Termo de Parceria celebrado entre a Fundação TV Minas Cultural e 
Educativa e a Associação de Desenvolvimento da Radiodifu...
Página 2 de 41 
Data de entrega do relatório: 19/07/2010 
Data da Reunião da CA: 23/07/2010 
Sumário 
1 Introdução ..........
Página 3 de 41 
1 – INTRODUÇÃO 
Este relatório de atividades é o mecanismo de acompanhamento e avaliação do 
Termo de Parc...
Página 4 de 41 
2 – COMPARATIVO ENTRE AS METAS PREVISTAS E REALIZADAS 
QUADRO 1 – COMPARATIVO ENTRE AS METAS PREVISTAS E R...
Área Temática Indicador Unidade de Medida VO Peso Meta Realizado 
Página 5 de 41 
5.1 Tempo médio de programação jornalíst...
Página 6 de 41 
2.1 – Detalhamento do resultado alcançado 
2.1.1 Gerência Técnica 
Número de ocorrência de erros operacion...
mais preciso consegue identificar pequenos erros que não eram aferidos 
anteriormente. 
Tempo fora do ar ocasionado por de...
Página 8 de 41 
2.1.2 Gerência de Marketing 
Faturamento com projetos especiais 
Descrição: Este indicador objetiva compro...
564.814,41 
***RECUPERAÇÃO DE DESPESA 1.636,96 
LEI DE INCENTIVO A CULTURA 22.753,55 
DOAÇÃO 
OUTRAS RECEITAS 534,00 
DESC...
PERMUTA 
TOTAL CONTÁBIL 587.556,20 
Página 10 de 41 
NOTAS FISCAIS EMITIDAS EM MAIO/2010 
CLIENTE NÚMERO TIPO DATA 
EMISSÃ...
PERMUTA 
TOTAL CONTÁBIL 520.297,41 
Página 11 de 41
Página 12 de 41 
NOTAS FISCAIS EMITIDAS EM JUNHO/2010 
CLIENTE NÚMERO TIPO DATA 
EMISSÃO 
VALOR 
FATURADO VENCIMENTO 
SECR...
Página 13 de 41 
2.1.3 Gerência Operacional 
Os resultados da gerência operacional englobam tanto os indicadores relativos...
Tempo médio de programação própria transmitida 
Descrição: Programação própria é aquela produzida pela Rede Minas. Não se ...
Página 15 de 41 
Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100 
Fonte de comprovação: Roteiro de programação...
edição, Emprego e Renda, Jornal Visual, Meio de Campo, Repórter da Hora, Planeta 
Minas, Rede Mídia e a Interprogramação p...
Eventualmente, podem ser retirados e/ou a incluídos novos programas que incluam 
interatividade, e a FTVM deve solicitar q...
Serão aferidos neste indicador o conteúdo próprio produzido pela emissora e 
veiculado sobre o interior mineiro; o conteúd...
Histórico: Em 2006 conseguimos a média de 38 hs para este indicador, em função da 
veiculação de muitas peças das séries “...
Jornal Minas 1ª edição, Jornal Minas 2ª edição, Emprego & Renda, Jornal Visual, Meio 
de Campo, Repórter da Hora, Rede Míd...
Serão aferidos neste indicador: 
1. Eventos jornalísticos e de programas realizados a partir de planejamento; 
2. Eventos ...
2.1.4 GERÊNCIA ADMINISTRATIVO-FINANCEIRA 
Índice de Liquidez Corrente 
Descrição: Este indicador objetiva identificar a di...
Página 23 de 41 
Índice de Auto sustentabilidade 
Descrição: Este indicador objetiva comprometer a organização com um perc...
Fonte de comprovação: Relatório de Evolução das Contas de Resultado, Balancete 
Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, pr...
R.D.A.T.t = Recursos da emissora destinados à atualização/manutenção tecnológica, 
no período t (incluem-se gastos com nov...
Realizado (R$) 
mai/2010 abr/2010 mai/2010 jun/2010 
Total Total 
Página 26 de 41 
3- DEMONSTRATIVO DE RECEITAS E DESPESAS...
Página 27 de 41 
Descrição abr/10 mai/10 jun/10 
Total Acum 2º 
Trimestre 2010 
TOTAL RECEITAS 3 .816.295,20 1 .767.076,94...
Página 28 de 41 
3.1 – ANÁLISES DAS DESPESAS E RECEITAS 
No segundo trimestre de 2010, a administração da ADTV direcionou ...
4 – CONSIDERAÇÕES FINAIS 
Os resultados alcançados no segundo trimestre, apresentados neste 18o. Relatório 
Gerencial, dem...
e comercialização de videos dos programas Dango Balango e Diverso. Além disto, o 
novo site da Rede Minas, com transmissão...
5-COMPROVANTES DE REGULARIDADE TRABALHISTA, REVIDENCIÁRIA E 
FISCAL 
Página 31 de 41
6 – DECLARAÇÃO DO DIRIGENTE DA OSCIP E DO SUPERVISOR DO TERMO DE 
PARCERIA 
Declaro, para todos os fins, que são verídicas...
6.1 - Declaração dos Diretores da Fundação TV Minas Cultural e Educativa 
Declaro ter acompanhado as ações realizadas pela...
Declaro ter acompanhado as ações realizadas pela OSCIP neste período avaliatório e, 
diante das informações assim obtidas,...
Declaro ter acompanhado as ações realizadas pela OSCIP neste período avaliatório e, 
diante das informações assim obtidas,...
Declaro ter acompanhado as ações realizadas pela OSCIP neste período avaliatório e, 
diante das informações assim obtidas,...
Página 37 de 41
Página 38 de 41
Página 39 de 41
Página 40 de 41
Página 41 de 41
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

18 relatorio-gerencial

483 visualizações

Publicada em

18º Relatório Gerencial

Publicada em: Governo e ONGs
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
483
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

18 relatorio-gerencial

  1. 1. Termo de Parceria celebrado entre a Fundação TV Minas Cultural e Educativa e a Associação de Desenvolvimento da Radiodifusão de Minas Gerais - ADTV Página 1 de 41 18º Relatório Gerencial (Resultados) Período Avaliatório 01 de abril a 30 de junho de 2010
  2. 2. Página 2 de 41 Data de entrega do relatório: 19/07/2010 Data da Reunião da CA: 23/07/2010 Sumário 1 Introdução ....................................................................................... 03 2 Comparativo entre metas previstas e realizadas ........................ 04 2.1 Detalhamento do resultado alcançado............................................ 06 2.1.1 Gerência Técnica 06 2.1.2 Gerência de Marketing 08 2.1.3 Gerência Operacional 13 2.1.4 Gerência Administrativo-financeira 22 3 Demonstrativo de receitas e despesas do período...................... 26 3.1 Análise das receitas e despesas....................................................... 28 4 Considerações Finais...................................................................... 29 5 Comprovantes de Regularidade Trabalhista, Previdenciária e Fiscal 30 6 Declaração do Dirigente da OSCIP e do Supervisor do Termo de Parceria....................................................................................... 35
  3. 3. Página 3 de 41 1 – INTRODUÇÃO Este relatório de atividades é o mecanismo de acompanhamento e avaliação do Termo de Parceria firmado entre a Fundação TV Minas Cultural e Educativa e a Associação de Desenvolvimento da Radiodifusão de Minas Gerais - ADTV, em 01/12/2005. Visa demonstrar o desempenho da ADTV no desenvolvimento das atividades previstas no Termo de Parceria, no período do 01 de janeiro a 31 de março de 2010, sendo o 18º relatório de prestação de contas de suas atividades. O Termo de Parceria tem como objeto o fomento, execução e promoção de atividades culturais, educativas e informativas, por meio da produção e veiculação de radiodifusão. Trata-se de um projeto de grande relevância, pois a Rede Minas, ao longo de seus 25 anos de história, vem garantindo a preservação do patrimônio material e imaterial, contribuindo para o desenvolvimento intelectual, social, cultural e econômico do Estado de Minas Gerais. TV de caráter cultural e educativo promove o intercâmbio com agentes de educação e cultura, por meio da produção e veiculação de programas de televisão de interesse público. Constitui a programação com base na diversidade cultural, cidadania, meio ambiente, educação, saúde, integração, informação, formação de cultura televisiva e prestação de serviços. Associada à ABEPEC – Associação Brasileira das Emissoras Públicas, Educativas e Culturais e à Rede Pública de Televisão, conta uma rede de 44 emissoras afiliadas e está presente na maioria dos municípios do Estado de Minas Gerais. Em obediência ao parágrafo primeiro da Cláusula Oitava do Termo de Parceria e considerando a relevância da demonstração dos resultados obtidos, será apresentado neste relatório o comparativo entre as metas pactuadas e os resultados obtidos na condução das atividades propostas, sendo fornecidas informações complementares acerca dessas atividades, considerando o Quadro de Indicadores e Metas previstas no Programa de Trabalho. Ainda em consonância com a legislação pertinente, será apresentado o demonstrativo integral das receitas e despesas realizadas na execução do Termo de Parceria e suas notas explicativas. De maneira complementar, serão anexados a este relatório os comprovantes de regularidade trabalhista, previdenciária e fiscal da OSCIP.
  4. 4. Página 4 de 41 2 – COMPARATIVO ENTRE AS METAS PREVISTAS E REALIZADAS QUADRO 1 – COMPARATIVO ENTRE AS METAS PREVISTAS E REALIZADAS – (01 de abril a 30 de junho de 2010) Área Temática Indicador Unidade de Medida VO Peso Meta Realizado 1 Elevação da qualidade, confiabilidade e disponibilidade do setor técnico. 1.1 Número de ocorrência de erros operacionais Unidade/trimestre 15 2 15 27 2 Confiabilidade e disponibilidade de equipamentos e infra-estrutura técnica 2.1 Tempo fora do ar ocasionado por defeitos técnicos Minutos/trimestre 41:15 2 41:15 19:40 3 Sistematização e ampliação das atividades de produção 3.1 Faturamento com projetos especiais R$ - trimestre 400.000 3 400.000 754.100 4.1 Tempo médio de programação própria transmitida Horas – média mensal no trimestre 250 2 250 320,6 4.2 Tempo médio de programação própria inédita transmitida Horas – média mensal no trimestre 120 3 120 120,4 4.3 Tempo médio de programação interativa Horas – média mensal no trimestre 40 2 40 52,2 4 Qualidade e diversidade da grade de programação 4.4 Tempo médio de programação com conteúdo sobre o interior mineiro Horas – média mensal no trimestre 35 3 35 31,4
  5. 5. Área Temática Indicador Unidade de Medida VO Peso Meta Realizado Página 5 de 41 5.1 Tempo médio de programação jornalística Horas – média mensal no trimestre 55 2 55 78,9 5 Jornalismo abrangente 5.2 Eventos com cobertura especial e transmissão ao vivo2 Unidade – anual 12 2 12 08 6.1 Índice de liquidez corrente Índice 1,09 3 1,09 1,41 Evolução da situação 6.2 Índice de atualização tecnológica Índice 6 - anual 7 3 3 9 financeira 6.3 Índice de Auto-sustentabilidade Índice – trimestre 0,45 3 0,45 0,32 ____________________ Magda Salles de Moura (Gerente Operacional) _______________________ Ana Laura Guimarães (Gerente de Marketing) __________________ Raul de Mattos Paixão Neto (Gerente Geral e Administrativo Financeiro) __________________ Douglas Pires Guerra (Diretor Executivo) _______________________ Franco Brostel Leal (Gerente Técnico)
  6. 6. Página 6 de 41 2.1 – Detalhamento do resultado alcançado 2.1.1 Gerência Técnica Número de ocorrência de erros operacionais Descrição: Este indicador se presta a uma avaliação do comprometimento operacional e do perfeito funcionamento dos equipamentos técnicos da emissora. Entende-se por erros operacionais, aqueles que por alguma motivação humana resultem em não conformidade levada ao ar. Para aferição desse indicador, será considerado o número de erros operacionais ocorridos em cada mês (considerando que a avaliação é trimestral, serão tomados os três meses que compõem o período avaliatório). Unidade: Unidades/trimestre Peso: 2 Polaridade: quanto menor, melhor Fórmula de Cálculo: Este indicador, apesar da avaliação ser trimestral, deverá ser calculado mensalmente, portanto, a fórmula de cálculo será o número absoluto de erros do mês 1, mais o número absoluto de erros do mês 2 e o número absoluto do mês 3. Índice de cumprimento da meta (ICM) = [1 - (resultado - meta) / meta] x100 Fonte de comprovação: Relatório Diário de Ocorrências do Controle Mestre (Relatório de Falhas). Local de Armazenamento: Livro de Ocorrências do Controle Mestre/ Banco de Dados Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: No segundo trimestre de 2010, registrou-se 27 erros operacionais para uma meta de 15. O resultado negativo reflete erros cometidos em função da adaptação ao novo modelo de Jornal, mais dinâmico e com novo formato: inclusão de vários cortes de cena, alguns quadros os apresentadores ficam posicionados em pé, utilização de travelling e nova iluminação. Foi implantado também novo procedimento para aferição das falhas, que cruza dados técnicos e operacionais. Pelo fato de ser
  7. 7. mais preciso consegue identificar pequenos erros que não eram aferidos anteriormente. Tempo fora do ar ocasionado por defeitos técnicos Descrição: Este indicador objetiva medir a confiabilidade do parque tecnológico medindo o tempo (em minutos) que a emissora ficou fora de operação por motivos técnicos. Revela na prática o resultado das ações de manutenção preventiva e corretiva da emissora, a necessidade de atualizações das instalações e a necessidade de substituição de cada equipamento quando seu tempo médio entre falhas sinaliza o fim de sua vida útil. Entende-se por defeitos técnicos toda interrupção do sinal emitido pela emissora, ocasionada por falha em equipamentos técnicos próprios da emissora. Página 7 de 41 Unidade: Minutos/trimestre Peso: 2 Polaridade: quanto menor, melhor Fórmula de Cálculo: T.F.O. = Tempo (em minutos) fora de operação ocasionado por defeitos técnicos no trimestre. Índice de cumprimento da meta (ICM) = [1 - (resultado - meta) / meta] x100 Fonte de comprovação: Relatório Diário de Ocorrências do Controle Mestre (Relatório de Falhas). Local de Armazenamento: Livro de Ocorrências do Controle Mestre/ Banco de Dados Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: Este índice de 19:40, ficou dentro da meta de 41:15. Mesmo com o aumento dos erros operacionais, a Gerência Técnica conseguiu reduzir o tempo fora do ar com ações corretivas emergenciais, troca de funcionários da equipe e aquisição de novos equipamentos.
  8. 8. Página 8 de 41 2.1.2 Gerência de Marketing Faturamento com projetos especiais Descrição: Este indicador objetiva comprometer a organização com base mínima anual de faturamento com projetos especiais, fomentando o conceito de auto-sustentabilidade. Entende-se por projetos especiais todo serviço prestado a terceiros - produção audiovisual e transmissões - que não esteja dentro da linha de produção para a grade de programação da emissora. Os serviços podem ser prestados pela área de Projetos Especiais, área técnica ou núcleo de registro do patrimônio cultural. Unidade: R$ - trimestre Peso: 3 Polaridade: quanto maior, melhor Fórmula de Cálculo: C.R.P.E. = V.A.F.P.E. C.R.P.E. = Captação de recursos com projetos especiais no trimestre V.A.F.P.E. = Valor faturado em R$ com projetos especiais no trimestre Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100 Fonte de comprovação: Faturamento mensal Local de Armazenamento: Controladoria/Marketing Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: Conforme sintetizado no QUADRO 2A abaixo, nesse trimestre o faturamento da Gerência de Marketing foi de R$ 754.100,09, superando a meta pactuada de R$400.000,00. Porém ocorreu a partir de abril, significativa diminuição no faturamento, pela proximidade do período eleitoral (abr R$361.121; mai R$203.082; jun R$168.903 – permutas não computadas), e vários contratos foram suspensos até outubro.
  9. 9. 564.814,41 ***RECUPERAÇÃO DE DESPESA 1.636,96 LEI DE INCENTIVO A CULTURA 22.753,55 DOAÇÃO OUTRAS RECEITAS 534,00 DESCONTO/ABATIMENTO/RETENÇAO DE IMPOSTOS 2.182,72 CANCELAMENTO NOTA FISCAL Página 9 de 41 2º Trimestre 2010 QUADRO 2B Síntese dos resultados Notas fiscais emitidas por tipo Valor faturado MA (Mídia Avulsa) 290.646,08 PE (Projetos Especiais) 754.100,09 PP (Patrocínio à Programação) 352.742,54 RC (Rede Cult) 3.225,00 Total geral (PP+PE+MA+RC) 1.400.713,71 Média Trimestral 466.904,57 Fonte: Gerência Geral e Administrativo-financeira Detalhamento das notas fiscais emitidas no trimestre NOTAS FISCAIS EMITIDAS EM ABRIL/2010 CLIENTE NÚMERO TIPO DATA EMISSÃO VALOR FATURADO VENCIMENTO SECRETARIA DE ESTADO DE GOVERNO 715 MA 15/04/10 14.304,72 C/APRES. SECRETARIA DE ESTADO DE GOVERNO/SETOP 716 MA 15/04/10 6.548,16 C/APRES. SECRETARIA DE COM. SOCIAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA 719 MA 26/04/10 5.080,00 C/APRES. SECRETARIA DE ESTADO DE GOVERNO/SEC 724 MA 30/04/10 42.236,24 C/APRES. INSTITUTO MINEIRO DE DESENVOLVIMENTO 729 MA 30/04/10 4.054,32 C/APRES. MA Total 72.223,44 BANCO DE DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS 725 PP 30/04/10 24.596,83 C/APRES. EMPRESA DE ASSIST. TÉCNICA EXT. RURAL DO ESTADO DE 726 PP MINAS GERAIS 30/04/10 11.056,83 C/APRES. CEMIG DISTRIBUIÇÃO S.A 727 PP 30/04/10 38.288,07 C/APRES. CEMIG DISTRIBUIÇÃO S.A 730 PP 30/04/10 40.000,00 C/APRES. ABEPEC 720 PP 29/04/10 10.917,35 C/APRES. PP Total 124.859,08 SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE MINAS GERAIS 717 PE 15/04/10 7.500,00 C/APRES. SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE MINAS GERAIS 721 PE 30/04/10 48.671,73 C/APRES. SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA 722 PE 30/04/10 5.035,16 C/APRES. SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE MINAS GERAIS 723 PE 30/04/10 304.950,00 C/APRES. PE Total 366.156,89 CLARICE DE ASSIS LIBANIO 718 RD 26/04/10 1.575,00 C/APRES. Total Global Total RD Total 1.575,00 Total Global 564.814,41 TOTAL FATURADO EM ABRIL/2010 564.814,41 Sub-total MA (Mídia Avulsa) 72.223,44 Sub-total PE (Projetos Especiais) 366.156,89 Sub-total PP (Patrocínio à Programação) 124.859,08 Sub-total RD (Rede Cult) 1.575,00
  10. 10. PERMUTA TOTAL CONTÁBIL 587.556,20 Página 10 de 41 NOTAS FISCAIS EMITIDAS EM MAIO/2010 CLIENTE NÚMERO TIPO DATA EMISSÃO VALOR FATURADO VENCIMENT O PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE 731 MA 5/5/2010 11.384,80 C/APRES. SECRETARIA DE ESTADO DE GOVERNO 732 MA 5/5/2010 17.768,80 C/APRES. INSTITUTO MINEIRO DE DESENVOLVIMENTO 735 MA 13/05/10 5.006,88 C/APRES. SECRETARIA DE ESTADO DE GOVERNO/SEAPA 737 MA 18/05/10 6.735,12 C/APRES. SECRETARIA DE COM. SOCIAL DA PRESIDÊNCIA DA 738 MA 20/05/10 REPÚBLICA 5.080,00 C/APRES. SECRETARAI DEESTADO DE GOVERNO/SES 741 MA 28/05/10 24.160,40 C/APRES. PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE 742 MA 28/05/10 13.011,20 C/APRES. SECRETARIA DE ESTADO DE GOVERNO 743 MA 31/5/2010 18.498,40 C/APRES. MA Total 101.645,60 CEMIG DISTRIBUIÇÃO S/A 744 PP 31/05/210 38.288,07 C/APRES. EMATER -MG 748 PP 31/05/210 11.056,83 C/APRES. BANCO DE DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS 749 PP 31/05/210 24.596,83 C/APRES. CEMIG DISTRIBUIÇÃO S/A 750 PP 31/05/210 40.000,00 C/APRES. PP Total 113.941,73 SECRETARIA DE ESTADA DA SAÚDE DE MINAS GERAIS 736 PE 18/05/10 12.500,00 C/APRES. SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE MINAS GERAIS 739 PE 21/05/10 183.373,98 C/APRES. SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE MINAS GERAIS 740 PE 21/05/10 23.166,74 C/APRES. FUNDAÇÃO JOÃO PAULO II 733 PE 06/05/10 7.208,23 C/APRES. PE Total 219.040,72 ASSOCIAÇÃO DOS ARTISTAS DE PEDRO LEOPOLDO - COOPERART 734 RD 13/05/10 1.650,00 C/APRES. RD Total 1.650,00 Total Global 436.278,05 TOTAL FATURADO EM ABRIL/2010 436.278,05 Sub-total MA (Mídia Avulsa) 101.645,60 Sub-total PE (Projetos Especiais) 219.040,72 Sub-total PP (Patrocínio à Programação) 113.941,73 Sub-total RD (Rede Cult) 1.650,00 Total Global Total 436.278,05 ***RECUPERAÇÃO DE DESPESA 1.464,55 LEI DE INCENTIVO A CULTURA 86.682,35 DOAÇÃO OUTRAS RECEITAS 392,10 DESCONTO/ABATIMENTO/RETENÇAO DE IMPOSTOS 1.612,72 CANCELAMENTO NOTA FISCAL 10.115,15
  11. 11. PERMUTA TOTAL CONTÁBIL 520.297,41 Página 11 de 41
  12. 12. Página 12 de 41 NOTAS FISCAIS EMITIDAS EM JUNHO/2010 CLIENTE NÚMERO TIPO DATA EMISSÃO VALOR FATURADO VENCIMENTO SECRETARIA DE ESTADO DE GOVERNO/SEE 758 MA 30/06/10 16.744,32 C/APRES. SECRETARIA DE ESTADO DE GOVERNO/SEPLAG 759 MA 30/06/10 14.935,52 C/APRES. PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE 760 MA 30/06/10 7.318,80 C/APRES. SECRETARIA DE ESTADO DE GOVERNO 761 MA 30/06/10 61.412,56 C/APRES. ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MINAS GERAIS 762 MA 30/06/10 16.365,84 C/APRES. MA Total 116.777,04 CEMIG DISTRIBUIÇÃO 763 PP 30/06/10 40.000,00 CEMIG DISTRIBUIÇÃO 764 PP 30/06/10 38.288,07 C/APRES. BANCO DE DESENVOLVIMENTO DE MINAS GERAIS 765 PP 30/06/10 24.596,83 C/APRES. EMPRESA DE ASSIST. TÉCNICA EXT. RURAL DO 766 PP 30/06/10 11.056,83 ESTADO DE MINAS GERAIS C/APRES. PP Total 113.941,73 SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA -SEC 751 PE 09/06/10 33.194,98 C/APRES. MV INFORMÁTICA NORDESTE LTDA 752 PE 09/06/10 1.499,46 C/APRES. INSTITUTO CULTURAL SÉRGIO MAGNANI 753 PE 14/06/10 42.500,00 C/APRES. SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE MINAS GERAIS 754 PE 22/06/10 28.000,00 FEDERAÇÃO DA AGRICULTURA E PECUÁRIA DO 755 PE ESTADO DE MG 23/06/10 1.200,00 SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE MINAS GERAIS 756 PE 30/06/10 12.012,03 INSTITUTO ESTADUAL DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E 757 PE 30/06/10 50.496,01 ARTISTICO DE MG IEPHA PE Total 168.902,48 RD Total 0,00 Total Global 399.621,25 TOTAL FATURADO EM ABRIL/2010 399.621,25 Sub-total MA (Mídia Avulsa) 116.777,04 Sub-total PE (Projetos Especiais) 168.902,48 Sub-total PP (Patrocínio à Programação) 113.941,73 Sub-total RD (Rede Cult) 0,00 Total Global Total 399.621,25 ***RECUPERAÇÃO DE DESPESA 1.657,37 LEI DE INCENTIVO A CULTURA 18.030,93 DOAÇÃO OUTRAS RECEITAS 20.000,00 DESCONTO/ABATIMENTO/RETENÇAO DE IMPOSTOS CANCELAMENTO NOTA FISCAL 23.166,74 PERMUTA TOTAL CONTÁBIL 416.142,81
  13. 13. Página 13 de 41 2.1.3 Gerência Operacional Os resultados da gerência operacional englobam tanto os indicadores relativos à programação própria, quanto ao jornalismo. Os quadros 3A e 3B sintetizam os resultados de ambos, respectivamente. QUADRO 3A Indicadores Abril Maio Junho Média 2º Trimestre Meta- Hs/mês Tempo Médio de Programação Própria Transmitida 299:42:51 325:48:45 336:13:31 320:35:02 250:00:00 Total Programas Diários Inéditos 70:01:55 68:34:26 69:08:00 69:14:47 Total Programas Semanais Inéditos 45:10:18 51:52:54 56:07:08 51:03:27 Total Reapresentações Progr. Semanais 58:31:12 68:00:08 68:59:42 65:10:21 Total Reapresentações Programas Diários 34:06:13 41:32:23 42:18:28 39:19:01 Total Inter Programas (transmitidos) 91:53:13 95:48:54 99:40:13 95:47:27 Tempo Médio de Programação Própria Inédita Transmitida 115:13:07 120:28:51 125:36:46 120:26:15 120:00:00 Total Programas Diários Inéditos 70:01:55 68:34:26 69:08:00 69:14:47 Total Programas Semanais Inéditos 45:10:18 51:52:54 56:07:08 51:03:27 Total Interprogramas (produzidos) 0:00:54 0:01:31 0:21:38 0:08:01 Tempo Médio de Programação Interativa 52:05:47 51:44:45 52:47:35 52:12:42 40:00:00 Agenda 1:20:54 1:36:03 1:14:59 1:23:59 Brasil das Gerais 17:32:51 16:40:14 17:27:14 17:13:26 Emprego e Renda 5:22:46 4:47:03 5:03:13 5:04:21 Jornal Minas 1 8:54:01 9:17:50 9:24:55 9:12:15 Jornal Minas 2 11:42:34 11:20:39 11:28:26 11:30:33 Meio de Campo 3:32:31 4:26:09 3:37:19 3:52:00 Palavra Cruzada 3:40:10 3:36:47 4:31:29 3:56:09 Tempo Médio de Programação c/ Conteúdo s/ Interior Mineiro 29:33:10 32:00:18 32:41:00 31:24:49 35:00:00 Programas Diários 4:37:22 5:13:09 4:09:47 4:40:06 Programas Semanais 5:17:50 4:58:34 6:22:39 5:33:01 Interprogramas 17:43:10 19:03:41 18:44:40 18:30:30 Matérias Veiculadas nos Telejornais 1:54:48 2:44:54 3:23:54 2:41:12
  14. 14. Tempo médio de programação própria transmitida Descrição: Programação própria é aquela produzida pela Rede Minas. Não se incluem os programas terceirizados, mesmo quando co-produzidos com a emissora, a programação retransmitida e produzida por outras emissoras e os programas realizados por terceiros que alugam horário na grade da Rede Minas. Este indicador objetiva sedimentar a política de priorizar a veiculação de programas próprios, sem aferir os programas de terceiros. Página 14 de 41 Serão aferidas neste indicador: 1. A programação própria transmitida no período (trimestre); 2. A transmissão de inter-programas; Serão aferidos nesse indicador programas que estiverem em condição de co-produção com a Rede Minas e que recebem financiamentos diretos da emissora. O regime de co-produção pode ser ampliado nos casos de financiamentos externos para programas que sejam realizados pela Rede Minas de Televisão. Podem ser aferidos, portanto, programas com periodicidade sazonal. A exemplo temos, no ano de 2009, o Doc TV IV que co-produzimos financeiramente 4 documentários de 52 minutos. Os programas aferidos neste indicador são: Agenda, Agenda Preview, Alto Falante (uma edição de 1 hora e uma edição de ½ hora), Bem Cultural, Brasil das Gerais, Coletânea, Concertos Harmonia, Curta, Dango Balango, Diverso, Especial Rede Minas, Imagem da Palavra, Harmonia, Outros Sons, Feira Moderna, Mais Ação, Noturno, Opinião Minas, Palavra Cruzada, DocTV (sazonal), Missa Dominical, Palavra de Deus, Jornal Minas 1ª edição, Jornal Minas 2ª edição, Emprego e Renda, Jornal Visual, Meio de Campo, Repórter da Hora, Planeta Minas, Rede Mídia e a Interprogramação transmitida. Unidade: Horas – média mensal no trimestre Peso: 2 Polaridade: quanto maior, melhor Fórmula de Cálculo: P.P.T. =V.P.P /3 P.P.T. = Tempo médio mensal de Programação Própria Transmitida V.P.P.= Veiculação de Produção Própria em horas no trimestre.
  15. 15. Página 15 de 41 Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100 Fonte de comprovação: Roteiro de programação on-line e Sistema de Gerenciamento de Programação/TV +(interprogramação) Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: No trimestre, este indicador ultrapassou a meta em 28,1%. Como impacto positivo tivemos: Coletânea Especial (23 exibições), Especial 21 de abril, Outros Sons (5 exibições), Concertos Harmonia (2 exibições) e Alto Falante de ½ hora (3 exibições), Especial Vozes do Morro (1 exibição), Especial Arto Lindsay (1 exibição) e a entrada na grade de reprises do Opinião Minas, a partir de maio. Como impacto negativo tivemos: Emprego e Renda de 21 de abril, Repórter da Hora de 07, 10 e 11 de maio, Agenda Preview de 03 de maio e Jornal Visual de 21 de abril. Tempo médio de programação própria inédita transmitida Descrição: Este indicador objetiva sedimentar a política de priorizar a veiculação de programação inédita própria (programação e interprogramação) sem os programas de terceiros. Serão aferidos nesse indicador: 1. A programação própria inédita transmitida no período; 2. A primeira transmissão de interprogramas. Os programas aferidos neste indicador são: Agenda, Agenda Preview, Alto Falante (uma edição de 1 hora e uma edição de ½ hora), Bem Cultural, Brasil das Gerais, Coletânea, Concertos Harmonia, Curta, Dango Balango, Diverso, Especial Rede Minas, Imagem da Palavra, Harmonia, Outros Sons, Feira Moderna, Mais Ação, Noturno, Opinião Minas, Palavra Cruzada, DocTV (sazonal), Missa Dominical, Palavra de Deus, Jornal Minas 1ª edição, Jornal Minas 2ª
  16. 16. edição, Emprego e Renda, Jornal Visual, Meio de Campo, Repórter da Hora, Planeta Minas, Rede Mídia e a Interprogramação produzida. Página 16 de 41 Unidade: Horas – média mensal no trimestre Peso: 3 Polaridade: quanto maior, melhor Fórmula de Cálculo: P.P.I.T. = V.P.P.I./3 P.P.I.T. = Tempo Médio Mensal de Programação Própria Inédita Transmitida V.P.P.I. = Veiculação de Produção Própria Inédita em horas no trimestre. Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100 Fonte de comprovação: Roteiro de programação on-line e Sistema de Gerenciamento de Programação/TV +(interprogramação) Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: No trimestre, este indicador ultrapassou a meta em 0,4%. Como impacto positivo tivemos: Coletânea Especial (23 exibições), Especial 21 de abril, Outros Sons (5 exibições), Concertos Harmonia (2 exibições) e Alto Falante de ½ hora (3 exibições). Como impacto negativo, tivemos: Emprego e Renda de 21 de abril, Repórter da Hora de 07, 10 e 11 de maio e o Agenda Preview de 03 de maio. Tempo médio de programação interativa Descrição: Este indicador objetiva comprometer a organização com a veiculação de programação interativa, fomentando o conceito de aproximação e participação da sociedade no conteúdo veiculado, excluídos aqui os programas terceirizados. Os programas aferidos neste indicador são: Agenda (edição de sábado), Brasil das Gerais, Palavra Cruzada, Jornal Minas 1ª edição, Jornal Minas 2ª edição, Emprego e Renda e Meio de Campo.
  17. 17. Eventualmente, podem ser retirados e/ou a incluídos novos programas que incluam interatividade, e a FTVM deve solicitar que a ADTV faça referência às eventuais alterações realizadas no Relatório Gerencial de Resultados e no Relatório da Comissão de Avaliação. Página 17 de 41 Unidade: Horas – média mensal no trimestre Peso: 2 Polaridade: quanto maior, melhor Fórmula de Cálculo: T.M.P.I. = T.V.P.I./3 T.M.P.I.= Tempo médio mensal de programação interativa. T.V.P.I. = Tempo de veiculação em horas de programação interativa no trimestre. Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100 Fonte de comprovação: Roteiro de programação on-line Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: No trimestre, este indicador ultrapassou a meta em 30,5%. Motivo da boa performance neste indicador: implantação de interatividade nos jornais, a partir de julho/08. Tempo médio de programação com conteúdo sobre o interior mineiro Descrição: Este indicador objetiva a interiorização da TV e o comprometimento da organização com veiculação de conteúdos sobre e no interior mineiro, fomentando o conceito de integração do Estado e Rede Estadual de Televisão. O conceito de interior mineiro conforme considerado nesse indicador inclui tanto sobre o que é produzido internamente pela emissora, quanto o que é produzido no interior pelas emissoras afiliadas ou outros canais de geração de conteúdo.
  18. 18. Serão aferidos neste indicador o conteúdo próprio produzido pela emissora e veiculado sobre o interior mineiro; o conteúdo produzido e gerado pelas emissoras afiliadas (do interior mineiro) ou de outros canais de geração de conteúdo condizente com a missão da emissora e cobertura de eventos do e no interior. Os programas aferidos neste indicador são: Agenda, Agenda Preview, Alto Falante (uma edição de 1 hora e uma edição de ½ hora), Bem Cultural, Brasil das Gerais, Coletânea, Concertos Harmonia, Curta, Dango Balango, Diverso, Especial Rede Minas, Imagem da Palavra, Harmonia, Outros Sons, Feira Moderna, Mais Ação, Noturno, Opinião Minas, Palavra Cruzada, DOC-Tv, Jornal Minas 1ª edição, Jornal Minas 2ª edição, Emprego e Renda, Jornal Visual, Meio de Campo, Repórter da Hora, Planeta Minas e Rede Mídia e a interprogramação transmitida. Página 18 de 41 Unidade: Horas – média mensal no trimestre Peso: 3 Polaridade: quanto maior, melhor Fórmula de Cálculo: T.M.C.I.M.= T.V.I.M./3 T.M.C.I.M = Tempo médio mensal de conteúdo veiculado sobre o interior mineiro. T.V.I.M.= Tempo de veiculação em horas de programas sobre o interior mineiro no trimestre. Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100 Fonte de comprovação: Roteiro de programação on-line, sinopse dos programas, relatório dos coordenadores, Sistema de Gerenciamento de Programação/TV + (interprogramação) Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: No trimestre alcançamos 89,8% da meta. Meta superestimada.
  19. 19. Histórico: Em 2006 conseguimos a média de 38 hs para este indicador, em função da veiculação de muitas peças das séries “Viva” e “Cidades de Minas”, com conteúdo do interior. Este desempenho estimulou a alteração da meta de 12 para 45 h/mês, ficando superestimada, quando da redução da veiculação daquelas peças. Na revisão, no 1º trimestre de 2009, ela passou para 35 h/mês, que, proporcionalmente, equivalem às 45h/mês dos períodos anteriores, já que antes eram computados os programas de terceiros e passamos a utilizar a hora efetiva dos programas (sem o tempo de inter-programação). A Rede Minas está direcionando mais viagens financiadas pelo Projeto Página 19 de 41 Itinerante de Lei de Incentivo, para o interior mineiro. QUADRO 3B Indicadores Abril Maio Junho Média 2º Trimestre Meta Hs/mês Tempo Médio de Programação Jornalística 71:01:30 79:21:44 85:46:04 78:43:06 55:00:00 Emprego e Renda 10:50:26 9:32:42 10:02:26 10:08:31 Jornal Minas 1a. Ed. 8:54:01 9:17:50 9:24:55 9:12:15 Jornal Minas 2a. Ed. 11:42:34 11:20:39 11:28:26 11:30:33 Jornal Visual 7:21:59 7:58:28 7:11:02 7:30:30 Meio de Campo 7:06:23 8:52:11 7:13:05 7:43:53 Opinião Minas 10:39:52 19:19:19 19:31:42 16:30:18 Palavra Cruzada 0:00:00 0:00:00 9:03:07 3:01:02 Planeta Minas 5:15:40 5:54:25 5:34:44 5:34:56 Rede Mídia 3:55:47 3:54:55 3:27:30 3:46:04 Repórter da Hora 2:42:27 3:11:15 2:49:07 2:54:16 Especial 21 de abril 2:32:21 0:00:00 0:00:00 0:50:47 Abril Maio Junho Total 2º Trimestre Meta Unid./ano Eventos c/cobertura esp. e transmissão ao vivo 1 0 0 1 12 Tempo Médio de Programação Jornalística Descrição: Este indicador objetiva comprometer a organização com difusão, em TV aberta, de um jornalismo crítico, aprofundado e voltado para os interesses do cidadão, bem como a formação da cidadania. Serão aferidos neste indicador: 1. A duração da programação jornalística diária inédita transmitida; 2. Reapresentações da programação jornalística. Os programas aferidos neste indicador são:
  20. 20. Jornal Minas 1ª edição, Jornal Minas 2ª edição, Emprego & Renda, Jornal Visual, Meio de Campo, Repórter da Hora, Rede Mídia, Planeta Minas, Opinião Minas e Palavra Cruzada. Página 20 de 41 Unidade: Horas - Média mensal no trimestre Peso: 2 Polaridade: quanto maior, melhor Fórmula de Cálculo: T.M.P.J.= T.V.P.J./3 T.M.P.J. = Tempo médio mensal de programação jornalística; T.V.P.J. = Tempo de veiculação em horas de programação jornalística no trimestre. Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100 Fonte de comprovação: Roteiro de programação on line Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: No trimestre, este indicador ultrapassou a meta em 43,3%. Neste indicador ultrapassamos a meta em todos os períodos de apuração, desde o 1º, em 2006. No trimestre tivemos ainda, como impacto positivo: o programa Palavra Cruzada, que passou a integrar a grade de programação jornalística a partir de junho; o programa Opinião Minas, que passou a ter reprise de 2ª a 6ª feira e o Especial 21 de Abril em Ouro Preto. Eventos com Cobertura Especial e transmissão ao vivo Descrição: Este indicador objetiva incentivar o caráter dinâmico da divulgação das produções da emissora, com conseqüente aumento da exposição pública da emissora. Indicador de aferição anual, com apuração no último período avaliatório do ano. Coberturas especiais são aquelas, com ou sem planejamento que, em razão da relevância da ocorrência, justifiquem a transmissão ao vivo.
  21. 21. Serão aferidos neste indicador: 1. Eventos jornalísticos e de programas realizados a partir de planejamento; 2. Eventos jornalísticos e de programas sem planejamento que, em razão da relevância da ocorrência, justifiquem a transmissão ao vivo. Página 21 de 41 Unidade: Unidade/ano Peso: 2 Polaridade: quanto maior, melhor Fórmula de Cálculo: N.E.C.E.T.V.= Número absoluto de eventos com cobertura especial e transmissão ao vivo. Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100 Fonte de comprovação: Roteiro de programação on line, sinopse dos jornais e programas, relatórios fornecidos pelos coordenadores. Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: No trimestre foi coberto, ao vivo, um evento, conforme quadro abaixo. A apuração deste indicador é anual e no acumulado do ano estamos com 8 eventos. DATA LOCAL EVENTO 21/abril Ouro Preto Entrega das Medalhas da Inconfidência
  22. 22. 2.1.4 GERÊNCIA ADMINISTRATIVO-FINANCEIRA Índice de Liquidez Corrente Descrição: Este indicador objetiva identificar a disponibilidade de recursos realizáveis de curto prazo, em relação às obrigações de curto prazo. Identifica a capacidade da empresa em saldar suas dívidas de curto prazo. Página 22 de 41 Unidade: Índice/trimestre Peso: 2 Polaridade: quanto maior, melhor Fórmula de Cálculo: I.L.C. = A.C. / P.C. I.L.C. = Índice de Liquidez Corrente A.C. = Ativo Circulante medido no último dia útil do período avaliatório P.C. = Passivo Circulante medido no último dia útil do período avaliatório Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100 Fonte de comprovação: Relatório de Evolução das Contas de Resultado, Balancete Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: O ILC realizado no trimestre foi de 1,41, superando a meta de 1,09. Mesmo com redução das receitas, o maior controle e redução das despesas, somada à diminuição de nossas obrigações com fornecedores, contribuíram para este resultado. Ativo Circulante Passivo Circulante abr/10 mai/10 jun/10 Média Trimestral T.P. 2010 ILC = Ativo Circulante 17.829.181,48 16.579.386,41 14.797.193,46 16.401.920,45 Passivo Circulante 12.527.961,26 11.545.708,80 10.913.379,47 11.662.349,84 ILC 1,42 1,44 1,36 1,41
  23. 23. Página 23 de 41 Índice de Auto sustentabilidade Descrição: Este indicador objetiva comprometer a organização com um percentual de receita própria diretamente faturada, e com práticas de boa gestão de fluxo de caixa - receitas financeiras, fomentando o conceito de auto-sustentabilidade. As receitas financeiras são aquelas provenientes de aplicações dos recursos próprios e do Termo de Parceria, em poupança ou fundos de investimento que não apresentem risco financeiro institucional. Por haver um descompasso entre o tempo de faturamento e o de arrecadação, este indicador é avaliado com base na receita faturada, a qual gera compromissos fiscais que devem ser honrados a despeito do prazo de recebimento. Recursos suplementares para fomentar a implantação da TV Digital e atender ao marco regulatório do Ministério das Telecomunicações, não devem fazer parte do cômputo deste indicador, por não se incluírem no objeto fim deste Termo de Parceria. Unidade: Índice - trimestre Peso: 3 Polaridade: quanto maior, melhor Fórmula de Cálculo: I.A.t = ((R.P.D.F.t + R.F.t)/(R.T.t - R.S.t)) I.A. t = Índice de Auto Sustentabilidade no período t R.P.D.F.t = Receita Própria Diretamente Faturada no período t (Projetos de Leis de Incentivo, apoios e patrocínios aos programas, projetos especiais, anúncios, e programas terceirizados) R.F.t: Receita Financeira no período t (valor bruto apurado pelo Critério de Regime de Competência) R.T.t = Receita Total Faturada no período t (Termo de Parceria, Recursos Próprios Diretamente Faturados e Receita Financeira) R.S.t = Receita Suplementar para TV Digital no período t Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100
  24. 24. Fonte de comprovação: Relatório de Evolução das Contas de Resultado, Balancete Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa O resultado do período foi de 0,32, tendo como meta o valor de 0,45. A meta de 2010 foi estabelecida com base na evolução de captação de anos anteriores, principalmente o ano de 2009, no qual houve expressivo crescimento, com 93% de participação do setor público. No primeiro semestre de 2009, a captação do setor público foi de R$ 3,9 milhões, enquanto que no primeiro semestre de 2010 foi de R$ 2.4 milhões, ou seja, 61% do valor realizado no ano anterior. A expressiva queda de faturamento de publicidade institucional do setor público, não prevista no estabelecimento da meta de 2010, é o principal impacto negativo no resultado deste indicador. Receita faturada (receita própria) + Rec. Financeira 631.078,12 581.859,86 477.718,89 1.690.656,87 Recurso total 1.816.295,20 1.767.076,94 1.662.935,97 5.246.308,11 IA - Índice de Auto Sustentabilidade 0,35 0,33 0,29 0,32 Recursos em Atualização Tecnológica / Recursos Totais em R$: Descrição: Este indicador objetiva conduzir os esforços da emissora no direcionamento de recursos em caráter prioritário à atualização do parque tecnológico. Este indicador possui aferição anual, com apuração no último período avaliatório do ano. Recursos suplementares para fomentar a implantação da TV Digital e atender ao marco regulatório do Ministério das Telecomunicações, o qual define a manutenção das atividades da Rede Minas/FTVM, não fazem parte do cômputo deste indicador, por não se incluírem no objeto fim deste Termo de Parceria. Página 24 de 41 Unidade: Índice - anual Peso: 3 Polaridade: quanto maior, melhor Fórmula de Cálculo: I.A.T.t = ((R.D.A.T.t)/(R.T.t – R.S.t))*100 I.A.T.= Índice de Atualização Tecnológica no período t
  25. 25. R.D.A.T.t = Recursos da emissora destinados à atualização/manutenção tecnológica, no período t (incluem-se gastos com novos equipamentos, reposição e manutenção do parque tecnológico da emissora) R.T.t= Receita Total Faturada no período t (Termo de Parceria, Recursos Próprios - diretamente arrecadados, e Receitas Financeiras) R.S.t = Receita Suplementar para TV Digital no período t Página 25 de 41 Índice de cumprimento da meta (ICM): Resultado / Meta x 100 Fonte de comprovação: Relatório de Evolução das Contas de Resultado, Balancete. Cálculo da nota: A nota será de 0 a 10, proporcional ao ICM. Contudo, se o ICM < 50%, a nota será zero. Justificativa: O índice superou a meta de 3 devido a modernização do parque tecnológico e de infraestrutura da emissora, com a aquisição de câmeras digitais, automóveis, novos equipamentos para o departamento de projetos especiais e investimentos em segurança patrimonial do prédio. Recursos em atualização tecnologica 3 17.192,15 4 1.857,98 9 7.243,80 456.293,93 Recurso total 1 .816.295,20 1 .767.076,94 1 .662.935,97 5.246.308,11 IAT - Índice de Atualização Tecnológica 17,46% 2,37% 5,85% 8,70%
  26. 26. Realizado (R$) mai/2010 abr/2010 mai/2010 jun/2010 Total Total Página 26 de 41 3- DEMONSTRATIVO DE RECEITAS E DESPESAS DO PERÍODO DESCRIÇÃO RECEITAS OPERACIONAIS abr/2010 ADTV - ASSOCIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DA RADIODIFUSAO DE MG COMPARATIVO DE RECEITAS E DESPESAS DO PERÍODO Previsto (R$) jun/2010 TERMO DE PARCERIA 1.185.217,08 1.185.217,08 1.185.217,08 3.555.651,24 3.185.217,08 1.185.217,08 1.185.217,08 5.555.651,24 RECEITA CAPTADAS 872.944,50 872.944,50 872.944,50 2.618.833,50 631.078,12 581.859,86 477.718,89 1.690.656,87 - TOTAL DE RECEITAS 2.058.161,58 2.058.161,58 2.058.161,58 6.174.484,74 3.816.295,20 1.767.076,94 1.662.935,97 7.246.308,11 - DESPESAS OPERACIONAIS - PESSOAL 1.386.488,93 1.386.489,49 1.386.489,49 4.159.467,91 1.353.012,00 1.442.252,39 1.367.279,08 4.162.543,47 SALARIOS 1.026.636,50 1.026.636,50 1.026.636,50 3.079.909,50 919.586,71 974.351,09 936.046,14 2.829.983,94 ENCARGOS 316.927,30 316.927,87 316.927,87 950.783,04 363.268,87 393.724,95 358.549,49 1.115.543,31 BENEFÍCIOS 20.518,17 20.518,17 20.518,17 61.554,52 20.517,18 23.401,45 22.274,80 66.193,43 BOLSAS, ESTÁGIOS, ETC 22.406,95 22.406,95 22.406,95 67.220,85 49.639,24 50.774,90 50.408,65 150.822,79 PROVISÃO DE FOLHA JAN/2011 - - - - - DESPESAS DE CUSTEIO 524.627,15 524.627,15 524.627,15 1.573.881,45 481.139,77 625.043,23 587.935,89 1.694.118,89 - - INVESTIMENTOS 76.303,81 121.303,81 76.303,81 273.911,42 626.531,95 42.051,98 991.626,59 1.660.210,52 - - TOTAL DE DESPESAS 1.987.419,88 2.032.420,45 1.987.420,45 6.007.260,78 2.460.683,72 2.109.347,60 2.946.841,56 7.516.872,88 - - SUPERAVIT / (-)DEFICIT 70.741,70 25.741,13 70.741,13 167.223,96 1.355.611,48 ( 342.270,66) (1.283.905,59) (270.564,77)
  27. 27. Página 27 de 41 Descrição abr/10 mai/10 jun/10 Total Acum 2º Trimestre 2010 TOTAL RECEITAS 3 .816.295,20 1 .767.076,94 1 .662.935,97 7.246.308,11 TERMO DE PARCERIA 3 .185.217,08 1 .185.217,08 1 .185.217,08 5.555.651,24 RECEITAS CAPTADAS 5 64.802,65 4 33.615,05 3 78.111,88 1.376.529,58 RECEITAS LEI DE INCENTIVO/CONVÊNIOS 27.368,38 91.652,90 42.866,52 161.887,80 RECEITAS FINANCEIRAS 3 8.907,09 5 6.591,91 5 6.740,49 152.239,49 - TOTAL DESPESAS 1 .834.151,77 2 .067.295,62 1 .955.214,97 5.856.662,36 - DESPESAS DE PESSOAL 1 .353.012,00 1 .442.252,39 1 .367.279,08 4.162.543,47 SERVIÇOS DE TERCEIROS 8 1.049,01 1 72.722,12 1 20.373,19 374.144,32 DESPESAS GERAIS 3 67.975,37 3 66.317,74 3 86.693,16 1.120.986,27 DESPESAS FINANCEIRAS 5 0,30 7 6,18 9 0,25 216,73 DESPESAS TRIBUTÁRIAS 1 6.175,39 2 6.848,30 1 5.206,50 58.230,19 GASTOS LEI DE INCENTIVO/CONVÊNIOS 15.889,70 59.078,89 65.572,79 140.541,38 - SUPERÁVIT / (DÉFICIT) 1 .982.143,43 (300.218,68) (292.279,00) 1.389.645,75 TOTAL INVESTIMENTOS 6 26.531,95 4 2.051,98 9 91.626,59 1.660.210,52 Investimento (Equipamentos e computadores) 6 23.742,15 3 9.259,09 9 81.167,49 1.644.168,73 Imobilizado (Outras imobilizações) 2 .789,80 1 94,00 1 .931,50 4.915,30 Veículos - - - - Investimento e Imobilizado (Convenios) - 2.271,25 3.258,70 5.529,95 Intangível - 3 27,64 5 .268,90 5.596,54 Benfeitorias em Imóveis de Terceiros - - - - - DEPRECIAÇÃO / AMORTIZAÇÃO (38.949,85) (44.568,97) (49.436,80) (132.955,62) - ATIVO CIRCULANTE(Menos Recursos de Convênios) 1 7.829.181,48 1 6.579.386,41 1 4.797.193,46 49.205.761,35 PASSIVO CIRCULANTE (Menos Convênios) 1 2.527.961,26 1 1.545.708,80 1 0.913.379,47 34.987.049,53 ILC - Índice de Liquidez Corrente 1 ,42 1 ,44 1 ,36 1,41 - Recursos em atualização tecnologica 3 17.192,15 4 1.857,98 9 7.243,80 456.293,93 Recurso total 1 .816.295,20 1 .767.076,94 1 .662.935,97 5.246.308,11 IAT - Índice de Atualização Tecnológica 17,46% 2,37% 5,85% 8,70% 0 Receita faturada (receita própria) + Rec. Financeira 631.078,12 581.859,86 477.718,89 1.690.656,87 Recurso total 1.816.295,20 1.767.076,94 1.662.935,97 5.246.308,11 IA - Índice de Auto Sustentabilidade 0,35 0,33 0,29 0,32
  28. 28. Página 28 de 41 3.1 – ANÁLISES DAS DESPESAS E RECEITAS No segundo trimestre de 2010, a administração da ADTV direcionou seus esforços para a melhoria da infra-estrutura, aumento na segurança e implantação da Tv Digital, visando minorar os efeitos da defasagem tecnológica ao longo dos últimos anos. Em comparação com o primeiro trimestre de 2010, houve variação de R$123.076,91 nas despesas operacionais. Porque foram realizados: contratações e aquisições para dar início da produção da nova temporada do programa Dango Balango; substituições de 2 ilhas de edição para Programa Diverso e para o Departamento de Projetos Especiais; instalação dos transmissores e antenas da Tv Digital; instalação de nobreak da Serra do Curral; aquisição de câmeras digitais; cronograma de treinamento; contratação de seguro patrimonial condizente com a estrutura da empresa; instalação de câmeras e instrumentos de segurança no prédio; instalação de alarme no CEDOC; manutenções nos veículos e equipamentos; reforma no prédio da Serra do Curral; implantação do novo site da Rede Minas; aquisição de anti-vírus profissional; aquisição de 12 computadores; aquisição de 4 licenças de softwares de edição; contratação de empresa especializada para desenvolver plano de cargos e salários; produções dos vídeos para DETRAN. Também no segundo trimestre, com a aproximação do período eleitoral, o departamento de marketing voltou suas ações de prospecção para a iniciativa privada, formatando projetos, de forma inédita, juntamente com a Fundação Clóvis Salgado e Orquestra Filarmônica. Existe grande preocupação com a captação de recursos: na iniciativa privada porque o sinal da Rede Minas não atinge plenamente o interior e podemos oferecer apenas publicidade institucional; e no setor público pela suspensão dos patrocínios durante o período eleitoral. No 2º trimestre do ano, os indicadores da área financeira da ADTV, Índice de Liquidez Corrente (total de ativo circulante/total passivo) e Índice de Aplicação de Recursos em Atualização Tecnológica superaram a meta orçamentária do exercício. O Índice de Auto Sustentabilidade não atingiu a meta, devido expressiva redução de gastos do setor público, com publicidade institucional e projetos especiais, o que certamente não foi previsto no estabelecimento da meta deste indicador.
  29. 29. 4 – CONSIDERAÇÕES FINAIS Os resultados alcançados no segundo trimestre, apresentados neste 18o. Relatório Gerencial, demonstram que o Termo de Parceria firmado com a Fundação TV Minas Cultural e Educativa/FTVM continua sendo executado pela ADTV - Associação de Desenvolvimento da Radiodifusão de Minas Gerais, em grau de eficiência progressivamente crescente, ressalvada a queda atípica de captação de recursos, que impacta diretamente o indicador de auto-sustentabilidade. Históricamente, considerado o período de vigência do Termo de Parceria, a partir de dezembro de 2005, os recursos de patrocínios e publicidade institucional do setor público, em sua maioria secretarias, fundações ou empresas do governo do estado, representam mais de 75% da receita captada pela ADTV, atingindo 93% em 2009. Neste primeiro semestre, houve uma expressiva queda de captação, por redução dos gastos de publicidade destes orgãos. Para o segundo semestre, em função das restrições do período eleitoral, a previsão é de maior queda na captação, projetando-se uma realização de cerca de 60% do valor orçado para o ano. Tal situação requer, a curto prazo, uma reavaliação junto à SEPLAG e SEGOV, intermediada pela SEC, no sentido de buscar o incremento de captação junto ao setor público, ainda no segundo semestre. A médio e longo prazo, devemos buscar maior alinhamento na elaboração orçamentária, adequando o orçamento de captação da ADTV ao orçamento do setor público e um plano de ação para ampliar a captação do setor privado, hoje pouco expressiva. Os indicadores técnicos e operacionais vem atingindo resultados que superam as metas. O controle efetivo de gastos mantem as despesas dentro dos valores orçados, sendo que o desvio ocorrido neste trimestre deve-se ao maior investimento em modernização do parque tecnológico e maior segurança, o que comprova que as ações gerenciais estão focadas no atendimento dos objetivos e interesses fixados pelo Termo de Parceria e pela FTVM. Alinhada com as orientações e diretrizes da FTVM, a programação da Rede Minas tem evoluido, com a melhoria da produção própria e através das parcerias com a TV Cultura e TV Brasil. No caso da TV Brasil, destaque para as negociações em andamento, para transmissões simultâneas de programação própria em rede nacional Página 29 de 41
  30. 30. e comercialização de videos dos programas Dango Balango e Diverso. Além disto, o novo site da Rede Minas, com transmissão ao vivo e disponibilização de videos gravados dos programas veiculados, aumenta a atratividade de telespectadores e internautas, além de ser mais uma importante ferramenta de captação de recursos. Este conjunto de ações e de resultados projetam o fortalecimento da marca “Rede Minas”, caminhando para atingir a nossa visão de futura – “Ser referência nacional de televisão pública, comprometida com a ética e cidadania, voltada para a produção e veiculação de conteúdos criativos, inovadores e de qualidade” Página 30 de 41
  31. 31. 5-COMPROVANTES DE REGULARIDADE TRABALHISTA, REVIDENCIÁRIA E FISCAL Página 31 de 41
  32. 32. 6 – DECLARAÇÃO DO DIRIGENTE DA OSCIP E DO SUPERVISOR DO TERMO DE PARCERIA Declaro, para todos os fins, que são verídicas todas as informações contidas no 16º Relatório Gerencial do Termo de Parceria firmado entre a Fundação TV Minas Cultural e Educativa e a Associação de Desenvolvimento da Radiodifusão de Minas Gerais - ADTV Página 32 de 41 Belo Horizonte, 19 de julho de 2010 __________________________________ Douglas Pires Guerra Diretor Executivo Declaro ter supervisionado as ações realizadas pela OSCIP neste período avaliatório e, diante das informações assim obtidas, ratifico e atesto a fidedignidade das informações contidas neste relatório. Belo Horizonte, 19 de julho de 2010 __________________________________ Luiz Fernando de Moraes Supervisor do Termo de Parceria, representante da Fundação TV Minas
  33. 33. 6.1 - Declaração dos Diretores da Fundação TV Minas Cultural e Educativa Declaro ter acompanhado as ações realizadas pela OSCIP neste período avaliatório e, diante das informações assim obtidas, ratifico e atesto a fidedignidade das informações contidas neste relatório, no que se refere aos indicadores do quadro seguinte. Página 33 de 41 Descrição dos Resultados Indicador de Resultado Unidade Peso Meta 2010 Realizado Diferença Elevação da qualidade, confiabilidade e disponibilidade do setor técnico. Índice de ocorrência de erros operacionais Unidade/Tri mestre 2 15 27 -12 Confiabilidade e disponibilidade de equipamentos e infra-estrutura técnica Tempo fora do ar ocasionado por defeitos técnicos Minuto/ trimestre 2 41:15 19:40 21:35 Luiz Silvério Pereira Meireles (Diretor Técnico - FTVM)
  34. 34. Declaro ter acompanhado as ações realizadas pela OSCIP neste período avaliatório e, diante das informações assim obtidas, ratifico e atesto a fidedignidade das informações contidas neste relatório, no que se refere aos indicadores do quadro seguinte. Página 34 de 41 Descrição dos Resultados Indicador de Resultado Unidade Peso Meta 2010 Realizado Diferença Tempo médio de programação própria transmitida Horas - Média mensal no trimestre 2 250 320,6 70,6 Tempo médio de programação própria inédita transmitida Horas - Média mensal no trimestre 3 120 120,4 0,4 Tempo médio de programação interativa Horas - Média mensal no trimestre 2 40 52,2 12,2 Qualidade e diversidade da grade de programação Tempo médio de programação com conteúdo sobre o interior mineiro Horas - Média mensal no trimestre 3 35 31,4 -3,6 Luciano Ferreira de Alkmim (Diretor de Programação e Produção - FTVM)
  35. 35. Declaro ter acompanhado as ações realizadas pela OSCIP neste período avaliatório e, diante das informações assim obtidas, ratifico e atesto a fidedignidade das informações contidas neste relatório, no que se refere aos indicadores do quadro seguinte. Página 35 de 41 Descrição dos Resultados Indicador de Resultado Unidade Pes o Met a 2010 Realizado Diferen ça Tempo médio de programação jornalística Horas – média mensal no trimestre 2 55 78,9 23,9 Jornalismo abrangente Eventos com cobertura especial e transmissão ao vivo Unidade – avaliação anual 2 12 8 4 Túlio Marcus Coelho Ottoni (Diretor de Jornalismo - FTVM)
  36. 36. Declaro ter acompanhado as ações realizadas pela OSCIP neste período avaliatório e, diante das informações assim obtidas, ratifico e atesto a fidedignidade das informações contidas neste relatório, no que se refere aos indicadores do quadro seguinte. Página 36 de 41 Descrição dos Resultados Indicador de Resultado Unidade Peso Meta 2010 Realizado Diferença Sistematização e ampliação das atividades de produção Faturamento com projetos especiais R$ - trimestre 3 400.000 754.100 354.100 Índice de liquidez corrente (total de ativo circulante / total passivo) Índice trimestre 3 1,09 1,41 0,32 Recursos em atualização tecnológica / recursos totais em R$3 % anual 3 3 9 6 Evolução da situação financeira Índice de Auto-sustentabilidade Índice - trimestre 3 0,45 0,32 -0,13 Celma Regina Ferreira (Diretora de Planejamento, Gestão e Finanças - FTVM)
  37. 37. Página 37 de 41
  38. 38. Página 38 de 41
  39. 39. Página 39 de 41
  40. 40. Página 40 de 41
  41. 41. Página 41 de 41

×