Carl Sagan - Vida e Obra

574 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre o Astrônomo, Astrobiólogo, escritor e divulgador cientifico Carl Sagan.
A apresentação foi elaborada pelo Clube de Astronomia Carl Sagan de Campo Grande (MS), visando a divulgação do trabalho de Sagan e o incentivo a busca pelo conhecimento.

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
574
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Seus pais colaboraram em nutrir seu crescente interesse pela ciência, comprando-lhe jogos de química e livros enquanto criança. Seu interesse pelo espaço, no entanto, foi seu foco principal, especialmente após ler algumas histórias de ficção científica como as do escritor Edgar Rice Burroughs, que agitou sua imaginação com a temática de vida em outros planetas, como Marte. De acordo com o biógrafo Ray Spangenburg, nestes primeiros anos, Sagan tentou compreender os mistérios dos planetas, isto tornou-se uma "força motriz em sua vida, uma faísca contínua para seu intelecto e uma busca pelo saber que jamais seria esquecida."
  • Mesmo deitando-nos cedo, no inverno, podemos algumas
    vezes ver as estrelas. Podia olhar para elas, piscando distantes, e
    imaginar como seriam. Podia perguntar às crianças mais velhas e
    aos adultos, os quais diriam: "São luzes no céu, garoto". Eu podia
    ver as luzes no céu. Mas o que elas seriam? Somente luzes
    suspensas no ar? Para quê? Sentia uma espécie de pena delas,
    vulgares, cuja singularidade permanecia de alguma forma oculta
    aos meus amigos não curiosos. Deveria existir alguma resposta
    mais profunda.
  • Um d omi ng o d aq uel e mesmo ano, meu pai me ti nha expl i cad o com
    paci ênci a o papel d o zero como ponto d e ori g em em ari tméti ca, os nomes d e
    som mal i ci oso d os números g rand es e q ue não exi ste o número mai or
    (“Sempre pod e acrescentar mai s um”, d i zi a). De repente me entrou uma
    compul são i nfanti l d e escrever em seq uênci a tod os os números i ntei ros d o
    um aos mi l . N ão tí nhamos nenhuma cad erneta d e papel , mas meu pai me
    ofereceu o montão d e cartões ci nzas q ue g uard ava q uand o l he trazi am as
    cami sas d a l avand eri a. Comecei o projeto com entusi asmo, mas me
    surpreend eu q uão l ento era. Quand o me encontrava ai nd a nas centenas
    mai s bai xas, mi nha mãe anunci ou q ue era a hora d o banho. Fi q uei
    d esconsol ad o. Ti nha q ue cheg ar a mi l . Intervei o meu pai , q ue tod a a vi d a
    atuou d e med i ad or: se me submeti a ao banho sem pi g arrear, el e
    conti nuari a a seq uênci a por mi m. Eu não cabi a em mi m d e contente.
    Quand o saí d o banho já estava perto d o novecentos, e assi m pud e cheg ar a
    mi l só um pouco d epoi s d a hora habi tual d e me d ei tar. A mag ni tud e d osnúmeros g rand es nunca d ei xou d e me i mpressi onar.
  • As contribuições de Sagan foram vitais para o descobrimento das altas temperaturas superficiais do planeta Vênus. No início da década de 60, a ciência nada sabia sobre quais eram as condições básicas da superfície deste planeta, e Sagan enumerou as possibilidades em um artigo que posteriormente foi divulgado em um livro da Time intitulado Planetas. Em sua opinião, Vênus era um planeta seco e muito quente em oposição ao paraíso temperado que outros haviam imaginado. Sagan investigou as emissões de rádio provenientes de Vênus e chegou a conclusão de que a temperatura superficial deste planeta deveria ser aproximadamente 500 °C. Como cientista visitante do Jet Propulsion Laboratory da NASA, participou das primeira missões do programa Mariner à Vênus, trabalhando com o desenho e gestão do projeto. Em 1962, a sonda Mariner 2 confirmou suas conclusões sobre as condições superficiais do planeta.
  • Instituto Smithsoniano é uma instituição educacional e de pesquisa associada a um complexo de museus, fundada e administrada pelo governo dos Estados Unidos. Com grande parte de seus prédios localizados em Washington, D.C., o instituto compreende 19 museus e sete centros de pesquisa, e tem 142 milhões de itens em suas coleções
  • Nnesta obra, carl sagan, preocupado com as explicações pseudocientíficas e místicas que ocupam os espaços dos meios de comunicação, reafirma o poder positivo e benéfico da ciência e da tecnologia para tentar iluminar os dias e recuperar os valores da racionalidade. o autor aborda à falsa ciência, às concepções excêntricas e os irracionalismos que são acompanhados por lembranças de sua infância.
  • Nnesta obra, carl sagan, preocupado com as explicações pseudocientíficas e místicas que ocupam os espaços dos meios de comunicação, reafirma o poder positivo e benéfico da ciência e da tecnologia para tentar iluminar os dias e recuperar os valores da racionalidade. o autor aborda à falsa ciência, às concepções excêntricas e os irracionalismos que são acompanhados por lembranças de sua infância.
  • Nnesta obra, carl sagan, preocupado com as explicações pseudocientíficas e místicas que ocupam os espaços dos meios de comunicação, reafirma o poder positivo e benéfico da ciência e da tecnologia para tentar iluminar os dias e recuperar os valores da racionalidade. o autor aborda à falsa ciência, às concepções excêntricas e os irracionalismos que são acompanhados por lembranças de sua infância.
  • Nnesta obra, carl sagan, preocupado com as explicações pseudocientíficas e místicas que ocupam os espaços dos meios de comunicação, reafirma o poder positivo e benéfico da ciência e da tecnologia para tentar iluminar os dias e recuperar os valores da racionalidade. o autor aborda à falsa ciência, às concepções excêntricas e os irracionalismos que são acompanhados por lembranças de sua infância.
  • Um dos mais formidáveis exemplos da amplitude e eficácia que a divulgação científica pode atingir por meios audiovisuais, quando servida por uma personalidade carismática e por meios técnicos adequados.
  • Um dos mais formidáveis exemplos da amplitude e eficácia que a divulgação científica pode atingir por meios audiovisuais, quando servida por uma personalidade carismática e por meios técnicos adequados.
  • Um dos mais formidáveis exemplos da amplitude e eficácia que a divulgação científica pode atingir por meios audiovisuais, quando servida por uma personalidade carismática e por meios técnicos adequados.
  • Em 4 de julho de 1997 na planície Ares Vallis
    Mars Pathfinder
  • Em 4 de julho de 1997 na planície Ares Vallis
    Mars Pathfinder
  • Carl Sagan - Vida e Obra

    1. 1. “Diante da vastidão do tempo e da imensidão do universo,  é um imenso prazer para mim dividir um planeta e uma  época com você.” Carl SaganCarl Sagan vida e obravida e obra Por Renan Aryel F. da Silva
    2. 2. REALIZAÇÃO:REALIZAÇÃO:
    3. 3. Carl Edward SaganCarl Edward Sagan Astrônomo e Exobiólogo;Astrônomo e Exobiólogo; Divulgador Científico;Divulgador Científico; Pesquisador;Pesquisador; Escritor.Escritor.
    4. 4. Nasceu no Brooklyn, em 09 de novembro de 1934.
    5. 5. O que são as estrelas?O que são as estrelas?
    6. 6. ...naquele remoto ano de 1939.
    7. 7. O Mundo de AmanhãO Mundo de Amanhã Feira Mundial de Nova York de 1939  Maquetes de cidades futuristas;  Experimentos de física, diapasões ligados a osciloscópios, luzes transformando-se em sons;  A cápsula do tempo;  Lúcio Costa e Oscar Niemeyer.
    8. 8. O Mundo de AmanhãO Mundo de Amanhã “Claramente o mundo tem maravilhas que eu nem imaginava que existissem.”
    9. 9. GraduaçãoGraduação Sagan opta por seguir carreira científica na Universidade de Chicago:  1954: termina seu bacharelado em artes gerais;  1955: termina o bacharelado em ciências;  1956: mestrado em ciências: Física;  1960: doutorado em Astronomia e Astrofísica.
    10. 10. GraduaçãoGraduação O departamento de física girava em torno de Enrico Fermi, ganhador do premio nobel em 1938, e que se destacou na construção do primeiro reator nuclear na Universidade de Chicago, além de diversas contribuições a física.
    11. 11. GraduaçãoGraduação Nos verões trabalhava como estagiário de Hermann J. Muller na Universidade de Indiana, Muller ganhou o nobel de medicina em 1946, devido ao estudo dos efeitos fisiológicos e genéticos dos Raios X.
    12. 12. GraduaçãoGraduação Aprendeu astronomia planetária com o único profissional que se dedicava em tempo integral a esse estudo na época, Gerard P. Kuiper, teórico do Cinturão de Kuiper em 51.
    13. 13. Exploração do Sistema SolarExploração do Sistema Solar
    14. 14. De 1962 a 1968, trabalhou no Observatório Astrofísico Smithsonian em Cambridge, Massachusetts, pesquisando em Harvard até 68. Depois foi para a Universidade de Cornell em Ithaca (NY).
    15. 15. As Naves PioneerAs Naves Pioneer Pioneer 10 Lançada em 1972; De 15 de julho de 1972 e 15 de fevereiro de 1973 cruzou o cinturão de asteroides; Chega em novembro a Júpiter; Aceleração gravitacional. Em 23 de Janeiro de 2003 a perdeu-se comunicação a 12 bilhões de quilômetros da Terra.
    16. 16. Mensagem as EstrelasMensagem as Estrelas
    17. 17. VoyagerVoyager Lançadas em 1977; Estudar o sistema externo e espaço interestelar; Voyager 2 visita os 4 gigantes gasosos antes de rumar para as estrelas.
    18. 18. "Para aqueles que fazem música em todos os mundos e em todos os tempos."
    19. 19. LivrosLivros Teve uma carreira de sucesso, publicou centenas de artigos além de cerca de 20 livros. O poder positivo e benéfico da ciência e da tecnologia para tentar iluminar os dias e recuperar os valores da racionalidade. A falsa ciência, às concepções excêntricas e os irracionalismos que são acompanhados por lembranças de sua infância. O Mundo Assombrado Pelos Demônios A Ciência Vista Como Uma Vela No Escuro.
    20. 20. LivrosLivros Contato (adaptado ao cinema por Robert Zemeckis)
    21. 21. “Frequentemente a imaginação nos transporta a mundos que nunca existiram, mas sem ela não vamos a parte alguma.”
    22. 22. LivrosLivros Os Dragões do Éden Especulações sobre a Evolução da Inteligência Humana “Carl Sagan tem o toque de Midas. Transforma em ouro tudo aquilo em que toca. Assim acontece com Os Dragões do Éden. Nunca li nada tão apaixonante sobre os temas.” Isaac Asimov
    23. 23. LivrosLivros Bilhões e Bilhões Reflexões Sobre a Vida e Morte na Virada do Milênio Composto de 19 capítulos independentes, o livro fala sobre a vida e a morte, tanto dos indivíduos quanto dos corpos celestes e do Universo, antropologia, meio ambiente, medicina, ética.
    24. 24. “Nós somos uma maneira do Cosmos conhecer a si mesmo.”
    25. 25. Pálido Ponto AzulPálido Ponto Azul Em 14 de fevereiro de 1990 pela Voyager 1
    26. 26. Vida e ObraVida e Obra
    27. 27. Vida e ObraVida e Obra ...espiritualidade.
    28. 28. Carl Sagan faleceu aos 62 anos, em 20 de dezembro de 1996, vitima de pneumonia depois de dois anos de luta contra uma rara doença na medula óssea. Vida e ObraVida e Obra
    29. 29. HomenagemHomenagem Planície de Ares Vallis Mars Pathfinder
    30. 30. Mars RoversMars Rovers
    31. 31. ReferênciasReferências: Sagan, Carl Edward. O Mundo Assombrado Pelos Demônios. 2ªed. São Paulo: Companhia das Letras, 2006. Série e livro → Cosmos: Uma Viagem Pessoal. Programa Fronteiras da Ciência. epi. 22 da 2ª temporada. UFRGS, 2011. http://planetario.ufsc.br/carl-sagan/ http://pt.wikipedia.org/wiki/Carl_Sagan http://criticanarede.com/lds_sagan2.html http://www.carlsagan.com/ Instituto Smithsonian: http://www.si.edu/ http://voyager.jpl.nasa.gov/ http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Espaco/noticia/2015/03/12-reflexoes-que-vao- te-introduzir-ao-pensamento-de-carl-sagan.html https://www.nasa.gov/centers/ames/missions/archive/pioneer.html
    32. 32. “É um desafio supremo para o divulgador da ciência deixar bem clara a história real e tortuosa das grandes descobertas, bem como os equívocos e, por vezes, a recusa obstinada de seus profissionais a tomar outro caminho”

    ×