Successfully reported this slideshow.

Golpe da pirâmide_parte 3

175 visualizações

Publicada em

Reportagem denuncia golpe da pirâmide financeira com dados exclusivos do site Reclame Aqui e comentários de especialistas.
Observação: texto dividido em três partes.

Publicada em: Economia e finanças
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Golpe da pirâmide_parte 3

  1. 1. 6 capa – DOMINGO, 4 DE MAIO DE 2014 você sabia? 21,5% 6 milhões de brasileiros estavam em busca de emprego no último trimestre de 2013, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) dos professores brasileiros que davam aulas nos anos finais do ensino fundamental (6° ao 9° ano) não fizeram ensino superior. Desse total, 35,4% não são habilitados para dar aula, pois não fizeram licenciatura. Os dados são do Censo Escolar e foram compilados pela ONG Todos pela Educação em 2013 Justiça investiga; nossos leitores se dividem é conduzido pela Securities and Exchange Comission (SEC), autoridade reguladora do mer- cado de capitais americano (veja ao lado). Defesa e acusação Apesar das evidências de fraude, muitas pessoas ainda creem no modelo da TelexFree. Defensores da suposta pirâmide acusam o Ministério Público de impedi-las de continuar lucran- do com o negócio, segundo re- latos feitos na página do Face- book da Folha Universal. É o caso do leitor Edson Mota, de Santo André (SP). Por e-mail, ele disse que colocou R$ 92 mil na TelexFree entre novembro de 2012 e março de 2013, mas só recuperou R$ 56 mil. Agora, Edson enfrenta di- ficuldades. “Estou há mais de seis meses sem pagar aluguel da residência e dependemos da ajuda de familiares até para comprar alimentos”, relatou. Apesar disso, Edson ainda acre- dita que a empresa é idônea. “Tenho a c o m - panhado o caso através de noticiários e vídeos postados pelo diretor da TelexFree (sr. Carlos Costa) na página da empresa no Facebook [...]. Que a Justiça de nosso Brasil seja coerente”, concluiu. A maioria dos que criticaram o negócio reclama de perdas fi- nanceiras e falta de informação. Uma leitora do Paraná relatou que o marido investiu R$ 17 mil, mas recuperou menos da meta- de do dinheiro. “O assunto cau- sa muita revolta e ele está com uma dívida enorme no banco”, afirmou ela, sem revelar a iden- tidade. Já o leitor Jovino Neto, de Goiás, colocou R$ 6 mil no negócio, mas recuperou pou- co mais de R$ 1,5 mil. “Entrei nessa depois de muita insistência de um amigo. [...] Acredito que (o dinheiro) será perdido, que isso fique como lição para os que procuram ganho fácil. Não caia nessa.” Já a leitora Renata Duran, que vive nos Estados Unidos, disse que a promessa de lu- cros de 200% convenceu o marido dela, que investiu, mas só conseguiu 26% de retorno. Renata destacou as contradições da empresa em seu comentário. Segun- Acima, a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC, em inglês) anuncia que apresentou acusações contra a TelexFree. Abaixo, pedido de entrevista encaminhado pela reportagem aos responsáveis pela TelexFree do ela, a TelexFree “demons- trava estar indo superbem”, mas “recentemente se decla- rou em falência, o que impe- de que ela seja processada”. A Folha Universal tentou contato com as empresas Te- lexFree, Priples e BBom, mas não obteve sucesso até o fecha- mento desta edição. Diante de tantas incertezas, uma coisa é certa: não existe multiplicação mágica de dinhei- ro nem na bolsa de valores. TelexFree é multada O Ministério da Justiça apli- cou multa de R$ 5,5 milhões à empresa TelexFree, segundo decisão publicada no dia 30 de abril no “Diário Oficial da União”. De acordo com a Se- cretaria Nacional de Direito do Consumidor, responsável pela ação, a multa é baseada “na gravidade e na extensão da lesão causada a milhares de consumidores em todo o País, na vantagem auferida e na con- dição econômica da empresa”. Emoção, em vez da razão Para a psicóloga clínica Débora Jorge, o imediatismo leva muitas pessoas ao enga- no. “As pessoas não querem perder tempo, investir em suas habilidades e talentos. Elas querem retorno imediato. En- tão a proposta de dinheiro fá- cil ilude mesmo”, afirmou. O bispo Jadson Santos, que coordenapalestrasparaempre- sários, concorda. “Não se deve pensar só em conquistar, ape- nas em multiplicar. É claro que isso é possível, mas, só para ter uma noção, mais de 90% das pessoas que jogam e ganham dinheiro acabam perdendo e voltam para a miséria”, cravou Santos, em entrevista ao portal universal.org. Amaioriadosque criticaramonegócio reclamadeperdas financeirasefalta deinformação REPRODUÇÃO AFP CONHECIDO COMO um dos mais bem-sucedidos gerentes de investimento de Nova York, Bernard Lawrence Madoff (foto) aproveitou a fama para atrair pessoas para um esquema de pirâmide que prometia altos retornos de investimentos. A proposta atraiu 16 mil vítimas. Estima-se que investidores tenham perdido entre US$ 12 bilhões e US$ 20 bilhões. Ele foi condenado a 150 anos de prisão relatou. Apesar disso, Edson ainda acre- dita que a empresa é idônea. “Tenho a c o m - que diss cro m m r a em CO um ge No Ma fam um pro inv 16 inv en bil an

×