Cenários como espaço de construção de metáforas.

638 visualizações

Publicada em

A elaboração de metáforas e outras figuras de linguagem é freqüente ao longo do processo de design. Os designers as usam para facilitar o próprio raciocínio e a sua comunicação. Neste artigo desenvolve-se uma reflexão sobre este fenômeno usando os resultados de uma
experiência de metaprojeto realizada para uma empresa produtora de semi-elaborados plásticos. Constatou-se que a construção de cenários é um dos momentos que pode ser associado à construção de metáforas.

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
638
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
96
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cenários como espaço de construção de metáforas.

  1. 1. Cenários como espaço de construção de metáforas. Patricia Hartmann; Mestranda; Universidade do Vale do Rio dos Sinos. patricia@design4sense.com Carlo Franzato; PhD; Universidade do Vale do Rio dos Sinos. cfranzato@unisinos.br Celso Carnos Scaletsky; PhD; Universidade do Vale do Rio dos Sinos. celsocs@unisinos.br1
  2. 2. A elaboração de metáforas e outras figuras de linguagem é freqüente ao longo do processo de design. Os designers as usam para facilitar o próprio raciocínio e a sua comunicação. Neste artigo desenvolve-se uma reflexão sobre este fenômeno usando os resultados de uma experiência de projeto realizada para uma empresa produtora de semi-elaborados plásticos.Cenários como espaço de construção de metáforas. HARTMANN; FRANZATO; SCALETSKY 2
  3. 3. IntroduçãoUma das estratégias para fazer com que uma equipe ou mesmo todaorganização tenha um entendimento compartilhado sobre as ações aserem tomadas é a técnica de planejamento por cenários.Partindo da hipótese que o projetista elabora figuras de linguagem parafacilitar o próprio raciocínio projetual e permitir a comunicação entre osatores envolvidos no projeto (CASAKIN, 2007), o objetivo do artigo éverificar o uso de metáforas durante a construção de cenários.CASAKIN, H. P. Metaphors in Design Problem Solving: Implications for Creativity. In: International Journal ofDesign, Volume 1, n° 2..p. 23-35, 2007. 3
  4. 4. 1. Metáforas dirigindo os cenários queorientam o processo de projeto.Um cenário é a descrição das possibilidades de futuros e alternativascujo objetivo é a promoção de ações concretas no presente que podemcontrolar e orientar aquilo que será o futuro efetivo (MANZINI; JÉGOU, 1998).“Se tudo fosse previsível não haveria espaço para a estratégia, se nada fosseprevisível a estratégia não faria sentido.” (HEIDJEN, 2009, p. 120).MANZINI, E. ; JÉGOU, F. Scenarios For Sustainble Household. P2paysorg: p.1-12, Setembro, 1998.HEIJDEN, K. V. D. Planejamento de Cenários. Bookman: Porto Alegre, 2009. 4
  5. 5. Os cenários devem ser plausíveis e discutíveis,atuando como uma plataforma de interaçõesNo contexto contemporâneo a • micro-escala (compreende sistemasconstrução de cenários que orientam gerenciáveis por designers);processo de projeto configura-se • variedade (pluralidade de hipóteses);como um instrumento de • aceitabilidade e factibilidadeextraordinária eficácia no (conjunto de alternativas aceitáveis emomento de favorecer a inovação, viáveis);especificamente promovendo e • expressão visual através defacilitando projetos com a simulações projetuais que exploram aparticipação de diversos atores. forma narrativa.MANZINI, E. ; JÉGOU, F. Design degli scenari. In: MANZINI, E. eBERTOLA, P. Design Multiverso. Milano: Edizioni POLI.design,2004. 5
  6. 6. As metáforas podem ser responsáveis pelaorganização do pensamento criativoPara Pereira e Scaletsky, Para Aristóteles as palavras comuns“compreender conceitos mediante poderiam transmitir apenas aquilo queum projeto de design corresponde a já sabemos, mas a partir metáfora écompreender os pensamentos que poderíamos apropriar-semetafóricos que os melhor de algo novo. (SEASE, 2008).precedem” (2011, p. 159). Sob a mesma perspectiva CasakinPEREIRA, T. V. ; SCALETSKY, C. C. Mood board como espaço (2007), afirma que através dasde construção de metéforas e conceitos de design. In: CIPED2011, Lisboa: CIAUD, 2011. metáforas é possível fazer referênciaSEASE, R. Metaphors Role in the Information Behavior of ao que está claramenteHumans Interacting with Computers. In: Information Technology& Libraries, Volume 27 n° 4, Páginas 9-16, Dezembro, 2008. compreendido a fim de elucidar oCASAKIN, H. P. Metaphors in Design Problem Solving: desconhecido.Implications for Creativity. In: International Journal of Design,Volume 1, n° 2..p. 23-35, 2007. 6
  7. 7. 2. Componenti: inovação em metacrilatoatravés da luz.Em razão das propriedades do metacrilato, a Componenti (BentoGonçalves - RS) entrou em contato com a Escola de Design Unisinoscom o objetivo de buscar novas soluções no segmento de iluminação.A Universidade desenvolveu um workshop seguindo os princípios daabordagem metaprojetual (CELASCHI, DESERTI, 2007; DE MORAES,2010).Cenários como espaço de construção de metáforas. HARTMANN; FRANZATO; SCALETSKY 7
  8. 8. A interpretação das pesquisas por parte das equipes de Eixos que articulam oprojeto foi sintetizada com um gráfico capaz de expressar ambiente da luz (interno/ a intencionalidade dos designers em relação ao externo) com a condição de desenvolvimento de cenários. iluminação (natural/artificial). 8
  9. 9. Com o objetivo de atrair as pessoas, o espaço externo Diversão, versatilidade,pode assumir uma cor específica em função da atividade dinamismo e a capacidade de proposta, ressaltando as luzes no fim de tarde e na noite acolher e de ser reconhecível com atmosferas através do uso de efeitos de iluminação. apesar das mudanças. 9
  10. 10. Customização, a adaptabilidadeFacilmente adaptável para evitar o tédio, a rotina e a com uma ferramenta para saturação por parte de quem o frequenta, tem uma transformar o espaço de modo interatividade total na personalização de ambientes. criativo e pessoal, a irreverência e a modularidade. 10
  11. 11. Considerações FinaisEste trabalho buscou explorar como as metáforas podem serutilizadas na construção de cenários que orientam o processo deprojeto. Isso pode facilitar a inovação através de deslocamentossemânticos que levam a proposição de conceitos para além dasfronteiras iniciais do problema de projeto.Cenários como espaço de construção de metáforas. HARTMANN; FRANZATO; SCALETSKY 11
  12. 12. www.redesdeprojeto.comCenários como espaço de construção de metáforas. HARTMANN; FRANZATO; SCALETSKY 12
  13. 13. Cenários como espaço de construção de metáforas. Patricia Hartmann; Mestranda; Universidade do Vale do Rio dos Sinos. patricia@design4sense.com Carlo Franzato; PhD; Universidade do Vale do Rio dos Sinos. cfranzato@unisinos.br Celso Carnos Scaletsky; PhD; Universidade do Vale do Rio dos Sinos. celsocs@unisinos.br13

×