Gestão do Talento:<br />A Cr†se como portunidade<br />28 de Março, 2011 – Lisboa<br />Rui Nascimento Alves<br />
Copyright 2001 © Jeanie Daniel Duck<br />
CRISE<br />Perigo<br />Oportunidade<br />
Hoje, o recurso mais escasso<br />de uma organização <br />é o seu Talento. <br />As crises provam-no a cada dia que passa...
Crise. E agora?<br />Insanidade é fazer as mesmas coisas todos os dias e esperar um resultado diferente.<br />    (Definiç...
4 Dimensões possíveis<br />Cultura<br />Líderes<br />Talentos<br />Processos<br />
Cultura<br />
Software mental:Colectivismo vs. IndividualismoFemininidade vs. MasculinidadeElevada vs. ReduzidaDistânciaHierárquicaEleva...
Que pessoas queremos<br />nas nossas organizações?<br />
<ul><li>Queentendamqual o seupapel    e se adaptemaomomentoque a organizaçãoatravessa.
Que se comprometam                    com o sucesso da organização          e dêem o seumelhor.
Queinvistamnosseusconhecimentos, habilidades e atitudes.
Queajam com serenidade                   e saibamcontrolar as suasemoções.
Quesaibamaprender                          com osmomentosdifíceis.</li></li></ul><li>Transformar uma organização<br />de t...
numa organização com talentos à prova de crise!<br />
Talentos<br />
<ul><li>Talento: ou se tem ouentão...azar?
Gerirtalento é um processoque se melhora e profissionaliza.
As organizaçõesnãopodem               ser tudoparatodos...
Mastêm de investiremtalentocomoinvestem no negócio.
O esforçocomeçaemcada um.
E opapel dos líderes é FULCRAL.</li></li></ul><li>A Talentologia é uma arte, uma ciência...<br />E não é uma utopia.<br />
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Talentos - Crise e Oportunidades Março 28, 2011

1.001 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.001
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Talentos - Crise e Oportunidades Março 28, 2011

  1. 1. Gestão do Talento:<br />A Cr†se como portunidade<br />28 de Março, 2011 – Lisboa<br />Rui Nascimento Alves<br />
  2. 2.
  3. 3. Copyright 2001 © Jeanie Daniel Duck<br />
  4. 4. CRISE<br />Perigo<br />Oportunidade<br />
  5. 5.
  6. 6. Hoje, o recurso mais escasso<br />de uma organização <br />é o seu Talento. <br />As crises provam-no a cada dia que passa.<br />Mas as oportunidades são também muitas...<br />
  7. 7. Crise. E agora?<br />Insanidade é fazer as mesmas coisas todos os dias e esperar um resultado diferente.<br /> (Definição de Insanidade, por Albert Einstein)<br />Mas mais insano ainda é não fazer nada e esperar alguma coisa!<br />
  8. 8. 4 Dimensões possíveis<br />Cultura<br />Líderes<br />Talentos<br />Processos<br />
  9. 9. Cultura<br />
  10. 10. Software mental:Colectivismo vs. IndividualismoFemininidade vs. MasculinidadeElevada vs. ReduzidaDistânciaHierárquicaElevada vs. ReduzidaEvitação da Incerteza- G. Hofstede<br />
  11. 11. Que pessoas queremos<br />nas nossas organizações?<br />
  12. 12. <ul><li>Queentendamqual o seupapel e se adaptemaomomentoque a organizaçãoatravessa.
  13. 13. Que se comprometam com o sucesso da organização e dêem o seumelhor.
  14. 14. Queinvistamnosseusconhecimentos, habilidades e atitudes.
  15. 15. Queajam com serenidade e saibamcontrolar as suasemoções.
  16. 16. Quesaibamaprender com osmomentosdifíceis.</li></li></ul><li>Transformar uma organização<br />de talento em crise...<br />
  17. 17. numa organização com talentos à prova de crise!<br />
  18. 18. Talentos<br />
  19. 19. <ul><li>Talento: ou se tem ouentão...azar?
  20. 20. Gerirtalento é um processoque se melhora e profissionaliza.
  21. 21. As organizaçõesnãopodem ser tudoparatodos...
  22. 22. Mastêm de investiremtalentocomoinvestem no negócio.
  23. 23. O esforçocomeçaemcada um.
  24. 24. E opapel dos líderes é FULCRAL.</li></li></ul><li>A Talentologia é uma arte, uma ciência...<br />E não é uma utopia.<br />
  25. 25. Líderes<br />
  26. 26. <ul><li>Complexidade, diversidade e incertezarecheiamosseusdias.
  27. 27. Nas crises, precisamos de Líderescompletos, queutilizemeficazmente a suarazão, a suaemoção e o seuinstinto.
  28. 28. A gestão de talentosestaráno centro da suaacçãonasorganizações.</li></li></ul><li>Querida organização, nestes tempos difíceis:<br /><ul><li>Prepare-se com antecedência.
  29. 29. Use os tempos difíceispara se prepararpara a recuperação. Invistaantecipadamenteemlíderesquesejamtãobons a gerirnegócioscomo a gerirpessoas.
  30. 30. Garantaque tem oslíderescertosa bordo, aptos a contaminarem a organização com a atitudecorrecta.
  31. 31. Desenvolvaosseustalentos e equipas. Faça-o naturalmenteenquantoestratégia de retenção de longoprazo.
  32. 32. Garanta o alinhamento das estratégias de gestão de pessoas e de negócio - as pessoas e o talentosão o centro.
  33. 33. Comunique, comunique, comunique, comunique, comunique, comunique, comunique e… comunique!</li></li></ul><li>Processos<br />
  34. 34. Gestão <br />de Talentos<br /><ul><li>Desafios
  35. 35. Reestruturação
  36. 36. Talent assessement
  37. 37. Limites a recrutar e desenvolver
  38. 38. Como reter e motivartop talents
  39. 39. Oportunidades
  40. 40. Adquirirnovostalentos
  41. 41. Recrutaremnovossectores
  42. 42. Rebranding
  43. 43. Estratégia RH de longoprazo</li></li></ul><li><ul><li>Oportunidadeparaeliminarunder performers.
  44. 44. Oportunidadeparaatrairtalento de outrasorganizações.
  45. 45. Oportunidadeparaapostarnaspolíticas e práticas de retenção dos top performers.
  46. 46. Oportunidadeparamelhorar a gestão dos custos e racionalizarheadcount.
  47. 47. Oportunidadeparaflexibilizarpolíticas e benefícios.</li></li></ul><li>Cultura<br />Talentos<br />Líderes<br />Processos<br />O<br />

×