Tecido nervoso

2.766 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.766
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tecido nervoso

  1. 1. TECIDO NERVOSO O tecido nervoso faz parte do sistema de integração corporal junto com o endócrino. Este sistema édividido em :• Sistema nervoso central ( SNC ) » Encéfalo e Medula Espinhal.• Sistema nervoso periférico ( SPN ) » Nervos1 e Gânglions nervosos .   No SNC há uma “segregação” entre os corpos celulares dos neurônios e os seus prolongamentos. Porconta desta separação há uma discriminação de duas partes distintas, conhecidas como substânciabranca e substância cinzenta. A. A substância cinzenta é formada principalmente por CORPOS CELULARES e células da glia , contendo também prolongamentos de neurônios2 não mielinizados. Está presente no córtex cerebral   e na região medular da medula espinhal ( o desenho do H ). B. A substância branca NÃO POSSUE CORPOS CELULARES, sendo constituída apenas por prolongamentos de neurônios e por células da glia. Esta região se apresenta de forma branca, por conta da bainha de mielina dos axônios. Corpo celular ou pericário É a parte do neurônio que contém o núcleo e o citoplasma. O pericário é um centro trófico, além de terfunções receptora e integradora de estímulos gerados em outras células nervosas. O corpo celular dos neurônios é rico em retículo endoplasmático rugoso ( e muito mais nos motores )e inúmeros polirribossomos livres. Perguntar sobre o corpúsculo de nissil. Células da Glia e a atividade neural A. Oligodendrócitos : produzem as bainhas de mielina que servem de isolantes elétricos para os axônios do SNC. Eles tem prolongamentos que se enrolam em volta dos axônios, produzindo a bainha de mielina. A bainha de mielina é uma ferramenta neuronal que diminui o vazamento de íons para o meio extracelular... Por conta disto, a transmissão de um impulso nervoso ocorre de forma mais rápida. B. Células de Schwann : possuem a mesma função dos oligodendrócitos, porém se localizam em volta dos axônios do SNP . Outra diferença entre as estas células é o fato de que as células de Schwann só forma mielina em torno de um segmento de um único axônio. Já os oligodendrócitos formam mielina em torno de um segmento de vários axônios. C. Astrócitos : os astrócitos são células estrelada que ligam os neurônios aos capilares sangüíneos e à pia-máter. Dentre as células da glia, os astrócitos são as mais numerosas e de maior diversidade funcional. Além da função de sustentação, os astrócitos participam do controle da composição iônica e molecular do ambiente extracelular. Ou seja , eles controlam os constituintes do meio extracelular. D. Células ependimárias : são células epiteliais que revestem os ventrículos do cérebro e o canal central da medula espinhal. Podem apresentar cílios.1 os nervos são constituídos principalmente por prolongamentos de neurônios situados no SNC ou no Gânglios nervosos.2 os neurônios podem ser : multipolares, bipolares e pseudo-unipolares ( encontrados no Gânglions espinais, que são sensitivos e se situam nasraízes dorsais dos nervos espinhais).
  2. 2. E. Microglia : são células fagocitárias que derivam de precursores trazidos da medula óssea pelo sangue, representando o sistema mononuclear fagocitário no SNC. Elas participam da inflamação e da reparação do SNC. Quando ativadas elas assumem a forma dos macrófagos e tornam-se fagocitárias e apresentadoras de antígeno. Secreta citocinas. Sistema nervoso central O sistema nervoso central é constituído pelo cérebro, cerebelo e pela medula espinhal. Por não possuirum estroma de tecido conjuntivo, o SNC possui a consistência de uma massa mole. No córtex do cérebro e do cerebelo ocorre a predominância da substância cinzenta ( onde ocorrem assinapses do SNC ). Já na medula do cérebro e do cerebelo ocorre o predomínio da substância branca. Nasubstância branca encontram-se acúmulos de neurônios, formando ilhas de substância cinzenta,denominada núcleos ( grupo de corpos celurares no SNC ). Na medula ocorre o inverso do supra escrito.Meninges O SNC está contido e protegido na caixa craniana e no canal vertebral, sendo envolvido por membranas de tecido conjuntivo chamadas meninges. As meninges são formadas por três camadas , da mais externa para a mais interna : dura- máter, aracnóide, pia-máter. ( DAP -- Hehe ) A dura-máter interage com o periósteo da caixa craniana. A dura-máter que envolve a membrana espinhal, é separada do periósteo das vértebras, formando-se entre os dois o espaço peridural. Este espaço contém veias de paredes muito finas, tecido conjuntivo etecido adiposo. A aracnóide apresenta duas partes uma em contato com a dura-máter, em forma de membrana, eoutra constituída por traves que ligam a aracnóide com a pia-máter. As cavidades entre as travesconjuntivas formam o espaço subaracnóideo que contem liquido cefalorraquidiano ( LIQUOR ), comunica-se com os ventrículos cerebrais. A aracnóide é formada por tecido conjuntivo sem vasos sangüíneos. A pia-máter é MUITO VASCULARIZADA. Os vasos sangüíneos penetram no tecido nervoso por meiode túneis revestidos por pia-máter, os espaços perivasculares. Obs : os capilares do SNC são totalmente envolvidos pelos prolongamentos dos astrócitos. Barreira hematoencefálica É uma barreira funcional que dificulta a passagem de certas substâncias, como alguns antibióticos,agentes químicos e toxinas, do sangue para o tecido nervoso. Essa barreira se deve ao fato de que os capilares sangüíneos do tecido nervoso, possuem menorpermeabilidade.
  3. 3. Plexos coróides e líquido cefalorraquidiano ( LCR ) Os plexos coróides são dobras da pia-máter ricas em capilares porosos e dilatados, que fazemsaliência para o interior dos ventrículos. São constituídos por tecido conjuntivo. A principal função dos plexos coróides é secretar o LCR, que ocupa as cavidades dos ventrículos, ocanal central da medula, o espaço subaracnóideo e os espaços perivasculares. O LCR é importante para ometabolismo do SNC e o protege contra traumatismos. Sistema nervoso periférico ( SNP ) Os componente do SNP são os nervos , os Gânglions, e as terminações nervosas. 3   1. Fibras nervosas : são constituídas por um axônio e suas bainhas envoltórias. As bainhas envoltórias das fibras periféricas são formadas pelas celulas de Schwann. A. Fibras mielínicas : possui bainha de mielina, que é um complexo lipoprotéico branco. O intervalo entre dias bainha em um axônio é chamado de nódulos de Ranvier. B. Fibras amielínicas : Tanto no SNC quanto no SNP, nem todos os axônios são recobertos por mielina, apesar de que as fibras do SNP são também envolvidas pelas células de Schwann. Não existem nódulos de Ranvier nessas fibras. 1. Nervos : são constituídos por um agrupamento em feixes , de fibras nervosas. Possui uma coloração esbranquiçada devido ao seu conteúdo em mielina e colágeno . O tecido de sustentação dos nervos é constituído por uma camada mais externa de tecido conjuntivo conhecida como epineuro, que reveste os nervos. Cada um dos feixes de fibras nervosas ( nervos ) são revestidos pelo perineuro. Ja as fibras nervosas são envolvidas pelo endoneuro , tecido conjuntivo( constituído principalmente por fibras reticulares ) . A. Sensitivos : aferentes B. Motores : eferentes C. Mistos Gânglios Os agrupamentos de corpos celulares fora do SNC são chamados de gânglios. São órgãos esféricosrevestidos por uma camada conjuntiva e associados a nervos. A. Sensoriais : esse gânglios recebem fibras aferentes, que levam impulsos para o SNC. Há dois tipos de gânglios sensoriais. Alguns são associados aos nervos cranianos ( gânglios cranianos ) e outros se localizam nas raízes dorsais dos nervos espinhais ( gânglios espinhais ). B. Do Sistema Nervoso Autônomo ( SNA ) . Sistema nervoso autônomo ( SNA ) É, por definição, um sistema motor e relaciona-se com o controle da musculatura lisa, com amodulação do ritmo cardíaco, e com a secreção de algumas glândulas. Sua função é manter ahomeostase. Apesar de ser denominado autônomo, este sistema , sofre influência da atividade conscientedo SNC. É chamado de autônomo, pelo fato de ser involuntário. O SNA é uma rede de dois neurônios. O primeiro neurônio da cadeia autônoma esta localizado no SNC.Seu axônio realiza sinapse com o dendrito do segundo neurônio. Os axônios que ligam o primeiro3 Nervos são feixes de fibras nervosas envolvidas por tecido conjuntivo. Grupos de fibras nervosas forma os feixes ou tratos do SNC e osnervos do SNP.
  4. 4. neuronio com o segundo, são chamados de pré-ganglionares. E os axônios ( fibras nervosas ) que partemdo segundo neurônio e vão para os efetores são chamados de pós-ganglionares4. O mediador químico nas  sinapses das células pré-ganglionares é a ACETILCOLINA ( ACH ) --» as fibras são Colinérgicas . O SNA é dividido em duas partes , distintas por sua função e anatômia. São elas o Sistema simpático eo parassimpático. A. Sistema nervoso simpático : o mediador químico das fibras ( axônios ) pós-ganglionares do simpático é a NOROADRENALINA ( fibras adrenérgicas ) . B. Sistema nervoso parassimpático : o mediador químico liberado pelas terminações pré e pós- ganglionares do parassimpático é a ACETILCOLINA. Que é rapidamente destrída pela acetilcolinesterase. 4 A camada medular da GLÂNDULA ADRENAL é o único órgão cujas células efetoras recebem fibras pré-ganglionares e não pós-ganglionares.

×