SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 5
PROJETO: O FOLCLORE 
TEMA: RESGATANDO O FOLCLORE BRASILEIRO 
JUSTIFICATIVA: 
O folclore pode ser definido como a ciência que todas as manifestações 
do saber popular, considerando indispensável para o conhecimento social e 
psicológico de um povo. O Brasil apresenta grandes diversidade no campo 
cultural. Seu folclore riquíssimo. Oferecer oportunidades de conhecer e a cultura 
popular que diz respeito à nossa tradição através das diferentes formas de 
expressões e manifestações folclóricas, as festas populares, o artesanato e a 
medicina popular, danças e os “causos” contatos pelo Brasil afora, na literatura 
sob a forma de poema, lendas, fábulas, ditados populares, superstições. 
A realização desta atividades visa aproveitar as heranças culturais 
vivenciadas pela comunidade escolar, valorizando hábitos cotidianos que 
demonstram os conhecimentos passados de geração a geração. 
O resgate desses conhecimentos proporcionará ao aluno vivenciar 
brincadeiras, músicas, adivinhas, parlendas... a que já conhecem ou virão a 
conhecer. 
De acordo com as atividades interdisciplinares, a literatura pode contribui r 
efetivamente com a aprendizagem de conceitos da matemática, sem perder o 
encanto e a magia da história. 
No artigo 32 da Lei 9394/96 é proposto que é necessário garantir o 
desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos pleno 
domínio da leitura, da escrita e do cálculo. Para tal domínio, diferentes 
conhecimentos e capacidades devem ser apropriado pelas crianças. Portanto, 
os conhecimentos não devem ser trabalhados na escola de forma fragmentada, 
mas sim envolvendo articulações entre as disciplinas ampliando e consolidando 
o ensino fundamental. Sendo assim, é direito da criança apreender números e 
operações em diferentes contextos e funções, considerando o indicador da
quantidade de elementos de uma coleção discreta, medida de grandezas, 
indicadores de posições e códigos entre outros conhecimentos que o ensino da 
matemática pode proporcionar juntamente com as outras disciplinas. 
OBJETIVOS GERAIS: 
 Conhecer e valorizar a própria cultura; 
 Estabelecer relação entre o falado e o escrito; 
 Situar-se no tempo passado e presente através das atividades realizadas; 
 Compreender a importância de adquirir conhecimentos vivenciados pelos 
antepassados; 
 Experimentar a convivência a participação como fator relevante a 
socialização; 
OBJETIVOS ESPECÍFICOS: 
 Resgata, vivenciar valorizar manifestações da cultura popular brasileira; 
 Resgata conhecimentos e brincadeiras esquecidas com o tempo; 
 Discutir a importância de brincar juntos, estimulando desafios envolvendo 
o raciocínio lógico; 
 Valorizar conhecimentos prévios do aluno e estimular a pesquisa em suas 
residências de cantigas e brincadeiras; 
 Envolver as famílias nas atividades desenvolvidas na unidade escolar; 
 Trabalhar os conhecimentos do nosso folclore de acordo com seus 
interesses respeitando a diversidade cultural; 
 Usar a língua própria da matemática; 
 Aplicar conceitos por meio de experiências matemáticas; 
 Desenvolver o cálculo, incorporando experiências relacionando 
quantidade; 
 Explorar o eixo da oralidade, leitura, produção escrita, compreensão e 
valorização da cultura escrita;
DURAÇÃO: Mês de agosto 
O trabalho permitirá integra as disciplinas visando novos conhecimentos 
de maneira prazerosa. 
De acordo com a proposta surgirão atividades como: 
 Jogos e brincadeiras, 
 Expressões artísticas (Música, pinturas, recortes-colagens e desenhos); 
 Construções de cartazes e murais de trabalhos individuais produzidos 
pelos alunos; 
 Realização de receitas com os alunos; 
De acordo com as atividades interdisciplinares, a literatura pode contribui r 
efetivamente com a aprendizagem de conceitos da matemática, sem perder o 
encanto e a magia da história. 
No artigo 32 da Lei 9394/96 é proposto que é necessário garantir o 
desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos pleno 
domínio da leitura, da escrita e do cálculo. Para tal domínio, diferentes 
conhecimentos e capacidades devem ser apropriado pelas crianças. Portanto os 
conhecimentos não devem ser trabalhados na escola de forma fragmentada, 
mas sim envolvendo articulações entre as disciplinas ampliando e consolidando 
o ensino fundamental. Sendo assim, é direito da criança apreender números e 
operações em diferentes contextos, 
Algumas trovas folclóricas mostram noções matemáticas como números 
ímpares, números de dias da semana e noções de matemáticas, sequência de 
números simples até três, em ordem crescente. 
Exemplos 
Trovas 
“Fui pedir a São Gonçalo “ No tempo em que te amei
Que me fizesse casar Não amei a mais ninguém 
10 noivos apareceram Amei 7 e a 8 
9 deles fiz voltar “ 9 contigo, meu bem!” 
Enigmas com noções matemáticas 
Que é, que é? 
100 meninas num castelo 
Todas elas vestidinhas de amarelo...... 
(Um cacho de banana) 
Trilha do folclore envolvendo matemática 
Atividades utilizando o calendário do mês de agosto, parlendas e rimas 
para trabalhar a oralidade, compreensão textual e linguagem matemática. 
Exemplo: 
Serra madeira Um, dois - feijão com arroz 
Senhor carpinteiro Três, quatro - feijão no prato 
Serra direito Cinco, seis – feijão pra nós três 
Pra ganhar dinheiro Sete, oito – feijão com biscoito 
Nove, dez – feijão com pastéis
AVALIAÇÃO: 
A avaliação se dará como processo contínuo observando o desempenho 
do aluno desenvolvimento das atividades propostas visando o sucesso da 
aprendizagem. 
CULMINÂNCIA: 
Ao final do projeto serão exposto os trabalhos realizados e a socialização 
das atividades e das pesquisas realizadas.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire
Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire   Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire
Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire
Cirlei Santos
 
Fichas de Avaliação Ed. Infantil
Fichas de Avaliação  Ed. InfantilFichas de Avaliação  Ed. Infantil
Fichas de Avaliação Ed. Infantil
Alinemmoliveira
 
23416525 arte-planos-de-aula
23416525 arte-planos-de-aula23416525 arte-planos-de-aula
23416525 arte-planos-de-aula
Eduardo Lopes
 
Projeto "Folclore"
Projeto "Folclore"Projeto "Folclore"
Projeto "Folclore"
guest406c5bc
 
Planejamento bandeira do brasil 19 de novembro
Planejamento bandeira do brasil 19 de novembroPlanejamento bandeira do brasil 19 de novembro
Planejamento bandeira do brasil 19 de novembro
SimoneHelenDrumond
 
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educação
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educaçãoSugestões para trabalhar a cultura africana na educação
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educação
jaqueegervasio
 
Projeto é Tempo de Bola...É Tempo de Copa!
Projeto é Tempo de Bola...É Tempo de Copa!Projeto é Tempo de Bola...É Tempo de Copa!
Projeto é Tempo de Bola...É Tempo de Copa!
Graça Sousa
 

Mais procurados (20)

Projeto índios
Projeto índiosProjeto índios
Projeto índios
 
Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire
Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire   Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire
Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire
 
ProjetFábula: Projeto fábulas
ProjetFábula: Projeto  fábulas ProjetFábula: Projeto  fábulas
ProjetFábula: Projeto fábulas
 
229 autismo e educação um dialogo informativo sobre a rotina do autista
229 autismo e educação  um dialogo informativo sobre a rotina do autista229 autismo e educação  um dialogo informativo sobre a rotina do autista
229 autismo e educação um dialogo informativo sobre a rotina do autista
 
Projeto 7 de setembro independência e arte
Projeto 7 de setembro   independência e arteProjeto 7 de setembro   independência e arte
Projeto 7 de setembro independência e arte
 
Modelo do plano de aula AEE TEA
Modelo do plano de aula AEE TEAModelo do plano de aula AEE TEA
Modelo do plano de aula AEE TEA
 
Fichas de Avaliação Ed. Infantil
Fichas de Avaliação  Ed. InfantilFichas de Avaliação  Ed. Infantil
Fichas de Avaliação Ed. Infantil
 
23416525 arte-planos-de-aula
23416525 arte-planos-de-aula23416525 arte-planos-de-aula
23416525 arte-planos-de-aula
 
Ficha avaliação educação infantil
Ficha avaliação educação infantilFicha avaliação educação infantil
Ficha avaliação educação infantil
 
Slides htpc-poesia na escola-25-26-06-13
Slides htpc-poesia na escola-25-26-06-13Slides htpc-poesia na escola-25-26-06-13
Slides htpc-poesia na escola-25-26-06-13
 
Projeto "Folclore"
Projeto "Folclore"Projeto "Folclore"
Projeto "Folclore"
 
Projeto identidade 2
Projeto identidade  2Projeto identidade  2
Projeto identidade 2
 
Planejamento bandeira do brasil 19 de novembro
Planejamento bandeira do brasil 19 de novembroPlanejamento bandeira do brasil 19 de novembro
Planejamento bandeira do brasil 19 de novembro
 
Projeto semana da pátria
Projeto semana da pátriaProjeto semana da pátria
Projeto semana da pátria
 
Plano de aula 1: Pinturas que Contam Histórias I: Arte Rupestre, Arte Egípcia...
Plano de aula 1: Pinturas que Contam Histórias I: Arte Rupestre, Arte Egípcia...Plano de aula 1: Pinturas que Contam Histórias I: Arte Rupestre, Arte Egípcia...
Plano de aula 1: Pinturas que Contam Histórias I: Arte Rupestre, Arte Egípcia...
 
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educação
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educaçãoSugestões para trabalhar a cultura africana na educação
Sugestões para trabalhar a cultura africana na educação
 
23416525 arte-planos-de-aula-120831073551-phpapp02
23416525 arte-planos-de-aula-120831073551-phpapp0223416525 arte-planos-de-aula-120831073551-phpapp02
23416525 arte-planos-de-aula-120831073551-phpapp02
 
Projeto é Tempo de Bola...É Tempo de Copa!
Projeto é Tempo de Bola...É Tempo de Copa!Projeto é Tempo de Bola...É Tempo de Copa!
Projeto é Tempo de Bola...É Tempo de Copa!
 
Projeto sobre cores
Projeto sobre coresProjeto sobre cores
Projeto sobre cores
 
Projeto passo a passo : movimento, matemática e letramento.
Projeto passo a passo : movimento, matemática e letramento. Projeto passo a passo : movimento, matemática e letramento.
Projeto passo a passo : movimento, matemática e letramento.
 

Semelhante a Projeto folclore

Projeto generos[1]carol e patric ia
Projeto generos[1]carol e patric iaProjeto generos[1]carol e patric ia
Projeto generos[1]carol e patric ia
Carol Costa
 
PNAIC - Ano 03 unidade 4
PNAIC - Ano 03   unidade 4PNAIC - Ano 03   unidade 4
PNAIC - Ano 03 unidade 4
ElieneDias
 
Caderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernos
Caderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernosCaderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernos
Caderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernos
valdirnicioli1
 
IV-Sem.-DUNAS EDUCAÇÃO FISICA PROJETOS SOCIAIS
IV-Sem.-DUNAS EDUCAÇÃO FISICA PROJETOS SOCIAISIV-Sem.-DUNAS EDUCAÇÃO FISICA PROJETOS SOCIAIS
IV-Sem.-DUNAS EDUCAÇÃO FISICA PROJETOS SOCIAIS
VanSilva24
 
Projeto Final do Curso Mediadores de Leitura
Projeto Final do Curso Mediadores de LeituraProjeto Final do Curso Mediadores de Leitura
Projeto Final do Curso Mediadores de Leitura
bboldrini
 
Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017
Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017
Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017
cefaprodematupa
 
Projeto cultural colegiobrasil 2006 completo
Projeto cultural colegiobrasil 2006 completoProjeto cultural colegiobrasil 2006 completo
Projeto cultural colegiobrasil 2006 completo
Susete Rodrigues Mendes
 

Semelhante a Projeto folclore (20)

TRABALHANDO O FOLCLORE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TRABALHANDO O  FOLCLORE NA EDUCAÇÃO INFANTILTRABALHANDO O  FOLCLORE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TRABALHANDO O FOLCLORE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
Projeto generos[1]carol e patric ia
Projeto generos[1]carol e patric iaProjeto generos[1]carol e patric ia
Projeto generos[1]carol e patric ia
 
PNAIC - Ano 03 unidade 4
PNAIC - Ano 03   unidade 4PNAIC - Ano 03   unidade 4
PNAIC - Ano 03 unidade 4
 
Caderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernos
Caderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernosCaderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernos
Caderno de apoio a pratica pedagogica contos classicos mitologicos e modernos
 
1ºano
1ºano1ºano
1ºano
 
Diversidade de cores, formas, sons, aromas e sabores! Maternal 4º bimestre 2016
Diversidade de cores, formas, sons, aromas e sabores! Maternal 4º bimestre 2016Diversidade de cores, formas, sons, aromas e sabores! Maternal 4º bimestre 2016
Diversidade de cores, formas, sons, aromas e sabores! Maternal 4º bimestre 2016
 
Projeto diversidade cultural na educação infantil
Projeto diversidade cultural na educação infantilProjeto diversidade cultural na educação infantil
Projeto diversidade cultural na educação infantil
 
IV-Sem.-DUNAS EDUCAÇÃO FISICA PROJETOS SOCIAIS
IV-Sem.-DUNAS EDUCAÇÃO FISICA PROJETOS SOCIAISIV-Sem.-DUNAS EDUCAÇÃO FISICA PROJETOS SOCIAIS
IV-Sem.-DUNAS EDUCAÇÃO FISICA PROJETOS SOCIAIS
 
Projeto Final do Curso Mediadores de Leitura
Projeto Final do Curso Mediadores de LeituraProjeto Final do Curso Mediadores de Leitura
Projeto Final do Curso Mediadores de Leitura
 
Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017
Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017
Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017
 
Projeto Contos Infantis- Ensino Fundamental
Projeto Contos Infantis- Ensino FundamentalProjeto Contos Infantis- Ensino Fundamental
Projeto Contos Infantis- Ensino Fundamental
 
2012 projeto
2012 projeto2012 projeto
2012 projeto
 
Projeto folclore
Projeto folcloreProjeto folclore
Projeto folclore
 
Projeto folclore
Projeto folcloreProjeto folclore
Projeto folclore
 
Projeto cultural colegiobrasil 2006 completo
Projeto cultural colegiobrasil 2006 completoProjeto cultural colegiobrasil 2006 completo
Projeto cultural colegiobrasil 2006 completo
 
Rita cristina professor inovador
Rita cristina  professor inovadorRita cristina  professor inovador
Rita cristina professor inovador
 
10 rita cristina professor inovador
10 rita cristina  professor inovador10 rita cristina  professor inovador
10 rita cristina professor inovador
 
Unidade 04 Ano 02 LARANJA rev. Silvane.ppt
Unidade 04 Ano 02 LARANJA rev. Silvane.pptUnidade 04 Ano 02 LARANJA rev. Silvane.ppt
Unidade 04 Ano 02 LARANJA rev. Silvane.ppt
 
Unidade 04 Ano 02 LARANJA rev. Silvane.ppt
Unidade 04 Ano 02 LARANJA rev. Silvane.pptUnidade 04 Ano 02 LARANJA rev. Silvane.ppt
Unidade 04 Ano 02 LARANJA rev. Silvane.ppt
 
Jogos lúdicos
Jogos lúdicosJogos lúdicos
Jogos lúdicos
 

Projeto folclore

  • 1. PROJETO: O FOLCLORE TEMA: RESGATANDO O FOLCLORE BRASILEIRO JUSTIFICATIVA: O folclore pode ser definido como a ciência que todas as manifestações do saber popular, considerando indispensável para o conhecimento social e psicológico de um povo. O Brasil apresenta grandes diversidade no campo cultural. Seu folclore riquíssimo. Oferecer oportunidades de conhecer e a cultura popular que diz respeito à nossa tradição através das diferentes formas de expressões e manifestações folclóricas, as festas populares, o artesanato e a medicina popular, danças e os “causos” contatos pelo Brasil afora, na literatura sob a forma de poema, lendas, fábulas, ditados populares, superstições. A realização desta atividades visa aproveitar as heranças culturais vivenciadas pela comunidade escolar, valorizando hábitos cotidianos que demonstram os conhecimentos passados de geração a geração. O resgate desses conhecimentos proporcionará ao aluno vivenciar brincadeiras, músicas, adivinhas, parlendas... a que já conhecem ou virão a conhecer. De acordo com as atividades interdisciplinares, a literatura pode contribui r efetivamente com a aprendizagem de conceitos da matemática, sem perder o encanto e a magia da história. No artigo 32 da Lei 9394/96 é proposto que é necessário garantir o desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo. Para tal domínio, diferentes conhecimentos e capacidades devem ser apropriado pelas crianças. Portanto, os conhecimentos não devem ser trabalhados na escola de forma fragmentada, mas sim envolvendo articulações entre as disciplinas ampliando e consolidando o ensino fundamental. Sendo assim, é direito da criança apreender números e operações em diferentes contextos e funções, considerando o indicador da
  • 2. quantidade de elementos de uma coleção discreta, medida de grandezas, indicadores de posições e códigos entre outros conhecimentos que o ensino da matemática pode proporcionar juntamente com as outras disciplinas. OBJETIVOS GERAIS:  Conhecer e valorizar a própria cultura;  Estabelecer relação entre o falado e o escrito;  Situar-se no tempo passado e presente através das atividades realizadas;  Compreender a importância de adquirir conhecimentos vivenciados pelos antepassados;  Experimentar a convivência a participação como fator relevante a socialização; OBJETIVOS ESPECÍFICOS:  Resgata, vivenciar valorizar manifestações da cultura popular brasileira;  Resgata conhecimentos e brincadeiras esquecidas com o tempo;  Discutir a importância de brincar juntos, estimulando desafios envolvendo o raciocínio lógico;  Valorizar conhecimentos prévios do aluno e estimular a pesquisa em suas residências de cantigas e brincadeiras;  Envolver as famílias nas atividades desenvolvidas na unidade escolar;  Trabalhar os conhecimentos do nosso folclore de acordo com seus interesses respeitando a diversidade cultural;  Usar a língua própria da matemática;  Aplicar conceitos por meio de experiências matemáticas;  Desenvolver o cálculo, incorporando experiências relacionando quantidade;  Explorar o eixo da oralidade, leitura, produção escrita, compreensão e valorização da cultura escrita;
  • 3. DURAÇÃO: Mês de agosto O trabalho permitirá integra as disciplinas visando novos conhecimentos de maneira prazerosa. De acordo com a proposta surgirão atividades como:  Jogos e brincadeiras,  Expressões artísticas (Música, pinturas, recortes-colagens e desenhos);  Construções de cartazes e murais de trabalhos individuais produzidos pelos alunos;  Realização de receitas com os alunos; De acordo com as atividades interdisciplinares, a literatura pode contribui r efetivamente com a aprendizagem de conceitos da matemática, sem perder o encanto e a magia da história. No artigo 32 da Lei 9394/96 é proposto que é necessário garantir o desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo. Para tal domínio, diferentes conhecimentos e capacidades devem ser apropriado pelas crianças. Portanto os conhecimentos não devem ser trabalhados na escola de forma fragmentada, mas sim envolvendo articulações entre as disciplinas ampliando e consolidando o ensino fundamental. Sendo assim, é direito da criança apreender números e operações em diferentes contextos, Algumas trovas folclóricas mostram noções matemáticas como números ímpares, números de dias da semana e noções de matemáticas, sequência de números simples até três, em ordem crescente. Exemplos Trovas “Fui pedir a São Gonçalo “ No tempo em que te amei
  • 4. Que me fizesse casar Não amei a mais ninguém 10 noivos apareceram Amei 7 e a 8 9 deles fiz voltar “ 9 contigo, meu bem!” Enigmas com noções matemáticas Que é, que é? 100 meninas num castelo Todas elas vestidinhas de amarelo...... (Um cacho de banana) Trilha do folclore envolvendo matemática Atividades utilizando o calendário do mês de agosto, parlendas e rimas para trabalhar a oralidade, compreensão textual e linguagem matemática. Exemplo: Serra madeira Um, dois - feijão com arroz Senhor carpinteiro Três, quatro - feijão no prato Serra direito Cinco, seis – feijão pra nós três Pra ganhar dinheiro Sete, oito – feijão com biscoito Nove, dez – feijão com pastéis
  • 5. AVALIAÇÃO: A avaliação se dará como processo contínuo observando o desempenho do aluno desenvolvimento das atividades propostas visando o sucesso da aprendizagem. CULMINÂNCIA: Ao final do projeto serão exposto os trabalhos realizados e a socialização das atividades e das pesquisas realizadas.