O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

A natureza da literatura infantil

  • Entre para ver os comentários

A natureza da literatura infantil

  1. 1. A natureza da literatura infantil Nelly Novaes Coelho A literatura infantil é, antes de tudo, literatura; ou melhor, é arte:fenômeno de criatividade que representa o mundo, o homem, a vida, atravésda palavra. Funde os sonhos e a vida prática, o imaginário e o real, os ideaise sua possível/impossível realização ... Literatura é uma linguagem específica que, como toda linguagem, expressa uma determinada experiência humana, e dificilmente poderá ser definida com exatidão. Cada época compreendeu e produziu literatura a seu modo. Conhecer esse "modo" é, sem dúvida, conhecer a singularidade de cada momento da longa marcha da humanidade em sua constante evolução. Conhecer a literatura que cada época destinou às suas crianças é conhecer os ideais e valores ou desvalores sobre os quais cada sociedade se fundamentou (e se fundamenta ... ). Em linhas gerais, as interrogações dos estudiosos quanto à natureza e ao objetivo da literatura incidiram sobre certos pontos que de época para época são reavaliados. Os principais seriam:1. Literatura, como arte da palavra, é um jogo descompromissado, que visaapenas o prazer estético, ou visa transmitir conhecimentos ao homem?2. Literatura é fruto da imaginação criadora, livre? Ou é condicionada porfórmulas, conceitos ou valores que a sociedade impõe ao escritor? Ou ainda,literatura é criação individual ou social?3. A literatura é necessidade vital para o homem, ou é mera gratuidade,entretenimento que nada acrescenta de essencial à vida humana?4. Há uma essência eterna e substancial da literatura, ou ela é uma formaestética da práxis social? É ela um epifenômeno dependente do progressoou da alteração das condições de produção e consumo da obra, vigentes emcada época ou em cada sociedade? As interrogações poderiam multiplicar-se. Mas cada resposta a essaspreocupações de natureza literária dependerá sempre de uma opçãoideológica, extraliterária (seja esta consciente ou inconsciente ... ). Comoessas opções são múltiplas e mudam continuamente, fácil écompreendermos a quase impossibilidade de se chegar a uma definiçãoclara e unívoca do que seja literatura. Jamais se conseguiu definir a vida demodo cabal e definitivo. Fenômeno visceralmente humano, a criação literária será sempre tãocomplexa, fascinante, misteriosa e essencial, quanto a própria condiçãohumana. Em nossa época de transformações estruturais, a noção de 1

×