Branded Content 
Conteúdo e Entretenimento 
Novembro, 2014
Oi 
SP 
SBC 
Cruz das Almas (BA) 
Foz do Iguaçu (PR) 
São Carlos (SP) 
Recife (PE) 
Cidade do Mexico (MX)
Produzidos e Gravados 
Formatos 
Ao vivo 
Vendas 
Publicitárias
Qual o modelo hoje 
Modelo de negócio claramente definido e 
muito bem estabelecido para mídias 
tradicionais. 
Somos benc...
Branded Content: um negócio ainda 
sem modelo definido 
Merchan não é Branded Content ou 
Entretenimento. 
Produtoras + Ag...
Por que investir neste novo formato e 
modelo? 
A mudança de hábito da audiência. 
SEM ilusões. 
Tv ainda é o veiculo de c...
Então, Por que Branded Content? 
Mudança de hábitos muda o negócio 
Inventário finito: todos querem o primetime 
Demanda d...
Tudo isso + ajuda da Lei 
Lei 12.485 de setembro 2011 + Artigo 1A do 
Audiovisual 
1 
3 
2 
4 
5 
1 
2
Premissas #
#1 Qualificação 
R$ 
Tempo disponivel para planejamento, criação, 
desenvolvimento e produção – 1 ano em média 
Cultura or...
#2 Quem define e orienta Conteúdo é 
a audiencia 
Brief Comercial Tradicional: o que a marca quer 
falar para as pessoas 
...
#3 Branded Content é negócio 
Modelo vigente é baseado do ROI: quanto se 
investe Vs quanto se vende. 
É um desafio para t...
#4 Considere o parceiro 
O ambiente, o canal, a plataforma tem que ter 
total sinergia com o formato, com a mensagem 
e co...
#5 Formato é consequencia 
Formato é consequencia. Nada supera uma boa 
história. Nada.
Inspiração
The Hire - 2001
Vamos trabalhar 
Uma grande marca de Food Solutions (produtos para restaurantes e e industrias de alimentos), de uma Multi...
Obrigada. 
cris_orlandi@discoverybrasil.com
Financiamento Audiovisual - AULA 6 | Financiamento Privado | Cris Orlandi |  Product Placement e Branded Content - RedeCemec
Financiamento Audiovisual - AULA 6 | Financiamento Privado | Cris Orlandi |  Product Placement e Branded Content - RedeCemec
Financiamento Audiovisual - AULA 6 | Financiamento Privado | Cris Orlandi |  Product Placement e Branded Content - RedeCemec
Financiamento Audiovisual - AULA 6 | Financiamento Privado | Cris Orlandi |  Product Placement e Branded Content - RedeCemec
Financiamento Audiovisual - AULA 6 | Financiamento Privado | Cris Orlandi |  Product Placement e Branded Content - RedeCemec
Financiamento Audiovisual - AULA 6 | Financiamento Privado | Cris Orlandi |  Product Placement e Branded Content - RedeCemec
Financiamento Audiovisual - AULA 6 | Financiamento Privado | Cris Orlandi |  Product Placement e Branded Content - RedeCemec
Financiamento Audiovisual - AULA 6 | Financiamento Privado | Cris Orlandi |  Product Placement e Branded Content - RedeCemec
Financiamento Audiovisual - AULA 6 | Financiamento Privado | Cris Orlandi |  Product Placement e Branded Content - RedeCemec
Financiamento Audiovisual - AULA 6 | Financiamento Privado | Cris Orlandi |  Product Placement e Branded Content - RedeCemec
Financiamento Audiovisual - AULA 6 | Financiamento Privado | Cris Orlandi |  Product Placement e Branded Content - RedeCemec
Financiamento Audiovisual - AULA 6 | Financiamento Privado | Cris Orlandi |  Product Placement e Branded Content - RedeCemec
Financiamento Audiovisual - AULA 6 | Financiamento Privado | Cris Orlandi |  Product Placement e Branded Content - RedeCemec
Financiamento Audiovisual - AULA 6 | Financiamento Privado | Cris Orlandi |  Product Placement e Branded Content - RedeCemec
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Financiamento Audiovisual - AULA 6 | Financiamento Privado | Cris Orlandi | Product Placement e Branded Content - RedeCemec

348 visualizações

Publicada em

8 de novembro de 2014
AULA 6 | Financiamento Privado | Cris Orlandi | Product Placement e Branded Content

Nos últimos anos, temos acompanhado o crescimento acelerado do mercado audiovisual, em resposta principalmente às mudanças trazidas pela Lei 12.485/2011, e ao volume de recursos disponíveis para o desenvolvimento do setor.

Diante deste cenário otimista de grandes oportunidades, torna-se indispensável uma atenção e preparação cada vez maiores por parte daqueles que trabalham com projetos nesta área. Os mecanismos de financiamento disponíveis mudaram, assim como a própria dinâmica de produção e distribuição audiovisual.

Para oferecer suporte aos produtores, distribuidores, agentes e players do mercado, o curso Financiamento Audiovisual funcionará como um espaço de reflexão e conhecimento, reunindo o olhar de especialistas do mercado audiovisual sobre as ferramentas de negócio, os instrumentos de financiamento público e privado, e as oportunidades de circulação comercial dos filmes e séries.

Publicada em: Economia e finanças
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Financiamento Audiovisual - AULA 6 | Financiamento Privado | Cris Orlandi | Product Placement e Branded Content - RedeCemec

  1. 1. Branded Content Conteúdo e Entretenimento Novembro, 2014
  2. 2. Oi 
  3. 3. SP SBC Cruz das Almas (BA) Foz do Iguaçu (PR) São Carlos (SP) Recife (PE) Cidade do Mexico (MX)
  4. 4. Produzidos e Gravados Formatos Ao vivo Vendas Publicitárias
  5. 5. Qual o modelo hoje Modelo de negócio claramente definido e muito bem estabelecido para mídias tradicionais. Somos benchmark em modelo de negócio e em criatividade.
  6. 6. Branded Content: um negócio ainda sem modelo definido Merchan não é Branded Content ou Entretenimento. Produtoras + Agencias + Canais
  7. 7. Por que investir neste novo formato e modelo? A mudança de hábito da audiência. SEM ilusões. Tv ainda é o veiculo de comunicação mais consumido do mundo. O brasileiro é um dos povos que mais assiste TV no mundo. Maior gerador de conteúdos e conversas nas redes sociais: TV
  8. 8. Então, Por que Branded Content? Mudança de hábitos muda o negócio Inventário finito: todos querem o primetime Demanda dos clientes anunciantes para as Agencias e os Veículos (Tv, Digital, Impressa, etc) TV everywhere
  9. 9. Tudo isso + ajuda da Lei Lei 12.485 de setembro 2011 + Artigo 1A do Audiovisual 1 3 2 4 5 1 2
  10. 10. Premissas #
  11. 11. #1 Qualificação R$ Tempo disponivel para planejamento, criação, desenvolvimento e produção – 1 ano em média Cultura organizacional que permita e facilite o envolvimento de agencia – cliente – veiculo – produtora Clientes / Marcas que tenham clara a mensagem a ser comunidada Clientes com flexibilidade quanto ao controle editorial
  12. 12. #2 Quem define e orienta Conteúdo é a audiencia Brief Comercial Tradicional: o que a marca quer falar para as pessoas Branded Content: o que as pessoas querem ouvir / ver e como a marca pode fazer parte ou criar um conteúdo
  13. 13. #3 Branded Content é negócio Modelo vigente é baseado do ROI: quanto se investe Vs quanto se vende. É um desafio para todos nós esta mudança e a criação de métricas capazes de dimensionar o resultado do investimento.
  14. 14. #4 Considere o parceiro O ambiente, o canal, a plataforma tem que ter total sinergia com o formato, com a mensagem e com a linguagem. O Objetivo do canal é audiencia. Sempre.
  15. 15. #5 Formato é consequencia Formato é consequencia. Nada supera uma boa história. Nada.
  16. 16. Inspiração
  17. 17. The Hire - 2001
  18. 18. Vamos trabalhar Uma grande marca de Food Solutions (produtos para restaurantes e e industrias de alimentos), de uma Multi Nacional, precisa fazer crescer a margem de lucro com a venda de seus produtos além de crescer em volume em todo o Brasil. Decidiu então que era o momento de comunicar esta marca de maneira mais ampla. Até então só trabalhavam comunicação Direta (CRM, MKT Direto). O foco são as pequenas e médias empresas de fast food mais conhecidas por “restaurantes por quilo” que vem crescendo muito no Brasil, nas zonas urbanas. Cenario: • Negócio de Fast Food cresce ano a ano no Brasil (em média 15%) • Os donos de restaurante compram produtos bons, porem baseados numa escolha por preço • Os consumidores não conhecem as marcas que são compradas por estes restaurantes, portanto não é um critério de escolha na hora da refeição A ideia da equipe de MKT desta marca, é Desenvolver Conteúdo com a marca para que ela se torne mais conhecida e relevante aos donos de restaurante e também pelos consumidores, que assim poderão influenciar a decisão de compra. Falar dos beneificoos e agregar serviço ao produto é uma necessidade. Mensagem: Comer com a boca e com os olhos. • Budget é bem limitado e a necessidade de crescimento muito grande. • Deve ser algo que inspire aos donos de pequenos e medios restaurantes . • Tem que ser entrenenimento • Deve ser Factual (real e não ficcção).
  19. 19. Obrigada. cris_orlandi@discoverybrasil.com

×