ETHOSColégio MétodoProfessora: Cristhéfany BuoziDisciplina:LiteraturaÁureaAna PaulaDalilaJuliaMarcus HenriqueVictor Hugo
INTRODUÇÃO BÁSICA Ethos é uma reflexão modificadora sobre a moral.Tem como base regras implícitas e importantes quesão e...
MORAL É o conjunto de regras aplicadas no cotidiano eusadas continuamente por cada cidadão. Essas regras orientam cada i...
ÉTICA É um conjunto deconhecimentosextraídos dainvestigação docomportamentohumano. É uma reflexão sobre amoral. Geralme...
ETHOS SEGUNDO ARISTÓTELESAristóteles em sua tese prioriza a importância da figurae do modo de dizer do orador pois é muito...
VISUALIZAÇÃO DAS PESSOAS POR OUTRASNa maioria dasvezes tem relaçãomuito forte com oSENSO COMUM.
APARÊNCIA FÍSICA A sociedade prioriza o exterior em detrimento dointerior. Valemos mais pela imagem que passamos, do que...
COMPORTAMENTO HUMANO NO DIA-A-DIA Comportamento humano é a expressão da açãomanifestada pelo resultado da interação dediv...
COMPORTAMENTO ASSERTIVO O comportamento assertivo é geralmente, maisreforçador que os outros estilos. Auxilia o individu...
COMPORTAMENTO PASSIVO É quando a pessoa fica ansiosa por evitar oconfronto, mesmo às custas de si própria. Costuma ficar...
COMPORTAMENTO AGRESSIVO-PASSIVO Apresenta comportamento misto. ( Agressividade e Passividade). Comportamento encontrado...
COMPORTAMENTO AGRESSIVO Refere-se a toda e qualquer ação que tenha porobjetivo ferir o outro física ou verbalmente. Bull...
INTERFERÊNCIA DO MEIO SOCIAL NOSCOMPORTAMENTOS Os comportamentos, sejam eles agressivos ounão, são aprendidos de acordo c...
INTERFERÊNCIA DO MEIO SOCIAL NOSCOMPORTAMENTOS Desde que nascemos inicia-se o processo deaprendizagem. Pessoas significa...
INTERFERÊNCIA DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO NOCOMPORTAMENTO AGRESSIVO Por meio dos programas de TV, a criança vê, em muitassit...
CRÍTICAS AO SENSO COMUM
ETHOS GUERREIRO Conceito acerca dos contos do autor brasileiroRubens Fonseca. Sendo dono de um estilo peculiar de escrit...
ETHOS GUERREIRO Analisamos a violência trabalhada em seus contoscomo uma representação do “ethos guerreiro”, que éum estu...
CRÍTICAS AO SENSO COMUM
CRÍTICA AO FUNK TENDO COMO BASE O SENSO COMUM
PESSOAS DE CLASSE ALTA TENDEM ACOMPORTAMENTOS MENOS ÉTICOS, INDICAPESQUISA As pessoas de classe social alta, com mais rec...
COMPORTAMENTO DOS JOVENS A Adolescência é um período de intensasatividades e transformações na vida mental doindivíduo l...
COMPORTAMENTO DOS JOVENS A adolescência é a fase da vida em que a pessoase descobre como indivíduo separado dos pais.Tamb...
NELSON RODRIGUES Para sintetizar o conceito de quem teria sidoNelson Rodrigues bastaria dizer que foi um homemque quis de...
NELSON RODRIGUES Fez a reconstituição dos crimes cotidianos dopensamento. Como uma psicoterapeuta às avessas, criou ostr...
AGRADECIMENTOSJouber SilvestreWanessa
Ethos (2)
Ethos (2)
Ethos (2)
Ethos (2)
Ethos (2)
Ethos (2)
Ethos (2)
Ethos (2)
Ethos (2)
Ethos (2)
Ethos (2)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ethos (2)

445 visualizações

Publicada em

Literatura: Ethos
Visualização das Pessoas a partir de outras
Senso Comum

Relação Ethos e Literatura
Principais Autores e respectivas obras

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
445
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ethos (2)

  1. 1. ETHOSColégio MétodoProfessora: Cristhéfany BuoziDisciplina:LiteraturaÁureaAna PaulaDalilaJuliaMarcus HenriqueVictor Hugo
  2. 2. INTRODUÇÃO BÁSICA Ethos é uma reflexão modificadora sobre a moral.Tem como base regras implícitas e importantes quesão entendidas como uma boa conduta.Julga as relações humanas, conforme seu contextohistórico.O objetivo está fortemente ligado com a ação, poisguia as ações bem como as julga.
  3. 3. MORAL É o conjunto de regras aplicadas no cotidiano eusadas continuamente por cada cidadão. Essas regras orientam cada indivíduo, norteandoas suas ações e os seus julgamentos sobre o queé moral ou imoral, certo ou errado, bom ou mau.
  4. 4. ÉTICA É um conjunto deconhecimentosextraídos dainvestigação docomportamentohumano. É uma reflexão sobre amoral. Geralmente éentendida comocostume ou hábito.
  5. 5. ETHOS SEGUNDO ARISTÓTELESAristóteles em sua tese prioriza a importância da figurae do modo de dizer do orador pois é muito influenciadorna persuasão do público receptor.
  6. 6. VISUALIZAÇÃO DAS PESSOAS POR OUTRASNa maioria dasvezes tem relaçãomuito forte com oSENSO COMUM.
  7. 7. APARÊNCIA FÍSICA A sociedade prioriza o exterior em detrimento dointerior. Valemos mais pela imagem que passamos, do quepelo que somos na nossa essência. A imagem das pessoas esta sendo explorada emtodos os níveis da sociedade. A mídia reforça alguns problemas sociais, inclusiveentre adolescentes, fortalecendo umapadronização de beleza e isso pode acabardesencadeando depressão, a indução de anorexiae outras doenças afim de chegar ao mais próximodo que se entende por padrão de beleza.
  8. 8. COMPORTAMENTO HUMANO NO DIA-A-DIA Comportamento humano é a expressão da açãomanifestada pelo resultado da interação dediversos fatores internos e externos que vivemos,tais como: personalidade, cultura, expectativas,papéis sociais e experiências.
  9. 9. COMPORTAMENTO ASSERTIVO O comportamento assertivo é geralmente, maisreforçador que os outros estilos. Auxilia o individuo na liberdade de expressão. Atinge o objetivo com mais facilidade. Do mesmo modo, cada pessoa tem o direito deexpressar opiniões. Implica a expressão direta dos própriossentimentos. O comportamento não-verbal é também muitoimportante e pode acrescentar ou tirar valor docomportamento verbal. O objetivo da asserção é a comunicação e ter econseguir respeito.
  10. 10. COMPORTAMENTO PASSIVO É quando a pessoa fica ansiosa por evitar oconfronto, mesmo às custas de si própria. Costuma ficar muito preocupada com a opinião dosoutros a seu respeito. Espera que as pessoas compreendam o que eladeseja. Evita o contato visual e a abordagem direta. Justifica-se excessivamente. Cede facilmente.
  11. 11. COMPORTAMENTO AGRESSIVO-PASSIVO Apresenta comportamento misto. ( Agressividade e Passividade). Comportamento encontrado em pessoas quequerem se afirmar sem terem poder para tanto. Suspira de impaciência. Exasperado, usa expressões como “não possoacreditar no que estou ouvindo”. Postura fechada.
  12. 12. COMPORTAMENTO AGRESSIVO Refere-se a toda e qualquer ação que tenha porobjetivo ferir o outro física ou verbalmente. Bullying. Uma agressão, constantemente é o resultado desentimentos de desprazer e frustrações. quando o indivíduo não consegue lidar de formaassertiva com tal condição.
  13. 13. INTERFERÊNCIA DO MEIO SOCIAL NOSCOMPORTAMENTOS Os comportamentos, sejam eles agressivos ounão, são aprendidos de acordo com: Cultura Meio Social Meio Familiar Todos os lugares que o individuo está inserido. Desta forma, em alguns locais um comportamentoé aceitável e em outros o mesmo, não é.
  14. 14. INTERFERÊNCIA DO MEIO SOCIAL NOSCOMPORTAMENTOS Desde que nascemos inicia-se o processo deaprendizagem. Pessoas significativamente importantes em nossasvidas nos educam e nos ensinam o que devemosou não fazer, assim como contribuem para queconsigamos ou não lidar com diversassituações.
  15. 15. INTERFERÊNCIA DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO NOCOMPORTAMENTO AGRESSIVO Por meio dos programas de TV, a criança vê, em muitassituações, a agressão tendo sucesso e trazendosatisfação ao agressor. Os desenhos animados, em sua maioria, mostramarmas de fogo, espadas e objetos que tem porfinalidade "machucar". Luta, morte e violência são componentes de muitosprogramas infantis, o que aumenta a influência domodelo. Os adultos também são influenciados pela mídia, pelosfilmes de guerra, etc devido às sobrecargas sensoriais ecognitivas advindas dos estímulos que afetam o sistemanervoso central.
  16. 16. CRÍTICAS AO SENSO COMUM
  17. 17. ETHOS GUERREIRO Conceito acerca dos contos do autor brasileiroRubens Fonseca. Sendo dono de um estilo peculiar de escrita,bastante polêmico, possui uma obra muito grandee muito premiada. Como homem que compreende sua época, nãodeixa escapar as particularidades da sociedade naqual está inserido.
  18. 18. ETHOS GUERREIRO Analisamos a violência trabalhada em seus contoscomo uma representação do “ethos guerreiro”, que éum estudo feito por alguns autores acerca da violênciano Brasil. Verifica-se que os contos e romances do autor, exploraa crueldade e a luxúria, que o ser humano podeexprimir . Comportamento Humano:-Entendemos o conceito analisado como o hábito quedesencadeia um comportamento competitivo entre osindivíduos que estimula a necessidade de vencer einfligir dor física para que não só se vença o adversário,mas também o destrua física ou moralmente.
  19. 19. CRÍTICAS AO SENSO COMUM
  20. 20. CRÍTICA AO FUNK TENDO COMO BASE O SENSO COMUM
  21. 21. PESSOAS DE CLASSE ALTA TENDEM ACOMPORTAMENTOS MENOS ÉTICOS, INDICAPESQUISA As pessoas de classe social alta, com mais recursoseconômicos e educação, tendem a comportamentosmenos éticos do que as com menos recursos. Foram feitos testes na situação de: “ uma fechada notransito” reações foram observadas. Fator referência: Marca do Veículo Idade Aparência do Motorista para apontar sua classe social.
  22. 22. COMPORTAMENTO DOS JOVENS A Adolescência é um período de intensasatividades e transformações na vida mental doindivíduo leva a diversas manifestações de comportamentoque podem ser interpretadas por leigos comosendo doença. muitas das manifestações ditas normais daadolescência podem se confundir com doençasmentais ou comportamentos inadequados.
  23. 23. COMPORTAMENTO DOS JOVENS A adolescência é a fase da vida em que a pessoase descobre como indivíduo separado dos pais.Também é visível a necessidade do adolescente decontrariar a vontade ou as ideias dos pais. Embora haja grande quantidade de conhecimentoexistente hoje sobre esse assunto, é necessárioalertar que muitos dos comportamentos atípicosmanifestados pelos adolescentes podem apenasser uma busca por sua identidade, e não umadoença mental específica.
  24. 24. NELSON RODRIGUES Para sintetizar o conceito de quem teria sidoNelson Rodrigues bastaria dizer que foi um homemque quis desvendar (e alterar) o comportamentohumano. Toda a sua obra é baseada na tentativa de decifrarsegredos inconfessáveis de homens e mulheres. Como um psicanalista que analisa distúrbiospsíquicos, emocionais, montou o quebra-cabeça deemoções e situações.
  25. 25. NELSON RODRIGUES Fez a reconstituição dos crimes cotidianos dopensamento. Como uma psicoterapeuta às avessas, criou ostraumas dos seus personagens.
  26. 26. AGRADECIMENTOSJouber SilvestreWanessa

×