ASSUNTO AV2 - Apostila de adm em consultório

1.336 visualizações

Publicada em

ASSUNTO AV2 - APOSTILA DE ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.336
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
123
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ASSUNTO AV2 - Apostila de adm em consultório

  1. 1. APOSTILA DE ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO Rayssa Mendonça Vitorino – 9º SEMESTRE
  2. 2. ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO 1 AV1
  3. 3. ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO 2 RESUMO o Conceitos: - PRÓ-LABORE:  É o salário do administrador, é retirado do lucro e incluso como despesa.  Deve ser considerado custo fixo.  Deve pagar os custos da atividade profissional e o seus custos pessoais, respeitando sempre o custo da empresa. - CUSTOS FIXOS:  Não variam em função da atividade.  Ex: Aluguel - CUSTOS VARIÁVEIS:  São diretamente proporcionais ao número de consultas/procedimentos realizados.  Ex: IRPF - LUCRO:  Lucro = Receitas – Despesas - RECEITAS:  Todo dinheiro que entra na empresa. - DESPESAS:  São os custos fixos e variáveis  Tudo que for gasto relativo ao consultório o O que é marketing? - É o oferecimento de alternativas para satisfazer alguma necessidade humana. o Qual planejamento psicológico é necessário para um empreendedor antes de montar sua empresa? - Missão - Visão - Valores o Infrações na Odontologia: - Negligência: Por omissão; Deixar de executar algo. - Imprudência: Sabe o certo, mas não faz. - Imperícia: Não está apto para fazer. o Análise de SWOT: - S = Força - W = Fraqueza - O = Oportunidades - T = Ameaças  Um bom empreendedor deve somar as oportunidades às forças, transformar as fraquezas em força e minimizar as ameaças. o Passo-a-passo para abrir um consultório: - Estar habilitado por uma instituição reconhecida pelo MEC - Estar vinculado ao órgão (Ex: CRO)
  4. 4. ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO 3 - Retirar a licença provisória (Válida por 2 anos), enquanto aguarda chegar a principal. - Procurar prefeitura da cidade e registrar-se como autônomo (ISS) - Obter alvará da Vigilância Sanitária e do Corpo de Bombeiros - O local do consultório deverá ter estrutura necessária de 10m2
  5. 5. ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO 4 AV2
  6. 6. ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO 5 RESUMO o Erros que acontecem na Odontologia: - Imperícia: É a falta de habilitação efetiva e de conhecimento técnico necessário o suficiente para a realização da ação que os supõe ou os exige.  Ex: Lesar um nervo por não atentar a aproximação com o canal mandibular.  Ex: Não fazer alívio na PT na parte do freio lingual. - Negligência: É o descaso, desatenção. É um ato omissivo.  Ex: Chegar atrasado ao plantão confiando no outro colega, paciente chegar para ser atendido e não ter ninguém, agravando seu quadro.  Ex: Letra ruim (Receita indecifrável).  Ex: Pessoal técnico realizando procedimento do cirurgião-dentista. - Imprudência:  Ex: Realizar um procedimento mais complexo em uma sessão.  Ex: Fazer um tratamento de orto de dois anos em poucos meses e causar reabsorção devido à força. o Marketing: É uma alternativa para satisfazer alguma necessidade humana. - O marketing deve ser entendido, portanto, como um estudo de tudo aquilo que está envolvido em um processo de troca de produtos ou serviços e ao correto aproveitamento de todas essas informações, de forma que a relação entre cliente e o prestador de serviço seja do tipo ganha-ganha, isto é, os dois saiam satisfeitos com o negócio realizado. - Marketing não é sinônimo de propaganda! A propaganda está dentro do marketing: - Tipos:  Marketing de conteúdo: Divulgação voltada para o serviço ou produto propriamente dito, com informações relevantes, mas não voltado diretamente para o cliente.  Ex: O novo clareamento é mais eficiente, economiza tempo e tem resultado mais duradouro.  Marketing de relacionamento: Divulgação voltada para o consumidor ou para o cliente, se referindo as vias de comunicação oferecidas ao paciente e a maneira como a empresa se apresenta ao cliente.  Ex: Divulgação de redes sociais, e-mails. MARKETING PROPAGANDA
  7. 7. ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO 6 o Sujeitos do Marketing: - Fornecedor: É quem oferece o serviço ou os produtos. “Desenvolve atividades de produção, montagem, criação, transformação, importação, exportação, distribuição ou comercialização de produtos ou prestação de serviços”. - Cliente / Consumidor: É aquele que compra e que usa.  Todo aquele que recebe ou compra de você um determinado bem ou serviço são seus clientes são: Seus pacientes, empresas de convênio, prefeituras e universidades.  Você é cliente de seus fornecedores  “Consumidor é toda pessoa física ou jurídica que adquire ou utiliza produto ou serviço como destinatário final” - Mercado:  Inter-relação entre clientes e fornecedores e demais atores, em sua dinâmica, fluxo, demanda e demais variáveis; geralmente mediante trocas financeiras.  Leis de Mercado/ Lei da oferta e da procura:  Muita oferta + muita procura = Eleva concorrência  Muita oferta + pouca procura = Reduz o preço  Pouca oferta + muita procura = Eleva o preço  Pouca oferta + pouca procura = Vale a pena? o Conceitos: - Budget: Capital inicial (O quanto se quer gastar para iniciar o negócio) - Benchmarking: O dever de se espelhar no “melhor do melhor”, analisar suas estratégias e os pontos positivos e melhorar os negativos - Stakehouders: São os agentes do mercado - Colaborador: São aqueles envolvidos na transação comercial (Vendedor) - Rapport: Manter uma boa relação com o cliente - Briefing: Um documento em que se é discutido e entregue durante reunião. Ex: Reunião de negócios em uma empresa bancária para financiamento da mesma, tendo que apresenta-la no devido documento. o Preço: Oferta X Produto o Os “Seis P” do marketing – Estes seis elementos e suas inter-relações formam o MIX DE MARKETING: - Ponto: Localização - Produto: O que você oferece ao cliente - Preço: Relacionado ao marketing pessoal, pois preço gera expectativa.  Ex: “Quem paga caro, quer resultado”. - Pessoas: São os Stakehoulders, agentes ou público-alvo. - Percepção: Entender a cultura e características sociais de onde ou a quem se pretende oferecer o produto, ou seja, saber apresentar o produto no lugar certo para as pessoas certas. - Promoção: Maneira como a empresa se apresenta aos clientes através de propagandas, meios de comunicação e divulgação do serviço.
  8. 8. ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO 7 o Em relação ao marketing digital, não faça spam! Não use ferramentas de mensagem em massa e nem repasse correntes. o Necessidade X Desejo: - Necessidade (Real / Precisa / Impulsiona à busca de alívio): Algo que o indivíduo realmente precise para suprir uma das cinco classes de necessidades humanas, em que estas podem ser despertadas, mas não criadas.  Básicas: Comer, higiene, dormir.  Segurança: Morar e conviver em local seguro.  Social: Conviver com pessoas.  Autoestima: Ser feliz consigo mesmo.  Autorrealização: Depende das expectativas de cada um. É ser feliz com aquilo que conquistou. - Desejo (Quer): Algo que o indivíduo não necessita, porém mesmo assim quer. Este pode ser criado ou influenciado.

×