Ficha avaliacão - coabio

147 visualizações

Publicada em

Conteúdo complementar Glória
Material de carácter ilustrativo, voltado para estudo acadêmico

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
147
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ficha avaliacão - coabio

  1. 1. FICHA DE AVALIAÇÃO DO ESTADO DE CONSERVAÇÃO DA FAUNA ICMBio DADOS DO COLABORADOR Nome: Instituição Email/ Fone: Link do Currículo Lattes: OBS. Completar uma ficha para cada espécie ou subespécie. 1. TAXONOMIA (a) Nome Científico (incluir Autor e data): (b) Sinonímia/s (se houve mudança taxonômica nos últimos 5 anos ou se há sinonímia muito utilizada ou discutida): (c) Nomes comuns por região (se houver): (d) Ordem: (f) Família: (g) Notas taxonômicas (Existem aspectos taxonômicos relevantes que possam questionar a validade da espécie? Existem revisões taxonômicas em curso que podem exigir reavaliação da espécie no futuro? Se relevante para as avaliações, mencionar se existem mais de uma unidade de manejo como populações, estoques) : 2. DISTRIBUIÇÃO: (a) Elegibilidade para avaliação regional (Brasil) (O táxon é elegível para a avaliação regional? A população no Brasil representa menos de 1% da população global? É uma espécie introduzida proveniente de introdução não benigna? É uma espécie errante ou marginal no Brasil?) : (b) Distribuição no Brasil (Quais os limites de distribuição atual da espécie? Descreva utilizando estados, municípios, bacias hidrográficas, estuários, distribuição batimétrica, feições oceanográficas, tipos de fundos, o que for mais adequado. A espécie é conhecida apenas na localidade tipo ou apenas alguns pontos de ocorrência? Esta é uma espécie críptica ou difícil de coletar? Existem áreas onde a espécie supostamente ocorra ou que necessite mais amostragens e pesquisa? Há indicações de que a área atual da espécie esteja reduzindo em relação à sua área historicamente conhecida?) : 1
  2. 2. (c) Conectividade com regiões vizinhas ao Brasil (Existe aporte de indivíduos de fora do Brasil? Qual a contribuição relativa de populações estrangeiras para a manutenção das populações nacionais? O Brasil funciona como um sumidouro ou como fonte exportadora de propágulos para populações estrangeiras? Espera-se que essa contribuição aumente/diminua no futuro? Existem evidências de aumento/diminuição nos níveis de ameaça fora do Brasil? A população do Brasil pode declinar devido a modificações ocorridas em populações estrangeiras?): (d) Mapa: 3. POPULAÇÃO (a) População (Se relevante para a avaliação, como é a abundância da espécie ao longo da sua distribuição? A espécie é rara, comum, abundante? Qual o centro de distribuição (área de maior abundância) da espécie no Brasil? Existem agregações reprodutivas ou alimentares? Os locais e épocas são conhecidas? Existiram extinções locais? Quais as informações conhecidas sobre as densidades relativas de suas populações? É possível estimar, suspeitar ou inferir porcentagem de declínio do tamanho populacional (número de adultos capazes de reproduzir) ou em seus indicadores? O tamanho populacional está estável ao longo do tempo? Está aumentando ou diminuindo? Ou a informação é desconhecida e não pode ser estimada, suspeitada ou inferida?) : (b) Tempo Geracional (Qual a longevidade, idade de primeira reprodução, de última reprodução? Qual o tempo geracional (idade média dos pais da coorte mais jovem na população)? Se desconhecido, é possível inferir essa informação a partir de espécies congenéricas ou relacionadas? Registre o calculo): (c) Tendência populacional atual (marque com um X): ( ) Aumentando ( ) Diminuindo ( ) Estável ( ) Desconhecida (d) Síntese da tendência populacional (Apenas se houver declínio, inclua a melhor estimativa quantitativa desse declínio e o período em foi observado, estimado, projetado ou inferido, p. ex. redução de 40% entre 1990 e 2007 ou redução superior a 90% nos últimos 10 anos ou 3 gerações): 3. HABITAT e ECOLOGIA (Descrever os tipos de habitat onde a espécie ocorre. Se pelágico, bentônico, associado a algum tipo de fundo como areia, lama, rocha, ou ambiente como dependente de recife, mangue, etc. Se relevante para a avaliação ou conservação, a espécie muda de habitat ao longo da vida? Existe variação sazonal? A espécie apresenta tolerância a modificações ou perturbações no ambiente? Existem fatores ecológicos ou biológicos que possam afetar a resiliência da espécie às ameaças, tais como baixa taxa reprodutiva ou características reprodutivas exclusivas? Como é a reprodução e o ciclo reprodutivo? Algum aspecto que a torna menos resiliente às ameaças?): 4. AMEAÇAS (Quais as principais ameaças para a espécie? Perda de habitat, introdução de espécies, mudanças climáticas, pesca, comércio internacional, poluição? Existem ameaças futuras à espécie? Existem ameaças bem documentadas em parte da distribuição que possam ser extrapoladas para outras áreas? Os efeitos das ameaças são quantificáveis? Para espécies capturadas na pesca, descrever o histórico das pescarias, incluindo se a espécie era/é alvo da pesca comercial ou artesanal, se era/é capturada acidentalmente (“by-catch”). Descrever pescarias colapsadas ao longo do tempo, assim como o valor de mercado; o tipo de arte de pesca ou modificações que alterem a capturabilidade, o número de barcos ou permissões, etc. A ameaça é bem conhecida, bem compreendida e cessou?) : 5. AÇÕES DE CONSERVAÇÃO (a) Ações necessárias Que áreas críticas deveriam ser protegidas no futuro? Alguma medida de conservação deveria ser implementada para a espécie ou seu habitat? Seja o mais específico possível em sua recomendação: exatamente qual área, ou percentagem de ambiente devem ser protegidos? Que petrechos devem ser proibidos, modificados, como?) : 2
  3. 3. (b) Ações em curso (A espécie está listada na IUCN, CITES, CMS, MMA, outras convenções, em alguma lista estadual? Em que categoria de ameaça a espécie está listada? Ocorre em alguma Unidade de Conservação ou Área Protegida? Tem área crítica em alguma área de exclusão de pesca? Existe alguma medida nacional, regional ou internacional para proteção da espécie? Se a espécie é comercializada, existem cotas ou limites de captura, defesos? : 6. PESQUISAS (a) Pesquisas necessárias (Que pesquisas são necessárias para futuras avaliações da espécie? E para a implementação de ação de conservação da espécie e seu habitat? Taxonomia, distribuição, impacto das principais ameaças ou exploração, medidas de mitigação de captura acidental, outras?) : (b) Pesquisas em curso (Que linhas de pesquisa e grupos de pesquisa trabalham com aspectos relevantes da espécie?) : 7. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: (completas) 3

×