Geo h e_9ano_cap15_site

879 visualizações

Publicada em

África - o espaço socioeconômico.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
879
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
64
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Geo h e_9ano_cap15_site

  1. 1. Geografia Homem & Espaço 9º ano - Unidade IV Capítulo 15 – África – o espaço socioeconômico ELIAN ALABI LUCCI ANSELMO LAZARO BRANCO ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
  2. 2. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Observe o mapa. CarlosTadeudeCarvalhoGamba Fonte: Dan Smith. Atlas da situação mundial. São Paulo: Nacional, 2007. p. 112 -113. HIV/AIDS
  3. 3. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Conversa  Qual é o continente que apresenta a maior porcentagem de pessoas contaminadas pelo vírus HIV/aids?  Que países desse continente apresentam os piores índices?  Em sua opinião, o que essa informação pode indicar sobre a situação social e econômica desse continente?
  4. 4. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Subdesenvolvimento e contrastes Subdesenvolvimento e pobreza Caracterizam boa parte dos países africanos. Convivem com a diversidade cultural, étnica e econômica que marca o continente.
  5. 5. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Esse crescimento econômico acaba beneficiando uma camada restrita da população e acentuando as desigualdades sociais. Apoiado fundamentalmente na exploração dos recursos naturais. Alguns países do continente têm alcançado crescimento econômico Nos últimos anos intensificou bastante as relações diplomáticas com países africanos. China
  6. 6. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Extração de petróleo em Angola (2006). JeromeSessini/Corbis/LatinStock
  7. 7. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva 15% do petróleo que os EUA importam do restante do mundo é fornecido pelos países africanos. Integração econômica entre o Brasil e os países africanos tem crescido. Empresas brasileiras de grande porte, como: • Petrobras; • Vale; • Odebrecht; • Camargo Corrêa; • Andrade Gutierrez. Atuam em cerca de 13 países africanos. O comércio Brasil–países africanos apresentou crescimento expressivo nos últimos dez anos.
  8. 8. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva JeremyHorner/Corbis/LatinStock Pobreza na cidade de Luanda, capital de Angola.
  9. 9. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Fonte: Folha de S.Paulo, 16 set. 2007. p. B -18.
  10. 10. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Conversa  De acordo com o gráfico, a partir de que ano a curva de crescimento do comércio entre Brasil e África acentuou-se?  Em 2006 a balança de comércio com os países africanos apresenta déficit ou superávit para o Brasil?
  11. 11. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva África do Norte e África subsaariana Formada basicamente por: • Egito; • Líbia; • Tunísia; • Argélia; • Marrocos. População majoritariamente branca, merece destaque a influência árabe e islâmica.
  12. 12. Estão no grupo dos que apresentam melhores indicadores sociais e econômicos do continente africano. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Egito, Tunísia e Marrocos Sobressai a atividade turística. Esses países da África do Norte Apesar de subdesenvolvidos e com indicadores sociais bem inferiores aos dos países desenvolvidos.
  13. 13. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva AtlantidePhototravel/Corbis/LatinStock Praça na cidade do Cairo, no Egito (2007).
  14. 14. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva África Subsaariana: • abriga uma população predominantemente negra; • grupos étnicos bastante diferenciados; • condições de vida, de modo geral, bastante precárias; • economia concentrada: • na atividade agrícola de subsistência; • no setor terciário; • na produção de matérias-primas agrícolas e minerais.
  15. 15. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva • Apresenta atividade industrial e economia diversificadas. • Está inserida no contexto da Divisão Internacional do Trabalho como país subdesenvolvido industrializado. Desenvolvimento da atividade industrial Limitado e restrito basicamente às indústrias de bens de consumo. África do Sul Único país de destaque ao sul do deserto do Saara.
  16. 16. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Refinaria de gás natural na Nigéria. EdKashi/Corbis/LatinStock
  17. 17. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Apenas combustíveis fósseis têm preços elevado e os alimentos, com a crise alimentar mundial, poderiam apresentar uma recuperação nos preços. Países africanos Dependem da exportação de gêneros agrícolas e/ou minerais, têm de enfrentar ainda a queda nos preços de algumas dessas matérias-primas.Diversos países, além de atraír poucos investimentos, apresentam um quadro socioeconômico marcado pela presença constante de ajudas humanitárias, com doação de alimentos e medicamentos.
  18. 18. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Muitos não retornam mais e parte deles forma o contingente de 40 mil africanos que detêm título de doutor e fixaram residência no exterior. Anualmente, cerca de 70 mil africanos subsaarianos saem dos países do continente Vão estudar em países da Europa ou nos EUA.
  19. 19. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Estudante nigeriana na Áustria. EleanorBentall/Corbis/LatinStock
  20. 20. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva A sociedade Apresenta, de modo geral, taxas de crescimento demográfico superiores a 2,2%. População africana Em 2006 somava 924,5 milhões de habitantes. A busca por melhores condições de vida e a fuga de conflitos étnicos provocam migrações no interior do continente.
  21. 21. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Observe o mapa. África – distribuição populacional Fonte: World Atlas. Londres: Dorling Kindersley, 1999. p. 25/Leda Ísola e Vera Caldini. Atlas geográfico Saraiva. São Paulo: Saraiva, 2005. p. 108.
  22. 22. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Conversa  Que características naturais explicam as áreas de densidade populacional inferior a 1 hab/km²? Observe os mapas de clima e vegetação do capítulo anterior.  Indique as duas áreas mais povoadas do continente africano. Onde estão localizadas?  Para onde se dirigem os movimentos migratórios externos?
  23. 23. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva IDH dos países africanos País IDH/posição Esperança de vida (anos) Taxa de alfabetização de adultos (%) PIB per capita (em dólares) Seicheles 0,843/50º 72,7 91,8 16,106 Egito 0,708/112º 70,7 71,4 4,337 África do Sul 0,674/121º 50,8 82,4 11,110 Camarões 0,532/144º 49,8 67,9 2,299 Senegal 0,499/156º 62,3 39,3 1,792 Angola 0,446/162º 41,7 67,4 2,335 Costa do Marfim 0,432/166º 47,4 48,7 1,648 Moçambique 0,384/172º 42,8 38,7 1,242 Burkina Fasso 0,370/176º 51,4 23,6 1,213 Serra Leoa 0,336/177º 41,8 34,8 806 Fonte: Pnud. Relatório do Desenvolvimento Humano 2007/2008.
  24. 24. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Conversa  De modo geral, que análise podemos fazer da situação de desenvolvimento humano dos países africanos?  Quais repercussões essa situação pode ter sobre a formação da mão de obra qualificada? Qual indicador possibilita fazer essa análise?
  25. 25. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Condições precárias da população Indicadores sociais revelam as precárias condições em que vive grande parte da população: • taxas de mortalidade infantil elevadas, atingindo 91,2%, em média. • esperança de vida nos países da África Subsaariana é, em média, de 46 anos.
  26. 26. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva
  27. 27. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Enquanto no mundo a porcentagem de população vivendo com menos de 1 dólar por dia caiu de 40%, em 1970, para aproximadamente 18%, em 2000, na África passou de 42% para 50%. De acordo com estudos realizados por organizações internacionais no início deste século A maior parte dos países africanos situados ao sul do deserto do Saara passou por um retrocesso econômico nas duas últimas décadas.
  28. 28. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Fatores como: • atraso tecnológico; • economia de baixa produtividade; • guerras civis; • corrupção dos governos; • falta de democracia; • ritmo de crescimento populacional superior ao ritmo de crescimento da economia; • secas periódicas; • intensa retirada de recursos naturais sem a aplicação de práticas sustentáveis aprofundam ainda mais o quadro de deterioração das condições de vida de parcela considerável das sociedades africanas.
  29. 29. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Criança subnutrida na região de Sahel, na África (2006). FinbarrO’Reilly/Reuters/LatinStock
  30. 30. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Adultos e crianças vivendo com HIV (2007) Fonte: Folha de S.Paulo, 21 nov. 2007. p. A-15.
  31. 31. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva A composição étnica e as religiões A população branca é formada em sua grande maioria por povos islâmicos, predominantemente, de língua árabe. Constituída predominantemente por negros Mas 1/3 do total é de brancos, que se concentram, principalmente, na porção setentrional. Os brancos do norte da África subdividem-se em árabes e berberes.
  32. 32. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Os tuaregues são um grupo étnico da região do Saara. PanoramicImages/GettyImages
  33. 33. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Os povos negros praticam o islamismo, o cristianismo e o animismo — crença segundo a qual tudo o que existe na natureza possui alma, é animado por um espírito. Negros Concentrados principalmente ao sul do Saara. Apresentam uma grande diversidade de povos, línguas e religiões. Ao lado das diferentes línguas e dialetos, são falados também o francês, o inglês e o português.
  34. 34. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Os negros no continente africano subdividem-se nos seguintes grupos: • bantos — os mais numerosos e que ocupam a maior parte da região equatorial, a região dos grandes lagos e parte da Namíbia, Botsuana e África do Sul; • sudaneses — situados principalmente na porção ocidental; • hotentotes — em maior número na África do Sul, Namíbia e Botsuana; • nilóticos — habitantes da região do alto curso do rio Nilo; • bosquímanos — ocupantes das estepes situadas às margens do deserto do Kalahari; • pigmeus — habitantes da floresta equatorial; • malgaxes — habitantes da ilha de Madagáscar.
  35. 35. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva África – grupos étnicos Fonte: Atlas du continent africain. Paris: Jaguar; 1993. p. 47 (adaptado). MárioYoshida
  36. 36. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva A urbanização e as cidades As grandes cidades africanas estruturaram-se a partir da formação de portos de exportação dos produtos agrícolas e minerais para os países desenvolvidos. Apresenta índices de urbanização relativamente baixos. Na África Setentrional, o índice é superior, em média, a 50%; na África do Sul é de 57,4%; e na África Subsaariana é, em diversos países, menor que 35%.
  37. 37. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Região portuária em Lagos, na Nigéria. RichardduToit/GettyImages
  38. 38. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva • O acelerado crescimento populacional • O processo de desertificação na região do Sahel • A busca pelos serviços urbanos Entre outros fatores Vêm sendo responsáveis pelo êxodo rural.
  39. 39. • Formação de inúmeras favelas Fluxos migratórios campo – cidade Intensos a partir dos anos 1960 Têm se direcionado principalmente para as grandes cidades, que crescem de modo caótico. • Problemas nos sistemas de transportes urbanos Graves consequências: • Deficiência na coleta de lixo. • Deficiência nas redes de água e esgotos
  40. 40. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Cidade dos mortos, no Cairo, Egito. EddieGerald/Alamy/OthersImages
  41. 41. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Uma economia dependente Em decorrência disso, o espaço geográfico do continente africano vem sendo organizado de acordo com os interesses de suas ex-metrópoles ou das grandes potências mundiais. Para entender os vários aspectos da economia desse continente deve-se levar em consideração: O longo tempo de colonialismo pelo qual passou.
  42. 42. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva A agropecuária Assim, a agricultura na maioria dos países africanos passou a ser praticada de duas formas: Antes do período colonial atendia às necessidades alimentares de seus habitantes Pela agricultura comercial de exportação. Depois foi substituída, em boa parte: Subsistência Comercial ou plantation
  43. 43. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Plantação comercial de trigo na África do Sul. ImagesogAfricaPhotobank/Alamy/OtherImages
  44. 44. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Nela predomina a monocultura, que ocupam as melhores terras do continente. Principais produtos cultivados para subsistência: • mandioca; • arroz; • milhete; Agricultura de plantation • sorgo; • inhame; • batata. Surgiu com a chegada do colonizador. Localizada principalmente nas zonas litorâneas. Sua finalidade é a produção de culturas destinadas a abastecer o mercado externo.
  45. 45. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Agricultura de subsistência na Etiópia. ImagesofAfricaPhotoBank/Alamy/OtherImages
  46. 46. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Na África do Sul é encontrado um dos maiores rebanhos de ovinos do mundo, destinado principalmente ao fornecimento de lã para as indústrias locais e para exportação. Atividade criatória Praticada principalmente: • na região mediterrânea; • nas estepes e savanas do Sudão; • na África do Sul; • nas regiões às margens dos grandes lagos da parte oriental.
  47. 47. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Rebanho de ovinos na África do Sul (2004). PeterTitmuss/Alamy/OtherImages
  48. 48. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva As riquezas minerais e a atividade industrial No fim da década de 1960, alguns países resolveram nacionalizar suas minas Riquezas minerais africanas Desde as primeiras descobertas, foram exploradas por companhias estrangeiras. Apoiando-se para isso em organismos internacionais que reúnem vários países produtores de minérios.
  49. 49. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva O petróleo é um dos minerais africanos mais significativos Muitos países do continente continuam com suas economias fortemente vinculadas às suas antigas metrópoles. Pois é uma grande fonte de divisas para vários países. Os efeitos de alguns séculos de colonialismo impedem até hoje que os países africanos possam se desenvolver com base na atividade industrial.
  50. 50. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Extração de cobre na República Democrática do Congo (2005). Per-AndersPettersson/GettyImages
  51. 51. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva A colonização dificultou a industrialização porque: • o controle do comércio pelos europeus impediu a formação de uma burguesia de comerciantes nativos; • não houve acúmulo de capitais tendo por base a propriedade da terra; • não se desenvolveu um mercado interno. A produção industrial africana, em média, corresponde a 1% do total do PIB do continente.
  52. 52. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Turismo O patrimônio histórico egípcio, com as suas pirâmides e templos, é uma das principais atrações do continente, o que eleva o país à posição de mais visitado da África. Não tem uma importância significativa na economia africana. Fatores que desestimulam o ingresso de turistas: • falta de infraestrutura hoteleira; • falta de transportes; • constantes conflitos étnicos, entre outros.
  53. 53. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Observe a imagem. Na cratera de Ngorongoro, no Norte da Tanzânia, existe uma área de proteção ambiental que abriga um ecossistema perfeito para a reprodução de diversas espécies animais. RemiBenali/Corbi/LatinStock
  54. 54. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Conversa  Que paisagem vegetal está representada na fotografia?  Que importância essa paisagem tem para o desenvolvimento turístico no continente africano? Discuta com seus colegas e com seu professor.  Quais problemas socioeconômicos dificultam o maior desenvolvimento da atividade turística na África Subsaariana?
  55. 55. ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva Observe a imagem a seguir e escreva um texto, utilizando as expressões: colonialismo, agricultura para exportação, ajuda humanitária e países desenvolvidos. LionelHealing/AFP/GettyImages Doação de comida na República Democrática do Congo.
  56. 56. Geografia Homem & Espaço 9º ano - Unidade IV Capítulo 15 – África – o espaço socioeconômico ELIAN ALABI LUCCI ANSELMO LAZARO BRANCO ParteintegrantedaobraGeografiaHomem&Espaço,EditoraSaraiva

×