Brasília, IBICT 14 e 15 de dezembro / 2009
Maria de Nazaré Freitas Pereira Clóvis Gorgônio
ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO <ul><li>Mapa de Inclusão Digital (MID) </li></ul><ul><ul><li>Objetivo </li></ul></ul><ul><ul><li...
DEFINIÇÃO: OBJETIVO DO MID  <ul><li>É uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) p...
HISTÓRICO DO MID <ul><li>Estudo Telecentros/Unesco (2005) </li></ul><ul><li>Mapa de Inclusão Digital no Brasil (IBICT/MEDI...
HISTÓRICO DO MID <ul><li>Relatório ao Instituto Telemar (2006) </li></ul><ul><ul><li>Estudo Unesco (2005): 95 iniciativas,...
HISTÓRICO DO MID 2007/2009 <ul><ul><li>Out. 2007 - início da Pesquisa Brasil: 17.813 PIDs de acesso gratuito </li></ul></u...
PRODUTOS DO MID <ul><ul><li>Sistema de Apoio ao Mapa da Inclusão Digital (SisMid) </li></ul></ul><ul><ul><li>Banco de Dado...
PRODUTOS DO MID <ul><ul><li>Protocolo SisMID (repasse aos estados) </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Compartilhamento de info...
METODOLOGIA Instrumento de Coleta de Dados <ul><ul><li>Cadastro e Pesquisa </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Vinculação insti...
METODOLOGIA Coleta de Dados <ul><li>MID Brasil: via Internet </li></ul><ul><ul><li>período outubro de 2007 a dezembro de 2...
RELATÓRIOS DE PESQUISA <ul><li>IBICT. Mapa de Inclusão Digital: Pesquisa 2007/2008.  Pesquisa Sobre Centros Públicos de Ac...
Principais Resultados: Respondentes PIDs Acesso Gratuito: 1.272 / PIDs Acesso Pago: MID Brasil: 1.175, Censo Maranhão: 1.357
PRINCIPAIS RESULTADOS: PIDs Fechados: Censo Maranhão <ul><li>2.501 respondentes </li></ul><ul><ul><li>quase metade dos PID...
PRINCIPAIS RESULTADOS:  PIDs Fechados: Censo Maranhão <ul><li>A maior causa do fechamento </li></ul><ul><ul><li>Laboratóri...
PRINCIPAIS RESULTADOS: Distribuição Capital e Interior <ul><li>PIDs gratuitos: </li></ul><ul><ul><li>MID Brasil: são pouco...
PRINCIPAIS RESULTADOS: Distribuição Capital e Interior <ul><li>PIDs pagos: </li></ul><ul><ul><li>MID Brasil:  </li></ul></...
PRINCIPAIS RESULTADOS:  Distribuição Capital e Interior <ul><li>Censo Maranhão </li></ul><ul><ul><li>Presença de pelo meno...
PRINCIPAIS RESULTADOS:  Distribuição Capital e Interior <ul><li>Censo Maranhão </li></ul><ul><ul><li>146 municípios com PI...
PRINCIPAIS RESULTADOS: Programas de Apoio de ID <ul><li>Ausência de conhecimento/ entendimento dos respondentes das Pesqui...
PRINCIPAIS RESULTADOS: Vinculação Institucional <ul><li>PIDs gratuitos (questão complicada) </li></ul><ul><li>MID Brasil e...
PRINCIPAIS RESULTADOS: Vinculação Institucional <ul><li>PIDs pagos </li></ul><ul><ul><li>MID Brasil seriam 69% que são ind...
PRINCIPAIS RESULTADOS: Tempo de Permanência no Mesmo Endereço <ul><li>Aspectos a serem observados:  </li></ul><ul><ul><li>...
 
PRINCIPAIS RESULTADOS: Tempo de Permanência no Mesmo Endereço <ul><ul><li>Entre os PIDs gratuitos, os dados do Maranhão ta...
Tempo de Permanência no mesmo Endereço – PIDs Pagos
MID Brasil  Computadores com e sem conexão
Censo Maranhão Computadores com e sem conexão
PRINCIPAIS RESULTADOS Computadores Disponíveis com e sem Conexão à Internet <ul><li>Censo Maranhão: PIDs pagos  </li></ul>...
PRINCIPAIS RESULTADOS Idade dos Computadores Disponíveis nos PIDs <ul><ul><li>Reflete a criação de novos PIDs e a atualiza...
Idade dos Computadores Disponíveis nos PIDs
PRINCIPAIS RESULTADOS Idade dos Computadores Disponíveis nos PIDs <ul><li>PIDs pagos </li></ul><ul><li>MID Brasil e Censo ...
Sistema Operacional em Uso
PRINCIPAIS RESULTADOS Serviços Oferecidos Conforme Escala de Importância (*) <ul><li>PIDs gratuitos </li></ul><ul><li>MID ...
PRINCIPAIS RESULTADOS Serviços Oferecidos Conforme Escala de Importância (*) <ul><li>PIDs pagos  </li></ul><ul><li>MID Bra...
Programas Administrativos Instalados
PRINCIPAIS RESULTADOS  Quantitativos de Usuários Únicos Atendidos (*) <ul><li>PIDs pagos e gratuitos </li></ul><ul><li>MID...
PRINCIPAIS RESULTADOS  Freqüência de Atendimento  Conforme Faixa Etária dos Usuários (*) <ul><li>Faixas prevalentes </li><...
PRINCIPAIS RESULTADOS  Média de Atendimentos Diários <ul><li>PIDs gratuitos </li></ul><ul><li>MID Brasil e Censo Maranhão ...
PRÓXIMA RODADA DAS PESQUISAS   <ul><li>Principais Recomendações </li></ul><ul><li>A aplicação desta pesquisa deve ter um f...
PRÓXIMA RODADA DAS PESQUISAS   <ul><li>Principais Recomendações </li></ul><ul><li>Todas as perguntas com alto nível de não...
PRÓXIMA RODADA DAS PESQUISAS   <ul><li>Principais Recomendações </li></ul><ul><li>Os PIDs parecem ter dúvidas sobre o que ...
PRÓXIMA RODADA DAS PESQUISAS   <ul><li>Principais Recomendações </li></ul><ul><li>O processo de levantamento de dados quan...
CONSIDERAÇÕES FINAIS E RECOMENDAÇÕES <ul><li>O objetivo da pesquisa e do estudo aqui apresentado não é acadêmico, mas serv...
CONSIDERAÇÕES FINAIS E RECOMENDAÇÕES <ul><li>De que adianta iniciativas para criar novos PIDs se a tendência é que quase a...
CONSIDERAÇÕES FINAIS E RECOMENDAÇÕES <ul><li>Há hoje um interesse compreensível pelo fenômeno do rápido crescimento do núm...
CONSIDERAÇÕES FINAIS E RECOMENDAÇÕES <ul><li>A prioridade no entanto deve ser mantida nos PIDs gratuitos, inclusive com o ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pesquisas IBICT

653 visualizações

Publicada em

Apresentação de Maria do Nazaré Freitas Pereira e Clóvis Gorgônio das Pesquisas Mapa da Inclusão Digital IBICT / Centros de Acesso Pago e Gratuito: Brasil e Maranhão - Apresentadas em 14 e 15/dez/2009

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
653
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Pesquisas IBICT

    1. 1. Brasília, IBICT 14 e 15 de dezembro / 2009
    2. 2. Maria de Nazaré Freitas Pereira Clóvis Gorgônio
    3. 3. ESTRUTURA DA APRESENTAÇÃO <ul><li>Mapa de Inclusão Digital (MID) </li></ul><ul><ul><li>Objetivo </li></ul></ul><ul><ul><li>Histórico/ Evolução </li></ul></ul><ul><ul><li>Produtos </li></ul></ul><ul><li>Pesquisas (Brasil e Censo Maranhão) </li></ul><ul><ul><li>Metodologia </li></ul></ul><ul><ul><li>Principais Resultados e Comparações </li></ul></ul><ul><ul><li>Conclusões </li></ul></ul>
    4. 4. DEFINIÇÃO: OBJETIVO DO MID <ul><li>É uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) para avaliar as iniciativas da inclusão digital no país por parte de agentes públicos e privados. </li></ul>
    5. 5. HISTÓRICO DO MID <ul><li>Estudo Telecentros/Unesco (2005) </li></ul><ul><li>Mapa de Inclusão Digital no Brasil (IBICT/MEDIATECA): Projeto ao Instituto Telemar (2006) </li></ul><ul><ul><li>Metodologia: Estudo Unesco 2005 </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>questão: eliminação de duplicatas </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>SisMID (Sistema de Apoio ao MID) </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>MID </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>http://inclusao.ibict.br/mid/mid.php </li></ul></ul></ul></ul></ul>
    6. 6. HISTÓRICO DO MID <ul><li>Relatório ao Instituto Telemar (2006) </li></ul><ul><ul><li>Estudo Unesco (2005): 95 iniciativas, 12.464 PIDs de acesso público gratuito </li></ul></ul><ul><ul><li>Estudo Telemar: 114 iniciativas, 14.878 PIDs de acesso público gratuito </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Aumento de 25% aprox. </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><li>Sustentabilidade (política e financeira) </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>nível municipal: iniciativas descontinuadas após a mudança de governo, ou que sofreram questionamentos e paralisações no processo de transição. </li></ul></ul></ul></ul>
    7. 7. HISTÓRICO DO MID 2007/2009 <ul><ul><li>Out. 2007 - início da Pesquisa Brasil: 17.813 PIDs de acesso gratuito </li></ul></ul><ul><ul><li>Assessoria de técnicos do IBGE (treinamento equipe MID) </li></ul></ul><ul><ul><li>Parceria com a ABCID: Inclusão de lanhouses e cibercafés nos estudos </li></ul></ul><ul><ul><li>Pesquisa Brasil: Via Portal do MID </li></ul></ul><ul><ul><li>Pesquisa Maranhão: Programa Maranhão Digital </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Pesquisa censitária e diagnóstica </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Definição metodologia de validação pelos estados </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Relatórios de Pesquisa: nov.2009 </li></ul></ul><ul><ul><li>21.091 PIDs de acesso público agregadas à 151 iniciativas </li></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>131 com menos de 100 </li></ul></ul></ul></ul>
    8. 8. PRODUTOS DO MID <ul><ul><li>Sistema de Apoio ao Mapa da Inclusão Digital (SisMid) </li></ul></ul><ul><ul><li>Banco de Dados </li></ul></ul><ul><ul><li>Mapa </li></ul></ul><ul><ul><li>Portal de Inclusão Digital </li></ul></ul><ul><ul><li>Glossário de Inclusão Digital </li></ul></ul><ul><ul><li>Repositório de Inclusão Digital </li></ul></ul>
    9. 9. PRODUTOS DO MID <ul><ul><li>Protocolo SisMID (repasse aos estados) </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Compartilhamento de informações (metadados) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Interoperabilidade entre bases de dados </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Pesquisas </li></ul></ul><ul><ul><li>Seminários </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Caderno de Pesquisa </li></ul></ul></ul>
    10. 10. METODOLOGIA Instrumento de Coleta de Dados <ul><ul><li>Cadastro e Pesquisa </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Vinculação institucional </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Permanência no mesmo endereço </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Infra-estrutura </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Serviços Oferecidos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Usuários </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Recursos humanos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Sustentabilidade (Censo Maranhão) </li></ul></ul></ul>
    11. 11. METODOLOGIA Coleta de Dados <ul><li>MID Brasil: via Internet </li></ul><ul><ul><li>período outubro de 2007 a dezembro de 2008 </li></ul></ul><ul><ul><li>PIDs acesso pago: mobilização promovida pela ABCID (Orkut e reuniões presenciais) </li></ul></ul><ul><ul><li>PIDs acesso gratuito (contato telefônico e via e-mail; algumas reuniões) </li></ul></ul><ul><li>Censo Maranhão </li></ul><ul><ul><li>período setembro de 2008 a janeiro de 2009 </li></ul></ul><ul><ul><li>conduzido pela empresa Opinare: 60 entrevistadores </li></ul></ul><ul><ul><li>10 supervisores treinados pelo IBICT </li></ul></ul>
    12. 12. RELATÓRIOS DE PESQUISA <ul><li>IBICT. Mapa de Inclusão Digital: Pesquisa 2007/2008. Pesquisa Sobre Centros Públicos de Acesso Pago no Brasil : Relatório Final. Brasília: IBICT, Julho/2009. Projeto “Atualização dos Processos de Gestão e Disseminação de Informações em C&T no IBICT” PRODOC 914 BRA 2015. </li></ul><ul><li>IBICT. Mapa de Inclusão Digital: Pesquisa 2007/2008. Pesquisa Sobre Centros Públicos de Acesso Gratuito no Brasil : Relatório Final. Brasília: IBICT, Agosto/2009. Projeto “Atualização dos Processos de Gestão e Disseminação de Informações em C&T no IBICT” PRODOC 914 BRA 2015. </li></ul><ul><li>IBICT. Mapa de Inclusão Digital: Pesquisa 2007/2008. Censo Maranhão de Inclusão Digital : Relatório Final. Brasília: IBICT, Novembro/2009. </li></ul>
    13. 13. Principais Resultados: Respondentes PIDs Acesso Gratuito: 1.272 / PIDs Acesso Pago: MID Brasil: 1.175, Censo Maranhão: 1.357
    14. 14. PRINCIPAIS RESULTADOS: PIDs Fechados: Censo Maranhão <ul><li>2.501 respondentes </li></ul><ul><ul><li>quase metade dos PIDs de acesso gratuito: encontre-se fechada (“inativos”), sem condições de atendimento público: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Laboratórios de Informática: 51% </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Telecentros/ Infocentros: 32% </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>PIDs de acesso pago: cerca de apenas um em cada 38 (ou 2,65% do total) encontra-se fechado. </li></ul></ul>
    15. 15. PRINCIPAIS RESULTADOS: PIDs Fechados: Censo Maranhão <ul><li>A maior causa do fechamento </li></ul><ul><ul><li>Laboratórios de informática </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>“ Falta instalar equipamentos/ programas” (21%), seguida da “Falta acesso a internet” (12%) </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Telecentros/Infocentros </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>“ Falta de manutenção dos equipamentos / Equipamentos quebrados” (16%, quase o dobro dos Laboratórios) </li></ul></ul></ul>
    16. 16. PRINCIPAIS RESULTADOS: Distribuição Capital e Interior <ul><li>PIDs gratuitos: </li></ul><ul><ul><li>MID Brasil: são pouco mais de 4/5 no interior e 1/5 na capital </li></ul></ul><ul><ul><li>Censo Maranhão: está em torno de 3/4 no interior e 1/4 na capital </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>muitos municípios em áreas isoladas e com baixa densidade populacional, inclusive em regiões de floresta </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>enorme quantidade (quase 50%) de PIDs inativos, boa parte deles no interior </li></ul></ul></ul>
    17. 17. PRINCIPAIS RESULTADOS: Distribuição Capital e Interior <ul><li>PIDs pagos: </li></ul><ul><ul><li>MID Brasil: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>comparado aos PIDs gratuitos, a concentração é maior nas capitais, </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>mas ainda há mais no interior que na capital, 62%, contra 38% </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Censo Maranhão: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>essa proporção praticamente se repete: 59% contra 41% </li></ul></ul></ul>
    18. 18. PRINCIPAIS RESULTADOS: Distribuição Capital e Interior <ul><li>Censo Maranhão </li></ul><ul><ul><li>Presença de pelo menos um PID em cada um dos 217 municípios </li></ul></ul><ul><ul><li>Alta concentração em São Luis e em Imperatriz </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Densidade populacional e disponibilidade de conexão </li></ul></ul></ul>
    19. 19. PRINCIPAIS RESULTADOS: Distribuição Capital e Interior <ul><li>Censo Maranhão </li></ul><ul><ul><li>146 municípios com PIDs ativos e inativos </li></ul></ul><ul><ul><li>60 municípios com todos os PIDs ativos </li></ul></ul><ul><ul><li>Maior concentração de PIDs inativos no interior (85%) </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>11 municípios apresentam-se com os todos PIDs inativos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Tendência a que a maior parte se distribua justamente onde há menos PIDs por município </li></ul></ul></ul>
    20. 20. PRINCIPAIS RESULTADOS: Programas de Apoio de ID <ul><li>Ausência de conhecimento/ entendimento dos respondentes das Pesquisas no segmento PIDs de acesso gratuito sobre a presença de vínculos com instituições apoiadoras de ID </li></ul><ul><ul><li>Respondente focado em questões técnicas </li></ul></ul><ul><ul><li>Integração horizontal fraca entre níveis de governo </li></ul></ul><ul><ul><li>Atendimento on-line do MID </li></ul></ul>
    21. 21. PRINCIPAIS RESULTADOS: Vinculação Institucional <ul><li>PIDs gratuitos (questão complicada) </li></ul><ul><li>MID Brasil e Censo Maranhão </li></ul><ul><ul><ul><li>A maioria absoluta dos Laboratórios de Informática informa estar vinculado a escolas </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>mas há escolas que consideram que seus “laboratórios” são melhor denominados como “telecentros”. </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Apenas 4% dos Telecentros considera-se em escolas </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Questão a ser pensada no próximo instrumental </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>classificação mais dura: haver a opção “laboratórios de informática em escolas públicas”. </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Há 81% de Laboratórios que se dizem vinculados a escolas (menos do que o esperado), e há 41% de Telecentros que se dizem vinculados a escolas. </li></ul></ul></ul>
    22. 22. PRINCIPAIS RESULTADOS: Vinculação Institucional <ul><li>PIDs pagos </li></ul><ul><ul><li>MID Brasil seriam 69% que são independentes (é o próprio negócio) </li></ul></ul><ul><ul><li>Censo Maranhão há 63% que dizem não ter vinculação, percentagens muito próximas. </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Questão a ser pensada no próximo instrumental </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>Localização (“estabelecimento comercial”, “residência”, etc.), e não a “vinculação”. </li></ul></ul></ul></ul>
    23. 23. PRINCIPAIS RESULTADOS: Tempo de Permanência no Mesmo Endereço <ul><li>Aspectos a serem observados: </li></ul><ul><ul><li>Percentual de PIDs criados: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>nos últimos 6 meses: </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>indicador de crescimento mais ou menos acelerado, </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>há mais de 4 anos: </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><li>indicador de estabilidade. </li></ul></ul></ul></ul>
    24. 25. PRINCIPAIS RESULTADOS: Tempo de Permanência no Mesmo Endereço <ul><ul><li>Entre os PIDs gratuitos, os dados do Maranhão também indicam um processo mais recente e mais acelerado de criação de PIDs, mesmo com todos os problemas relatados ao longo do estudo, o que deve ser reflexo dos dados negativos sobre a inclusão digital neste estado trazidos por levantamentos como a PNAD de 2005. </li></ul></ul>
    25. 26. Tempo de Permanência no mesmo Endereço – PIDs Pagos
    26. 27. MID Brasil Computadores com e sem conexão
    27. 28. Censo Maranhão Computadores com e sem conexão
    28. 29. PRINCIPAIS RESULTADOS Computadores Disponíveis com e sem Conexão à Internet <ul><li>Censo Maranhão: PIDs pagos </li></ul><ul><ul><li>São menores, com menor público em municípios com baixa densidade populacional, e em negócios com infra-estrutura mais precária do que em geral no Brasil. </li></ul></ul><ul><ul><li>A baixa média de computadores com acesso não significa que haja muitos PIDs sem acesso, pois o negócio não funciona sem Internet; a quantidade de computadores é, efetivamente, baixa por PID. </li></ul></ul>
    29. 30. PRINCIPAIS RESULTADOS Idade dos Computadores Disponíveis nos PIDs <ul><ul><li>Reflete a criação de novos PIDs e a atualização da base instalada. </li></ul></ul><ul><ul><li>Quanto mais computadores com menos de seis meses ou menos de um ano, melhor. </li></ul></ul><ul><ul><li>Até dois anos é um limite razoável de tempo de uso, embora com o uso intensivo o desgaste seja maior. </li></ul></ul>
    30. 31. Idade dos Computadores Disponíveis nos PIDs
    31. 32. PRINCIPAIS RESULTADOS Idade dos Computadores Disponíveis nos PIDs <ul><li>PIDs pagos </li></ul><ul><li>MID Brasil e Censo Maranhão </li></ul><ul><ul><li>55% dos computadores têm menos de um ano </li></ul></ul><ul><li>Lógica de funcionamento muito direta: </li></ul><ul><ul><li>atualização constante para conseguir manter-se no mercado, </li></ul></ul><ul><ul><li>maior desgaste dos computadores pelo uso mais intenso (muitas horas por dia, alta rotatividade). </li></ul></ul>
    32. 33. Sistema Operacional em Uso
    33. 34. PRINCIPAIS RESULTADOS Serviços Oferecidos Conforme Escala de Importância (*) <ul><li>PIDs gratuitos </li></ul><ul><li>MID Brasil e Censo Maranhão </li></ul><ul><ul><li>Nos Telecentros Brasil, apenas “Acesso a Internet” e “Treinamento em Informática” se destacam. </li></ul></ul><ul><ul><li>Nos Laboratórios de Informática , esses serviços são considerados os mais importantes, com grande diferença para todos os outros. </li></ul></ul><ul><ul><li>Nos Telecentros Maranhão, além desses, “Oficinas comunitárias” e “Elaborações de currículos e textos” são os serviços mais valorizados. </li></ul></ul><ul><ul><li>(*) excesso de faixas (5) e a dificuldade de coordenar e comparar as gradações </li></ul></ul>
    34. 35. PRINCIPAIS RESULTADOS Serviços Oferecidos Conforme Escala de Importância (*) <ul><li>PIDs pagos </li></ul><ul><li>MID Brasil </li></ul><ul><ul><li>“ Acesso a Internet”, “Jogos” “Serviços de Impressão” e “Elaborações de currículos e textos” são os mais valorizados. </li></ul></ul><ul><li>Censo Maranhão </li></ul><ul><ul><li>“ Acesso a Internet” e “Jogos”. </li></ul></ul><ul><li>(*) excesso de faixas (5) e a dificuldade de coordenar e comparar as gradações </li></ul>
    35. 36. Programas Administrativos Instalados
    36. 37. PRINCIPAIS RESULTADOS Quantitativos de Usuários Únicos Atendidos (*) <ul><li>PIDs pagos e gratuitos </li></ul><ul><li>MID Brasil </li></ul><ul><ul><li>a primeira faixa vai até 150 usuários, e também concentra a maioria dos PIDs </li></ul></ul><ul><li>Censo Maranhão </li></ul><ul><ul><li>a primeira faixa é até 100 e a maioria ai se concentra </li></ul></ul><ul><ul><li>outras faixas, no Brasil e no Maranhão, tem baixos percentuais, o que indica que estas deveriam ser melhor distribuídas para uma melhor análise </li></ul></ul><ul><li>(*) excesso de faixas; no Censo Maranhão foram usadas faixas diferentes </li></ul>
    37. 38. PRINCIPAIS RESULTADOS Freqüência de Atendimento Conforme Faixa Etária dos Usuários (*) <ul><li>Faixas prevalentes </li></ul><ul><li>MID Brasil e Censo Maranhão </li></ul><ul><ul><li>Nos Laboratórios de Informática a tendência mais forte é a do atendimento de crianças e jovens até 16 anos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Nos Telecentros e PIDs pagos a faixa prevalente é a de 16 a 21 anos. </li></ul></ul><ul><li>(*) as gradações de “reduzida” a “muito grande” dificultam a classificação pelo respondente a posterior análise das respostas. </li></ul>
    38. 39. PRINCIPAIS RESULTADOS Média de Atendimentos Diários <ul><li>PIDs gratuitos </li></ul><ul><li>MID Brasil e Censo Maranhão </li></ul><ul><ul><li>até 40 atendimentos </li></ul></ul><ul><li>PIDs pagos </li></ul><ul><li>MID Brasil </li></ul><ul><ul><li>até 60 atendimentos </li></ul></ul><ul><li>Censo Maranhão </li></ul><ul><ul><li>até 40 atendimentos </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>pequena quantidade de computadores disponíveis </li></ul></ul></ul><ul><li>Obs: O negócio não funciona sem Internet. </li></ul>
    39. 40. PRÓXIMA RODADA DAS PESQUISAS <ul><li>Principais Recomendações </li></ul><ul><li>A aplicação desta pesquisa deve ter um forte sentido didático, de forma a que os PIDs se sintam estimulados a melhorar os muitos aspectos escondidos nas perguntas. </li></ul><ul><li>Como garantir que a pessoa que responde é a mais adequada, que entende o enunciado e tem acesso às informações para respondê-las? </li></ul>
    40. 41. PRÓXIMA RODADA DAS PESQUISAS <ul><li>Principais Recomendações </li></ul><ul><li>Todas as perguntas com alto nível de não respondentes precisam ser revisadas, para verificar se a pergunta é relevante, se é bem formulada, se é adequada, e se as respostas dão conta das opções existentes. </li></ul><ul><li>Buscar a redução das opções de resposta e a compatibilização com IBGE, CGI.br e ONID. </li></ul>
    41. 42. PRÓXIMA RODADA DAS PESQUISAS <ul><li>Principais Recomendações </li></ul><ul><li>Os PIDs parecem ter dúvidas sobre o que são, e as opções disponíveis talvez aumentem a confusão. </li></ul><ul><li>Apenas as “Lanhouses” se identificam sem problemas, pois os “Cibercafés” geram confusão, já que há projetos do Terceiro Setor e de governo que chamam seus PIDs de “cibercafé”, talvez no sentido de atrair os usuários com uma linguagem mais moderna. E algumas escolas chamam seus laboratórios de “telecentros”, criando assim mais ruído. </li></ul>
    42. 43. PRÓXIMA RODADA DAS PESQUISAS <ul><li>Principais Recomendações </li></ul><ul><li>O processo de levantamento de dados quantitativos misturados a dados qualitativos é complexo por natureza. </li></ul><ul><li>Uma pesquisa através de um formulário longo e com questões com algum grau de dificuldade de compreensão, implica em um processo dialógico entre o entrevistador (presencial ou à distância) e o respondente visando afinar as respostas durante o preenchimento e registrar as dúvidas e sugestões de melhorias. </li></ul>
    43. 44. CONSIDERAÇÕES FINAIS E RECOMENDAÇÕES <ul><li>O objetivo da pesquisa e do estudo aqui apresentado não é acadêmico, mas servir de base para compreender a situação das instâncias de inclusão digital, e auxiliar no desenvolvimento destas iniciativas e nas políticas que as fomentam e apóiam. </li></ul><ul><li>A condição mais gritante do levantamento é a identificação de PIDs gratuitos inativos em uma proporção absurda, sendo 51% entre os Laboratórios de Informática e 32% entre os Telecentros, e pelas mais diversas razões . </li></ul>
    44. 45. CONSIDERAÇÕES FINAIS E RECOMENDAÇÕES <ul><li>De que adianta iniciativas para criar novos PIDs se a tendência é que quase a metade deles fique inativo? Qual a credibilidade que um projeto de novos PIDs pode ter junto ao público, aos empresários que os poderiam apoiar, e a todos os parceiros que poderiam ser agregados ao projeto? </li></ul>
    45. 46. CONSIDERAÇÕES FINAIS E RECOMENDAÇÕES <ul><li>Há hoje um interesse compreensível pelo fenômeno do rápido crescimento do número e do espalhamento geográfico das lanhouses e cibercafés (PIDs pagos), o que explicita a grande demanda por estes serviços. </li></ul>
    46. 47. CONSIDERAÇÕES FINAIS E RECOMENDAÇÕES <ul><li>A prioridade no entanto deve ser mantida nos PIDs gratuitos, inclusive com o resgate dos inativos, os quais, muitas vezes, estão aguardando apenas a conexão a Internet, ou a designação de mão de obra. </li></ul><ul><li>E há espaços públicos que estão quase ausentes no levantamento aqui comentado, e que teriam um papel fundamental a cumprir neste contexto, que são as bibliotecas públicas. </li></ul>

    ×