Informática e Educação:
Mídia
Professora:
Cintia Ramaldes
Integrantes:
 Fernanda Taveira
 Raiane Meneses
 Ramon Sena
O QUE É COMUNICAÇÃO
Juan E. Diaz Bordenave
PRÓLOGO
O que é a comunicação?
 A resposta a essa pergunta não consiste apenas na
evolução da tecnologia, mas sim numa questão mu...
 Houve nas décadas anteriores
muitas teorizações nas áreas
que envolvem o evolucionismo
do homem. A partir disso, tem-
se...
 Foi na década de 70 que se começou a concernir que o
homem estaria cercado pelo meio ambiente físico, mas
também pelo am...
 Primeira reação: aplicação dos modelos mecanicistas.
 Depois, métodos e procedimentos de planejamento,
organização, ent...
E a comunicação? Consegue atender a
todos e em tudo?
 Os meios de comunicação preferem visar mais o lucro e o
pecúlio do ...
 Ingenuidade de Sócrates em acreditar que basta que uma
pessoa conheça o que é verdadeiro, e a partir dai viver na
verdad...
Considerações sobre o Capítulo:
 Podemos dizer que com à aparição dos meios de comunicação na
década de 1970, ao invés de...
Referências Bibliográficas
 BORDENAVE, Juan E. Díaz; O QUE É COMUNICAÇÃO; Editora Brasiliense, 1997
 VICENTE, Maximilian...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Informática e educação prologo

128 visualizações

Publicada em

Trabalho sobre o capitulo incial do livro O que é comunicação.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
128
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Informática e educação prologo

  1. 1. Informática e Educação: Mídia Professora: Cintia Ramaldes
  2. 2. Integrantes:  Fernanda Taveira  Raiane Meneses  Ramon Sena
  3. 3. O QUE É COMUNICAÇÃO Juan E. Diaz Bordenave PRÓLOGO
  4. 4. O que é a comunicação?  A resposta a essa pergunta não consiste apenas na evolução da tecnologia, mas sim numa questão muito mais aprofundada que é o “homem social” lá na década de 70.
  5. 5.  Houve nas décadas anteriores muitas teorizações nas áreas que envolvem o evolucionismo do homem. A partir disso, tem- se um enfoque nos quesitos: planejamento econômico, urbanismo, poluição ambiental, racionalização do trânsito e sistemas de comercialização em grande escala. Imagem - Leblon 13/02/1975 Fonte: Foi um rio que passou. Disponível em: http://www.rioquepassou.com.br/2010/11/17/av-delfim- moreira-1975-novo-urbanismo/
  6. 6.  Foi na década de 70 que se começou a concernir que o homem estaria cercado pelo meio ambiente físico, mas também pelo ambiente social.
  7. 7.  Primeira reação: aplicação dos modelos mecanicistas.  Depois, métodos e procedimentos de planejamento, organização, entre outros.  Planejamento educativo ridicularizado.
  8. 8. E a comunicação? Consegue atender a todos e em tudo?  Os meios de comunicação preferem visar mais o lucro e o pecúlio do que a construção de uma sociedade igualitária e solidária.  Defasagem entre a descoberta do homem social e o conhecimento de como orientar a vida social em função desse homem.
  9. 9.  Ingenuidade de Sócrates em acreditar que basta que uma pessoa conheça o que é verdadeiro, e a partir dai viver na verdade.  Melhor conhecimento da comunicação. Todos poderem conhecer as vantagens de um comunicar-se com o outro.
  10. 10. Considerações sobre o Capítulo:  Podemos dizer que com à aparição dos meios de comunicação na década de 1970, ao invés de uma ideia que possibilitasse a todos o direito e acesso de forma igualitária, tem-se este meio como uma ideia de lucro e poder.  “A função ideológica e comunicativa carregaria todas as contradições atendentes da realidade perpetuadas a partir de uma ótica de classe, ou seja, a da classe dominante. Essa classe, ao deter seus próprios meios, os usaria no sentido de fazer prevalecer seu poder. Por essa razão, considera-se de fundamental importância, do ponto de vista da análise marxista, decodificar a natureza da comunicação, além de identificar os detentores desses meios e a natureza das mediações estabelecidas com os demais membros da sociedade.” (VICENTE, 2009)
  11. 11. Referências Bibliográficas  BORDENAVE, Juan E. Díaz; O QUE É COMUNICAÇÃO; Editora Brasiliense, 1997  VICENTE, Maximiliano Martin; HISTÓRIA E COMUNICAÇÃO NA NOVA ORDEM INTERNACIONAL; Editora UNESP, 2009, São Paulo – SP

×