Repvelhaatesuicidio 091210082146-phpapp01

209 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
209
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Repvelhaatesuicidio 091210082146-phpapp01

  1. 1. República VelhaRepública Velha(1889 – 1930)(1889 – 1930)
  2. 2. Governo ProvisórioGoverno Provisório• O Brasil mudava a forma de governo semO Brasil mudava a forma de governo semrevolucionar a sociedade.revolucionar a sociedade.• Nas primeiras deliberações o gov. prov. revelouNas primeiras deliberações o gov. prov. revelouseu caráter conservador – sua pcp missão eraseu caráter conservador – sua pcp missão eramanter a Ordem pública e o Direito demanter a Ordem pública e o Direito depropriedade.propriedade.• Para acalmar outros países, o gov.Para acalmar outros países, o gov.comprometeu-se em assumir as dívidas dacomprometeu-se em assumir as dívidas damonarquia.monarquia.
  3. 3. • Primeiras medidas:Primeiras medidas:Federalismo: províncias = Estados-Federalismo: províncias = Estados-membros c/ maior autonomia.membros c/ maior autonomia.Separação entre Igreja e Estado – fim doSeparação entre Igreja e Estado – fim dopadroado.padroado.Passamos a ter o casamento e registro dePassamos a ter o casamento e registro denascimento civil.nascimento civil.Grande naturalização.Grande naturalização.Bandeira.Bandeira.Assembléia Constituinte - elaborar a 1ªAssembléia Constituinte - elaborar a 1ªconstituição da República.constituição da República.
  4. 4. Encilhamento – 01/1890Encilhamento – 01/1890• Medida de XG impacto tomada e executadaMedida de XG impacto tomada e executadapor Rui Barbosa – obj.: incentivar apor Rui Barbosa – obj.: incentivar aindustrialização brasileira.industrialização brasileira.• Vamos ter XXGG emissão de $ - aumentar aVamos ter XXGG emissão de $ - aumentar amoeda circulante, facilitar o crédito.moeda circulante, facilitar o crédito.• Resultado: XXXGGG inflação, empresasResultado: XXXGGG inflação, empresasfantasmas, especulação n bolsa do RJ,fantasmas, especulação n bolsa do RJ,desorganização econômica.desorganização econômica.• Cafeicultores = pressão, pois querem umaCafeicultores = pressão, pois querem umapolítica que valorize o Café.política que valorize o Café.
  5. 5. 1ª Const. Republicana (1891)1ª Const. Republicana (1891)• Forma de Governo: RepúblicaForma de Governo: República• Forma de Estado: FederalismoForma de Estado: Federalismo• Sistema de Governo: PresidencialismoSistema de Governo: Presidencialismo• Divisão dos poderes: os 3 normaisDivisão dos poderes: os 3 normais• Voto: brasileiros maiores de 21 excetoVoto: brasileiros maiores de 21 excetoanalfabetos, mendigos, soldados eanalfabetos, mendigos, soldados emulheres.mulheres.Voto aberto – pressão na votação.Voto aberto – pressão na votação.
  6. 6. Gov. Const. De Deodoro (1891)Gov. Const. De Deodoro (1891)• Congresso nacional elegeu o 1°Congresso nacional elegeu o 1°presidente, Deodoro que tinha apoio dospresidente, Deodoro que tinha apoio dosmilitares.militares.• O vice eleito era Floriano, vice da outraO vice eleito era Floriano, vice da outrachapa, com apoio dos cafeicultores.chapa, com apoio dos cafeicultores.• Ou seja, Deodoro não tem apoio políticoOu seja, Deodoro não tem apoio políticosuficiente para governar, nem o vice ésuficiente para governar, nem o vice éseu aliado.seu aliado.
  7. 7. • Oposição no Congresso (cafeicultores);Oposição no Congresso (cafeicultores);• Congresso tenta aprovar a Lei dasCongresso tenta aprovar a Lei dasResponsabilidades – culpar o presidenteResponsabilidades – culpar o presidentepela crise econômica;pela crise econômica;• Deodoro fecha o congresso;Deodoro fecha o congresso;• Brasil a beira de uma guerra civil –Brasil a beira de uma guerra civil –encilhamento;encilhamento;• Deodoro abandona o poder.Deodoro abandona o poder.• Essa república já começou mal!!!Essa república já começou mal!!!
  8. 8. Gov. de F. Peixoto (1891 – 1894)Gov. de F. Peixoto (1891 – 1894)• Vai enfrentar e vencer as revoltas;Vai enfrentar e vencer as revoltas;• Consolidar a República no Brasil;Consolidar a República no Brasil;• Apoio do Congresso;Apoio do Congresso;• OposiçãoOposição  inconstitucionalidade do governo,inconstitucionalidade do governo,pois Peixoto era vice.pois Peixoto era vice.• Política de Conciliação, voltada para a elite,Política de Conciliação, voltada para a elite,classe média e popular: agroexportação,classe média e popular: agroexportação,crédito, baixa os aluguéis, pescado e sistema decrédito, baixa os aluguéis, pescado e sistema decasa própria.casa própria.
  9. 9. Revoltas que F. Peixoto enfrentaRevoltas que F. Peixoto enfrentaRevolta da ArmadaRevolta da Armada(1893):(1893):• RJ – tentativa daRJ – tentativa damarinha tomar omarinha tomar opoder com o Alm.poder com o Alm.Custódio de Melo.Custódio de Melo.• Bombardeiam o RJ eBombardeiam o RJ ese juntam com osse juntam com osrevoltosos do Sul.revoltosos do Sul.Revolução FederalistaRevolução Federalista(1893 – 1895)(1893 – 1895)• Disputa entre duasDisputa entre duasfacções políticas no RS;facções políticas no RS;• Pica-paus X Maragatos;Pica-paus X Maragatos;• Centralização XCentralização XFederalismo;Federalismo;• Júlio de Castilhos XJúlio de Castilhos XGaspar Silveira Martins.Gaspar Silveira Martins.
  10. 10. República Oligárquica (1894 – 1930)República Oligárquica (1894 – 1930)• Política do Café com Leite – troca de favores;Política do Café com Leite – troca de favores;• Política dos Governadores – troca de favores;Política dos Governadores – troca de favores;• Coronelismo – troca de favores;Coronelismo – troca de favores;• Voto de Cabresto – eleições fraudulentas;Voto de Cabresto – eleições fraudulentas;• Comissão Verificadora – aprovar os nomes dosComissão Verificadora – aprovar os nomes doseleitos;eleitos;• Política de Valorização do Café – 1906 –Política de Valorização do Café – 1906 –Acordo de Taubaté.Acordo de Taubaté.
  11. 11. CoronelismoCoronelismo• Economia fundamentalmente agrícola –Economia fundamentalmente agrícola –70% da população esta no campo (1920).70% da população esta no campo (1920).• Sociedade agrícola – Coronéis – XGSociedade agrícola – Coronéis – XGpoder.poder.Empregam muitos por saláriosEmpregam muitos por saláriosmiseráveis que p/ sobreviver dependiammiseráveis que p/ sobreviver dependiamdos favores dos coronéis -- $ emprestado,dos favores dos coronéis -- $ emprestado,auxílio na educação e saúde, etc.auxílio na educação e saúde, etc.
  12. 12. Voto de cabrestoVoto de cabresto• Em troca dos favores:Em troca dos favores:O coronel exigia que as pessoas votassemO coronel exigia que as pessoas votassemnos seus candidatos.nos seus candidatos.Quem desobedecesse perdia seus favores eQuem desobedecesse perdia seus favores eestava sujeito a ação dos jagunços eestava sujeito a ação dos jagunços ecapangas.capangas.Voto aberto – sob pressão – voto de cabresto.Voto aberto – sob pressão – voto de cabresto.Temos ainda as fraudes – documentosTemos ainda as fraudes – documentosfalsificados, urnas violadas e votosfalsificados, urnas violadas e votosadulterados.adulterados.
  13. 13. Política dos GovernadoresPolítica dos Governadores• Criada por Campos Sales (1898 – 1902), oCriada por Campos Sales (1898 – 1902), oidealizador das alianças entre o Gov.idealizador das alianças entre o Gov.Federal e Estadual.Federal e Estadual.• Presidente: respeita e apóia as decisões doPresidente: respeita e apóia as decisões doGov. Estadual.Gov. Estadual.• Governador: ajuda a eleger p/ oGovernador: ajuda a eleger p/ oCongresso, deputados simpáticos aoCongresso, deputados simpáticos aopresidente.presidente.• Ou seja, uma troca de favores.Ou seja, uma troca de favores.
  14. 14. • A Política dos governadores reproduzia aA Política dos governadores reproduzia anível federal a rede de compromissos quenível federal a rede de compromissos queligavam coronéis e governo dentro doligavam coronéis e governo dentro doestado.estado.• Havia no Congresso a ComissãoHavia no Congresso a ComissãoVerificadora – deveria julgar osVerificadora – deveria julgar osresultados eleitorais.resultados eleitorais.Aprovava candidatos da situação e nãoAprovava candidatos da situação e nãoreconheci os nomes eleitos da oposição.reconheci os nomes eleitos da oposição.A eliminação dos nomes – Degola.A eliminação dos nomes – Degola.
  15. 15. Política do Café com LeitePolítica do Café com Leite• Através das alianças e favores as OligarquiasAtravés das alianças e favores as Oligarquiasagrárias controlaram o poder durante a Rep.agrárias controlaram o poder durante a Rep.Velha – organizadas em dois partidos – PRP eVelha – organizadas em dois partidos – PRP ePRM.PRM.• Faziam coligações com oligarquias de outrosFaziam coligações com oligarquias de outrosestados.estados.• Quase todos os presidentes foram eleitos com oQuase todos os presidentes foram eleitos com oapoio dos paulistas e mineiros.apoio dos paulistas e mineiros.• SP = café MG = 2° em café e destaque p/ o leiteSP = café MG = 2° em café e destaque p/ o leite• Aliança entre PRP e PRM = Café c/ LeiteAliança entre PRP e PRM = Café c/ Leite
  16. 16. Economia da República VelhaEconomia da República Velha• Café: líder das exportaçõesCafé: líder das exportações Representava mais de 50% das exportações, BrasilRepresentava mais de 50% das exportações, Brasilatendeu 2/3 do consumo mundial.atendeu 2/3 do consumo mundial. Condições favoráveis p/ o plantio.Condições favoráveis p/ o plantio. Utilização dos imigrantes – contribuíram paraUtilização dos imigrantes – contribuíram paraaumentar a capacidade de produção.aumentar a capacidade de produção.• Houve lucro - + investimentos nas fazendas, logo aHouve lucro - + investimentos nas fazendas, logo aprodução ultrapassa o consumo.produção ultrapassa o consumo.• Início do XX – crises de superprodução.Início do XX – crises de superprodução. Queda nos preços;Queda nos preços; Acúmulo de estoques invendáveis – 1905 – 11Acúmulo de estoques invendáveis – 1905 – 11milhões de sacas de 60kg – 70% do consumomilhões de sacas de 60kg – 70% do consumomundial em um ano.mundial em um ano.
  17. 17. Convênio de Taubaté (1906)Convênio de Taubaté (1906)• Reunião de cafeicultores – soluções para aReunião de cafeicultores – soluções para asuperprodução.superprodução.• Governo comprasse o que ultrapassasse aGoverno comprasse o que ultrapassasse aprocura do mercado p/ depois ser vendidoprocura do mercado p/ depois ser vendidoquando os preços se normalizassem.quando os preços se normalizassem.• P/ comprar o governo fazia empréstimos.P/ comprar o governo fazia empréstimos.• Estoques crescem.Estoques crescem.• Preços mantidos artificialmente.Preços mantidos artificialmente.• Cafeicultores continuam tendo lucros eCafeicultores continuam tendo lucros eaumentando a produção do café.aumentando a produção do café.
  18. 18. • Açúcar: mercado interno – concorrênciaAçúcar: mercado interno – concorrênciainternacional.internacional.• Algodão: concorrência com os EUA – augeAlgodão: concorrência com os EUA – auge1861 – 1870. Após temos decadência. Passa1861 – 1870. Após temos decadência. Passapara o mercado interno.para o mercado interno.• Borracha: 1840 – intensa procura dos paísesBorracha: 1840 – intensa procura dos paísesindustrializados. Brasil passa a supririndustrializados. Brasil passa a suprirpraticamente toda a demanda mundial. Mas apraticamente toda a demanda mundial. Mas aprodução é insuficiente. Ing e Hol investem naprodução é insuficiente. Ing e Hol investem naMalásia, Ceilão e Indonésia. 1920 – decadência.Malásia, Ceilão e Indonésia. 1920 – decadência.• Cacau: semelhante a borracha – Ing investe naCacau: semelhante a borracha – Ing investe naCosta do Ouro – XG exportador.Costa do Ouro – XG exportador.
  19. 19. IndústriaIndústria• Crescimento das Indústrias ganhou novoCrescimento das Indústrias ganhou novoimpulso – SP. Onde estavam os + importantesimpulso – SP. Onde estavam os + importantescafeicultores.cafeicultores.• Crises de superprodução – muitos fazendeirosCrises de superprodução – muitos fazendeirosinvistam parte os lucros na indústria.invistam parte os lucros na indústria.• Muitos imigrantes desiludidos com o campo –Muitos imigrantes desiludidos com o campo –vão para a cidade – mão de obra ns fábricas.vão para a cidade – mão de obra ns fábricas.• Passo a passo a indústria conquista sua parcelaPasso a passo a indústria conquista sua parcelano mercado interno.no mercado interno.• Aos poucos a indústria modifica a estruturaAos poucos a indústria modifica a estruturasocioeconômica do Brasil – setores urbanos,socioeconômica do Brasil – setores urbanos,classe média e proletariado passam a exigirclasse média e proletariado passam a exigirmaior participação política.maior participação política.
  20. 20. Lutas OperáriasLutas Operárias• Péssimas condições de trabalho:Péssimas condições de trabalho: Seg a Sab – 15 horas/dia;Seg a Sab – 15 horas/dia; Salários baixos;Salários baixos; Sem férias, horas extras e demais direitosSem férias, horas extras e demais direitostrabalhistas;trabalhistas; Instalações fabris precárias – freqüentesInstalações fabris precárias – freqüentesacidentes.acidentes.• Protestos e reivindicações – primeirosProtestos e reivindicações – primeirossindicatos – ANARQUISMO.sindicatos – ANARQUISMO.
  21. 21. 1922 – Fundação do PCB1922 – Fundação do PCB• Inspirado na vitória comunista na RússiaInspirado na vitória comunista na Rússia– no Brasil foi bem recebido pelos líderes– no Brasil foi bem recebido pelos líderesoperários.operários.• Logo após sua fundação foi posto naLogo após sua fundação foi posto naclandestinidade: Por quê?clandestinidade: Por quê?Comandado pelo estrangeiro;Comandado pelo estrangeiro;Contrário a ordem pública do país.Contrário a ordem pública do país.
  22. 22. Greve geral de 1917Greve geral de 1917• 07/1917 – Org. em SP – 1ª greve geral da07/1917 – Org. em SP – 1ª greve geral dahistória do Brasil.história do Brasil.• Estopim: morte de operário em confronto comEstopim: morte de operário em confronto coma polícia.a polícia.• Paralisação atinge toda a cidade de SP e outrasParalisação atinge toda a cidade de SP e outrasregiões do país – conflitos entre trabalhadores eregiões do país – conflitos entre trabalhadores epolícia.polícia.• Movimento assusta patrões – negociar.Movimento assusta patrões – negociar.Prometem melhores salários e condições dePrometem melhores salários e condições detrabalho (também não punir grevistas).trabalho (também não punir grevistas).• Concessões provisórias: Washington Luis =Concessões provisórias: Washington Luis =“questão social é caso de polícia”. Revolta de“questão social é caso de polícia”. Revolta detrabalhadores devia ser contida na cacetada.trabalhadores devia ser contida na cacetada.
  23. 23. Revoltas da República VelhaRevoltas da República Velha• Revoltas Messiânicas:Revoltas Messiânicas:Revolta de Canudos (1893 –Revolta de Canudos (1893 –1897):1897): Mov. Messiânico;Mov. Messiânico; Miséria da região;Miséria da região; Beato: AntonioBeato: AntonioConselheiro que fundaConselheiro que fundano Arraial de Canudos ano Arraial de Canudos acidade de Santa de Belocidade de Santa de BeloMonte. MonarquiaMonte. MonarquiaCelestial, busca aCelestial, busca aigualdade entre asigualdade entre asclasses;classes; Questiona a República.Questiona a República.
  24. 24. Guerra do Contestado (1912 – 1916)Guerra do Contestado (1912 – 1916) Disputa de terras entre SC e PR;Disputa de terras entre SC e PR; Movimento Messiânico;Movimento Messiânico; No séc. XIX devido a exploração dos caboclos –No séc. XIX devido a exploração dos caboclos –surge um beato – João Maria;surge um beato – João Maria; No início do XX a exploração é também porNo início do XX a exploração é também porempresas estrangeiras – clima de miséria;empresas estrangeiras – clima de miséria; Surge um novo beato – José Maria que buscaSurge um novo beato – José Maria que buscapor uma sociedade igualitária, Monarquiapor uma sociedade igualitária, MonarquiaCelestial – semelhante a Canudos, não obedeciaCelestial – semelhante a Canudos, não obedeciaas ordens da Rep. Velha.as ordens da Rep. Velha. Foram violentamente perseguidos pelosForam violentamente perseguidos peloscoronéis, donos das empresas estrangeiras ecoronéis, donos das empresas estrangeiras epelo exército.pelo exército.
  25. 25. • Revolta da Vacina (1904)Revolta da Vacina (1904) Reação popular nas ruas do Rio de Janeiro,Reação popular nas ruas do Rio de Janeiro,uma cidade com graves problemas urbanos euma cidade com graves problemas urbanos esociais;sociais; Havia o desejo de transformar o Rio no cartãoHavia o desejo de transformar o Rio no cartãopostal da República. Com isso tivemos o iniciopostal da República. Com isso tivemos o iniciode obras de modernização.de obras de modernização. Para as epidemias, Osvaldo Cruz – Lei daPara as epidemias, Osvaldo Cruz – Lei davacina Obrigatória.vacina Obrigatória. População reage: agressão física e moral daPopulação reage: agressão física e moral davacina.vacina. Pobreza da população é outro motivo.Pobreza da população é outro motivo.
  26. 26. • Revolta da ChibataRevolta da Chibata(1910)(1910) Causas: maus tratos naCausas: maus tratos naMarinha, péssimaMarinha, péssimaalimentação, baixosalimentação, baixossoldos, falta desoldos, falta depromoções (academiapromoções (academiamilitar só recebiamilitar só recebiabrancos ricos);brancos ricos); Líder: João CândidoLíder: João Cândido Governo promete masGoverno promete masdepois reprime.depois reprime. Novo levante: O Alm.Novo levante: O Alm.Negro é preso mas acabaNegro é preso mas acabacom a chibata nacom a chibata namarinha. É absolvido emmarinha. É absolvido em1912.1912.
  27. 27. • Cangaço – violência no sertão.Cangaço – violência no sertão.• Situação: miséria, injustiça dos coronéis, fome eSituação: miséria, injustiça dos coronéis, fome eseca.seca.• A situação contribui para a formação de bandosA situação contribui para a formação de bandosarmados – cangaceiros.armados – cangaceiros.• Forma pura e simples de banditismo eForma pura e simples de banditismo ecriminalidade?criminalidade?• Forma de banditismo social – revolta contra aForma de banditismo social – revolta contra aopressão e miséria dos nordestinos?opressão e miséria dos nordestinos?• + importantes: Antônio Silvino (1900) e+ importantes: Antônio Silvino (1900) eVirgulino Ferreira (1920).Virgulino Ferreira (1920).• Após o massacre do bando de Lampião em 1939Após o massacre do bando de Lampião em 1939pela polícia, o cangaço praticamentepela polícia, o cangaço praticamentedesapareceu do nordeste.desapareceu do nordeste.
  28. 28. TenentismoTenentismo• Movimento das camadasMovimento das camadasmédias militares:médias militares: Participação política;Participação política; Voto secreto;Voto secreto; Voto para todos;Voto para todos; Melhorias na educação;Melhorias na educação; Busca da melhoriaBusca da melhoriasocial;social; Criação de uma JustiçaCriação de uma JustiçaEleitoral;Eleitoral; Combate ao Latifúndio;Combate ao Latifúndio; Política econômicaPolítica econômicanacionalista enacionalista eindustrializante.industrializante.Condenavam:Condenavam: Voto de Cabresto;Voto de Cabresto; Corrupção eleitoral;Corrupção eleitoral; Coronelismo;Coronelismo; Política dosPolítica dosGovernadores;Governadores; Política do Café comPolítica do Café comLeite.Leite.
  29. 29. • 1922 – Levante do1922 – Levante doForte deForte deCopacabana:Copacabana: Querem impedir aQuerem impedir aposse de Arturposse de ArturBernardes;Bernardes; Imediata reação doImediata reação dogoverno;governo; Rebeldes saem a ruaRebeldes saem a rualutar contra umalutar contra umabrutal superioridadebrutal superioridadedas forçasdas forçasgovernamentais;governamentais; Ficou conhecidaFicou conhecidacomo Os 18 do Forte.como Os 18 do Forte.• Revolta de 1924:Revolta de 1924: RevolucionáriosRevolucionáriosocupam locaisocupam locaisestratégicos em Sãoestratégicos em SãoPaulo;Paulo; Gov. paulista foge paraGov. paulista foge parareorganizar a reação.reorganizar a reação. Não havendo condiçõesNão havendo condiçõesde resistir, o Generalde resistir, o GeneralIsidoro Dias LopesIsidoro Dias Lopesforma a Colunaforma a ColunaPaulista que tinha comoPaulista que tinha comoobjetivo continuar aobjetivo continuar aluta contra o governoluta contra o governolevando a revoluçãolevando a revoluçãopara outros Estados.para outros Estados.
  30. 30. Coluna Prestes (1925 – 1927)Coluna Prestes (1925 – 1927)• Líder: Luis Carlos Prestes;Líder: Luis Carlos Prestes;• Busca a ampliação da lutaBusca a ampliação da lutatenentista;tenentista;• Nasce no RS, une-se aNasce no RS, une-se aColuna Paulista no PR, vaiColuna Paulista no PR, vaiaté o Nordeste e se dissolveaté o Nordeste e se dissolvena Bolívia;na Bolívia;• Movimento tenta ganharMovimento tenta ganharsimpatizantes para osimpatizantes para otenentismo com atenentismo com afinalidade de formar umfinalidade de formar ummovimento forte paramovimento forte paraderrubar a Oligarquia;derrubar a Oligarquia;• Falta unidade, movimentoFalta unidade, movimentopassa a ser somente contrapassa a ser somente contraArtur Bernardes.Artur Bernardes.
  31. 31. Semana de Arte Moderna - 1922Semana de Arte Moderna - 1922• Rebelião cultural;Rebelião cultural;• Busca do abrasileiramento do Brasil –Busca do abrasileiramento do Brasil –um padrão cultural nacional;um padrão cultural nacional;• Questiona a republica Oligárquica;Questiona a republica Oligárquica;• Romper com o padrão estético culturalRomper com o padrão estético culturalexterno;externo;• Forte reação dos setores conservadores,Forte reação dos setores conservadores,mas com o tempo as obras e idéiasmas com o tempo as obras e idéiasnovas conseguiram se impor na culturanovas conseguiram se impor na culturabrasileira;brasileira;• ““Tupi or not Tupi, that is the question”Tupi or not Tupi, that is the question”– Manifesto Antropofágico.– Manifesto Antropofágico.
  32. 32. Enquanto isso no mundo:Enquanto isso no mundo:Crise de 29Crise de 29• Caracterizou-se como uma crise de superprodução;Caracterizou-se como uma crise de superprodução;• Falta de opções para aplicação de capitais;Falta de opções para aplicação de capitais;• Queda dos lucros;Queda dos lucros;• Retração geral da produção industrial;Retração geral da produção industrial;• Paralisação do comércio;Paralisação do comércio;• Culminou com o Crack da Bolsa de Nova IorqueCulminou com o Crack da Bolsa de Nova Iorque10/1929 – Quinta feira negra.10/1929 – Quinta feira negra.• Crise repercutiu praticamente no mundo todo, excetoCrise repercutiu praticamente no mundo todo, excetona Rússia que vinha desenvolvendo sua economia semna Rússia que vinha desenvolvendo sua economia semmuita dependência das finanças externas.muita dependência das finanças externas.
  33. 33. Agonia da República VelhaAgonia da República Velha• Crise de 29 – Desestruturação da OligarquiaCrise de 29 – Desestruturação da Oligarquiacafeeira;cafeeira;• Rompimento da Política do Café com Leite.Rompimento da Política do Café com Leite.Indicação do paulista Júlio Prestes;Indicação do paulista Júlio Prestes;• Formação da Aliança Liberal – OligarquiaFormação da Aliança Liberal – Oligarquiadissidente cuja plataforma de compromissodissidente cuja plataforma de compromissotêm: nacionalização, projetos trabalhistas,têm: nacionalização, projetos trabalhistas,melhoria de vida social dos trabalhadores emmelhoria de vida social dos trabalhadores emgeral;geral;• Eleições de 1930 – vence Júlio Prestes –Eleições de 1930 – vence Júlio Prestes –fraudes;fraudes;• Morte de João Pessoa – vice da Aliança liberal,Morte de João Pessoa – vice da Aliança liberal,o estopim do movimento.o estopim do movimento.
  34. 34. Era Vargas (1930 – 1945)Era Vargas (1930 – 1945)• Populismo;Populismo;• Nacionalismo;Nacionalismo;• Líder carismático;Líder carismático;• Paternalista;Paternalista;• Unipartidarismo;Unipartidarismo;• K não dependente;K não dependente;• Anti-comunismo;Anti-comunismo;• Ambíguo: elite ou povoAmbíguo: elite ou povo““Um populista ama o povoUm populista ama o povomas acima de tudo amamas acima de tudo amao poder.”o poder.”
  35. 35. Governo Provisório (1930 – 1934)Governo Provisório (1930 – 1934)• Vargas mostra suas garras;• Fecha o Congresso (cafeicultores);• Interventores nos Estados (aliados);• Vargas com amplos poderes;• Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio;• Ministério da Educação e Saúde Pública;• Conselho Nacional do Café (substitui o Convênio deTaubaté);
  36. 36. Revolução Constitucionalista de 32Revolução Constitucionalista de 32• Tenentes depois de dois anos rompem comVargas, percebem suas manobras políticaspara ficar no poder;• 1932 – Revolução Constitucionalista deSão Paulo: Movimento reacionário daoligarquia paulista. Houve derrota militarmas suas reivindicações foram atendidas.• Constituição de 1934: liberal ecentralizadora. Voto secreto, Direitostrabalhistas e Nacionalismo econômico;• Voto feminino, leis trabalhistas,representação classista no PoderLegislativo,...
  37. 37. Governo Constitucional (1934 –1937)Governo Constitucional (1934 –1937)Ação IntegralistaAção IntegralistaBrasileira:Brasileira:• Combate ao comunismo;• Nacionalismo exacerbado;• Estado todo-poderoso;• Disciplina e Hierarquia nasociedade;• Censura às atividadesartísticas;• Entrega do poder a umúnico chefe integralista;• Plínio Salgado.Aliança NacionalAliança NacionalLibertadora:Libertadora:• Várias tendências, aprincipal era a comunista;• Nacionalização dasempresas estrangeiras;• Não pagamento da dívidaexterna brasileira;• Reforma agráriadistribuindo terra ecombatendo o latifúndio;• Luis Carlos Prestes.Polarização ideológica:Polarização ideológica:
  38. 38. • 1935 Vargas coloca a ANL na1935 Vargas coloca a ANL nailegalidade – “movimentoilegalidade – “movimentocontrolado por perigososcontrolado por perigososcomunistas”;comunistas”;• Alguns tenentes simpáticos aAlguns tenentes simpáticos acausa socialista fazem revoltascausa socialista fazem revoltasem alguns quartéis no RS, PE eem alguns quartéis no RS, PE eRN;RN;• Todos prontamente dominadosTodos prontamente dominadospelas forças governamentais;pelas forças governamentais;• Serviu de pretexto para oServiu de pretexto para ogoverno se tornar ainda maisgoverno se tornar ainda maisautoritário. Em nome doautoritário. Em nome do“perigo comunista” fora presos“perigo comunista” fora presosdiversos sindicalistas, militaresdiversos sindicalistas, militarese intelectuais acusados dee intelectuais acusados deatividades subversivas.atividades subversivas.Intentona Comunista - 1935Intentona Comunista - 1935Pesquisas recentesrevelam os estreitos laços entreos comunistas brasileiros e aInternacional Comunista.Mostram a ação, no Rio deJaneiro, da primeira filial dosserviços secretos de Moscou,da qual faria parte OlgaBenário.A partir deinformações retorcidas,transmitidas por Prestes aInternacional autorizou olevante que fracassou.
  39. 39. Estado Novo (1937 – 1945)Estado Novo (1937 – 1945)• Ditadura civil de Vargas;• Constituição de 1937 –“polaca” de tendênciafascista cujo mentor foiFrancisco Campos, “Chicociência”;• Fecha o congresso;• Coloca interventores nosEstados (pessoas de suaconfiança);• Institucionalização daditadura de Vargas -constituiçãoPara garantir o Estada forte:•DASP: DepartamentoAdministrativo do ServiçoPúblico – Fiscais dos gov.estaduais;•DIP: Departamento deImprensa e Propaganda –Censura e Voz do Brasil;•UNE: Vigiar os estudantes;•Polícia Secreta: FilintoMuller - Vigia, prende,pune e mata.
  40. 40. Estado Novo na Segunda GuerraEstado Novo na Segunda GuerraMundialMundial• Vargas no princípio mantém a Neutralidade;Vargas no princípio mantém a Neutralidade;• No seu governo havia simpatizantes do Eixo (FranciscoNo seu governo havia simpatizantes do Eixo (FranciscoCampos) e dos Aliados (Oswaldo Aranha).Campos) e dos Aliados (Oswaldo Aranha).• A partir de 1941 Vargas passa a apoiar os Aliados e emA partir de 1941 Vargas passa a apoiar os Aliados e emtroca recebe financiamento para a Usina de Voltatroca recebe financiamento para a Usina de VoltaRedonda;Redonda;• Brasil passa a fornecer borracha e ferro e permite aBrasil passa a fornecer borracha e ferro e permite ainstalação de bases no Nordeste;instalação de bases no Nordeste;• Alemanha reage – torpedeamento de navios;Alemanha reage – torpedeamento de navios;• 31/08/1942 Vargas declara guerra ao Eixo;31/08/1942 Vargas declara guerra ao Eixo;• 1944 a FEB vai a luta na Itália – Monte Castelo,1944 a FEB vai a luta na Itália – Monte Castelo,Castelnuovo, Collechio e Fornovo.Castelnuovo, Collechio e Fornovo.
  41. 41. Política Econômica do EstadoPolítica Econômica do EstadoNovoNovo• Vargas procura estabilizar cafeicultura;• Diversificar a produção agrícola;• Estimular o desenvolvimento industrial – substituir asimportações.TrabalhismoTrabalhismo• Atrelamento sindical – pelegos;• 1943 as leis trabalhistas criadas são reunidas na CLT
  42. 42. Esgotamento do Estado NovoEsgotamento do Estado Novo• Manifesto dos Mineiros:Manifesto dos Mineiros: Movimento da classe média intelectualizadaMovimento da classe média intelectualizada(advogados, professores, jornalistas...) que pregam(advogados, professores, jornalistas...) que pregama democratização do Brasil sem Vargas;a democratização do Brasil sem Vargas;• Reação: QUERENISMO. Campanha pró-Vargas;Reação: QUERENISMO. Campanha pró-Vargas;• Mas renuncia em 10/1945, depois de promover aMas renuncia em 10/1945, depois de promover areorganização democrática, com a regulamentaçãoreorganização democrática, com a regulamentaçãoeleitoral e abertura partidária.eleitoral e abertura partidária.• Obs.: Vargas não abandona a política, é eleitoObs.: Vargas não abandona a política, é eleitosenador pelo RS.senador pelo RS.
  43. 43. Governo Dutra (1946 – 1951)• Constituição de 1946 – Liberal edemocrática;• Plano Salte (Saúde, Alimentação,Transporte e Energia) – setoresprioritários;• Política econômica liberal, abandona onacionalismo econômico de Vargas,abre o país para os interessesestrangeiros;• Alinhamento com os EUA, rompe coma URSS (1946) e coloca na ilegalidadeo PCB (1947) – Clima de Guerra Fria.
  44. 44. Nos braços do povo (1951 – 1954)• Pai dos pobres – volta do Populismo, Nacionalismo e oPai dos pobres – volta do Populismo, Nacionalismo e oTrabalhismo;Trabalhismo;• Campanha o “Petróleo é Nosso” – criação da Petrobrás;Campanha o “Petróleo é Nosso” – criação da Petrobrás;• Incentivo ao ensino e pesquisa – CAPES;Incentivo ao ensino e pesquisa – CAPES;• Remete ao congresso uma lei que impedia a remessa deRemete ao congresso uma lei que impedia a remessa delucros excessivos para o exteriorlucros excessivos para o exterior• Ministro João Goulart aumenta o salário em 100%;Ministro João Goulart aumenta o salário em 100%;• Clima de agitação a vista!!!Clima de agitação a vista!!!
  45. 45. • Oposição ao governo deVargas: UDN, militares,multinacionais,empresários, classe média,Carlos Lacerda...e EUA;• Havia o medo daformação de uma“República Sindicalista”com Vargas;• Atentado da ruaToneleiros 5/08/1954;• Manifestações pedem oafastamento de Vargasque se recusa a abandonaro poder;• Isolado suicidou-se comum tiro no coração.
  46. 46. 17 meses se passam...• João Café Filho – vice eleito de Vargas, saipor razões de saúde;• Carlos Coimbra da Luz – presidente dacâmara dos deputados, toma um golpe e éretirado do governo;• Nereu Ramos – presidente do senado,depois dele só o JK!!

×