A estratégia da qualidade

520 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
520
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A estratégia da qualidade

  1. 1. Capítulo 8 A Estratégia da Qualidade Disciplina: Gestão Empresarial Professora: Vera Lúcia Brandão Componentes do grupo: Leandro Firmo Marcelo Coradi Pedro Akira Raulison Perges Rodrigo Valentim Vilmar Siqueira
  2. 2. Qualidade = superioridade, excelência, dote ou virtude.   Estratégia = tática, arte de aplicar os meios disponíveis ou explorar condições favoráveis visando objetivos específicos.   Estes dois termos, unidos, podem constituir uma poderosa vantagem competitiva de uma empresa em relação às demais. Para isso, é necessário que a administração possibilite fixar diretrizes gerais, de domínio fácil e sem envolvimento da tecnologia. Pois a alta administração, hierarquicamente, deve lançar os problemas gerais para que outros departamentos tratem a qualidade a nível de produção através dos recursos tecnológicos e especialização que a empresa dispõe.   Introdução
  3. 3. <ul><li>Os problemas são abordados em três fases distintas: </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>1 - Problemas mais gerais : </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Definir metas para a qualidade (sem miopia) </li></ul><ul><li>Decidir sobre as responsabilidades: dos operários x especialistas em qualidade </li></ul><ul><li>Decidir quais meios serão usados e sua intensidade para alterar a qualidade dos produtos </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>2 - Problemas Intermediários : </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Definir quais procedimentos para alterar a qualidade dos produtos </li></ul><ul><li>Decidir qual será a departamentalização das funções relacionadas com a qualidade </li></ul><ul><li>   </li></ul><ul><li>3 - Problemas de Detalhes : </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Detalhamento dos procedimentos definidos e de sua implantação </li></ul>Introdução
  4. 4. <ul><li>NQA - Nível de Qualidade Aceitável: </li></ul><ul><li>Zero de defeitos. </li></ul><ul><li>Miopia da Qualidade: </li></ul><ul><li>Ver apenas uma meta para a porcentagem de defeitos. </li></ul><ul><li>Fases da dinâmica da qualidade: </li></ul>Definição de Metas para a Qualidade
  5. 5. Definição de Metas para a Qualidade FASES PROBLEMA INDICAÇÃO AÇÃO 1ª Fase Produtos com defeitos Implicam Esforço para conseguir maior qualidade 2ª Fase Conseguir maior qualidade Implica Ter maior domínio das tecnologias 3ª Fase Maior domínio das tecnologias Implica Mudar o projeto dos produtos para projetos que exigem mais cuidados na produção 4ª Fase Projetos mais exigentes Implicam Surgimento de produtos com defeito 5ª Fase Produtos com defeitos Implicam Esforços para conseguir maior qualidade
  6. 6. <ul><li>Quem deve ser o responsável pela qualidade? </li></ul><ul><li>Operários despreparados versus especialistas em qualidade? </li></ul><ul><li>Operários preparados versus especialistas em qualidade? </li></ul><ul><li>Vantagens em dar responsabilidade aos funcionários preparados: </li></ul><ul><ul><li>o operário fica mais motivado; </li></ul></ul><ul><ul><li>o uso de especialistas em qualidade complica o organograma, elevando os custos indiretos; </li></ul></ul><ul><ul><li>os especialistas em qualidade usam técnicas e procedimentos que bloqueiam desnecessariamente o fluxo de produção. </li></ul></ul>Responsabilidade do Operário Versus Especialistas em Qualidade
  7. 7. <ul><li>A qualidade dos produtos de uma fábrica pode mudar, mediante uma ou uma combinação dos seguintes meios: </li></ul><ul><ul><li>Alterar o projeto do produto; </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Dimensões das partes do produto </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Ligação entre as partes do produto </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Apresentação do produto </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><li>Mudando as materiais ou suas especificações; </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Mudanças dos materiais </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Mudanças de especificações </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><li>Alterando especificações das máquinas ou processos; </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Utilização de máquinas mais ou menos precisas </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Processos com maior ou menor cuidado </li></ul></ul></ul></ul></ul>Diversos Meios para Alterar a Qualidade
  8. 8. <ul><li>A qualidade dos produtos de uma fábrica pode mudar, mediante uma ou uma combinação dos seguintes meios: </li></ul><ul><ul><li>Alteração da capacidade técnica dos operários; </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Mais treinamento </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Melhores condições de trabalho </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><li>Alterando a forma de controlar máquinas ou processo; </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Controle na regulagem dos processos </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Controle na regulagem das máquinas </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><li>Alteração nos padrões de inspeção final; </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Inspeção rigorosa para separar os produtos defeituosos </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Maior rigor na inspeção para evitar que produtos de </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><li> qualidade inferior chegue aos clientes </li></ul></ul>Diversos Meios para Alterar a Qualidade
  9. 9. <ul><li>De forma hierárquica podemos notar que devem ser obedecidos os seis critérios para obter a qualidade. </li></ul><ul><ul><li>Alteração do projeto; </li></ul></ul><ul><ul><li>Mudança de materiais; </li></ul></ul><ul><ul><li>Alteração de máquinas; </li></ul></ul><ul><ul><li>Alteração da capacidade técnica dos operários; </li></ul></ul><ul><ul><li>Alteração de controle; </li></ul></ul><ul><ul><li>Alteração de inspeção. </li></ul></ul>Diversos Meios para Alterar a Qualidade
  10. 10. <ul><li>Existem vários procedimentos e pouco consenso sobre qual deles é o melhor e mais adequado para altera a qualidade, dentre os procedimentos existentes destacam-se: </li></ul><ul><ul><li>Os de três autores americanos famosos Juram, Crosby e Deming; </li></ul></ul><ul><ul><li>Dos japoneses CCQ (Círculo de Controle de Qualidade); </li></ul></ul>Procedimentos para Alterar a Qualidade
  11. 11. <ul><ul><li>A empresa deve achar seus próprios procedimentos através de atitudes dos operários que devem ser psicologicamente preparados com as seguintes técnicas: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>CCQ; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Transformação de gráficos de controle em gráficos de para orientação dos operários; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Criação de técnicas do tipo espinha de peixe; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Eliminação da chamada “dissonância cognitiva”; </li></ul></ul></ul>Procedimentos para Alterar a Qualidade
  12. 12. OBRIGADO!!!

×