Apresentação poemas emef gabaldi

3.233 visualizações

Publicada em

A tarde de evento contou também com amostra de poesia falada, onde todos os alunos da escola puderam apreciar com os olhos, ouvidos e coração a beleza de poemas escritos por autores já consagrados em um sarau de poesias apresentados pelos alunos. EMEF Nelson Gabaldi - Secretaria Municipal da Educação de Marília - SP

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Apresentação poemas emef gabaldi

  1. 1. LEILÃO DE JARDIM Cecília Meirelles
  2. 2. Quem me compra um jardim com flores?
  3. 3. Borboletas de muitas cores, lavadeiras e passarinhos, ovos verdes e azuis nos ninhos?
  4. 4. Quem me compra este caracol? Quem me compra um raio de sol? Um lagarto entre o muro e a hera, uma estátua da Primavera?
  5. 5. Quem me compra um raio de sol?
  6. 6. Quem me compra este formigueiro? E este sapo, que é jardineiro? E a cigarra e a sua canção? E o grilinho dentro do chão?
  7. 7. Este é meu leilão!
  8. 8. SONHOS
  9. 9. DA MENINA
  10. 10. A flor com que a menina sonha está no sonho?
  11. 11. A lua com que a menina sonha é o linho do sonho ou a lua da fronha? Sonhos da menina Cecília Meirelles
  12. 12. O girassol (Vinicius de Moraes) Sempre que o sol Pinta de anil Todo o céu O girassol Fica um gentil Carrossel.
  13. 13. — "Roda, roda, carrossel Roda, roda, rodador Vai rodando, dando mel Vai rodando, dando flor".
  14. 14. O GIRASSOL É O CARROSSEL DAS ABELHAS!!!!
  15. 15. O relógio Passa, tempo, tictac Tic-tac, passa, hora Chega logo, tic-tac Tic-tac, e vai-te embora Passa, tempo Bem depressa Não atrasa Não demora Que já estou Muito cansado Já perdi Toda a alegria De fazer Meu tic-tac Dia e noite Noite e dia Tic-tac Tic-tac Tic-tac . . . VINÍCIUS DE MORAES
  16. 16. Jacaré, larga do meu pé deixa de ser chato! Se você tem fome, então vê se come só o meu sapato, e larga do meu pé, e volta pro seu mato,jacaré.
  17. 17. Não existe dor gostosa (Ricardo Azevedo) Não existe dor bonita Nem dor que seja melhor. Mas entre as dores do mundo Haveria uma pior? Tem gente quem não vacila: _Digo, juro e não duvido. Que a mais doída das dores Com certeza é a dor de ouvido!
  18. 18. Mas outros logo discordam: _Não vem, que não adianta! E dizem, quase sem voz: _A pior é a dor de Ai... garganta! Ai... Ai... Ai ...
  19. 19. É quando alguém se levanta E bravo bate na mesa Dizendo que não existe Pior que a dor de cabeça Mas alguém acha outra coisa E vem com voz como valente Pra provar com a mão na boca Que a pior é a dor de dente
  20. 20. Sem falar nos que insistem Em lembrar dessa inimiga Que maltrata a nossa vida E a chamada dor de barriga
  21. 21. Tem gente com dor na unha Tem dor que dá no cabelo Tem dor que dá de inveja É a dor de cotovelo Não existe dor gostosa, De dor ninguém acha graça. Mas a dor pior que existe É aquela que não passa.
  22. 22. De repente Ao lembrar dos brinquedos queridos Que ficaram esquecidos Dentro do armário Me bate uma saudade Meus brinquedos Clarice Pacheco Choro como o bebê que fui E a criança que quero voltar a ser Não quero crescer!

×