SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 20
Palestrante: R Gómez
Nada pode impedir uma pessoa com a atitude mental
correta de realizar seu objetivo; nada na terra pode
ajudar uma pessoa com a atitude mental errada.
Thomas Jefferson.
Criatividade não é meramente uma questão de
técnicas e habilidades, mas sobretudo de uma atitude
mental no trato de problemas e de idéias. Mesmo
para alguém versado nas técnicas de criatividade
(Brainstorming, Mapa Mental, SCAMPER, TRIZ, etc.),
sem uma atitude mental correta, estas técnicas não
produzirão resultados.
Para serem eficazes, as técnicas de
criatividade precisam ser acompanhadas de
atitudes que nos levem a ver o mundo sob
diferentes perspectivas e a trilhar caminhos
nunca antes tentados.
Algumas atitudes mentais essenciais para o
pensamento criativo são apresentadas a
seguir:
1. Curiosidade
Criatividade requer uma disposição
permanente para investigar, procurar entender e
obter novas informações sobre as coisas que
nos cercam. Para se tornar uma pessoa mais
criativa você deve aprender a perguntar “por
quê?” e “e se…?” e incorporar estas perguntas
ao seu modo de vida.
Infelizmente, com a maturidade perdemos
aquela atitude inquisitiva da infância, quando não
dávamos trégua aos nossos pais, querendo
saber o porquê sobre tudo. Faz-se necessário
estimular a volta desta curiosidade natural,
anulada pela escola, pela família e pelas
empresas.
2. Confrontando desafios
As pessoas criativas não fogem dos
desafios mas os enfrentam perguntando “como
eu posso superar isto?”. Elas têm uma atitude
positiva e veem em cada problema uma
oportunidade de exercitar a criatividade e
conceber algo novo e valioso.
3. Descontentamento construtivo
As pessoas criativas têm uma percepção
aguda do que está errado no ambiente em volta
delas. Contudo, elas têm uma atitude positiva a
respeito desta percepção e não se deixam abater
pelas coisas erradas. Ao contrário, elas
transformam este descontentamento em
motivação para fazer algo construtivo.
Santos Dumont era um entusiasta dos
balões mas não estava satisfeito com suas
limitações e não descansou até inventar uma
aeronave dirigível.
4. Mente aberta
Criatividade requer uma mente receptiva e
disposta a examinar novas idéias e fatos. As
pessoas criativas têm consciência e procuram
se livrar dos preconceitos, suposições e outros
bloqueios mentais que podem limitar o
raciocínio. Quem vê um celular apenas como
um telefone, jamais pensaria em agregar ao
aparelho outras utilidades como fotografia,
GPS, e-mail e MP3.
5. Flexibilidade
As pessoas muito criativas são hábeis em
adotar diferentes abordagens na solução de um
problema. Elas sabem combinar idéias,
estabelecer conexões inusitadas e gerar muitas
soluções potenciais. Elas adoram olhar as
coisas sob diferentes perspectivas e gerar
muitas idéias.
6. Suspensão do julgamento
Imaginar e criticar ao mesmo tempo, é
como dirigir com o pé no freio. As pessoas
criativas sabem que há um tempo para
desenvolver idéias e outro para julgá-las. Elas
têm consciência que toda idéia nasce frágil e
precisa de tempo para maturar e revelar seu
valor e utilidade antes de ser submetida ao
julgamento.
7. Síntese
Olhe as árvores, sem perder a visão da
floresta. A capacidade de se concentrar nos
detalhes sem perder de vista o todo é uma
habilidade fundamental das pessoas criativas. A
visão do todo lhe dá os caminhos para
estabelecer conexões entre informações e
idéias aparentemente desconexas.
8. Otimismo
Henry Ford resumiu bem as
consequências de nossas atitudes: Seja
acreditando que você pode, seja que não pode,
você estará provavelmente certo. Pessoas que
acreditam que um problema pode ser resolvido
acabam por encontrar uma solução. Para elas
nenhum desafio é tão grande que não possa ser
enfrentado e nenhum problema tão difícil que
não possa ser solucionado.
9. Perseverança
As pessoas muito criativas não desistem
facilmente de seus objetivos e persistem na
busca de soluções, mesmo quando o caminho
se mostra longo e os obstáculos parecem
intransponíveis. Com muita frequência, a
procura de uma solução criativa requer
determinação e paciência. Ouçamos o Professor
Sir Harold Kroto, prêmio Nobel de Química: Nove
entre dez de meus experimentos falham, e isto é
considerado um resultado muito bom entre os
cientistas.
10. Eterno aprendiz
Frequentemente, a solução criativa nasce
de combinações inusitadas, estabelecendo
analogias e conexões entre idéias e objetos que
não pareciam ter qualquer relação entre si. A
matéria prima para estas analogias e conexões
são os fatos observados e os conhecimentos e
experiências anteriores que a pessoa traz
consigo. É através de seu patrimônio cultural
que cada pessoa pode dar seu toque de
originalidade. Este patrimônio cultural nasce e
se alimenta de uma atitude de insaciável
curiosidade e de prazer em aprender coisas
novas.
Pesquise como a águia - olhe de
cima. Tenha uma visão de todo o
quadro, inclua tudo que for relevante,
veja as fronteiras, procure conhecer
de modo global o que está
acontecendo.
Pesquise como a águia
Este passo requer a habilidade de se afastar do
problema e ver a floresta além das árvores. Nesta etapa é
importante não se deixar cegar pelos detalhes, tentar
formar um quadro geral da situação e definir
adequadamente o problema que deve ser resolvido. Este
quadro geral deve mostrar as fronteiras do problema, as
implicações e os impactos sobre outras unidades, pessoas
e processos.
Como ser mais criativo na solução de problemas
Analise como a coruja – com uma
visão de 360º.Esteja ciente de todos
os fatores, mesmo os escondidos ou
difíceis de localizar, que poderão
afetar suas análises e decisões.
Analise como a coruja
Como todos sabem, muitas corujas
podem girar a cabeça num ângulo de 360º sem
mover o corpo. Algumas podem detectar o
ruído de pequenos animais se movimentando
no mato e dar botes certeiros e mortais. O
mesmo grau de precisão é necessário na
análise de problemas, especialmente na
identificação de suas possíveis causas.
Assim que o problema tenha sido
corretamente definido, é importante
encontrar todos os fatores que possam
influenciar a solução. É neste ponto que o
trabalho em equipe mostra toda a sua
força, pois pessoas de diversas origens e
formação olharão o problema de diferentes
ângulos. A discussão aberta e livre em que
todos os pontos de vista possam ser
representados, discutidos e registrados é,
sem dúvida, a melhor abordagem. Todas as
possíveis causas são identificadas e
priorizadas.
Solucione como humano – com
engenhosidade e coragem. Use toda a sua
imaginação, conhecimentos e
experiência para escapar dos caminhos
óbvios e encontrar soluções inovadoras.
Solucione como humano
O passo final deve permitir a plena aplicação de todo o
potencial criativo da mente humana. Aqui há espaço tanto para a
abordagem fundamentada na lógica como na intuição e
imaginação. Neste ponto, a equipe pode optar por usar algumas
das ferramentas e técnicas de auxílio à criatividade, como o
Mapa Mental, o Brainstorming, SCAMPER e outras. Contudo, o
mais importante é a tomada de consciência das barreiras que
inibem a criatividade: os bloqueios mentais, culturais,
emocionais, intelectuais etc.
Questionário
1. Quais são alguns dos obstáculos que
estão impedindo a realização das coisas
(melhoria da qualidade, da produtividade,
do trabalho em equipe, etc.)?
CONSLUSÃO
Quais destas atitudes mentais caracterizam sua
maneira de lidar com seus desafios? Quais são seus
pontos fortes? Quais atitudes você precisa desenvolver
para fortalecer sua criatividade? Focalize naquelas que
você considera essenciais para o aprimoramento de sua
criatividade e prepare um plano de ação. Mas tenha
sempre em mente que atitudes não são mudadas de um
dia para outro. Isto requer disciplina, paciência e
perseverança. Pode ser difícil, mas o prêmio é alto.
Ousar romper com os padrões estabelecidos, fazer
uso inteligente das novas tecnologias e ir além dos
métodos tradicionais, esta é a atitude que separa as
soluções criativas da mesmice.
Laranja madura na beira de estrada, Ou está bichada Zé,
Ou tem marimbondo no pé.
10 atitudes das pessoas muito criativas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Usabilidade aula-01 Introdução
Usabilidade aula-01 IntroduçãoUsabilidade aula-01 Introdução
Usabilidade aula-01 IntroduçãoAlan Vasconcelos
 
Segurança do trabalho primeiros socorros
Segurança do trabalho primeiros socorrosSegurança do trabalho primeiros socorros
Segurança do trabalho primeiros socorrosFabiana Chaves
 
Controlo de riscos profissionais
Controlo de riscos profissionaisControlo de riscos profissionais
Controlo de riscos profissionaisFilipa Andrade
 
Interface Homem Computador - Janaira Franca
Interface Homem Computador - Janaira FrancaInterface Homem Computador - Janaira Franca
Interface Homem Computador - Janaira FrancaProfa. Janaíra França
 
Comunicação Verbal e Oratória
Comunicação Verbal e OratóriaComunicação Verbal e Oratória
Comunicação Verbal e OratóriaCaput Consultoria
 
Exercício a festa - holland
Exercício   a festa - hollandExercício   a festa - holland
Exercício a festa - hollandPatricia Inacio
 
08 aula sinalização e segurança
08 aula sinalização e segurança08 aula sinalização e segurança
08 aula sinalização e segurançaHomero Alves de Lima
 
Aula tme preparo mecânico do canal blog
Aula tme   preparo mecânico do canal blogAula tme   preparo mecânico do canal blog
Aula tme preparo mecânico do canal blogCharles Pereira
 
Brainstorming
BrainstormingBrainstorming
BrainstormingBruna M
 
Como Fazer Apresentacao Em 10 Minutos
Como Fazer Apresentacao Em 10 MinutosComo Fazer Apresentacao Em 10 Minutos
Como Fazer Apresentacao Em 10 Minutosfudeww
 
Farmacologia e Prescrição em Cirurgia BMF
Farmacologia e Prescrição em Cirurgia BMFFarmacologia e Prescrição em Cirurgia BMF
Farmacologia e Prescrição em Cirurgia BMFprofguilhermeterra
 
Atendimento telefónico
Atendimento telefónico Atendimento telefónico
Atendimento telefónico erickv99
 
Higiene e segurança no trabalho na construção civil
Higiene e segurança no trabalho na construção civilHigiene e segurança no trabalho na construção civil
Higiene e segurança no trabalho na construção civilmjmcreatore
 
Guião Técnico (1)
Guião Técnico (1)Guião Técnico (1)
Guião Técnico (1)claudiowww
 

Mais procurados (20)

Usabilidade aula-01 Introdução
Usabilidade aula-01 IntroduçãoUsabilidade aula-01 Introdução
Usabilidade aula-01 Introdução
 
Segurança do trabalho primeiros socorros
Segurança do trabalho primeiros socorrosSegurança do trabalho primeiros socorros
Segurança do trabalho primeiros socorros
 
Controlo de riscos profissionais
Controlo de riscos profissionaisControlo de riscos profissionais
Controlo de riscos profissionais
 
Conceito Risco x Perigo
Conceito Risco x PerigoConceito Risco x Perigo
Conceito Risco x Perigo
 
Animais peçonhentos
Animais peçonhentosAnimais peçonhentos
Animais peçonhentos
 
Interface Homem Computador - Janaira Franca
Interface Homem Computador - Janaira FrancaInterface Homem Computador - Janaira Franca
Interface Homem Computador - Janaira Franca
 
Plano de-emergencia-corporativo
Plano de-emergencia-corporativo Plano de-emergencia-corporativo
Plano de-emergencia-corporativo
 
Comunicação Verbal e Oratória
Comunicação Verbal e OratóriaComunicação Verbal e Oratória
Comunicação Verbal e Oratória
 
Exercício a festa - holland
Exercício   a festa - hollandExercício   a festa - holland
Exercício a festa - holland
 
08 aula sinalização e segurança
08 aula sinalização e segurança08 aula sinalização e segurança
08 aula sinalização e segurança
 
Aula tme preparo mecânico do canal blog
Aula tme   preparo mecânico do canal blogAula tme   preparo mecânico do canal blog
Aula tme preparo mecânico do canal blog
 
Brainstorming
BrainstormingBrainstorming
Brainstorming
 
Como Fazer Apresentacao Em 10 Minutos
Como Fazer Apresentacao Em 10 MinutosComo Fazer Apresentacao Em 10 Minutos
Como Fazer Apresentacao Em 10 Minutos
 
A ata
A ataA ata
A ata
 
Farmacologia e Prescrição em Cirurgia BMF
Farmacologia e Prescrição em Cirurgia BMFFarmacologia e Prescrição em Cirurgia BMF
Farmacologia e Prescrição em Cirurgia BMF
 
Plano de sessão
Plano de sessãoPlano de sessão
Plano de sessão
 
Atendimento telefónico
Atendimento telefónico Atendimento telefónico
Atendimento telefónico
 
Prevenção de Acidentes de Trabalho
Prevenção de Acidentes de TrabalhoPrevenção de Acidentes de Trabalho
Prevenção de Acidentes de Trabalho
 
Higiene e segurança no trabalho na construção civil
Higiene e segurança no trabalho na construção civilHigiene e segurança no trabalho na construção civil
Higiene e segurança no trabalho na construção civil
 
Guião Técnico (1)
Guião Técnico (1)Guião Técnico (1)
Guião Técnico (1)
 

Destaque

10 atitudes que podem sabotar sua carreira
10 atitudes que podem sabotar  sua carreira10 atitudes que podem sabotar  sua carreira
10 atitudes que podem sabotar sua carreiraR Gómez
 
Treinamento de atendimento ao cliente e trabalho em equipe.
Treinamento de atendimento ao cliente e trabalho em equipe.Treinamento de atendimento ao cliente e trabalho em equipe.
Treinamento de atendimento ao cliente e trabalho em equipe.R Gómez
 
A função e desafios do superintendente e do professor da EBD
A função e desafios do superintendente e do professor da EBDA função e desafios do superintendente e do professor da EBD
A função e desafios do superintendente e do professor da EBDR Gómez
 
Cálculo de concentração de poeira e limite de tolerância de poeira respirável...
Cálculo de concentração de poeira e limite de tolerância de poeira respirável...Cálculo de concentração de poeira e limite de tolerância de poeira respirável...
Cálculo de concentração de poeira e limite de tolerância de poeira respirável...Zuilton Guimarães Silva Guimarães
 
História do DSM - Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais
História do DSM - Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos MentaisHistória do DSM - Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais
História do DSM - Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos MentaisFelipe de Souza
 
Higiene ocupacional i
Higiene ocupacional i Higiene ocupacional i
Higiene ocupacional i Tst Valadares
 

Destaque (6)

10 atitudes que podem sabotar sua carreira
10 atitudes que podem sabotar  sua carreira10 atitudes que podem sabotar  sua carreira
10 atitudes que podem sabotar sua carreira
 
Treinamento de atendimento ao cliente e trabalho em equipe.
Treinamento de atendimento ao cliente e trabalho em equipe.Treinamento de atendimento ao cliente e trabalho em equipe.
Treinamento de atendimento ao cliente e trabalho em equipe.
 
A função e desafios do superintendente e do professor da EBD
A função e desafios do superintendente e do professor da EBDA função e desafios do superintendente e do professor da EBD
A função e desafios do superintendente e do professor da EBD
 
Cálculo de concentração de poeira e limite de tolerância de poeira respirável...
Cálculo de concentração de poeira e limite de tolerância de poeira respirável...Cálculo de concentração de poeira e limite de tolerância de poeira respirável...
Cálculo de concentração de poeira e limite de tolerância de poeira respirável...
 
História do DSM - Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais
História do DSM - Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos MentaisHistória do DSM - Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais
História do DSM - Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais
 
Higiene ocupacional i
Higiene ocupacional i Higiene ocupacional i
Higiene ocupacional i
 

Semelhante a 10 atitudes das pessoas muito criativas

LC 02 Métodos Criativos
LC 02 Métodos CriativosLC 02 Métodos Criativos
LC 02 Métodos CriativosOdair Tuono
 
Guia mentalidade-inovadora-v0 compressed
Guia mentalidade-inovadora-v0 compressedGuia mentalidade-inovadora-v0 compressed
Guia mentalidade-inovadora-v0 compressedAntonio Costa
 
Hora de dar adeus ao seu bloqueio de criatividade e inovação
Hora de dar adeus ao seu bloqueio de criatividade e inovaçãoHora de dar adeus ao seu bloqueio de criatividade e inovação
Hora de dar adeus ao seu bloqueio de criatividade e inovaçãoBrainstorm Comunicação
 
Aula 3 administrando com criatividade 2021.1
Aula 3   administrando com criatividade 2021.1Aula 3   administrando com criatividade 2021.1
Aula 3 administrando com criatividade 2021.1Niloar Bissani
 
Administração aulas 1 e 2 de processos decisorios
Administração aulas 1 e 2 de processos decisoriosAdministração aulas 1 e 2 de processos decisorios
Administração aulas 1 e 2 de processos decisoriosRosival Fagundes
 
04c-16 habitos da mente.pdf
04c-16 habitos da mente.pdf04c-16 habitos da mente.pdf
04c-16 habitos da mente.pdfDjalmaJPatricio
 
Projeto pescar empreendedorismo - 24-07-12
Projeto pescar   empreendedorismo - 24-07-12Projeto pescar   empreendedorismo - 24-07-12
Projeto pescar empreendedorismo - 24-07-12Eve Cuesta
 
Decisões Estratégicas
Decisões EstratégicasDecisões Estratégicas
Decisões EstratégicasINSTITUTO MVC
 
3 caminhos para alavancar resultados em seu negócio aplicando behavioral scie...
3 caminhos para alavancar resultados em seu negócio aplicando behavioral scie...3 caminhos para alavancar resultados em seu negócio aplicando behavioral scie...
3 caminhos para alavancar resultados em seu negócio aplicando behavioral scie...PM3
 
Design Thinking para crianças - Guia do Facilitador
Design Thinking para crianças - Guia do FacilitadorDesign Thinking para crianças - Guia do Facilitador
Design Thinking para crianças - Guia do FacilitadorAriana B
 
Havan lucas e leonardo - tomada de decisão e determinação - 27-06-13
Havan   lucas e leonardo - tomada de decisão e determinação - 27-06-13Havan   lucas e leonardo - tomada de decisão e determinação - 27-06-13
Havan lucas e leonardo - tomada de decisão e determinação - 27-06-13Evelise Cuesta
 
Curso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo Veríssimo
Curso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo VeríssimoCurso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo Veríssimo
Curso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo VeríssimoSummo_Consultoria
 
Curso - estratégias comportamentais
Curso - estratégias comportamentaisCurso - estratégias comportamentais
Curso - estratégias comportamentaisSaulo Veríssimo
 
Treinamento Design Thinking - 2016
Treinamento Design Thinking - 2016Treinamento Design Thinking - 2016
Treinamento Design Thinking - 2016.add
 
INTELIGENCIA EMOCIONAL CARREIRA.pdf
INTELIGENCIA EMOCIONAL CARREIRA.pdfINTELIGENCIA EMOCIONAL CARREIRA.pdf
INTELIGENCIA EMOCIONAL CARREIRA.pdfMarcioVinicius36
 
Design thinking weekend+sua jornada 14.10.14
Design thinking weekend+sua jornada 14.10.14Design thinking weekend+sua jornada 14.10.14
Design thinking weekend+sua jornada 14.10.14Gabriel Coelho
 

Semelhante a 10 atitudes das pessoas muito criativas (20)

LC 02 Métodos Criativos
LC 02 Métodos CriativosLC 02 Métodos Criativos
LC 02 Métodos Criativos
 
Creative3
Creative3Creative3
Creative3
 
Guia mentalidade-inovadora-v0 compressed
Guia mentalidade-inovadora-v0 compressedGuia mentalidade-inovadora-v0 compressed
Guia mentalidade-inovadora-v0 compressed
 
Hora de dar adeus ao seu bloqueio de criatividade e inovação
Hora de dar adeus ao seu bloqueio de criatividade e inovaçãoHora de dar adeus ao seu bloqueio de criatividade e inovação
Hora de dar adeus ao seu bloqueio de criatividade e inovação
 
3 criatividade
3 criatividade3 criatividade
3 criatividade
 
Aula 3 administrando com criatividade 2021.1
Aula 3   administrando com criatividade 2021.1Aula 3   administrando com criatividade 2021.1
Aula 3 administrando com criatividade 2021.1
 
Administração aulas 1 e 2 de processos decisorios
Administração aulas 1 e 2 de processos decisoriosAdministração aulas 1 e 2 de processos decisorios
Administração aulas 1 e 2 de processos decisorios
 
04c-16 habitos da mente.pdf
04c-16 habitos da mente.pdf04c-16 habitos da mente.pdf
04c-16 habitos da mente.pdf
 
Projeto pescar empreendedorismo - 24-07-12
Projeto pescar   empreendedorismo - 24-07-12Projeto pescar   empreendedorismo - 24-07-12
Projeto pescar empreendedorismo - 24-07-12
 
Decisões Estratégicas
Decisões EstratégicasDecisões Estratégicas
Decisões Estratégicas
 
3 caminhos para alavancar resultados em seu negócio aplicando behavioral scie...
3 caminhos para alavancar resultados em seu negócio aplicando behavioral scie...3 caminhos para alavancar resultados em seu negócio aplicando behavioral scie...
3 caminhos para alavancar resultados em seu negócio aplicando behavioral scie...
 
Design Thinking para crianças - Guia do Facilitador
Design Thinking para crianças - Guia do FacilitadorDesign Thinking para crianças - Guia do Facilitador
Design Thinking para crianças - Guia do Facilitador
 
Havan lucas e leonardo - tomada de decisão e determinação - 27-06-13
Havan   lucas e leonardo - tomada de decisão e determinação - 27-06-13Havan   lucas e leonardo - tomada de decisão e determinação - 27-06-13
Havan lucas e leonardo - tomada de decisão e determinação - 27-06-13
 
Curso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo Veríssimo
Curso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo VeríssimoCurso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo Veríssimo
Curso Estratégias Comportamentais - Facilitador Saulo Veríssimo
 
Curso - estratégias comportamentais
Curso - estratégias comportamentaisCurso - estratégias comportamentais
Curso - estratégias comportamentais
 
Mapas Mentais
Mapas MentaisMapas Mentais
Mapas Mentais
 
7trab criatividade
7trab criatividade7trab criatividade
7trab criatividade
 
Treinamento Design Thinking - 2016
Treinamento Design Thinking - 2016Treinamento Design Thinking - 2016
Treinamento Design Thinking - 2016
 
INTELIGENCIA EMOCIONAL CARREIRA.pdf
INTELIGENCIA EMOCIONAL CARREIRA.pdfINTELIGENCIA EMOCIONAL CARREIRA.pdf
INTELIGENCIA EMOCIONAL CARREIRA.pdf
 
Design thinking weekend+sua jornada 14.10.14
Design thinking weekend+sua jornada 14.10.14Design thinking weekend+sua jornada 14.10.14
Design thinking weekend+sua jornada 14.10.14
 

Mais de R Gómez

CGE - CONSULTORIA DE GESTÃO EMPRESARIAL - TREINAMENTO GERENCIAL
CGE - CONSULTORIA DE GESTÃO EMPRESARIAL - TREINAMENTO GERENCIAL CGE - CONSULTORIA DE GESTÃO EMPRESARIAL - TREINAMENTO GERENCIAL
CGE - CONSULTORIA DE GESTÃO EMPRESARIAL - TREINAMENTO GERENCIAL R Gómez
 
Preparando se para construir uma carreira ministerial de sucesso! ii tm 2.15
Preparando se para construir uma carreira ministerial de sucesso!  ii tm 2.15Preparando se para construir uma carreira ministerial de sucesso!  ii tm 2.15
Preparando se para construir uma carreira ministerial de sucesso! ii tm 2.15R Gómez
 
Clima Organizacional
Clima OrganizacionalClima Organizacional
Clima OrganizacionalR Gómez
 
Aula de Psicologia da Educação
Aula de Psicologia da EducaçãoAula de Psicologia da Educação
Aula de Psicologia da EducaçãoR Gómez
 
Estudo bíblico para jovens - namoro noivado e casamento
Estudo bíblico para jovens -  namoro noivado e casamentoEstudo bíblico para jovens -  namoro noivado e casamento
Estudo bíblico para jovens - namoro noivado e casamentoR Gómez
 
R Gómez - Pesquisa de Marketing
R Gómez - Pesquisa de MarketingR Gómez - Pesquisa de Marketing
R Gómez - Pesquisa de MarketingR Gómez
 
HISTÓRIA QUE VALE APENA REFLETIRMOS
HISTÓRIA QUE VALE APENA REFLETIRMOSHISTÓRIA QUE VALE APENA REFLETIRMOS
HISTÓRIA QUE VALE APENA REFLETIRMOSR Gómez
 
R gómez 12 tipos de defeitos que impediam um levita ao ministério sacerdotal
R gómez 12 tipos de defeitos que impediam um levita ao ministério sacerdotalR gómez 12 tipos de defeitos que impediam um levita ao ministério sacerdotal
R gómez 12 tipos de defeitos que impediam um levita ao ministério sacerdotalR Gómez
 
Revisão de conteudo administração aplicada em saúde e segurança no trabalho
Revisão de conteudo administração aplicada em saúde e segurança no trabalhoRevisão de conteudo administração aplicada em saúde e segurança no trabalho
Revisão de conteudo administração aplicada em saúde e segurança no trabalhoR Gómez
 
Palestra estrutura da empresa
Palestra estrutura da empresaPalestra estrutura da empresa
Palestra estrutura da empresaR Gómez
 
Palestra básica tipos de empresas
Palestra básica  tipos de empresasPalestra básica  tipos de empresas
Palestra básica tipos de empresasR Gómez
 
Noções básicas de contabilidade
Noções básicas de contabilidade Noções básicas de contabilidade
Noções básicas de contabilidade R Gómez
 
Noção básicas de administração financeira
Noção básicas de administração financeiraNoção básicas de administração financeira
Noção básicas de administração financeiraR Gómez
 
Iso 9000 e séries
Iso  9000 e sériesIso  9000 e séries
Iso 9000 e sériesR Gómez
 
éTica e educação empresarial e profissional ii
éTica e educação empresarial e profissional iiéTica e educação empresarial e profissional ii
éTica e educação empresarial e profissional iiR Gómez
 
Engenharia de segurança no trabalho
Engenharia de segurança no trabalhoEngenharia de segurança no trabalho
Engenharia de segurança no trabalhoR Gómez
 
Classificação e administraçao das empresas e outros temas relacionados
Classificação e administraçao das empresas e outros temas relacionadosClassificação e administraçao das empresas e outros temas relacionados
Classificação e administraçao das empresas e outros temas relacionadosR Gómez
 
Administração aplicada em saúde e segurança no trabalho
Administração aplicada em saúde e segurança no trabalhoAdministração aplicada em saúde e segurança no trabalho
Administração aplicada em saúde e segurança no trabalhoR Gómez
 
A vida como uma empresa
A vida como uma empresa A vida como uma empresa
A vida como uma empresa R Gómez
 

Mais de R Gómez (20)

CGE - CONSULTORIA DE GESTÃO EMPRESARIAL - TREINAMENTO GERENCIAL
CGE - CONSULTORIA DE GESTÃO EMPRESARIAL - TREINAMENTO GERENCIAL CGE - CONSULTORIA DE GESTÃO EMPRESARIAL - TREINAMENTO GERENCIAL
CGE - CONSULTORIA DE GESTÃO EMPRESARIAL - TREINAMENTO GERENCIAL
 
Preparando se para construir uma carreira ministerial de sucesso! ii tm 2.15
Preparando se para construir uma carreira ministerial de sucesso!  ii tm 2.15Preparando se para construir uma carreira ministerial de sucesso!  ii tm 2.15
Preparando se para construir uma carreira ministerial de sucesso! ii tm 2.15
 
Clima Organizacional
Clima OrganizacionalClima Organizacional
Clima Organizacional
 
Aula de Psicologia da Educação
Aula de Psicologia da EducaçãoAula de Psicologia da Educação
Aula de Psicologia da Educação
 
Estudo bíblico para jovens - namoro noivado e casamento
Estudo bíblico para jovens -  namoro noivado e casamentoEstudo bíblico para jovens -  namoro noivado e casamento
Estudo bíblico para jovens - namoro noivado e casamento
 
R Gómez - Pesquisa de Marketing
R Gómez - Pesquisa de MarketingR Gómez - Pesquisa de Marketing
R Gómez - Pesquisa de Marketing
 
LIMITES
LIMITESLIMITES
LIMITES
 
HISTÓRIA QUE VALE APENA REFLETIRMOS
HISTÓRIA QUE VALE APENA REFLETIRMOSHISTÓRIA QUE VALE APENA REFLETIRMOS
HISTÓRIA QUE VALE APENA REFLETIRMOS
 
R gómez 12 tipos de defeitos que impediam um levita ao ministério sacerdotal
R gómez 12 tipos de defeitos que impediam um levita ao ministério sacerdotalR gómez 12 tipos de defeitos que impediam um levita ao ministério sacerdotal
R gómez 12 tipos de defeitos que impediam um levita ao ministério sacerdotal
 
Revisão de conteudo administração aplicada em saúde e segurança no trabalho
Revisão de conteudo administração aplicada em saúde e segurança no trabalhoRevisão de conteudo administração aplicada em saúde e segurança no trabalho
Revisão de conteudo administração aplicada em saúde e segurança no trabalho
 
Palestra estrutura da empresa
Palestra estrutura da empresaPalestra estrutura da empresa
Palestra estrutura da empresa
 
Palestra básica tipos de empresas
Palestra básica  tipos de empresasPalestra básica  tipos de empresas
Palestra básica tipos de empresas
 
Noções básicas de contabilidade
Noções básicas de contabilidade Noções básicas de contabilidade
Noções básicas de contabilidade
 
Noção básicas de administração financeira
Noção básicas de administração financeiraNoção básicas de administração financeira
Noção básicas de administração financeira
 
Iso 9000 e séries
Iso  9000 e sériesIso  9000 e séries
Iso 9000 e séries
 
éTica e educação empresarial e profissional ii
éTica e educação empresarial e profissional iiéTica e educação empresarial e profissional ii
éTica e educação empresarial e profissional ii
 
Engenharia de segurança no trabalho
Engenharia de segurança no trabalhoEngenharia de segurança no trabalho
Engenharia de segurança no trabalho
 
Classificação e administraçao das empresas e outros temas relacionados
Classificação e administraçao das empresas e outros temas relacionadosClassificação e administraçao das empresas e outros temas relacionados
Classificação e administraçao das empresas e outros temas relacionados
 
Administração aplicada em saúde e segurança no trabalho
Administração aplicada em saúde e segurança no trabalhoAdministração aplicada em saúde e segurança no trabalho
Administração aplicada em saúde e segurança no trabalho
 
A vida como uma empresa
A vida como uma empresa A vida como uma empresa
A vida como uma empresa
 

Último

A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfpaulafernandes540558
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.HildegardeAngel
 
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mentalADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mentalSilvana Silva
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoSilvaDias3
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 

Último (20)

A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdfSlides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
Slides criatividade 01042024 finalpdf Portugues.pdf
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
LIVRO A BELA BORBOLETA. Ziraldo e Zélio.
 
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mentalADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
ADJETIVO para 8 ano. Ensino funda.mental
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 

10 atitudes das pessoas muito criativas

  • 1. Palestrante: R Gómez Nada pode impedir uma pessoa com a atitude mental correta de realizar seu objetivo; nada na terra pode ajudar uma pessoa com a atitude mental errada. Thomas Jefferson. Criatividade não é meramente uma questão de técnicas e habilidades, mas sobretudo de uma atitude mental no trato de problemas e de idéias. Mesmo para alguém versado nas técnicas de criatividade (Brainstorming, Mapa Mental, SCAMPER, TRIZ, etc.), sem uma atitude mental correta, estas técnicas não produzirão resultados.
  • 2. Para serem eficazes, as técnicas de criatividade precisam ser acompanhadas de atitudes que nos levem a ver o mundo sob diferentes perspectivas e a trilhar caminhos nunca antes tentados. Algumas atitudes mentais essenciais para o pensamento criativo são apresentadas a seguir:
  • 3. 1. Curiosidade Criatividade requer uma disposição permanente para investigar, procurar entender e obter novas informações sobre as coisas que nos cercam. Para se tornar uma pessoa mais criativa você deve aprender a perguntar “por quê?” e “e se…?” e incorporar estas perguntas ao seu modo de vida. Infelizmente, com a maturidade perdemos aquela atitude inquisitiva da infância, quando não dávamos trégua aos nossos pais, querendo saber o porquê sobre tudo. Faz-se necessário estimular a volta desta curiosidade natural, anulada pela escola, pela família e pelas empresas.
  • 4.
  • 5. 2. Confrontando desafios As pessoas criativas não fogem dos desafios mas os enfrentam perguntando “como eu posso superar isto?”. Elas têm uma atitude positiva e veem em cada problema uma oportunidade de exercitar a criatividade e conceber algo novo e valioso.
  • 6. 3. Descontentamento construtivo As pessoas criativas têm uma percepção aguda do que está errado no ambiente em volta delas. Contudo, elas têm uma atitude positiva a respeito desta percepção e não se deixam abater pelas coisas erradas. Ao contrário, elas transformam este descontentamento em motivação para fazer algo construtivo. Santos Dumont era um entusiasta dos balões mas não estava satisfeito com suas limitações e não descansou até inventar uma aeronave dirigível.
  • 7. 4. Mente aberta Criatividade requer uma mente receptiva e disposta a examinar novas idéias e fatos. As pessoas criativas têm consciência e procuram se livrar dos preconceitos, suposições e outros bloqueios mentais que podem limitar o raciocínio. Quem vê um celular apenas como um telefone, jamais pensaria em agregar ao aparelho outras utilidades como fotografia, GPS, e-mail e MP3.
  • 8. 5. Flexibilidade As pessoas muito criativas são hábeis em adotar diferentes abordagens na solução de um problema. Elas sabem combinar idéias, estabelecer conexões inusitadas e gerar muitas soluções potenciais. Elas adoram olhar as coisas sob diferentes perspectivas e gerar muitas idéias.
  • 9. 6. Suspensão do julgamento Imaginar e criticar ao mesmo tempo, é como dirigir com o pé no freio. As pessoas criativas sabem que há um tempo para desenvolver idéias e outro para julgá-las. Elas têm consciência que toda idéia nasce frágil e precisa de tempo para maturar e revelar seu valor e utilidade antes de ser submetida ao julgamento.
  • 10. 7. Síntese Olhe as árvores, sem perder a visão da floresta. A capacidade de se concentrar nos detalhes sem perder de vista o todo é uma habilidade fundamental das pessoas criativas. A visão do todo lhe dá os caminhos para estabelecer conexões entre informações e idéias aparentemente desconexas.
  • 11. 8. Otimismo Henry Ford resumiu bem as consequências de nossas atitudes: Seja acreditando que você pode, seja que não pode, você estará provavelmente certo. Pessoas que acreditam que um problema pode ser resolvido acabam por encontrar uma solução. Para elas nenhum desafio é tão grande que não possa ser enfrentado e nenhum problema tão difícil que não possa ser solucionado.
  • 12. 9. Perseverança As pessoas muito criativas não desistem facilmente de seus objetivos e persistem na busca de soluções, mesmo quando o caminho se mostra longo e os obstáculos parecem intransponíveis. Com muita frequência, a procura de uma solução criativa requer determinação e paciência. Ouçamos o Professor Sir Harold Kroto, prêmio Nobel de Química: Nove entre dez de meus experimentos falham, e isto é considerado um resultado muito bom entre os cientistas.
  • 13. 10. Eterno aprendiz Frequentemente, a solução criativa nasce de combinações inusitadas, estabelecendo analogias e conexões entre idéias e objetos que não pareciam ter qualquer relação entre si. A matéria prima para estas analogias e conexões são os fatos observados e os conhecimentos e experiências anteriores que a pessoa traz consigo. É através de seu patrimônio cultural que cada pessoa pode dar seu toque de originalidade. Este patrimônio cultural nasce e se alimenta de uma atitude de insaciável curiosidade e de prazer em aprender coisas novas.
  • 14. Pesquise como a águia - olhe de cima. Tenha uma visão de todo o quadro, inclua tudo que for relevante, veja as fronteiras, procure conhecer de modo global o que está acontecendo. Pesquise como a águia Este passo requer a habilidade de se afastar do problema e ver a floresta além das árvores. Nesta etapa é importante não se deixar cegar pelos detalhes, tentar formar um quadro geral da situação e definir adequadamente o problema que deve ser resolvido. Este quadro geral deve mostrar as fronteiras do problema, as implicações e os impactos sobre outras unidades, pessoas e processos. Como ser mais criativo na solução de problemas
  • 15. Analise como a coruja – com uma visão de 360º.Esteja ciente de todos os fatores, mesmo os escondidos ou difíceis de localizar, que poderão afetar suas análises e decisões. Analise como a coruja Como todos sabem, muitas corujas podem girar a cabeça num ângulo de 360º sem mover o corpo. Algumas podem detectar o ruído de pequenos animais se movimentando no mato e dar botes certeiros e mortais. O mesmo grau de precisão é necessário na análise de problemas, especialmente na identificação de suas possíveis causas.
  • 16. Assim que o problema tenha sido corretamente definido, é importante encontrar todos os fatores que possam influenciar a solução. É neste ponto que o trabalho em equipe mostra toda a sua força, pois pessoas de diversas origens e formação olharão o problema de diferentes ângulos. A discussão aberta e livre em que todos os pontos de vista possam ser representados, discutidos e registrados é, sem dúvida, a melhor abordagem. Todas as possíveis causas são identificadas e priorizadas.
  • 17. Solucione como humano – com engenhosidade e coragem. Use toda a sua imaginação, conhecimentos e experiência para escapar dos caminhos óbvios e encontrar soluções inovadoras. Solucione como humano O passo final deve permitir a plena aplicação de todo o potencial criativo da mente humana. Aqui há espaço tanto para a abordagem fundamentada na lógica como na intuição e imaginação. Neste ponto, a equipe pode optar por usar algumas das ferramentas e técnicas de auxílio à criatividade, como o Mapa Mental, o Brainstorming, SCAMPER e outras. Contudo, o mais importante é a tomada de consciência das barreiras que inibem a criatividade: os bloqueios mentais, culturais, emocionais, intelectuais etc.
  • 18. Questionário 1. Quais são alguns dos obstáculos que estão impedindo a realização das coisas (melhoria da qualidade, da produtividade, do trabalho em equipe, etc.)?
  • 19. CONSLUSÃO Quais destas atitudes mentais caracterizam sua maneira de lidar com seus desafios? Quais são seus pontos fortes? Quais atitudes você precisa desenvolver para fortalecer sua criatividade? Focalize naquelas que você considera essenciais para o aprimoramento de sua criatividade e prepare um plano de ação. Mas tenha sempre em mente que atitudes não são mudadas de um dia para outro. Isto requer disciplina, paciência e perseverança. Pode ser difícil, mas o prêmio é alto. Ousar romper com os padrões estabelecidos, fazer uso inteligente das novas tecnologias e ir além dos métodos tradicionais, esta é a atitude que separa as soluções criativas da mesmice. Laranja madura na beira de estrada, Ou está bichada Zé, Ou tem marimbondo no pé.