo necessária, em alguns casos, a construção de eclusas como as do rio Tietê, no Estado de São Paulo. III – A bacia do rio Paraguai é a maior do Brasil, e onde se situa a maior usina hidrelétrica do país – a Itaipu. IV – O rio Uruguai nasce da junção dos rios Canoas e Pelotas. V – A bacia Platina é composta pelas bacias do Paraná, Uruguai e Tocantins que, juntas, formam a maior rede navegável do Brasil. Assinale a alternativa correta. A) Somente as afirmativas I e V são verdadeiras. B) Somente as afirmativas II, III e V são verdadeiras. C) Somente as afirmativas I, II e IV são verdadeiras. D) Somente as afirmativas III, IV e V são verdadeiras. E) Todas as afirmativas são verdadeiras. Exercício 4: (UFMG 2008) Considerando-se sua localização e sua dimensão, é INCORRETO afirmar que o território brasileiro:
  • 3. é caracterizado por pequena variação latitudinal, responsável pela A) reduzida amplitude térmica anual registrada no País, típica de espaços intertropicais. é dotado de extenso litoral, de onde, historicamente, as áreas de B) fronteira agrícola se projetaram para as bordas da vasta floresta equatorial do Continente Sul-Americano. ocupa o interior de uma placa litosférica, responsável, em parte, pelo C) predomínio, na paisagem, de amplas depressões e de planaltos rebaixados pela erosão. possui quatro fusos horários atrasados em relação ao Meridiano de D) Greenwich, mas a hora oficial – a Hora de Brasília – estende-se a boa parte do País. Exercício 5: (UDESC 2008) Segundo Aziz Nacib Ab Saber, geógrafo, o relevo predominante no Brasil é: A) Depressão Central. B) Planícies e Terras Baixas. C) Planalto Brasileiro. D) Planície Costeira. E) Planalto das Guianas. Exercício 6: (UFPB 2008) Observe o mapa a seguir, verificando os pontos extremos do Brasil: norte, sul, leste e oeste. Um desses pontos, extremo leste, é a Ponta do Seixas, localizada na cidade de João Pessoa, PB.
  • 4. (Adaptado de: VITTIELO; BIGOTO e ALBUQUERQUE, 2006, p. 16). Com base nessas informações, é correto afirmar que a demarcação de um ponto extremo é importante, porque: valoriza a questão sócio-ambiental da área; aumenta o nível de A) degradação ambiental; aumenta a temperatura média local. amplia as relações sociais; transforma o lugar em espaço turístico B) ecológico; reduz o valor imobiliário da área. facilita o geoprocessamento cartográfico; demarca o território; pode C) transformar esse ponto em espaço turístico. melhora as condições sócio-econômicas da população residente; demarca D) a direção e o sentido das rodovias; estabelece as demarcações necessárias à elaboração dos mapas georreferenciados. define a seleção dos pontos turísticos; estabelece a localização de portos E) e aeroportos; define os tipos de rodovia: federal, estadual ou municipal.