“No MAR estava escrita uma cidade”:
memória e patrimônio no Museu de Arte do Rio

Jacobsen Arquitetura
DESCORTINANDO O RIO DE JANEIRO
MINHAS DESCOBERTAS DOS MUSEUS E DA VIDA COTIDIANA DA CIDADE

Raquel Medeiros
REINVENÇÃO DA CIDADE?

INTERVENÇÕES URBANAS E CULTURA NA RECUPERAÇÃO DO ESPAÇO
PÚBLICO

Raquel Medeiros
MEMÓRIA E PATRIMÔNIO
JUSTIFICATIVA

Raquel Medeiros
O MUSEU E A CIDADE
OBJETIVO GERAL

Raquel Medeiros
INVESTIGAR A PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO SOBRE A CIDADE NO
MUSEU DE ARTE DO RIO (MAR), ABORDANDO EXPOSIÇÕES E DISCURSOS
QUE E...
ESQUECIMENTOS E LEMBRANÇAS QUE VÊM
DO PORTO: O PROJETO PORTO MARAVILHA E
PORTO MARAVILHA CULTURAL

Jacobsen Arquitetura
CONTEXTUALIZAR O MUSEU DE ARTE DO RIO, DEFININDO UM PANORAMA
DOS ATORES ENVOLVIDOS NAS INTERVENÇÕES URBANAS QUE VÊM
ACONTE...
EIS QUE O MAR SE LEVANTA: SURGIMENTO
DO MUSEU DE ARTE DO RIO

Jacobsen Arquitetura
ATRAVÉS DE FOTOGRAFIAS DA PRÓPRIA PESQUISADORA OU OFICIAIS,
PRETENDE-SE TRAÇAR O PERCURSO DA CRIAÇÃO DO MUSEU ATÉ SUA
IMPL...
UM MAR DE FALAS: O DISCURSO OFICIAL E
OS USOS DO MUSEU DE ARTE DO RIO

Raquel Medeiros
DELINEAR UM MAPA DA IMAGEM CITADINA PRODUZIDA, DEFININDO UM
REPERTÓRIO DE SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS PELO ESTADO E PELOS
CURA...
“ENTENDEMOS QUE A ARTE NÃO É SUBALTERNA ÀS QUESTÕES DA SOCIEDADE,
MAS GRANDE ALIADA. NUM MUSEU AMPLAMENTE VINCULADO À CIDA...
“TEMOS UM PAPEL IMPORTANTE DE SINTETIZADOR DESSE PROCESSO DE
TRANSFORMAÇÃO, CONSTRUINDO UM ESPAÇO QUE CONTA A HISTÓRIA DO ...
“A NOSSA COLEÇÃO ABORDA EM PRIMEIRA INSTÂNCIA O UNIVERSO SIMBÓLICO
DA CIDADE A PARTIR DA ARTE. QUEREMOS CONSTRUIR O IMAGIN...
UM MAR DE IMAGENS: IDENTIDADE
CITADINA NO MUSEU DE ARTE DO RIO
Raquel Medeiros
O QUE SIGNIFICA REPRESENTAR UMA CULTURA – OU UMA CIDADE – ATRAVÉS
DE OBJETOS, VÍDEOS E FOTOGRAFIAS? QUAIS ARRANJOS TIPOLÓG...
Jacobsen Arquitetura
Jacobsen Arquitetura
Jacobsen Arquitetura
Jacobsen Arquitetura
Raquel Medeiros
Raquel Medeiros
Raquel Medeiros
Raquel Medeiros
Raquel Medeiros
Raquel Medeiros
RIO DE IMAGENS e ImagináRio

Raquel Medeiros
Raquel Medeiros
Raquel Medeiros
O ABRIGO E O TERRENO

Raquel Medeiros
Raquel Medeiros
YURI FIRMEZA

Raquel Medeiros
Raquel Medeiros
Raquel Medeiros
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação de projeto de tese - Cidade e Museu de Arte do Rio

916 visualizações

Publicada em

Apresentação do projeto de tese com tema da produção de conhecimento sobre a cidade do Rio de Janeiro no MAR (Museu de Arte do Rio). Como trabalho que se propõe a trabalhar com Antropologia da Imagem, compartilho, aqui, algumas fotografias que serviram como forma de reflexão crítica sobre a alternância entre esquecimentos e lembranças na produção de uma nova imagem citadina. Que vozes são esquecidas ou exaltadas na (re)produção dessa "cartografia imaginária" (AGIER, 2011) num museu que se propõe pensar a cidade?

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
916
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação de projeto de tese - Cidade e Museu de Arte do Rio

  1. 1. “No MAR estava escrita uma cidade”: memória e patrimônio no Museu de Arte do Rio Jacobsen Arquitetura
  2. 2. DESCORTINANDO O RIO DE JANEIRO MINHAS DESCOBERTAS DOS MUSEUS E DA VIDA COTIDIANA DA CIDADE Raquel Medeiros
  3. 3. REINVENÇÃO DA CIDADE? INTERVENÇÕES URBANAS E CULTURA NA RECUPERAÇÃO DO ESPAÇO PÚBLICO Raquel Medeiros
  4. 4. MEMÓRIA E PATRIMÔNIO JUSTIFICATIVA Raquel Medeiros
  5. 5. O MUSEU E A CIDADE OBJETIVO GERAL Raquel Medeiros
  6. 6. INVESTIGAR A PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO SOBRE A CIDADE NO MUSEU DE ARTE DO RIO (MAR), ABORDANDO EXPOSIÇÕES E DISCURSOS QUE ENVOLVAM A “CARTOGRAFIA IMAGINÁRIA” (AGIER, 2011) CITADINA, FOCANDO NO GRUPO QUE ELABORA O QUE É EXPOSTO, TENTANDO APREENDER QUE TEIA DE SIGNIFICADOS É TECIDA EM TAIS ORDENAÇÕES. Raquel Medeiros
  7. 7. ESQUECIMENTOS E LEMBRANÇAS QUE VÊM DO PORTO: O PROJETO PORTO MARAVILHA E PORTO MARAVILHA CULTURAL Jacobsen Arquitetura
  8. 8. CONTEXTUALIZAR O MUSEU DE ARTE DO RIO, DEFININDO UM PANORAMA DOS ATORES ENVOLVIDOS NAS INTERVENÇÕES URBANAS QUE VÊM ACONTECENDO NA CIDADE, ENFOCANDO A AÇÃO ESTATAL E IDENTIFICANDO QUAL O PAPEL DO MUSEU NAS ESTRATÉGIAS QUE VÊM SENDO TRAÇADAS PELO ESTADO NA REVITALIZAÇÃO DA ZONA PORTUÁRIA.
  9. 9. EIS QUE O MAR SE LEVANTA: SURGIMENTO DO MUSEU DE ARTE DO RIO Jacobsen Arquitetura
  10. 10. ATRAVÉS DE FOTOGRAFIAS DA PRÓPRIA PESQUISADORA OU OFICIAIS, PRETENDE-SE TRAÇAR O PERCURSO DA CRIAÇÃO DO MUSEU ATÉ SUA IMPLEMENTAÇÃO, ACOMPANHANDO MOMENTOS SIGNIFICATIVOS, TRATANDO ESSAS IMAGENS COMO LUGARES DE MEMÓRIA. Portal G1
  11. 11. UM MAR DE FALAS: O DISCURSO OFICIAL E OS USOS DO MUSEU DE ARTE DO RIO Raquel Medeiros
  12. 12. DELINEAR UM MAPA DA IMAGEM CITADINA PRODUZIDA, DEFININDO UM REPERTÓRIO DE SIGNIFICADOS ATRIBUÍDOS PELO ESTADO E PELOS CURADORES ÀS ATIVIDADES E EXPOSIÇÕES QUE TENHAM COMO TEMA A LEITURA DA CIDADE, ATENTANDO QUE ESSA BASE NÃO DILUI AS FRONTEIRAS E CONTRADIÇÕES DESSA REGIÃO MORAL E RECONHECENDO QUE DISCURSO ESTATAL E CURATORIAL PODEM POSSUIR CONTRADIÇÕES ENTRE SI. Raquel Medeiros
  13. 13. “ENTENDEMOS QUE A ARTE NÃO É SUBALTERNA ÀS QUESTÕES DA SOCIEDADE, MAS GRANDE ALIADA. NUM MUSEU AMPLAMENTE VINCULADO À CIDADE, É BOM QUE A CRIANÇA VENHA E ENCONTRE OS GRANDES ÍDOLOS. MAS, DE REPENTE, DESCOBRIRÁ TAMBÉM UMA PEQUENA ÁREA EM QUE SE FALA DO BAIRRO DE GUADALUPE OU DE SANTA CRUZ”. (PAULO HERKENHOFF, CURADOR DO MAR) Raquel Medeiros
  14. 14. “TEMOS UM PAPEL IMPORTANTE DE SINTETIZADOR DESSE PROCESSO DE TRANSFORMAÇÃO, CONSTRUINDO UM ESPAÇO QUE CONTA A HISTÓRIA DO RIO, CONECTANDO O LOCAL E GLOBAL, E VALORIZANDO NÃO SÓ OS BENS IMÓVEIS, MAS TAMBÉM A CULTURA E AS PESSOAS DA REGIÃO E DA CIDADE.” (PÁGINA DO FACEBOOK, 26/02/2013) Raquel Medeiros
  15. 15. “A NOSSA COLEÇÃO ABORDA EM PRIMEIRA INSTÂNCIA O UNIVERSO SIMBÓLICO DA CIDADE A PARTIR DA ARTE. QUEREMOS CONSTRUIR O IMAGINÁRIO DO RIO DE JANEIRO ATRAVÉS DA ARTE”. (PAULO HERKENHOFF, CURADOR DO MAR) Raquel Medeiros
  16. 16. UM MAR DE IMAGENS: IDENTIDADE CITADINA NO MUSEU DE ARTE DO RIO Raquel Medeiros
  17. 17. O QUE SIGNIFICA REPRESENTAR UMA CULTURA – OU UMA CIDADE – ATRAVÉS DE OBJETOS, VÍDEOS E FOTOGRAFIAS? QUAIS ARRANJOS TIPOLÓGICOS ESTÃO SENDO ELABORADOS COMO FORMA DE DAR VOZ A UMA CIDADE? O QUE SE PODE APREENDER DESSA CIDADE ATRAVÉS DESSAS EXPOSIÇÕES? Raquel Medeiros
  18. 18. Jacobsen Arquitetura
  19. 19. Jacobsen Arquitetura
  20. 20. Jacobsen Arquitetura
  21. 21. Jacobsen Arquitetura
  22. 22. Raquel Medeiros
  23. 23. Raquel Medeiros
  24. 24. Raquel Medeiros
  25. 25. Raquel Medeiros
  26. 26. Raquel Medeiros
  27. 27. Raquel Medeiros
  28. 28. RIO DE IMAGENS e ImagináRio Raquel Medeiros
  29. 29. Raquel Medeiros
  30. 30. Raquel Medeiros
  31. 31. O ABRIGO E O TERRENO Raquel Medeiros
  32. 32. Raquel Medeiros
  33. 33. YURI FIRMEZA Raquel Medeiros
  34. 34. Raquel Medeiros
  35. 35. Raquel Medeiros

×