A PRINCIPAL PLATAFORMA ABERTA,
FAÇA MAIS COM MENOS
Raul da Silva Leite
rleite@redhat.com
Red Hat Inc.
RECEITA RED HAT
RECEITA POR CANAL FY2013 RECEITA GLOBAL FY2013
FY 2003 – FY 2014
FY '04 FY '06 FY '08 FY '10 FY '12 FY '14...
SUPERAÇÃO
GLOBAL
ENTRE
MÚLTIPLAS
VERTICAIS
FORÇA
GLOBAL NAS
MAIORES
VERTICAIS
AMPLA EXPERIÊNCIA GLOBAL
Finanças
Governo
Te...
COMO FAZEMOS OS BENEFÍCIOS
Desenvolvemos tudo no
modelo OPEN SOURCE.
Com o desenvolvimento
compartilhado, reduzimos
custos...
A ALTERNATIVA DO CIO
PaaS cloud
OpenShift by Red HatVMware Cloud Foundry/Pivotal, Microsoft Azure,
Google App Engine, Stac...
“O sistema operacional oferece a flexibilidade e a escalabilidade que o
ambiente exige” - Cristian Fujisaka, coordenador d...
NOSSOS CLIENTES
A maior bolsa do planeta. O maior sistema de
distribuição global no mundo.
Grupo de hotéis
internacional
U...
Definição
●
Código aberto é um método de desenvolvimento de software o qual
aproveita a força da revisão distribuída e a t...
Amplo portifólio de serviços.
Mais de 100.000 profissionais
certificados Red Hat.
Mais de 60% das 2000 empresas
da Fortune...
BASE DE CONHECIMENTO
CERTIFICAÇÃO DE HARDWARE & SOFTWARE
GARANTIA DO SOFTWARE
SERVIÇOS DE SUPORTE GLOBAL
● CHAMADOS ILIMIT...
IDC 2010
Worldwide Client and Server Operating Environments 2011-2015
Forecast: The Perfect Storm of Disruption
Maio de 20...
POR QUE MIGRAR PARA RHEL?
IMPLEMENTE COM SEGURANÇA
● Implemente em múltiplas plataformas com
desempenho, confiabilidade e
...
ADOÇÃO DO RHEL AUMENTA
Mais aplicações, hardware e
device drivers para RHEL
Muitos migrando para x86
Muitos migrando de UN...
POR QUE MIGRAR PARA RHEL?
RAZÕES PARA MIGRAR
Hardware refresh
Executar Oracle, SAP, ou SAS
Unicode Conversions
Aumentar op...
POR QUE RHEL?
BENEFÍCIOS NOTÁVEIS
 Sistemas com até 160
cores, 2 TB RAM
 Projetado para escalar
até 4096 cores e até 64
...
Componente Red Hat Enterprise Linux Solaris IBM AIX HP-UX
Provisionamento
Kickstart, Red Hat Network /
Satellite
Jumpstart...
IDENTITY MANAGEMENT
RED HAT
SINCRONISMO COM ACTIVE DIRECTORY
IDM-1 IDM-2
IDM-3 IDM-4
AD
SSSD
dc=example,dc=com
nss_ldap
pa...
Reliability, Availability, Serviceability (RAS)
Recuperação/relatórios de erros avançado
Hot add para CPU e memória
Recupe...
Red Hat Enterprise Linux
Ciclo de Vida (Longevidade)
●
Estabilidade
●
Menor custo de manutenção
●
Plataforma para aplicaçõ...
Red Hat Enterprise Linux
Resilient Storage
Funcionalidades do GFS2
●
Shared storage file-system, também
conhecido como clu...
Red Hat Enterprise Linux | Setembro 2014
Ciclo de Vida
Criação de perfis de instalação de servidores.
Softwares Red Hat
So...
Red Hat Enterprise Linux | Setembro 2014
Red Hat Enterprise Virtualization (RHEV)
RHEV Manager RHEV Reporting
RHEV User Po...
COMPLETE DATACENTER
VIRTUALIZATION SOLUTION
● Leading performance: Top benchmarks de
virtualização para o desempenho e
esc...
● High availability
● Live migration
● Storage live migration
● Live snapshots
● Load balancing (DRS)
● Power saver (DPM)
...
33
ARQUITETURA ABERTA E FLEXÍVEL
TRADICIONAL WORKLOADS
● Normalmente reside em única VM
● Sem tolerância a downtime
● Prec...
Red Hat Enterprise Linux | Setembro 2014
CRIANDO UMA NUVEM HÍBRIDA
A PRINCIPAL PLATAFORMA ABERTA, FAÇA MAIS COM MENOS
A PRINCIPAL PLATAFORMA ABERTA, FAÇA MAIS COM MENOS
A PRINCIPAL PLATAFORMA ABERTA, FAÇA MAIS COM MENOS
A PRINCIPAL PLATAFORMA ABERTA, FAÇA MAIS COM MENOS
A PRINCIPAL PLATAFORMA ABERTA, FAÇA MAIS COM MENOS
A PRINCIPAL PLATAFORMA ABERTA, FAÇA MAIS COM MENOS
A PRINCIPAL PLATAFORMA ABERTA, FAÇA MAIS COM MENOS
A PRINCIPAL PLATAFORMA ABERTA, FAÇA MAIS COM MENOS
A PRINCIPAL PLATAFORMA ABERTA, FAÇA MAIS COM MENOS
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A PRINCIPAL PLATAFORMA ABERTA, FAÇA MAIS COM MENOS

658 visualizações

Publicada em

Webinar 4partner.com.br

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
658
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
99
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A PRINCIPAL PLATAFORMA ABERTA, FAÇA MAIS COM MENOS

  1. 1. A PRINCIPAL PLATAFORMA ABERTA, FAÇA MAIS COM MENOS Raul da Silva Leite rleite@redhat.com Red Hat Inc.
  2. 2. RECEITA RED HAT RECEITA POR CANAL FY2013 RECEITA GLOBAL FY2013 FY 2003 – FY 2014 FY '04 FY '06 FY '08 FY '10 FY '12 FY '14 0 50 100 150 200 250 300 350 400 INDIRECT 62% DIRECT 38% AMERICAS 59% EMEA 25% APAC 16% 1BILHÃO DE OPEN SOURCE A $ DÓLARES MUNDO. Fonte: Red Hat, Inc. PRIMEIRA COMPANIAde de do
  3. 3. SUPERAÇÃO GLOBAL ENTRE MÚLTIPLAS VERTICAIS FORÇA GLOBAL NAS MAIORES VERTICAIS AMPLA EXPERIÊNCIA GLOBAL Finanças Governo Tech & Mídia Telecom Transporte & Logística Serviços Energia Saúde Vendas Manufatura 12% 11% 9% 9% ... MAIOR MARKETSHARE ENTRE LINUX ENTERPRISE 72,6% (2011)* *Fonte: Worldwide Linux Client & Server Operating Environments 2012-2016 Forecast and 2011 Vendor Shares. July 2012 Doc #236064
  4. 4. COMO FAZEMOS OS BENEFÍCIOS Desenvolvemos tudo no modelo OPEN SOURCE. Com o desenvolvimento compartilhado, reduzimos custos. O opensource oferece produtos que atendem às demandas dos clientes. Melhor preço e performance Qualidade superior Inovação tecnológica mais eficiente Soluções completas Flexibilidade CLOUD DATACENTER VIRTUALIZAÇÃO STORAGE O QUE FAZEMOS BIG DATAINFRAESTRUTURA MIDDLEWARE
  5. 5. A ALTERNATIVA DO CIO PaaS cloud OpenShift by Red HatVMware Cloud Foundry/Pivotal, Microsoft Azure, Google App Engine, Stackato IBM WebSphere Application Server, VMware vFabric tc Server, Oracle WebLogic Server Enterprise service bus (ESB) Data services Business rules Messaging Cloud orchestration Operating system Virtualization Red Hat JBoss SOA Platform Red Hat JBoss Fuse Red Hat JBoss Data Services Red Hat JBoss BRMS Red Hat JBoss A-MQ Red Hat Enterprise Linux Red Hat Enterprise Virtualization IBM WebSphere ESB & Message Broker, Oracle SOA Suite & ES, MuleSule ESB, Sonic ESB. Tibco ActiveMatrix IBM InfoSphere Federation Server, Progress DataXend SI, Oracle Data Integration Suite, Composite Information Server IBM Operational Decision Manager & IBM Business Process Manager, Oracle BPM Suite, Pegasystems Business Rules, FICO Blaze Advisor IBM WebSphereMQ, VMware vFabric RabbitMQ, Oracle AQ, Tibco EMS VMware vCloud Automation Center, RightScale Cloud Management, BMC Cloud Lifecycle Management Microsoft Windows, Oracle Solaris, IBM AIX, HP/UX VMware vSphere, Citrix XenServer, Microsoft HyperV Storage Red Hat Storage ServerNetApp, EMC Isilon Application server IBM WebSphere eXtreme Scale, Oracle Coherence, VMware vFabric GemFire Red Hat JBoss Data Grid Portal / WCM Red Hat JBoss Portal PlatformIBM Websphere Portal Server, Liferay Portal Oracle WebCenter Portal Red Hat JBoss Enterprise Application Platform In-memory data grid Red Hat CloudForms IaaS cloud VMware vCloud Director, Citrix CloudPlatform, Eucalyptus Cloud, Microsoft System Center, Rackspace Red Hat Cloud Infrastructure RHEL OpenStack Platform
  6. 6. “O sistema operacional oferece a flexibilidade e a escalabilidade que o ambiente exige” - Cristian Fujisaka, coordenador de serviços web do Grupo Abril “Tentamos algumas vezes iniciar a virtualização sem antes otimizar a nossa rede, e não foi possível. Por isso, buscamos uma solução que nos desse esse suporte, e a Red Hat foi a empresa que nos ofereceu o melhor custo-benefício”. - Lourival da Silva Filho, Coordenador de Infraestrutura de TIC A solução por si só tem funcionado muito bem, tanto que tem nos auxiliado a pensar em transferir outros ambientes, outras soluções e outras plataformas para a Red Hat”. - Carlos Rebelato de Alcântara, gerente corporativo de TI e responsável pela área de infraestrutura da Serasa Experian NOSSOS CLIENTES
  7. 7. NOSSOS CLIENTES A maior bolsa do planeta. O maior sistema de distribuição global no mundo. Grupo de hotéis internacional Uma empresa líder na computação em núvem.
  8. 8. Definição ● Código aberto é um método de desenvolvimento de software o qual aproveita a força da revisão distribuída e a transparência do processo. A promessa do código aberto é melhor qualidade, maior confiabilidade e flexibilidade, menor custo e um fim para o vendor lock in predatório. http://www.opensource.org
  9. 9. Amplo portifólio de serviços. Mais de 100.000 profissionais certificados Red Hat. Mais de 60% das 2000 empresas da Fortune fazem treinamento da Red Hat. RED HAT CONSULTORIA RED HAT TREINAMENTO Prepare a sua empresa com conhecimento e habilidade para otimizar o seu RHEL e JBOSS – mais produtividade e menos riscos Solucionar problemas estratégicos de tecnologia e de negócios, maximizar a eficiência e o desempenho da infraestrutura – otimizando seu TI ● Experiência inigualável em open source. ● Acelera a conclusão do projeto = reduz o tempo do ROI. ● Facilita a Interoperabilidade. ● Consultores diretamente ligados às equipes de desenvolvimento. SERVIÇOS RED HAT COM SYSTEM INTEGRATORS ● Consultoria e Treinamento complementares = abordagem conjunta em co-engagement e co-delivery. ● Foco em Serviços de Arquitetura, principalmente em Emerging Products, demais Serviços serão direcionados para o System Integrator. ● Replicação de conhecimento = extensão da capacidade. ● Foco de Consultoria para FY15 está em JBoss BRMS, BPM, FUSE e A-MQ. PORTIFÓLIO DE SERVIÇOS
  10. 10. BASE DE CONHECIMENTO CERTIFICAÇÃO DE HARDWARE & SOFTWARE GARANTIA DO SOFTWARE SERVIÇOS DE SUPORTE GLOBAL ● CHAMADOS ILIMITADO ● 8x5 (STANDARD) ● 24x7 (PREMIUM) ● EM TODOS OS IDIOMAS ● MISSÃO CRÍTICA ESTABILIDADE COM O CICLO DE VIDA DO PRODUTO POR ATÉ 10 ANOS ATUALIZAÇÕES, CORREÇÕES E UPGRADES ENGENHEIROS RED HAT NAS RESPOSTAS PORTAL DE CLIENTES & FÓRUNS AWARD-WINNING SUPPORT MODELO DE SUBSCRIÇÃO
  11. 11. IDC 2010 Worldwide Client and Server Operating Environments 2011-2015 Forecast: The Perfect Storm of Disruption Maio de 2011, #228201 2000 2002 2004 2006 2008 2010 2012 2014 2 M 4 M 6 M 8 M 10 M 12 M SERVIDORESGLOBAISPAGOSENÃOPAGOS TANSFERÊNCIAS,SUBSCRIÇÕESEIMPLANTAÇÕES LINUX WINDOWS UNIX OTHER O QUE DIZEM OS ANALISTAS RESTARÃO APENAS 2 SISTEMAS OPERACIONAIS
  12. 12. POR QUE MIGRAR PARA RHEL? IMPLEMENTE COM SEGURANÇA ● Implemente em múltiplas plataformas com desempenho, confiabilidade e disponibilidade compatíveis com UNIX ● Mantenha a equipe de TI Open Source = ISV's portando UNIX cada vez menos provável =
  13. 13. ADOÇÃO DO RHEL AUMENTA Mais aplicações, hardware e device drivers para RHEL Muitos migrando para x86 Muitos migrando de UNIX para Red Hat Enterprise Linux Total de servidores vendidos no mundo Linux pago UNIX/ RISC 60% 98%
  14. 14. POR QUE MIGRAR PARA RHEL? RAZÕES PARA MIGRAR Hardware refresh Executar Oracle, SAP, ou SAS Unicode Conversions Aumentar opções de escolha para hardware e software Necessidade de rápida adaptação a mudanças Migrar para commodity, mas alavancando conhecimento EOL de banco de dados, sist. operacional, hardware Preparar-se para Cloud Reduzir TCO, Aumentar ROI Questões de conformidade Ferramentas UNIX-like
  15. 15. POR QUE RHEL? BENEFÍCIOS NOTÁVEIS  Sistemas com até 160 cores, 2 TB RAM  Projetado para escalar até 4096 cores e até 64 TB RAM  Benchmarks mostram escalabilidade quase linear até mais de 64 cores  Gerencimanto de recursos com cgroups  Hypervisor integrado  Migração de VMs independentemente do hardware Eficiência energética Melhor percepção de hardware multi-core e NUMA Self healing, isolamento automático de CPU/RAM
  16. 16. Componente Red Hat Enterprise Linux Solaris IBM AIX HP-UX Provisionamento Kickstart, Red Hat Network / Satellite Jumpstart, Sun xVM Ops Center Workload Partitions Manager Ignite/UX, Hp Virtualization Manager Gerenciamento & Monitoramento Red Hat Network / Satellite Sun xVM Ops Center, Sun Management Center IBM Tivoli Monitoring, IBM Systems Director HP Systems Management, Insight Manager Security EAL4+ EAL4+ EAL4+ EAL4+ Gerenciamento de identidade Red Hat Identity Management Sun Java System Directory Server, Identity Server Tivoli Directory Server, Identity Manager HP-UX Directory Server, no Identity man. Virtualização Red Hat Enterprise Linux Virtualization, KVM Containers, Ldoms, Domains, xVM WPAR, PowerVM HP Insight Dynamics – VSE, npars Clusterização Red Hat High Availability / Red Hat Resilient Storage Sun Cluster PowerHA Serviceguard Tuning & Troubleshooting Systemtap, perf DTrace probevue ktracer Bare-Metal Recovery Kickstart, Red Hat Network / Satellite Flash Archive Tivoli Storage Management HP StorageWorks Data Protector
  17. 17. IDENTITY MANAGEMENT RED HAT SINCRONISMO COM ACTIVE DIRECTORY IDM-1 IDM-2 IDM-3 IDM-4 AD SSSD dc=example,dc=com nss_ldap pam_krb5 nss_ldap pam_krb5 nss_ldap pam_krb5 dc=example,dc=com Winsync Password Sync
  18. 18. Reliability, Availability, Serviceability (RAS) Recuperação/relatórios de erros avançado Hot add para CPU e memória Recuperação Inteligente de erros de CPU/memória Relatórios de erros melhorados para dispositivos PCI (PCI-AER) DIF/DIX: Integridade de dados fim-a-fim Rápida recuperação de sistema de arquivos Até 10x mais rápido que no RHEL 5 Fsck em sistema de arquivos de 1TB (45 milhões de arquivos) RHEL5 Ext3 = 1 hora, RHEL6 Ext4 = 6 minutos. Red Hat Enterprise Linux Alta Disponibilidade (High Availability) Disponibilidade contínua de serviços através da eliminação de pontos únicos de falha. Clusters de até 16 nós. Failover para aplicações como Oracle, SAP, Apache, MySQL, PostgreSQL entre outras.
  19. 19. Red Hat Enterprise Linux Ciclo de Vida (Longevidade) ● Estabilidade ● Menor custo de manutenção ● Plataforma para aplicações críticas ● RHEL 5 – Suporte até março de 2017 ● RHEL 6 – Suporte até novembro de 2020 Scalable File System ● Suporte ao sistema de arquivos XFS® ● Ajustado para streaming de dados ● Suporte a sistema de arquivos de até 500 TB
  20. 20. Red Hat Enterprise Linux Resilient Storage Funcionalidades do GFS2 ● Shared storage file-system, também conhecido como clustered file-system. ● Os dados são compartilhados entre nós GFS2 com um name space de sistema de arquivos único e consistente.. ● Totalmente integrado com o RHEL HA. ● GFS2 é suportado em clusters de 2 a 16 nós. ● Tamanho máximo de sistema de arquivos é de 100 TB.
  21. 21. Red Hat Enterprise Linux | Setembro 2014 Ciclo de Vida Criação de perfis de instalação de servidores. Softwares Red Hat Softwares de terceiros Particionamento Scripts Instalação automatizada em minutos de servidores físicos ou virtuais. Instalação via rede Menu de boot Instalação iniciada por mídia local Gerenciamento de versão de software da Red Hat, de terceiros ou desenvolvidos in-house. Instalação, remoção, atualização, downgrade Canais “travados” em versões específicas de RHEL (5.7, 6.2, etc) RHN Satellite Red Hat Network Satellite RHN Satellite + RHN Proxy
  22. 22. Red Hat Enterprise Linux | Setembro 2014 Red Hat Enterprise Virtualization (RHEV) RHEV Manager RHEV Reporting RHEV User Portal
  23. 23. COMPLETE DATACENTER VIRTUALIZATION SOLUTION ● Leading performance: Top benchmarks de virtualização para o desempenho e escalabilidade; ● Affordable: TCO mais baixo e maior ROI de plataformas competitivas; ● Enterprise-ready: Poderosa combinação de recursos empresariais e um rico conjunto de parceiros; ● Open: Oferece opção e interoperabilidade sem proprietáriedade; ● Cross-platform: Optimizado para Microsoft Windows (MSVVP) e Linux guests ● Integration with OpenStack: Camada de serviços comuns para facilitar a transição para a cloud/elastic workloads RED HAT ENTERPRISE VIRTUALIZATION VIRTUALIZATION FOR TRADITIONAL WORKLOADS, ON-RAMP TO OPENSTACK
  24. 24. ● High availability ● Live migration ● Storage live migration ● Live snapshots ● Load balancing (DRS) ● Power saver (DPM) ● Hot-plug disk and NIC ● Storage on local disk, FC, iSCSI, NFS, Red Hat Storage Server, IBM GPFS, POSIX or Direct LUN ● Self-service portal with quotas ● Integrated Red Hat Storage Server management* (Tech Preview) ● Eco-system marketplace ● Third-party UI plugin support RED HAT ENTERPRISE VIRTUALIZATION MANAGER FEATURES
  25. 25. 33 ARQUITETURA ABERTA E FLEXÍVEL TRADICIONAL WORKLOADS ● Normalmente reside em única VM ● Sem tolerância a downtime ● Precisa de ferramentas de virtualização de Vendors com custo elevado ($$) ● Aplicação escala em recursos da VM CLOUD WORKLOADS ● Workload em múltiplas VM's ● Aplicações desenvolvidas com tolerância à falhas ● Aplicação escaláveis
  26. 26. Red Hat Enterprise Linux | Setembro 2014 CRIANDO UMA NUVEM HÍBRIDA

×