SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
E
TO
N S
E IA
IM DE
LV E I
O D
V
N O
SE ÇÃ
E E
D L
E
S
Luiz Antonio Mesquita
Regiane Golla Miyake
Rodrigo Lorenzon
AS
D

IA
ÉD S
AG DA
TR DI
A R
PE

ID

S
IA
É
A TRAGÉDIA DAS IDÉIAS
PERDIDAS

NÃO

Por que não?
A TRAGÉDIA DAS IDÉIAS
PERDIDAS

Uma boa ideia pode ser liquidada antes
mesmo de:
•Trabalhar seus aspectos positivos;
•Neutralizar ou eliminar os negativos;
•Ideia descartada só por causa de um aspecto
difícil;
•Nenhuma tentativa de trabalhar a ideia;
•Explorar pontos positivos;
•Neutralizar os pontos negativos
COVEIRO OU JARDINEIRO
DE IDEIAS?
COVEIRO DE IDEIAS
Enterra a ideia antes
mesmo de analisar
mais a fundo;

Não,
Não,
Não,
Não,
Não...

Sem consideração
das suas
possibilidades;
Esta atitude inibe as
cabeças pensantes
na empresa;

Minha idéia
é a
seguinte ...
(ideia inacabada)

Tive uma
ideia, mas
nem vou
falar
mais
nada ...
JARDINEIRO DE IDEIAS

Toda inovação é uma ideia altamente especulativa e inacabada,
que precisa ser trabalhada para se tornar viável e prática.
AVALIAÇÃO E
DESENVOLVIMENTO
DE IDEIAS
COM MENTE
ABERTA
AVALIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE IDEIAS
COM MENTE ABERTA
1 – Diga simplesmente talvez;

SIM

TALVEZ
NÃO

A negativa corta todo um mundo de possibilidades...
AVALIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE IDEIAS
COM MENTE ABERTA
2 – Encontre os aspectos positivos;

Atitude construtiva cria uma chance da nova ideia viver um pouco
mais e revelar um surpreendente número de características
positivas, que não poderiam ser percebidos de outra forma.
AVALIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE IDEIAS
COM MENTE ABERTA

3 – Identifique os problemas a solucionar;
Aspectos negativos são obstáculos a serem superados;
Não motivo para descartar a idéia;
AVALIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE IDEIAS
COM MENTE ABERTA

4 – Gere ideias para remover obstáculos
Concentre-se no problema mais difícil primeiro;
Os demais geralmente são derivados dele;
AVALIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE IDEIAS
COM MENTE ABERTA

5 – Crie um plano de ação
Articule o novo conceito que você desenvolveu;
Inclua todos os elementos para tornar viável;
Liste medidas necessárias para implementar;
AS
D

ÃO
AÇ AS
LI IV
VA IAT
A
CR

LU
SO

ES
ÇÕ
CRITÉRIOS MAIS FREQUENTES

EFICÁCIA
Efetiva: resolve o problema de vez.
Atendimento às restrições: a solução funciona dentro das
restrições, contorna ou supera? Prazo, orçamento, etc.
Aceitação: agrada à todos, não é brilhante mas não é
socialmente estúpida.
CRITÉRIOS MAIS FREQUENTES
EFICIÊNCIA
Relação custo benefício ; é economica? Alta relação
preço/desemp.? Vale o esforço e recursos aplicados;
Praticidade: solução lógica, prática e fácil;
Confiabilidade; continuará funcionando com
consistência e eficácia;
CRITÉRIOS MAIS FREQUENTES
NOVIDADE
Originalidade: solução é inovadora?
Estética; solução é refinada, atrativa, elegante?
Seminal; cria base para novas soluções criativas; Início de
novos questionamentos?
DE

C

FI
SI
AS
L

IZ
TR
DO
A
M I ISE
PN ÁL
AN

ÃO
AÇ
C

AM
C

PO

DE

AS
RÇ
FO
MATRIZ DE CLASSIFICAÇÃO DE IDEIAS
Prontas para usar: Necessitam somente de
pequenos ajustes.
Inovações: Uma ruptura na maneira de fazer
as coisas, saindo da zona de conforto.
Conceitos interessantes e promissores:
Conceitos são ideias genéricas promissoras.
Muito Arrojadas: Ideias sem condições de
serem usadas no momento, talvez algum dia,
mas não tão cedo.
PNI – POSITIVO, NEGATIVO, INTERESSANTE

Propósito: Ver dois lados de um argumento; Ampliar visão sobre um assunto;
Explorar ideias antes de julgar; Fundamentar decisões;
PNI – POSITIVO, NEGATIVO, INTERESSANTE
Com o PNI, você faz uma lista a respeito dos três pontos, e
te ajuda a:
Ver os dois lados de um argumento.
Ver as coisas sob diferentes perspectivas.
Ampliar sua visão sobre um assunto.
Explorar ideias antes de fazer o julgamento
Fundamentar melhor as decisões.

Podem ser utilizados, critérios como: Utilidade, aceitabilidade, sustentabilidade,
etc
DINÂMICA – VAMOS ELABORAR O PNI
POSITIVO

NEGATIVO

INTERESSANTE

Pense na idéia do bracelete
Dê uma sugestão conforme cada um dos aspectos acima.

No futuro, todos usarão um bracelete que, além de
celular, terá dados de identificação, GPS em tempo real,
histórico de saúde, etc.
ANÁLISE DO CAMPO DE FORÇAS
Projeto: TCC – Trabalho de conclusão de curso
+5

+4

+3

+2

+1

-1

-2

-3

-4

-5

Aproveitar cada minuto para leitura Balada sexta à noite + Sáb + Dom.
Focar 100% na leitura Olhar o Facebook toda hora
Tirar dúvidas com o orientador Não procurar o orientador

Analisa as forças favoráveis e contrárias de uma decisão;
Comparando prós e contras, fazemos a melhor estratégia;
Compensa-se as forças contrárias, fortalece as favoráveis.
ES
AD
ID
IN
AF IA
E R
D Ó
A IS
AM DEC
R
AG RIZ
DI AT
M
DIAGRAMA DE AFINIDADES
QUANDO USAR?

Organiza
ideias similares
em grupos;

Quando tem grande número de informações
E fica difícil tomar a decisão

COMO USAR?
Use uma ferramenta de criatividade para gerar
ideias;
Escreva as ideias em um post it
Agrupe por similaridade
Elimine as ideias duplas
EXEMPLO: DIAGRAMA DE AFINIDADES
MATRIZ DECISÓRIA
Comparação e priorização de soluções para o
problema;
Escolha da melhor opção, mediante:
• Especificação e graduação de critérios de
avaliação
• Avaliação, classificação e comparação de
diferentes soluções;
MATRIZ DECISÓRIA
VIDEO

UTILIZAÇÃO DA MATRIZ DECISÓRIA
Caso não seja possível passar, está no grupo.
Dúvidas?
Fonte: apostila fornecida pelo prof. Márcio M. Fontoura

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O cérebro e a criatividade
O cérebro e a criatividadeO cérebro e a criatividade
O cérebro e a criatividadeAline Corso
 
Zimya | Design Thinking 2ª Edição | aula 1
Zimya | Design Thinking 2ª Edição | aula 1Zimya | Design Thinking 2ª Edição | aula 1
Zimya | Design Thinking 2ª Edição | aula 1Carolina Poll
 
Design Thinking - Uma proposta para inovar em RH
Design Thinking - Uma proposta para inovar em RHDesign Thinking - Uma proposta para inovar em RH
Design Thinking - Uma proposta para inovar em RHJuliana Feitosa Andrade
 
Workshop Criatividade e geração de ideias de negócio sustentáveis
Workshop Criatividade e geração de ideias de negócio sustentáveisWorkshop Criatividade e geração de ideias de negócio sustentáveis
Workshop Criatividade e geração de ideias de negócio sustentáveisVitor Gonçalves
 
Design Thinking
Design ThinkingDesign Thinking
Design Thinkingtalkitbr
 
Oficina design thinking
Oficina design thinkingOficina design thinking
Oficina design thinkingAcessaSP
 
BRAINSTORMSHOP / MiamiAdSchool - Dia 3
BRAINSTORMSHOP / MiamiAdSchool - Dia 3BRAINSTORMSHOP / MiamiAdSchool - Dia 3
BRAINSTORMSHOP / MiamiAdSchool - Dia 3Marcelo Costa
 
Design thinking - Ferramenta para Inovação
Design thinking - Ferramenta para InovaçãoDesign thinking - Ferramenta para Inovação
Design thinking - Ferramenta para InovaçãoInstitutoContinuum
 
Design Thinking por Tatiana Zacheo
Design Thinking  por Tatiana ZacheoDesign Thinking  por Tatiana Zacheo
Design Thinking por Tatiana ZacheoTatiana Rodrigues
 
Criatividade Walt Disney - Processo Criativo
Criatividade Walt Disney - Processo CriativoCriatividade Walt Disney - Processo Criativo
Criatividade Walt Disney - Processo CriativoThiago Montanari
 
[Grocery&Drinks] O papel da indústria como transformadora da cadeia
[Grocery&Drinks] O papel da indústria como transformadora da cadeia[Grocery&Drinks] O papel da indústria como transformadora da cadeia
[Grocery&Drinks] O papel da indústria como transformadora da cadeiaE-Commerce Brasil
 
Design thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
Design thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - BizzieDesign thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
Design thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - BizzieRafaella Cavalca
 

Mais procurados (20)

Desing thinking Approach
Desing thinking ApproachDesing thinking Approach
Desing thinking Approach
 
O cérebro e a criatividade
O cérebro e a criatividadeO cérebro e a criatividade
O cérebro e a criatividade
 
Criatividade
CriatividadeCriatividade
Criatividade
 
Zimya | Design Thinking 2ª Edição | aula 1
Zimya | Design Thinking 2ª Edição | aula 1Zimya | Design Thinking 2ª Edição | aula 1
Zimya | Design Thinking 2ª Edição | aula 1
 
O RH como motor da Inovação
O RH como motor da InovaçãoO RH como motor da Inovação
O RH como motor da Inovação
 
Desing thinking
Desing thinkingDesing thinking
Desing thinking
 
Design Thinking - Uma proposta para inovar em RH
Design Thinking - Uma proposta para inovar em RHDesign Thinking - Uma proposta para inovar em RH
Design Thinking - Uma proposta para inovar em RH
 
Workshop Criatividade e geração de ideias de negócio sustentáveis
Workshop Criatividade e geração de ideias de negócio sustentáveisWorkshop Criatividade e geração de ideias de negócio sustentáveis
Workshop Criatividade e geração de ideias de negócio sustentáveis
 
Design Thinking
Design ThinkingDesign Thinking
Design Thinking
 
Técnicas e ferramentas criatividade[1]
Técnicas e ferramentas criatividade[1]Técnicas e ferramentas criatividade[1]
Técnicas e ferramentas criatividade[1]
 
Oficina design thinking
Oficina design thinkingOficina design thinking
Oficina design thinking
 
BRAINSTORMSHOP / MiamiAdSchool - Dia 3
BRAINSTORMSHOP / MiamiAdSchool - Dia 3BRAINSTORMSHOP / MiamiAdSchool - Dia 3
BRAINSTORMSHOP / MiamiAdSchool - Dia 3
 
Design thinking - Ferramenta para Inovação
Design thinking - Ferramenta para InovaçãoDesign thinking - Ferramenta para Inovação
Design thinking - Ferramenta para Inovação
 
Design Thinking por Tatiana Zacheo
Design Thinking  por Tatiana ZacheoDesign Thinking  por Tatiana Zacheo
Design Thinking por Tatiana Zacheo
 
Criatividade Walt Disney - Processo Criativo
Criatividade Walt Disney - Processo CriativoCriatividade Walt Disney - Processo Criativo
Criatividade Walt Disney - Processo Criativo
 
Workshop Design Thinking
Workshop Design ThinkingWorkshop Design Thinking
Workshop Design Thinking
 
Design thinking
Design thinkingDesign thinking
Design thinking
 
[Grocery&Drinks] O papel da indústria como transformadora da cadeia
[Grocery&Drinks] O papel da indústria como transformadora da cadeia[Grocery&Drinks] O papel da indústria como transformadora da cadeia
[Grocery&Drinks] O papel da indústria como transformadora da cadeia
 
Design thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
Design thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - BizzieDesign thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
Design thinking - Aula 1 MFN 2014 UFRJ/FIRJAN - Bizzie
 
Design Thinking
Design ThinkingDesign Thinking
Design Thinking
 

Semelhante a Criatividade

desenvolvimentoeseleodeidias-131027182405-phpapp02.pdf
desenvolvimentoeseleodeidias-131027182405-phpapp02.pdfdesenvolvimentoeseleodeidias-131027182405-phpapp02.pdf
desenvolvimentoeseleodeidias-131027182405-phpapp02.pdfEliasSouza93
 
Desenvolvimento e seleção de idéias
Desenvolvimento e seleção de idéiasDesenvolvimento e seleção de idéias
Desenvolvimento e seleção de idéiasRegiane Golla
 
10 atitudes das pessoas muito criativas
10 atitudes das pessoas muito criativas10 atitudes das pessoas muito criativas
10 atitudes das pessoas muito criativasR Gómez
 
3 caminhos para alavancar resultados em seu negócio aplicando behavioral scie...
3 caminhos para alavancar resultados em seu negócio aplicando behavioral scie...3 caminhos para alavancar resultados em seu negócio aplicando behavioral scie...
3 caminhos para alavancar resultados em seu negócio aplicando behavioral scie...PM3
 
Como o Design Thinking acelera o desenvolvimento das Startups
Como o Design Thinking acelera o desenvolvimento das StartupsComo o Design Thinking acelera o desenvolvimento das Startups
Como o Design Thinking acelera o desenvolvimento das StartupsEscola Design de Negócios
 
LC 02 Métodos Criativos
LC 02 Métodos CriativosLC 02 Métodos Criativos
LC 02 Métodos CriativosOdair Tuono
 
Palestra sobre Design Thinking e desafios em projetos sociais
Palestra sobre Design Thinking e desafios em projetos sociaisPalestra sobre Design Thinking e desafios em projetos sociais
Palestra sobre Design Thinking e desafios em projetos sociaisGrand Designs Inovação
 
Guia mentalidade-inovadora-v0 compressed
Guia mentalidade-inovadora-v0 compressedGuia mentalidade-inovadora-v0 compressed
Guia mentalidade-inovadora-v0 compressedAntonio Costa
 
Havan lucas e leonardo - tomada de decisão e determinação - 27-06-13
Havan   lucas e leonardo - tomada de decisão e determinação - 27-06-13Havan   lucas e leonardo - tomada de decisão e determinação - 27-06-13
Havan lucas e leonardo - tomada de decisão e determinação - 27-06-13Evelise Cuesta
 
Empreender. Inovar. Vender sua ideia
Empreender. Inovar. Vender sua ideiaEmpreender. Inovar. Vender sua ideia
Empreender. Inovar. Vender sua ideiaLeo Gmeiner
 
habilitando o pensamento sistemico.pdf
habilitando o pensamento sistemico.pdfhabilitando o pensamento sistemico.pdf
habilitando o pensamento sistemico.pdfAri Amaral
 
Administração aulas 1 e 2 de processos decisorios
Administração aulas 1 e 2 de processos decisoriosAdministração aulas 1 e 2 de processos decisorios
Administração aulas 1 e 2 de processos decisoriosRosival Fagundes
 
Apresentação Ideation - Sua Ideia Na Prática Fortaleza - Etapa 2
Apresentação Ideation - Sua Ideia Na Prática Fortaleza - Etapa 2Apresentação Ideation - Sua Ideia Na Prática Fortaleza - Etapa 2
Apresentação Ideation - Sua Ideia Na Prática Fortaleza - Etapa 2fbideias
 
4º BrainstormShop - Dia 2
4º BrainstormShop - Dia 24º BrainstormShop - Dia 2
4º BrainstormShop - Dia 2Marcelo Costa
 
Oficina de Validação de Negócios FAAP
Oficina de Validação de Negócios FAAPOficina de Validação de Negócios FAAP
Oficina de Validação de Negócios FAAPPaulo Floriano
 
Winning Coach Rankia Funds Experience 2017
Winning Coach Rankia Funds Experience 2017Winning Coach Rankia Funds Experience 2017
Winning Coach Rankia Funds Experience 2017Rankia
 
Criatividade -atividade_supervisionada_-_av2
Criatividade  -atividade_supervisionada_-_av2Criatividade  -atividade_supervisionada_-_av2
Criatividade -atividade_supervisionada_-_av2Complexo_Regulador
 
Usar Walt Disney para ser empreendedor (Dia Aberto IPB 2017)
Usar Walt Disney para ser empreendedor (Dia Aberto IPB 2017)Usar Walt Disney para ser empreendedor (Dia Aberto IPB 2017)
Usar Walt Disney para ser empreendedor (Dia Aberto IPB 2017)Vitor Gonçalves
 
Solucoes essenciais-desafios-gerenciais
Solucoes essenciais-desafios-gerenciaisSolucoes essenciais-desafios-gerenciais
Solucoes essenciais-desafios-gerenciaisNazareno P. Silva
 
Experimentos Lean para Tração e Crescimento
Experimentos Lean para Tração e CrescimentoExperimentos Lean para Tração e Crescimento
Experimentos Lean para Tração e CrescimentoLuis Novo
 

Semelhante a Criatividade (20)

desenvolvimentoeseleodeidias-131027182405-phpapp02.pdf
desenvolvimentoeseleodeidias-131027182405-phpapp02.pdfdesenvolvimentoeseleodeidias-131027182405-phpapp02.pdf
desenvolvimentoeseleodeidias-131027182405-phpapp02.pdf
 
Desenvolvimento e seleção de idéias
Desenvolvimento e seleção de idéiasDesenvolvimento e seleção de idéias
Desenvolvimento e seleção de idéias
 
10 atitudes das pessoas muito criativas
10 atitudes das pessoas muito criativas10 atitudes das pessoas muito criativas
10 atitudes das pessoas muito criativas
 
3 caminhos para alavancar resultados em seu negócio aplicando behavioral scie...
3 caminhos para alavancar resultados em seu negócio aplicando behavioral scie...3 caminhos para alavancar resultados em seu negócio aplicando behavioral scie...
3 caminhos para alavancar resultados em seu negócio aplicando behavioral scie...
 
Como o Design Thinking acelera o desenvolvimento das Startups
Como o Design Thinking acelera o desenvolvimento das StartupsComo o Design Thinking acelera o desenvolvimento das Startups
Como o Design Thinking acelera o desenvolvimento das Startups
 
LC 02 Métodos Criativos
LC 02 Métodos CriativosLC 02 Métodos Criativos
LC 02 Métodos Criativos
 
Palestra sobre Design Thinking e desafios em projetos sociais
Palestra sobre Design Thinking e desafios em projetos sociaisPalestra sobre Design Thinking e desafios em projetos sociais
Palestra sobre Design Thinking e desafios em projetos sociais
 
Guia mentalidade-inovadora-v0 compressed
Guia mentalidade-inovadora-v0 compressedGuia mentalidade-inovadora-v0 compressed
Guia mentalidade-inovadora-v0 compressed
 
Havan lucas e leonardo - tomada de decisão e determinação - 27-06-13
Havan   lucas e leonardo - tomada de decisão e determinação - 27-06-13Havan   lucas e leonardo - tomada de decisão e determinação - 27-06-13
Havan lucas e leonardo - tomada de decisão e determinação - 27-06-13
 
Empreender. Inovar. Vender sua ideia
Empreender. Inovar. Vender sua ideiaEmpreender. Inovar. Vender sua ideia
Empreender. Inovar. Vender sua ideia
 
habilitando o pensamento sistemico.pdf
habilitando o pensamento sistemico.pdfhabilitando o pensamento sistemico.pdf
habilitando o pensamento sistemico.pdf
 
Administração aulas 1 e 2 de processos decisorios
Administração aulas 1 e 2 de processos decisoriosAdministração aulas 1 e 2 de processos decisorios
Administração aulas 1 e 2 de processos decisorios
 
Apresentação Ideation - Sua Ideia Na Prática Fortaleza - Etapa 2
Apresentação Ideation - Sua Ideia Na Prática Fortaleza - Etapa 2Apresentação Ideation - Sua Ideia Na Prática Fortaleza - Etapa 2
Apresentação Ideation - Sua Ideia Na Prática Fortaleza - Etapa 2
 
4º BrainstormShop - Dia 2
4º BrainstormShop - Dia 24º BrainstormShop - Dia 2
4º BrainstormShop - Dia 2
 
Oficina de Validação de Negócios FAAP
Oficina de Validação de Negócios FAAPOficina de Validação de Negócios FAAP
Oficina de Validação de Negócios FAAP
 
Winning Coach Rankia Funds Experience 2017
Winning Coach Rankia Funds Experience 2017Winning Coach Rankia Funds Experience 2017
Winning Coach Rankia Funds Experience 2017
 
Criatividade -atividade_supervisionada_-_av2
Criatividade  -atividade_supervisionada_-_av2Criatividade  -atividade_supervisionada_-_av2
Criatividade -atividade_supervisionada_-_av2
 
Usar Walt Disney para ser empreendedor (Dia Aberto IPB 2017)
Usar Walt Disney para ser empreendedor (Dia Aberto IPB 2017)Usar Walt Disney para ser empreendedor (Dia Aberto IPB 2017)
Usar Walt Disney para ser empreendedor (Dia Aberto IPB 2017)
 
Solucoes essenciais-desafios-gerenciais
Solucoes essenciais-desafios-gerenciaisSolucoes essenciais-desafios-gerenciais
Solucoes essenciais-desafios-gerenciais
 
Experimentos Lean para Tração e Crescimento
Experimentos Lean para Tração e CrescimentoExperimentos Lean para Tração e Crescimento
Experimentos Lean para Tração e Crescimento
 

Criatividade

  • 1. E TO N S E IA IM DE LV E I O D V N O SE ÇÃ E E D L E S Luiz Antonio Mesquita Regiane Golla Miyake Rodrigo Lorenzon
  • 2. AS D IA ÉD S AG DA TR DI A R PE ID S IA É
  • 3. A TRAGÉDIA DAS IDÉIAS PERDIDAS NÃO Por que não?
  • 4. A TRAGÉDIA DAS IDÉIAS PERDIDAS Uma boa ideia pode ser liquidada antes mesmo de: •Trabalhar seus aspectos positivos; •Neutralizar ou eliminar os negativos; •Ideia descartada só por causa de um aspecto difícil; •Nenhuma tentativa de trabalhar a ideia; •Explorar pontos positivos; •Neutralizar os pontos negativos
  • 6. COVEIRO DE IDEIAS Enterra a ideia antes mesmo de analisar mais a fundo; Não, Não, Não, Não, Não... Sem consideração das suas possibilidades; Esta atitude inibe as cabeças pensantes na empresa; Minha idéia é a seguinte ... (ideia inacabada) Tive uma ideia, mas nem vou falar mais nada ...
  • 7. JARDINEIRO DE IDEIAS Toda inovação é uma ideia altamente especulativa e inacabada, que precisa ser trabalhada para se tornar viável e prática.
  • 9. AVALIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE IDEIAS COM MENTE ABERTA 1 – Diga simplesmente talvez; SIM TALVEZ NÃO A negativa corta todo um mundo de possibilidades...
  • 10. AVALIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE IDEIAS COM MENTE ABERTA 2 – Encontre os aspectos positivos; Atitude construtiva cria uma chance da nova ideia viver um pouco mais e revelar um surpreendente número de características positivas, que não poderiam ser percebidos de outra forma.
  • 11. AVALIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE IDEIAS COM MENTE ABERTA 3 – Identifique os problemas a solucionar; Aspectos negativos são obstáculos a serem superados; Não motivo para descartar a idéia;
  • 12. AVALIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE IDEIAS COM MENTE ABERTA 4 – Gere ideias para remover obstáculos Concentre-se no problema mais difícil primeiro; Os demais geralmente são derivados dele;
  • 13. AVALIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE IDEIAS COM MENTE ABERTA 5 – Crie um plano de ação Articule o novo conceito que você desenvolveu; Inclua todos os elementos para tornar viável; Liste medidas necessárias para implementar;
  • 14. AS D ÃO AÇ AS LI IV VA IAT A CR LU SO ES ÇÕ
  • 15. CRITÉRIOS MAIS FREQUENTES EFICÁCIA Efetiva: resolve o problema de vez. Atendimento às restrições: a solução funciona dentro das restrições, contorna ou supera? Prazo, orçamento, etc. Aceitação: agrada à todos, não é brilhante mas não é socialmente estúpida.
  • 16. CRITÉRIOS MAIS FREQUENTES EFICIÊNCIA Relação custo benefício ; é economica? Alta relação preço/desemp.? Vale o esforço e recursos aplicados; Praticidade: solução lógica, prática e fácil; Confiabilidade; continuará funcionando com consistência e eficácia;
  • 17. CRITÉRIOS MAIS FREQUENTES NOVIDADE Originalidade: solução é inovadora? Estética; solução é refinada, atrativa, elegante? Seminal; cria base para novas soluções criativas; Início de novos questionamentos?
  • 18. DE C FI SI AS L IZ TR DO A M I ISE PN ÁL AN ÃO AÇ C AM C PO DE AS RÇ FO
  • 19. MATRIZ DE CLASSIFICAÇÃO DE IDEIAS Prontas para usar: Necessitam somente de pequenos ajustes. Inovações: Uma ruptura na maneira de fazer as coisas, saindo da zona de conforto. Conceitos interessantes e promissores: Conceitos são ideias genéricas promissoras. Muito Arrojadas: Ideias sem condições de serem usadas no momento, talvez algum dia, mas não tão cedo.
  • 20. PNI – POSITIVO, NEGATIVO, INTERESSANTE Propósito: Ver dois lados de um argumento; Ampliar visão sobre um assunto; Explorar ideias antes de julgar; Fundamentar decisões;
  • 21. PNI – POSITIVO, NEGATIVO, INTERESSANTE Com o PNI, você faz uma lista a respeito dos três pontos, e te ajuda a: Ver os dois lados de um argumento. Ver as coisas sob diferentes perspectivas. Ampliar sua visão sobre um assunto. Explorar ideias antes de fazer o julgamento Fundamentar melhor as decisões. Podem ser utilizados, critérios como: Utilidade, aceitabilidade, sustentabilidade, etc
  • 22. DINÂMICA – VAMOS ELABORAR O PNI POSITIVO NEGATIVO INTERESSANTE Pense na idéia do bracelete Dê uma sugestão conforme cada um dos aspectos acima. No futuro, todos usarão um bracelete que, além de celular, terá dados de identificação, GPS em tempo real, histórico de saúde, etc.
  • 23. ANÁLISE DO CAMPO DE FORÇAS Projeto: TCC – Trabalho de conclusão de curso +5 +4 +3 +2 +1 -1 -2 -3 -4 -5 Aproveitar cada minuto para leitura Balada sexta à noite + Sáb + Dom. Focar 100% na leitura Olhar o Facebook toda hora Tirar dúvidas com o orientador Não procurar o orientador Analisa as forças favoráveis e contrárias de uma decisão; Comparando prós e contras, fazemos a melhor estratégia; Compensa-se as forças contrárias, fortalece as favoráveis.
  • 24. ES AD ID IN AF IA E R D Ó A IS AM DEC R AG RIZ DI AT M
  • 25. DIAGRAMA DE AFINIDADES QUANDO USAR? Organiza ideias similares em grupos; Quando tem grande número de informações E fica difícil tomar a decisão COMO USAR? Use uma ferramenta de criatividade para gerar ideias; Escreva as ideias em um post it Agrupe por similaridade Elimine as ideias duplas
  • 26. EXEMPLO: DIAGRAMA DE AFINIDADES
  • 27. MATRIZ DECISÓRIA Comparação e priorização de soluções para o problema; Escolha da melhor opção, mediante: • Especificação e graduação de critérios de avaliação • Avaliação, classificação e comparação de diferentes soluções;
  • 29. VIDEO UTILIZAÇÃO DA MATRIZ DECISÓRIA Caso não seja possível passar, está no grupo.
  • 30. Dúvidas? Fonte: apostila fornecida pelo prof. Márcio M. Fontoura