Prinart. Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola

2.214 visualizações

Publicada em

Prinart. Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola.
Seduc MT, Escola Prof.ª Eunice Souza dos santos, Rondonópolis-MT

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Prinart. Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola

  1. 1. Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola
  2. 2. Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola Escola Est. Prof.ª Eunice Souza dos Santos Rondonópolis MT MÚSICA TEATRO DANÇA ARTES
  3. 3. Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola
  4. 4. Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola É crescente e positivo o resultado que a arte/música pode proporcionar ao ser humano. Embora esteja tão infiltrada na sociedade, ainda são poucos os que têm acesso direto a elas. Uma grande verdade é que aprender a tocar um instrumento musical ou aprender a desenhar, pintar, entre outras artes, é em grande parte, o sonho de muitas crianças. Desta maneira, a escola deve proporcionar momentos dos quais os alunos se apropriem de todo tipo de cultura conforme consta na LDB 9394/96. Na atual Lei de Diretrizes e Bases, “Artes” foi reconhecida como disciplina, tendo seu ensino se tornado obrigatório na educação: parágrafo 2º do artigo 26: O ensino da arte constituirá componente curricular obrigatório, nos diversos níveis da educação básica, de forma a promover o desenvolvimento cultural dos alunos. Assim, a matéria é composta da seguinte maneira : Artes Plásticas, Artes Cênicas, Dança e Música, conforme se tornou obrigatória a partir de 2008 com o uso da Lei Federal 11.769
  5. 5. Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola
  6. 6. Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola Como respaldo às ARTES em todas as suas dimensões, O ECA ( Estatuto da Criança e do adolescente) diz que: art. 4º É dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do poder público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária.( LEI Nº 8.069, DE 13 DE JULHO DE 1990.) Isso assegura o direito de todos ao mundo artístico e cultura.
  7. 7. Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola
  8. 8. Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola Desta maneira, a arte deve ser trabalhada de forma interdisciplinar na escola proporcionando entrosamento entre todas as áreas e assim, ser usada como aliada à educação, criando momentos agradáveis, ajudando na socialização, concentração e direcionada como apoio as ações pedagógicas desenvolvidas. Cabe, portanto ao professor ter conhecimento dos benefícios que o projeto ou aulas irá trazer às crianças como também possuir características próprias para desempenhar tal função, pois em hipótese alguma tanto aula quanto projetos deverá ser levado como forma somente de entretenimento, ou seja; como forma de lazer e recreação, mas, como agente de formação no desenvolvimento do aluno enquanto ser.
  9. 9. Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola
  10. 10. Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola O “Prinart” (Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola) é um dos projetos educativos criado pela (SEDUC MT) Secretaria de Estado de Educação do Mato Grosso , acompanhado por meio da Coordenadoria de Projetos Educativos, sendo desenvolvido por professores capacitados nas seguintes áreas : teatro, dança, artes plásticas e música. Atualmente, segundo “Guilherme Costa”, técnico da Coordenadoria de Projetos Educativos, da Seduc, estima-se que 174 unidades escolares no estado, estão desenvolvendo o Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola. Guilherme, enfatiza ainda que o projeto oferece várias atividades ligadas, direta ou indiretamente, à música/arte na educação, como uma das referências na construção do processo de ensino e aprendizagem ( Fonte de pesquisa: (http://www.seduc.mt.gov.br/Prinart )
  11. 11. Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola
  12. 12. Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola Vale ressaltar que as escolas que ofertam as atividades do projeto podem escolher as modalidades das quais lhes sejam disponíveis ou convenientes de acordo com a realidade do local e da unidade escolar. Os alunos participam das oficinas de acordo com o cronograma escolar, sendo flexível a horários onde sejam convenientes a todos, inclusive os professores. Caso não haja um local fixo, as aulas poderão ser feitas onde houver espaço livre ou adequado. Salas, biblioteca, laboratório, pátio, salão de reuniões, refeitório, etc. No caso da Escola Prof.ª Eunice Souza dos Santos em Rondonópolis-MT, são usados todos os espaços nos dias livres de atividades com professores.
  13. 13. Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola
  14. 14. Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola Além das oficinas específicas, o professor reforça a importância do acompanhamento pedagógico direcionado a cada aluno. Assim, os mesmos, desenham, escrevem, brincam, pintam, socializam e interagem um com o outro, ajudando nas dificuldades de cada um. Aos alunos “Especiais” que apresentam alguma dificuldade de aprendizagem, é dada uma atenção maior de forma que o mesmo acompanhe as propostas com mais empenho.
  15. 15. Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola
  16. 16. Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola As oficinas de arte, violão ( e as inseridas , de coral e flauta) são realizadas nos dias de segunda, quarta e quinta feira sempre no contra turno e atendendo atualmente 120 crianças. As oficinas são desenvolvidas pelo professor Raimundo Soares de Andrade, o mesmo é formado em Artes com habilitação em Música pela UFPR, Curitiba-PR, 2001. O projeto recebe todo o apoio da gestão escolar com acompanhamento do diretor João Gonçalves e as coordenadoras pedagógicas Daniely e Elisângela e acontece em consonância com o PPP ( Projeto Político Pedagógico) e CDCE ( Conselho Deliberativo da Comunidade Escolar).
  17. 17. Projeto Interdisciplinar de Arte na Escola

×