SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 77
Patologia do Sistema Endócrino ,[object Object],UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ COORDENAÇÃO DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA DISCIPLINA DE PATOLOGIA VETERINÁRIA
Patologia do Sistema Endócrino ,[object Object],ou Hiperatividade endócrina 2a. a doenças em outros órgãos ou Disfunção endócrina devido à   resposta na célula-alvo Hipofunção Hiperfunção Primária Secundária
Hormônios da Hipófise TRH = Fator Liberador da Tirotropina TSH = Hormônio Estimulador da Tireóide PIF = Fator Inibidor da Prolactina PRL = Prolactina CRH = Fator Liberador da Corticotropina ACTH = Corticotropina GHRH = Fator Liberador do Hormônio do Crescimento GIH = Fator Inibidor do Hormônio do Crescimento GH = Hormônio do Crescimento GnRH = Faor Liberador da Gonadotropina FSH = Hormônio Folículo-Estimulante LH = Hormônio Luteinizante TRH TSH PIF (DOPAMINA) CRH GHRH GIH (Somatostatina) GnRH PRL ACTH GH FSH LH + + + - + + - Hipotálamo Hipófise Ant. Post.
Alterações da Hipófise ,[object Object],[object Object]
 
Alterações da Hipófise ,[object Object],[object Object],[object Object]
 
 
 
Alterações da Hipófise ,[object Object],[object Object]
Lesões: Idiopáticas   Tumores   Traumatismo   Pós-hipofisectomia   Outras Neuro-hipófise Adeno-hipófise Deficiência de ADH Diminuição da reabsorção renal de água DIABETE INSÍPIDO Poliúria/Polidpsia Comprometimento de reabsorção da água Urina Ducto Coletor Urina inapropriadamente diluída Prof. Raimundo A Tostes
Alterações da Córtex Adrenal ,[object Object],[object Object]
Histologia da Córtex Adrenal Cortical Medular Síntese da Aldosterona Glicocorticóides Andrógenos
Alterações da Córtex Adrenal ,[object Object],[object Object],[object Object]
Alterações da Córtex Adrenal ,[object Object],[object Object]
 
 
Alterações da Córtex Adrenal ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
Microadenoma Corticotrópico Adenoma Corticotrópico Hiperplasia Corticotrópica Aumento da Corticotropina SÍNDROME DE CUSHING HIPERADRENOCORTICISMO Adenoma do córtex adrenal Carcinoma do córtex adrenal Hiperplasia do córtex adrenal Prof. Raimundo A Tostes
Alterações da Córtex Adrenal ,[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Hiperadrenocorticismo
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],Hiperadrenocorticismo Sinais Clínicos Cutâneos Alopecia simétrica não pruriginosa Pelagem ressecada e facilmente epilável Pele atrofiada e hipotônica Hiperpigmentação Distúrbios de ceratinização e Comedões Infecções crônicas e recorrentes  Telangiectasia / Flebectasia Equimose Calcinose cutânea
Imagens: Prof. Marconi Farias
Imagens: Prof. Marconi Farias
Imagens: Prof. Marconi Farias
Imagens: Prof. Marconi Farias
Imagens: Prof. Marconi Farias
Imagens: Prof. Marconi Farias
Alterações da Córtex Adrenal ,[object Object],[object Object],Distúrbio raro no cão Ainda mais raro no gato
Hipoadrenocorticismo ,[object Object],Insuficiência Adrenocortical  1 a Insuficiência Adrenocortical  2 a Imunomediada em humanos Imunomediada em cães (?) Iatrogênico (trat o  o,p’DDD) Adrenalites (raras) Neoplasias (raras) Trauma (raro) Hipófise Normal Espontânea Lesões hipofisarias com hiposecreção de ACTH Iatrogênica Corticoterapia prolongada
Hipoadrenocorticismo ,[object Object],Sinais Clínicos Laboratório Clínico Anorexia Letargia Perda de Peso Vômito Diarréia Astenia Desidratação Bradicardia Hipotermia Hipercalemia Hiponatremia Relação Na:K <27:1 Hipocloremia Azotemia (  TFG) Hiperfosfatemia Hipoglicemia Hipercalcemia Hipoalbuminemia
Adrenal Atrófica Adrenal Normal Adrenal Hiperplásica Síndrome de Addison Síndrome de Cushing
Alterações da Medular Adrenal ,[object Object],[object Object]
 
 
 
Alterações da Tireóide ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Tireóide Normal
Tireoidite
Alterações da Tireóide ,[object Object],[object Object]
 
 
Alterações da Tireóide ,[object Object],[object Object],[object Object]
 
 
 
Hipotireoidismo Etiologia Hipotireoidismo 1º  Atrofia folicular Tireoidite linfocítica   Congênito Hipotireoidismo 2º  Neoplasia Cisto de Rathke
Hipotireoidismo Epidemiologia Incidência:   1:156 - 1:500 Idade Média:  4 - 10 anos Predisposição Racial: Doberman Pinscher  Setter Irlandês Schnauzer Cocker Spaniel Dinamarqueses Pastor Inglês Beagle Labradores
comprometimento > 75-80% da tireóide síntese    de T3 e T4 cerca 60% dos cães com hipertireoidismo apresentam dermatopatia
Hipotireoidismo Principais sinais clínicos associados ao hipotireoidismo em cães e gatos. Alts dermatológicos Alterações hematológicas Coagulopatias Miopatias e artropatias Neuropatias central e periférica Hipotermia/ Termofilia Alts Cardiovasculares Síndromes Endócrinas Ganho de peso x obesidade Alterações no sistema digestório
Imagem: Prof. Marconi Farias
Imagem: Prof. Marconi Farias
Imagens: Prof. Marconi Farias
Imagens: Prof. Marconi Farias
Imagens: Prof. Marconi Farias
Alterações da Tireóide ,[object Object]
 
Alterações da Paratireóide ,[object Object],[object Object]
Alterações da Paratireóide ,[object Object],[object Object],[object Object]
PRIMÁRIO SECUNDÁRIO Hiperparatireoidismo Aumento do PPT Paratireóide Insuficiência Renal Retenção de PO 4  níveis baixos de Ca 2+ Deficiência de Vit. D Intestino Delgado Diminuída absorção de Ca 2+ Síndrome Paratireóidea (ex. Carcinoma Renal) Carcinoma Adenoma Hiperplasia Prof. Raimundo A Tostes
 
 
Alterações do Pâncreas Endócrino ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Alterações do Pâncreas Endócrino ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Diabetes mellitus ,[object Object],O pâncreas pode exibir graus variáveis de lesões ou mesmo nem exibi-las! Alterações arteriais (doença macrovascular) Microangiopatia Nefropatia diabética Retinopatia Neuropatia
Diabetes mellitus ,[object Object],Fonte: Plotnick, NA et al. Diagnosis of diabetes mellitus in dogs and cats: contrasts and comparisons. Vet. Clin. North Am. Small Anim. Pract. 25: 563, 1995. Gatos Cães Afetados/Reportados % Afetados/Reportados % Polidipsia Poliúria Depressão Perda de peso Anorexia Fraqueza Vômito Anormalidades de postura Polifagia 68/88 61/85 66/90 54/87 54/89 49/90 34/89 8/60 11/90 77 72 73 62 61 54 38 13 12 299/323 250/323 62/164 143/323 82/323 Não referida 124/323 5 60/323 93 77 37 44 25 - 38 - 19
Diabetes mellitus ,[object Object],Fonte: Plotnick, NA et al. Diagnosis of diabetes mellitus in dogs and cats: contrasts and comparisons. Vet. Clin. North Am. Small Anim. Pract. 25: 563, 1995. Gatos Cães Afetados/Reportados % Afetados/Reportados % Letargia/depressão Pelos desalinhados Desidratação Astenia Obesidade Nefromegalia Hepatomegalia Catarata Resp Cetônica Icterícia Decúbito 63/90 31/60 57//90 28/60 21/60 17/90 27/90 Não referida Não referida 10/30 11/60 70 52 63 47 35 19 30 - - 33 18 62/164 Não referida 27/59 143/323 34/162 Não referida 10/59 84/218 12/59 Não referida Não referida 38 - 48 21 21 - 17 39 20 - -
MÚSCULO ESTRIADO TECIDO ADIPOSO FÍGADO INSULINA captação de glicose lipogênese lipólise gliconeogênese síntese de glicogênio lipogênese captação de glicose síntese de glicogênio síntese de proteína
Prof. Raimundo Alberto Tostes quando glicose sérica está alta estimula a formação de glicogênio a partir da glicose promove o movimento da glicose dentro de certas células inibe a secreção de insulina insulina glicose sérica diminui glucagon inibe a secreção de glucagon estimula a conversão do glicogênio em glicose estimula a conversão de não-carboidratos em glicose quando glicose sérica está baixa glicose sérica aumenta
Ilhotas de Langerhans destruição de céls beta Deficiência de Insulina conduz à    utilização de glicose nos tecidos     glicose no sangue EXCESSO DE GLUCAGON CETOACIDOSE músculo tecido adiposo catabolismo proteico aumentado (Aa) lipólise aumentada (Ac. Graxos) HIPERGLICEMIA POLIFAGIA COMA DIABÉTICO POLIÚRIA POLIDIPSIA    VOLUME gliconeogênese cetogênese fígado rim cetonúria glicosúria
CAUSA OBSTRUÇÃO DUCTAL LESÃO DE CÉLS ACINARES TRANSPORTE INTRACELULAR DEFEITUOSO MECANISMOS LESÕES Prof. Raimundo Alberto Tostes Colelitíase Obstruções ductais Edema instersticial Fluxo sanguíneo prejudicado Isquemia Drogas Trauma Isquemia Infecções Liberação de pré-enzimas intracelulares e hidrolases lisossomais Ativação de enzimas (intra ou extracelulares) Injúria metabólica (experimental) Obstrução ductal Entrega de pró-enzimas ao compartimento lisossomal Ativação de intracelular de enzimas PANCREATITE AGUDA Inflamação intersticial e edema Proteólise (Proteases) Esteatonecrose (Lipase, Fosfolipase) Hemorragia (Elastase) + + + Lesão celular acinar ENZIMAS ATIVADAS
Alterações do Pâncreas Endócrino ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
Células  α      Glucagon Células  β     Insulina Pâncreas – Ilhota de Langerhans Normal
 
http://patologiavet.blogspot.com.br ,[object Object]

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sistema digestório Cães
Sistema digestório CãesSistema digestório Cães
Sistema digestório Cães
Helena Amaral
 
Modelo laudo de necropsia p alunos
Modelo laudo de necropsia p alunosModelo laudo de necropsia p alunos
Modelo laudo de necropsia p alunos
Jamile Vitória
 
Anatomia topográfica acessos - abdome 1
Anatomia topográfica   acessos - abdome 1Anatomia topográfica   acessos - abdome 1
Anatomia topográfica acessos - abdome 1
Vivian Leao
 
Funorte endocrinologia
Funorte endocrinologiaFunorte endocrinologia
Funorte endocrinologia
antoniodida
 
Leucograma - Anclivepa 2011
Leucograma - Anclivepa 2011Leucograma - Anclivepa 2011
Leucograma - Anclivepa 2011
Ricardo Duarte
 

Mais procurados (20)

Exame fisico geral
Exame fisico geralExame fisico geral
Exame fisico geral
 
Aula de digestivo parte 2
Aula de digestivo parte 2Aula de digestivo parte 2
Aula de digestivo parte 2
 
Ultrassonografia diagnóstica do sistema locomotor de equinos
Ultrassonografia diagnóstica do sistema locomotor de equinosUltrassonografia diagnóstica do sistema locomotor de equinos
Ultrassonografia diagnóstica do sistema locomotor de equinos
 
Sistema digestório Cães
Sistema digestório CãesSistema digestório Cães
Sistema digestório Cães
 
Sistema urinário - Anatomia veterinária
Sistema urinário - Anatomia veterináriaSistema urinário - Anatomia veterinária
Sistema urinário - Anatomia veterinária
 
Sistema endócrino veterinária
Sistema endócrino veterináriaSistema endócrino veterinária
Sistema endócrino veterinária
 
Lesões celulares reversíveis e irreversíveis 15.09.21
Lesões celulares reversíveis e irreversíveis 15.09.21Lesões celulares reversíveis e irreversíveis 15.09.21
Lesões celulares reversíveis e irreversíveis 15.09.21
 
patologias do sistema cardiovascular
patologias do sistema cardiovascularpatologias do sistema cardiovascular
patologias do sistema cardiovascular
 
Modelo laudo de necropsia p alunos
Modelo laudo de necropsia p alunosModelo laudo de necropsia p alunos
Modelo laudo de necropsia p alunos
 
Anatomia topográfica acessos - abdome 1
Anatomia topográfica   acessos - abdome 1Anatomia topográfica   acessos - abdome 1
Anatomia topográfica acessos - abdome 1
 
Fisiologia renal Veterinária
Fisiologia renal VeterináriaFisiologia renal Veterinária
Fisiologia renal Veterinária
 
Aula de Pigmentações
Aula de PigmentaçõesAula de Pigmentações
Aula de Pigmentações
 
Sistema reprodutor - Anatomia veterinária
Sistema reprodutor - Anatomia veterináriaSistema reprodutor - Anatomia veterinária
Sistema reprodutor - Anatomia veterinária
 
Aula de digestivo parte 3
Aula de digestivo parte 3Aula de digestivo parte 3
Aula de digestivo parte 3
 
Introdução a patologia veterinária
Introdução a patologia veterináriaIntrodução a patologia veterinária
Introdução a patologia veterinária
 
Caderno - Anemias
Caderno - AnemiasCaderno - Anemias
Caderno - Anemias
 
Funorte endocrinologia
Funorte endocrinologiaFunorte endocrinologia
Funorte endocrinologia
 
Aula de Dermatopatologia
Aula de DermatopatologiaAula de Dermatopatologia
Aula de Dermatopatologia
 
Leucograma - Anclivepa 2011
Leucograma - Anclivepa 2011Leucograma - Anclivepa 2011
Leucograma - Anclivepa 2011
 
Aula de Inflamacao
Aula de InflamacaoAula de Inflamacao
Aula de Inflamacao
 

Semelhante a Aula de Patologia do Sistema Endócrino

Principais endocrinopatias em pequenos animais
Principais endocrinopatias em pequenos animaisPrincipais endocrinopatias em pequenos animais
Principais endocrinopatias em pequenos animais
ReginaReiniger
 
CorticosteróIdes
CorticosteróIdesCorticosteróIdes
CorticosteróIdes
lidypvh
 

Semelhante a Aula de Patologia do Sistema Endócrino (20)

Principais endocrinopatias em pequenos animais
Principais endocrinopatias em pequenos animaisPrincipais endocrinopatias em pequenos animais
Principais endocrinopatias em pequenos animais
 
Técnicas de diagnóstico animal para desordens endócrinas e metabólicas
Técnicas de diagnóstico animal para desordens endócrinas e metabólicasTécnicas de diagnóstico animal para desordens endócrinas e metabólicas
Técnicas de diagnóstico animal para desordens endócrinas e metabólicas
 
INSUFICIÊNCIA ADRENAL.pptx
INSUFICIÊNCIA ADRENAL.pptxINSUFICIÊNCIA ADRENAL.pptx
INSUFICIÊNCIA ADRENAL.pptx
 
Avaliação Hepática
Avaliação HepáticaAvaliação Hepática
Avaliação Hepática
 
CorticosteróIdes
CorticosteróIdesCorticosteróIdes
CorticosteróIdes
 
hipertensao
hipertensaohipertensao
hipertensao
 
Corticóides
CorticóidesCorticóides
Corticóides
 
Distúrbios da adrenal
Distúrbios da adrenalDistúrbios da adrenal
Distúrbios da adrenal
 
Hormonas Tiroideias
Hormonas TiroideiasHormonas Tiroideias
Hormonas Tiroideias
 
Lipidose hepatica - comer ou não comer eis a questão
Lipidose hepatica - comer ou não comer eis a questão Lipidose hepatica - comer ou não comer eis a questão
Lipidose hepatica - comer ou não comer eis a questão
 
Função da Tireóide Veterinária
Função da Tireóide VeterináriaFunção da Tireóide Veterinária
Função da Tireóide Veterinária
 
Obesidade
ObesidadeObesidade
Obesidade
 
Obesidade 02
Obesidade 02Obesidade 02
Obesidade 02
 
Sistema endócrino slides da aula
Sistema endócrino slides da aulaSistema endócrino slides da aula
Sistema endócrino slides da aula
 
8. Sistema endócrino
8. Sistema endócrino8. Sistema endócrino
8. Sistema endócrino
 
8. Sepse - Cardec.ppt
8. Sepse - Cardec.ppt8. Sepse - Cardec.ppt
8. Sepse - Cardec.ppt
 
Pacientes Graves - 13.pdf
Pacientes Graves - 13.pdfPacientes Graves - 13.pdf
Pacientes Graves - 13.pdf
 
Endocrinologia
EndocrinologiaEndocrinologia
Endocrinologia
 
Doencas da tireoide
Doencas da tireoideDoencas da tireoide
Doencas da tireoide
 
Hipotireoidismo
HipotireoidismoHipotireoidismo
Hipotireoidismo
 

Último

Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
anapsuls
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
ssuserbb4ac2
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
carlaOliveira438
 

Último (20)

Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdfPLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e SenegalTrabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
Trabalho sobre as diferenças demograficas entre EUA e Senegal
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
 

Aula de Patologia do Sistema Endócrino

  • 1.
  • 2.
  • 3. Hormônios da Hipófise TRH = Fator Liberador da Tirotropina TSH = Hormônio Estimulador da Tireóide PIF = Fator Inibidor da Prolactina PRL = Prolactina CRH = Fator Liberador da Corticotropina ACTH = Corticotropina GHRH = Fator Liberador do Hormônio do Crescimento GIH = Fator Inibidor do Hormônio do Crescimento GH = Hormônio do Crescimento GnRH = Faor Liberador da Gonadotropina FSH = Hormônio Folículo-Estimulante LH = Hormônio Luteinizante TRH TSH PIF (DOPAMINA) CRH GHRH GIH (Somatostatina) GnRH PRL ACTH GH FSH LH + + + - + + - Hipotálamo Hipófise Ant. Post.
  • 4.
  • 5.  
  • 6.
  • 7.  
  • 8.  
  • 9.  
  • 10.
  • 11. Lesões: Idiopáticas Tumores Traumatismo Pós-hipofisectomia Outras Neuro-hipófise Adeno-hipófise Deficiência de ADH Diminuição da reabsorção renal de água DIABETE INSÍPIDO Poliúria/Polidpsia Comprometimento de reabsorção da água Urina Ducto Coletor Urina inapropriadamente diluída Prof. Raimundo A Tostes
  • 12.
  • 13. Histologia da Córtex Adrenal Cortical Medular Síntese da Aldosterona Glicocorticóides Andrógenos
  • 14.
  • 15.
  • 16.  
  • 17.  
  • 18.
  • 19.  
  • 20. Microadenoma Corticotrópico Adenoma Corticotrópico Hiperplasia Corticotrópica Aumento da Corticotropina SÍNDROME DE CUSHING HIPERADRENOCORTICISMO Adenoma do córtex adrenal Carcinoma do córtex adrenal Hiperplasia do córtex adrenal Prof. Raimundo A Tostes
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33. Adrenal Atrófica Adrenal Normal Adrenal Hiperplásica Síndrome de Addison Síndrome de Cushing
  • 34.
  • 35.  
  • 36.  
  • 37.  
  • 38.
  • 41.
  • 42.  
  • 43.  
  • 44.
  • 45.  
  • 46.  
  • 47.  
  • 48. Hipotireoidismo Etiologia Hipotireoidismo 1º Atrofia folicular Tireoidite linfocítica Congênito Hipotireoidismo 2º Neoplasia Cisto de Rathke
  • 49. Hipotireoidismo Epidemiologia Incidência: 1:156 - 1:500 Idade Média: 4 - 10 anos Predisposição Racial: Doberman Pinscher Setter Irlandês Schnauzer Cocker Spaniel Dinamarqueses Pastor Inglês Beagle Labradores
  • 50. comprometimento > 75-80% da tireóide síntese  de T3 e T4 cerca 60% dos cães com hipertireoidismo apresentam dermatopatia
  • 51. Hipotireoidismo Principais sinais clínicos associados ao hipotireoidismo em cães e gatos. Alts dermatológicos Alterações hematológicas Coagulopatias Miopatias e artropatias Neuropatias central e periférica Hipotermia/ Termofilia Alts Cardiovasculares Síndromes Endócrinas Ganho de peso x obesidade Alterações no sistema digestório
  • 57.
  • 58.  
  • 59.
  • 60.
  • 61. PRIMÁRIO SECUNDÁRIO Hiperparatireoidismo Aumento do PPT Paratireóide Insuficiência Renal Retenção de PO 4 níveis baixos de Ca 2+ Deficiência de Vit. D Intestino Delgado Diminuída absorção de Ca 2+ Síndrome Paratireóidea (ex. Carcinoma Renal) Carcinoma Adenoma Hiperplasia Prof. Raimundo A Tostes
  • 62.  
  • 63.  
  • 64.
  • 65.
  • 66.
  • 67.
  • 68.
  • 69. MÚSCULO ESTRIADO TECIDO ADIPOSO FÍGADO INSULINA captação de glicose lipogênese lipólise gliconeogênese síntese de glicogênio lipogênese captação de glicose síntese de glicogênio síntese de proteína
  • 70. Prof. Raimundo Alberto Tostes quando glicose sérica está alta estimula a formação de glicogênio a partir da glicose promove o movimento da glicose dentro de certas células inibe a secreção de insulina insulina glicose sérica diminui glucagon inibe a secreção de glucagon estimula a conversão do glicogênio em glicose estimula a conversão de não-carboidratos em glicose quando glicose sérica está baixa glicose sérica aumenta
  • 71. Ilhotas de Langerhans destruição de céls beta Deficiência de Insulina conduz à  utilização de glicose nos tecidos  glicose no sangue EXCESSO DE GLUCAGON CETOACIDOSE músculo tecido adiposo catabolismo proteico aumentado (Aa) lipólise aumentada (Ac. Graxos) HIPERGLICEMIA POLIFAGIA COMA DIABÉTICO POLIÚRIA POLIDIPSIA  VOLUME gliconeogênese cetogênese fígado rim cetonúria glicosúria
  • 72. CAUSA OBSTRUÇÃO DUCTAL LESÃO DE CÉLS ACINARES TRANSPORTE INTRACELULAR DEFEITUOSO MECANISMOS LESÕES Prof. Raimundo Alberto Tostes Colelitíase Obstruções ductais Edema instersticial Fluxo sanguíneo prejudicado Isquemia Drogas Trauma Isquemia Infecções Liberação de pré-enzimas intracelulares e hidrolases lisossomais Ativação de enzimas (intra ou extracelulares) Injúria metabólica (experimental) Obstrução ductal Entrega de pró-enzimas ao compartimento lisossomal Ativação de intracelular de enzimas PANCREATITE AGUDA Inflamação intersticial e edema Proteólise (Proteases) Esteatonecrose (Lipase, Fosfolipase) Hemorragia (Elastase) + + + Lesão celular acinar ENZIMAS ATIVADAS
  • 73.
  • 74.  
  • 75. Células α  Glucagon Células β  Insulina Pâncreas – Ilhota de Langerhans Normal
  • 76.  
  • 77.