Anjos na viela

375 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
375
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Anjos na viela

  1. 1. ANJOS NA LADEIRA<br />UMA HISTORIA VERDADEIRA<br />
  2. 2. Diane, uma joven estudante universitaria cristã, estava em casa naquele verão. Foi visitar alguns amigos nesse noite e a conversa animada um pouco mais longa do que planejara, fez com que as horas avançassem noite adentro e se fez muito tarde para retornar caminhando sozinha até sua casa. Mas não tinha medo, porque morava numa cidadezinhapequena e tranquila a poucos quarteirões dali.<br />
  3. 3. Enquanto caminhava até sua casa, pediu a Deus que a mantivesse a salvo de qualquer mal ou perigo. Quando chegou a uma viela que utilizava como atalho para chegar mais rápido até sua casa, resolveu ir por ali.<br />Quando estava na metade da ruazinha, notou um homem parado no final delae parecia que a estava esperando.<br />
  4. 4. Diane ficou nervosa e começou a rezar pedindo proteção a Deus. Nesteinstante, um sentimento de tranquilidade y segurança a envolveram, sentiucomo se alguem estivesse caminhando junto dela, chegou ao final da viela e foi caminhando justamente na direção onde o homem se encontrava, mas nada aconteceu chegando bem na sua casa.<br />
  5. 5. No dia seguinte leu no jornal, que uma moça havia sido estuprada naquela mesma viela, uns 20 minutos depois que ela passara por ali.<br />
  6. 6. Sentindo-se mal por essa tragédia e pensando que poderia ter sido com ela, começou a chorar dando Graças a Deus por te-la cuidado e lhe rogou que ajudara à outra joven. Decidiu então ir à delegacia de policia, acreditando que poderia reconhecer o homem e lhes contou sua historia.<br />
  7. 7. O delegado lhe preguntou se estaria disposta a identificar o homem que havía visto a noite anterior naquela viela. Prontamente acedeu e sem duvidar reconheceu o homem em questão. Quando o homem soube que tinha sidoidentificado, rendeu-se e confessou.<br />
  8. 8. O Delegado de policiaagradeceu a Diane pela sua valentía e lhepreguntou se havia algoque pudessemfazer por ela, entãopediu que preguntassemaohomem,<br />porque nãohavia atacado a elaquandopassoupela mesmaviela.<br />
  9. 9. Quando o Delegado preguntou ao homem, ele respondeu: "Porque ela nãoestava sozinha, haviam dois homens altos caminhando um de cada lado"<br />
  10. 10. Moral da historia?<br />Não subestimes o poder de uma oração.<br />Dá calafríos não é?<br />Para todos vocês que significam algo muito querido para mim, lhes desejo apaz, e o júbilo de Deus,<br />junto com a vela do amor, esperança e amizade!<br />

×