SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
Pra modi que?
                         (Crônica de um matuto mato-grossense)
                                   Propostas para sala de aula
                               Língua Portuguesa. Gênero Crônica



-Pra modi que essa correria todu dia? Inté parece que’sse mundiu
ta doidiu.
-Pra modi que essa pricupação que’sse povo tem com um tar de
comprá comprá toda hora, como si o mundiu fossi acabá amanhã di
manhã?
-Pra modi que ficá trancadu dentro di casa como um prisidiário se
us ladrão tão tudo sorto lá fora vuano que nem urubu lá no arto do
céu?
-Pra modi que mudá toda hora um pedaço do corpo e tentá ficá
mais lindiu se as pessoa são obra bunita do Deus criadô?
-Pra modi que querê ser mio que os otrô se no finar, todo mundiu
vai pru mermo buraco quando virá difunto?
-Pra modi que todo esses trem de tecnologia, que quando nóis vê,
nóis tamu é mais longe e ao mermo tempo mais perto, e até as
máquina fala cá gente? Os ôtro mal faiz as coisa errada e todo
mundiu já sabe, é uma baita da fofocaiada só.
-Pra modi que comprá o mió carro se os otro carro também anda e
nos leva onde nóis qué?
-Pra modi que, achá que num precisa dus amigo, se na hora do
pirigo é ele que nos acode? E us farsos, num passa de traíra.
-Pra modi que, esse istressi todo se é mio vivê em paiz e soçegado
cum Deus e todo mundo? Nóis só deve é amá e respeitá.
-Pra modi que dizê que é cristão se na hora do vamu vê, num
mostra u amo de verdade, só sabi é vivê na farsidade?
-Pra modi que, dizê que nóis é paíz educado se a nossa educação
é uma das pió do mundiu e essis minino de hoji num sabe nem
mais lê e iscrevê direito.
-Pra modi que acreditá nus pulítico se nóis põe eles lá em cima e
eles nos arma farcatrua e nós roba por traiz e pur frente e dispois
nus bota lá em baixo?
-Pra modi que, existe justiça se quem manda mermo é quem tem
dinhêro? Mas ó, quem roba galinha fica preso numa selinha.
-Pra modi que nóis paga imposto se quando nóis precisa, nóis fica é
nu incosto. É um monte de minréis recolhido e nóis fica é
esquecido.
-Pra modi que, nóis qué um prano de saúde, se a saúde tá mais
morta que nóis tudo? Nóis tem fila di ispera inté nu funerár.
-Pra modi que as pessoa vão na igreja se fora delas, muntius agi
que nem gente ruim e dá inté vergonha di dizê que é crente?
-Pra modi que, respeitar us outro se nóis num é respeitado só
purque nóis é o que é ?
-Pra modi que si metê na vida dus otros se oçê num sabi nem cuidá
da sua?
-Pra modi que se pricupá cum jeito que iscrevi, se no finá todo
mundiu vai intendê o que tô falanu?
-Valei-me nosso Sinhô Jésus Cristo. Pra modi que tudo isso?
-É mio sentá num baquinho e toma meu teréré bem quietinho, cum
minha famíia du lado por que nu finar, nóis vive é bem dimais da
conta e num sei pra modi que si pricupar...desse jeito.

Perguntas reflexivas e discursivas sobre o texto.
   1- O que o matuto quer dizer com a expressão “Pra modi que?
   2- Quem é o matuto?
   3- Qual a relação do matuto com o homem do dia a dia?
   4- Que linguagem de falar e escrever o matuto usa?
   5- Quais os assuntos pertinentes inseridos no texto?
   6- Qual a preocupação central do matuto?
   7- Onde e em que momento você se identifica com o matuto.
   8- Enumere as palavras escritas de forma errada e procure
      reescrevê-la na forma correta.
   9- O que mudaria na crônica caso as palavras estivessem
      escritas de forma certa?
  10- Quais os conceitos de vida apresentados pelo matuto.
  11- Quais os sistemas criticados pelo matuto?
  12- Explique a expressão: Valei-me nosso Sinhô Jésus Cristo. Pra
      modi que tudo isso?
  13- Qual ensino que o matuto passa no final do texto para não
      ficar tão preocupado com todas as coisas questionadas por
      ele mesmo?
  14- Existem figuras de linguagem na crônica? Identifique.
  15- Será que a preocupação do matuto é só de um mato-
      grossense?
Raimundo Soares de Andrade é coordenador da Escola Estadual Profª Eunice
Souza dos Santos em Rondonópolis-MT

                       Visite o Blog do autor:
            http://prrsoaresamigodedeus.blogspot.com/

Mais conteúdo relacionado

Mais de Seduc MT

Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoaresSaudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoaresSeduc MT
 
Fake news, fato ou boato? prrsoares
Fake news, fato ou boato? prrsoaresFake news, fato ou boato? prrsoares
Fake news, fato ou boato? prrsoaresSeduc MT
 
Poesia em movimento. Aula prática de Dança
Poesia em movimento. Aula prática de DançaPoesia em movimento. Aula prática de Dança
Poesia em movimento. Aula prática de DançaSeduc MT
 
Exposição de telas. Pintura com giz de cera
Exposição de telas. Pintura com giz de ceraExposição de telas. Pintura com giz de cera
Exposição de telas. Pintura com giz de ceraSeduc MT
 
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINARTExposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINARTSeduc MT
 
PRINART. Arte natalina em pet
PRINART. Arte natalina em petPRINART. Arte natalina em pet
PRINART. Arte natalina em petSeduc MT
 
Exposição de Brinquedos com PET. PRINART
Exposição de Brinquedos com PET. PRINARTExposição de Brinquedos com PET. PRINART
Exposição de Brinquedos com PET. PRINARTSeduc MT
 
Por amor à Gabby, no tom da vida II
Por amor à Gabby, no tom da vida IIPor amor à Gabby, no tom da vida II
Por amor à Gabby, no tom da vida IISeduc MT
 
Ser músico. prrsoares
Ser músico. prrsoaresSer músico. prrsoares
Ser músico. prrsoaresSeduc MT
 
Doe VIDA. doe SANGUE !
Doe VIDA. doe SANGUE !  Doe VIDA. doe SANGUE !
Doe VIDA. doe SANGUE ! Seduc MT
 
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoaresImagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoaresSeduc MT
 
Fazer o bem, faz bem!
Fazer o bem, faz bem!Fazer o bem, faz bem!
Fazer o bem, faz bem!Seduc MT
 
A Essência do amor. prrsoares
A Essência do amor. prrsoaresA Essência do amor. prrsoares
A Essência do amor. prrsoaresSeduc MT
 
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.Seduc MT
 
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoares
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoaresPorque a vida é feita de escolhas. prrsoares
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoaresSeduc MT
 
No tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
No tom da vida. prrsoares e Gabby MarquesNo tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
No tom da vida. prrsoares e Gabby MarquesSeduc MT
 
A Canção da meia noite. prrsoares
A Canção da meia noite. prrsoaresA Canção da meia noite. prrsoares
A Canção da meia noite. prrsoaresSeduc MT
 
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...Seduc MT
 
Árvore Genealógica de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
Árvore Genealógica  de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de AndradeÁrvore Genealógica  de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
Árvore Genealógica de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de AndradeSeduc MT
 
A Menina que Sonhava. prrsoares
A Menina que Sonhava. prrsoaresA Menina que Sonhava. prrsoares
A Menina que Sonhava. prrsoaresSeduc MT
 

Mais de Seduc MT (20)

Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoaresSaudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
 
Fake news, fato ou boato? prrsoares
Fake news, fato ou boato? prrsoaresFake news, fato ou boato? prrsoares
Fake news, fato ou boato? prrsoares
 
Poesia em movimento. Aula prática de Dança
Poesia em movimento. Aula prática de DançaPoesia em movimento. Aula prática de Dança
Poesia em movimento. Aula prática de Dança
 
Exposição de telas. Pintura com giz de cera
Exposição de telas. Pintura com giz de ceraExposição de telas. Pintura com giz de cera
Exposição de telas. Pintura com giz de cera
 
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINARTExposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
 
PRINART. Arte natalina em pet
PRINART. Arte natalina em petPRINART. Arte natalina em pet
PRINART. Arte natalina em pet
 
Exposição de Brinquedos com PET. PRINART
Exposição de Brinquedos com PET. PRINARTExposição de Brinquedos com PET. PRINART
Exposição de Brinquedos com PET. PRINART
 
Por amor à Gabby, no tom da vida II
Por amor à Gabby, no tom da vida IIPor amor à Gabby, no tom da vida II
Por amor à Gabby, no tom da vida II
 
Ser músico. prrsoares
Ser músico. prrsoaresSer músico. prrsoares
Ser músico. prrsoares
 
Doe VIDA. doe SANGUE !
Doe VIDA. doe SANGUE !  Doe VIDA. doe SANGUE !
Doe VIDA. doe SANGUE !
 
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoaresImagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
 
Fazer o bem, faz bem!
Fazer o bem, faz bem!Fazer o bem, faz bem!
Fazer o bem, faz bem!
 
A Essência do amor. prrsoares
A Essência do amor. prrsoaresA Essência do amor. prrsoares
A Essência do amor. prrsoares
 
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
 
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoares
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoaresPorque a vida é feita de escolhas. prrsoares
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoares
 
No tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
No tom da vida. prrsoares e Gabby MarquesNo tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
No tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
 
A Canção da meia noite. prrsoares
A Canção da meia noite. prrsoaresA Canção da meia noite. prrsoares
A Canção da meia noite. prrsoares
 
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
 
Árvore Genealógica de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
Árvore Genealógica  de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de AndradeÁrvore Genealógica  de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
Árvore Genealógica de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
 
A Menina que Sonhava. prrsoares
A Menina que Sonhava. prrsoaresA Menina que Sonhava. prrsoares
A Menina que Sonhava. prrsoares
 

Último

QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxJosAurelioGoesChaves
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 

Último (20)

QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 

O matuto questiona os problemas do mundo moderno

  • 1. Pra modi que? (Crônica de um matuto mato-grossense) Propostas para sala de aula Língua Portuguesa. Gênero Crônica -Pra modi que essa correria todu dia? Inté parece que’sse mundiu ta doidiu. -Pra modi que essa pricupação que’sse povo tem com um tar de comprá comprá toda hora, como si o mundiu fossi acabá amanhã di manhã? -Pra modi que ficá trancadu dentro di casa como um prisidiário se us ladrão tão tudo sorto lá fora vuano que nem urubu lá no arto do céu? -Pra modi que mudá toda hora um pedaço do corpo e tentá ficá mais lindiu se as pessoa são obra bunita do Deus criadô? -Pra modi que querê ser mio que os otrô se no finar, todo mundiu vai pru mermo buraco quando virá difunto? -Pra modi que todo esses trem de tecnologia, que quando nóis vê, nóis tamu é mais longe e ao mermo tempo mais perto, e até as máquina fala cá gente? Os ôtro mal faiz as coisa errada e todo mundiu já sabe, é uma baita da fofocaiada só. -Pra modi que comprá o mió carro se os otro carro também anda e nos leva onde nóis qué? -Pra modi que, achá que num precisa dus amigo, se na hora do pirigo é ele que nos acode? E us farsos, num passa de traíra. -Pra modi que, esse istressi todo se é mio vivê em paiz e soçegado cum Deus e todo mundo? Nóis só deve é amá e respeitá. -Pra modi que dizê que é cristão se na hora do vamu vê, num mostra u amo de verdade, só sabi é vivê na farsidade? -Pra modi que, dizê que nóis é paíz educado se a nossa educação é uma das pió do mundiu e essis minino de hoji num sabe nem mais lê e iscrevê direito. -Pra modi que acreditá nus pulítico se nóis põe eles lá em cima e eles nos arma farcatrua e nós roba por traiz e pur frente e dispois nus bota lá em baixo? -Pra modi que, existe justiça se quem manda mermo é quem tem dinhêro? Mas ó, quem roba galinha fica preso numa selinha. -Pra modi que nóis paga imposto se quando nóis precisa, nóis fica é nu incosto. É um monte de minréis recolhido e nóis fica é esquecido.
  • 2. -Pra modi que, nóis qué um prano de saúde, se a saúde tá mais morta que nóis tudo? Nóis tem fila di ispera inté nu funerár. -Pra modi que as pessoa vão na igreja se fora delas, muntius agi que nem gente ruim e dá inté vergonha di dizê que é crente? -Pra modi que, respeitar us outro se nóis num é respeitado só purque nóis é o que é ? -Pra modi que si metê na vida dus otros se oçê num sabi nem cuidá da sua? -Pra modi que se pricupá cum jeito que iscrevi, se no finá todo mundiu vai intendê o que tô falanu? -Valei-me nosso Sinhô Jésus Cristo. Pra modi que tudo isso? -É mio sentá num baquinho e toma meu teréré bem quietinho, cum minha famíia du lado por que nu finar, nóis vive é bem dimais da conta e num sei pra modi que si pricupar...desse jeito. Perguntas reflexivas e discursivas sobre o texto. 1- O que o matuto quer dizer com a expressão “Pra modi que? 2- Quem é o matuto? 3- Qual a relação do matuto com o homem do dia a dia? 4- Que linguagem de falar e escrever o matuto usa? 5- Quais os assuntos pertinentes inseridos no texto? 6- Qual a preocupação central do matuto? 7- Onde e em que momento você se identifica com o matuto. 8- Enumere as palavras escritas de forma errada e procure reescrevê-la na forma correta. 9- O que mudaria na crônica caso as palavras estivessem escritas de forma certa? 10- Quais os conceitos de vida apresentados pelo matuto. 11- Quais os sistemas criticados pelo matuto? 12- Explique a expressão: Valei-me nosso Sinhô Jésus Cristo. Pra modi que tudo isso? 13- Qual ensino que o matuto passa no final do texto para não ficar tão preocupado com todas as coisas questionadas por ele mesmo? 14- Existem figuras de linguagem na crônica? Identifique. 15- Será que a preocupação do matuto é só de um mato- grossense? Raimundo Soares de Andrade é coordenador da Escola Estadual Profª Eunice Souza dos Santos em Rondonópolis-MT Visite o Blog do autor: http://prrsoaresamigodedeus.blogspot.com/