Apresentação metacognição proposta 2

1.298 visualizações

Publicada em

Metacognição

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.298
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
231
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
77
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação metacognição proposta 2

  1. 1. Ensinar a pensar METACOGNIÇÃO CRIANDO UMA CULTURA DE PENSAMENTO NA ESCOLA Formação Maristas Compostela novembro 2014 #Compostelaenruta @aggiornamento14
  2. 2. CULTURA DE PENSAMENTO Nossas perguntas: Outra fator importante a ter em conta será o tipo de perguntas que fazemos: • São perguntas que buscam verificar o que os alunos memorizaram? • São perguntas que buscam ativar o pensamento dos nossos alunos? • Fazemos perguntas de que temos respostas fechadas? • Fazemos perguntas abertas? • Só temos tempo de escutar uma ou duas respostas? • Queremos escutar um grande número de respostas? • Perguntamos para comprovar que nos estão a ouvir? • Perguntamos para ouvir?
  3. 3. CULTURA DE PENSAMENTO Nossa linguagem: E por último, incentivamo-los a usar uma linguagem, que ponha no centro do nosso discurso o pensamento. Devemos considerar conteúdos, mas também devemos considerar processos de pensamento. Se estamos a trabalhar sobre os mamíferos domésticos e selvagens, diremos as diferenças entre um e outro, mas também proporemos aos alunos que: • Ativem os conhecimentos prévios. • Que observem imagens para detetar semelhanças e diferenças. • Que visualizem uma cena. • Que elaborem hipóteses. • Que comprovem as suas ideias. • Que argumentem o porquê de suas perguntas ou de seus comentários. Utilizando o vocabulário sublinhado, que é um
  4. 4. A forma como isto se leva a cabo pode ser esta: O professor reforça as estratégias de pensamento proporcionando oportunidades aos estudantes para levar a cabo o mesmo tipo de raciocínios por sí mesmos O professor faz uma introdução a uma habilidade ou processo de pensamento demonstrando a importância de levá-lo a cabo corretamente. O professor guia com diretrizes explícitas os alunos na prática correta do raciocínio em vez de aprender conceitos, dados e procedimentos dos conteúdos curriculares: O professor faz perguntas reflexivas que ajudam os alunos a distanciarem-se do que estão pensando, de modo que possam avaliar a maneira como o fazem e desenvolver um plano para fazê-lo corretamente
  5. 5. METACOGNIÇÃO A METACOGNIÇÃO é a capacidade que tem um indivíduo de conhecer-se a si mesmo e de autorregular a própria aprendizagem, isto é planificar estratégias para cada situação, aplicá-las facilitando a educação da própria pessoa, como consequência detetar as possíveis falhas do indivíduo.
  6. 6. O conhecimento sobre a própria cognição: A METACOGNIÇÃO implica ser capaz de tomar consciência do funcionamento de nossa maneira de aprender e compreender os fatores que explicam que os resultados de uma atividade, sejam positivos ou negativos. https://www.youtube.com/watch?v=A3fABH5YeOU METACOGNIÇÃO
  7. 7. NÓS… METACOGNIÇÃO A PARTIR DE AGORA fecharemos todas as aprendizagens com uma reflexão que nos leve à Metacognição. PAUTA: Escada da metacognição Os alunos respondem por escrito às quatro perguntas da escada, pondo-as logo em seguida em comum.
  8. 8. ESCADA DA METACOGNIÇÃO Em que outras ocasiões posso utilizá-lo? Para que me serviu? Que passos dei? Estou consciente do meu pensamento 1 2 3 4
  9. 9. 1. QUE APRENDI? ESCADA DA METACOGNIÇÃO Os alunos tendem a fazer-nos um esquema de conteúdos do tema No diálogo posterior temos que provocá-los para que vão para além do evidente: • Por exemplo possível resposta ao princípio: Aprendi o ciclo da água • Possível resposta quando têm mais prática na reflexão: Aprendi que o ciclo da água é muito importante para a vida porque… serve para…etc. 1 Estou consciente do meu pensamento
  10. 10. 2.. COMO O APRENDI? aqui os alunos têm que se recordar de tudo aquilo que se fez para que se produza essa aprendizagem. Por exemplo: • Aprendemos a definição e as características da água: 1. vendo um vídeo, 2. fazendo la rotina de pensamento vejo-penso-interrogo 3. Explicação do professor 4. Atividade…. 5. Fazendo um resumo Que passos dei? Estou consciente do meu pensamento 1 2 ESCADA DA METACOGNIÇÃO
  11. 11. 3. PARA QUE ME SERVIU? Reflexão sobre a utilidade imediata da aprendizagem desse tema. Por exemplo: • A rotina de pensamento serviu-me para ordenar as minhas ideias • O esquema para escolher o mais importante • A explicação para esclarecer as minhas dúvidas… etc. Para que me serviu? Que passos dei? Estou consciente do meu pensamento 1 2 3 ESCADA DA METACOGNIÇÃO
  12. 12. 4. EM QUE SITUAÇÕES POSSO UTILEIZSÁC-ALDOA? DA METACOGNIÇÃO Reflexão sobre a utilidade posterior das estratégias de aprendizagem utilizadas: • Por exemplo o esquema para quando tenho que fazer uma lista de compras • A rotina de ordenar as ideias noutra disciplina. • Etc. Quanto mais ligadas estiverem estas respostas com o seu dia a dia, com o mundo em que vivem melhor se cimentará a aprendizagem. Em que outras ocasiões posso utilizá-lo? Para que me serviu? Que passos dei? Estou consciente do meu pensamento. 1 2 3 4
  13. 13. A infusão, implica introduzir no ensino dos conteúdos um ênfase explícito nas técnicas de raciocínio, de maneira que os alunos possam melhorar o modo como pensam.
  14. 14. O tempo da aula investe-se tanto a ensinar a pensar como a transmitir conteúdo.
  15. 15. Se pensam que estou pensando o que pensam que estou pensando, estão muito enganados!
  16. 16. OBRI GADO @aggiornamento14 http://aggiornamento1314.blogspot.com.es #Compostelaenred

×