Trabalho sistema urinário

3.104 visualizações

Publicada em









Introdução
O Sistema Urinário é formado por.
 Dois Rins
 Dois Ureteres
 Uma Bexiga
 Uma Uretra

A urina produzida nos rins é coletada pelos ureteres e transportada até a bexiga, onde fica temporariamente armazenada. Da bexiga, a urina é expelida para o meio externo através do canal denominado uretra.

Rins
Os rins situam-se na parte dorsal do abdome, logo abaixo do diafragma, um de cada lado da coluna vertebral, nessa posição estão protegidos pelas últimas costelas e também por uma camada de gordura. Têm a forma de um grão de feijão enorme e possuem uma cápsula fibrosa, que protege o córtex - mais externo, e a medula - mais interna.
Cada rim é formado de tecido conjuntivo, que sustenta e dá forma ao órgão, e por milhares ou milhões de unidades filtradoras, os néfrons, localizados na região renal.

Funções dos rins

• Filtrar o sangue.
• Regular a pressão arterial.
• Eliminar toxinas.
• Controlar a quantidade de sal e água no corpo.
• Produzir hormônios importantes para evitar anemias e doenças ósseas.
• Eliminar excessos de medicamentos, e outras substancias ingeridas.

Funcionamento dos rins
O sangue a ser filtrado pelos rins é arterial, trazido pelas artérias renais (direita e esquerda). As artérias renais apresentam múltiplas ramificações no interior do rim, essas ramificações sofrem uma redução de diâmetro até formar um capilar muito delgado, que se enovela dando origem ao glomérulo de Malpighi. Este fica abrigado pela cápsula de Bowman e juntos compõem o corpúsculo renal.

Néfrons

O néfron é uma longa estrutura tubular microscópica que possui, em uma das extremidades, uma expansão em forma de taça, denominada cápsula de Bowman, que se conecta com o túbulo contorcido proximal, que continua pela alça de Henle e pelo túbulo contorcido distal; este desemboca em um tubo coletor. São responsáveis pela filtração do sangue e remoção das excreções.
Reabsorção renal
Dá-se o nome de reabsorção renal ao mecanismo em que substâncias desejáveis ao organismo retornam do filtrado para o sangue.
Túbulo proximal (substâncias), alça de Henle (NaCl), túbulo distal (água).
O líquido que resta no interior do túbulo distal passa, então, para o interior dos túbulos coletores e constitui a urina.

Regulação da função renal
A regulação da função renal relaciona-se basicamente com a regulação da quantidade de líquidos do corpo. Havendo necessidade de reter água no interior do corpo, a urina fica mais concentrada, em função da maior reabsorção de água; havendo excesso de água no corpo, a urina fica menos concentrada, em função da menor reabsorção de água.
A formação da urina
A formação da urina (líquido de excreção que se forma no interior do rim) obedece a duas etapas: filtração glome

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.104
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
147
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho sistema urinário

  1. 1. O Sistema Urinário é formado por.      Dois Rins Dois Ureteres Uma Bexiga Uma Uretra A urina produzida nos rins é coletada pelos ureteres e transportada até a bexiga, onde fica armazenada. Da bexiga, a urina é expelida para o meio externo através do canal denominado uretra.
  2. 2.   Os rins situam-se na parte dorsal (atras)do abdome, logo abaixo do diafragma, um de cada lado da coluna vertebral, nessa posição estão protegidos pelas últimas costelas e também por uma camada de gordura. Cada rim tem cerca de 11,25 cm de comprimento, 5 a 7,5 cm de largura e um pouco mais de 2,5 cm de espessura. A massa do rim no homem adulto varia entre 125 e 170 g; na mulher adulta, entre 115 e 155 g. Têm a forma de um grão de feijão enorme e possuem uma cápsula fibrosa, que protege o córtex - mais externo, e a medula - mais interna. Cada rim é formado de tecido conjuntivo, que sustenta e dá forma ao órgão, e por milhares ou milhões de unidades filtradoras, os néfrons, localizados na região renal.
  3. 3. Eliminar substancias toxinas. Controlar a quantidade de sal e água no corpo. Produzir hormônios importantes para evitar anemias e doenças ósseas. Regular a pressão arterial. Filtrar o sangue. Rins Eliminar excessos de medicamentos, e outras substancias ingeridas.
  4. 4.  O sangue a ser filtrado pelos rins é arterial, trazido pelas artérias renais (direita e esquerda). As artérias renais apresentam múltiplas ramificações no interior do rim, essas ramificações sofrem uma redução de diâmetro até formar um capilar muito delgado, que se enovela dando origem ao glomérulo de Malpighi. Este fica abrigado pela cápsula de Bowman e juntos compõem o corpúsculo renal.
  5. 5.  O néfron é uma longa estrutura tubular microscópica que possui, em uma das extremidades, uma expansão em forma de taça, denominada cápsula de Bowman, que se conecta com o túbulo contorcido proximal, que continua pela alça de Henle e pelo túbulo contorcido distal; este desemboca em um tubo coletor. São responsáveis pela filtração do sangue e remoção das excreções.
  6. 6. Dá-se o nome de reabsorção renal ao mecanismo em que substâncias desejáveis ao organismo retornam do filtrado para o sangue.  Túbulo proximal (substâncias), alça de Henle (NaCl), túbulo distal (água).  O líquido que resta no interior do túbulo distal passa, então, para o interior dos túbulos coletores e constitui a urina. 
  7. 7.  A regulação da função renal relaciona-se basicamente com a regulação da quantidade de líquidos do corpo. Havendo necessidade de reter água no interior do corpo, a urina fica mais concentrada, em função da maior reabsorção de água; havendo excesso de água no corpo, a urina fica menos concentrada, em função da menor reabsorção de água.
  8. 8.  A formação da urina (líquido de excreção que se forma no interior do rim) obedece a duas etapas: filtração glomerular e reabsorção renal.
  9. 9.  A pressão desenvolvida pelo plasma sanguíneo no interior dos capilares do glomérulo de Malpighi é suficiente para que um quinto do plasma se extravase para a cápsula de Bowman. Denomina-se filtração glomerular a esse fenômeno e ao líquido que extravasa dá-se o nome de filtrado. O filtrado passa pela cápsula de bawman para o interior do túbulo proximal, onde se inicia a reabsorção renal.
  10. 10. Bexiga urinária  •A bexiga urinária é uma bolsa de parede elástica, dotada de musculatura lisa, cuja função é acumular a urina produzida nos rins. Quando cheia, a bexiga pode conter mais de ¼ de litro (250 ml) de urina, que é eliminada periodicamente através da uretra. Uretra  •A uretra é um tubo que parte da bexiga e termina, na mulher, na região vulvar e, no homem, na extremidade do pênis. Sua comunicação com a bexiga mantém-se fechada por anéis musculares chamados esfíncteres. Quando a musculatura desses anéis relaxa-se e a musculatura da parede da bexiga contrai-se, urinamos.
  11. 11. Ureter  Os néfrons desembocam em dutos coletores, que se unem para formar canais cada vez mais grossos. A fusão dos dutos origina um canal único, denominado ureter, que deixa o rim em direção à bexiga urinária.
  12. 12.  Grupo:  Eni  Debora Nascimento  Marta Barbosa  Rayane Leão  Simiran Braga

×