SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
Baixar para ler offline
Sobre a Relação
Professor-Aluno
Aluno-Professor
ESCOLA
? ?
10 Perguntas Reflexivas sobre a Relação
Aluno-Professor/Professor-Aluno
no ambiente escolar
Sobre o texto
“A INTERAÇÃO
PROFESSOR – ALUNO NO
PROCESSO EDUCATIVO”
de Luiza de Souza Müller
A Relação Aluno-Professor/Professor-Aluno no ambiente escolar
exige da parte da gestão escolar e do corpo docente/discente uma
atenção especial, haja vista que a mesma interfere diretamente no
ensino aprendizagem do aluno. Assim, pergunta-se: como mediar
as situações conflituosas no relacionamento entre Aluno-
Professor/Professor-Aluno dentro da unidade escolar de maneira
que se consiga obter um clima agradável entre todos através do
diálogo, tendo em vista a o melhoramento na qualidade da
educação?
As perguntas a seguir apenas visam fomentar essa
discussão na busca de respostas que possam nortear tal
relacionamento no cotidiano escolar e podem ser
debatidas no Grupo de Estudos ou Sala do Educador dos
professores e demais profissionais da educação.
Raimundo Soares de Andrade, Coordenador Pedagógico
da Esc. Est. Prof.ª Eunice Souza dos Santos em Rondonópolis-MT
Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar
Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO
EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller**
1- A relação professor-aluno é uma
condição do processo de
aprendizagem, pois essa relação dinamiza
e dá sentido ao processo educativo.
Pergunta 1. Como podemos construir
essa dinamização de maneira que esse
processo de aprendizagem se torne mais
produtivo?
Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar
Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO
EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller**
2- A relação professor- aluno pode se
mostrar conflituosa, pois se baseia no
convívio de classes sociais, culturas, valores
e objetivos diferentes.
Pergunta 2. Como trabalhar a diversidade
de valores no ambiente escolar de maneira
que se alcance o respeito mútuo entre todos
os envolvidos?
Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar
Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO
EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller**
3- De acordo com LIBÂNEO (1994, p. 251), o professor não
transmite apenas informações ou faz perguntas, ele também deve ouvir
os alunos: “Não estamos falando da afetividade do professor para com
determinados alunos, nem de amor pelas crianças. A relação maternal
ou paternal deve ser evitada, porque a escola não é um lar. Os alunos
não são nossos sobrinhos e muito menos filhos. Na sala de aula, o
professor se relaciona com o grupo de alunos. Ainda que o professor
necessite atender um aluno especial ou que os alunos trabalhem
individualmente, a interação deve estar voltada para a atividade de
todos os alunos em torno dos objetivos e do conteúdo da aula.”
Pergunta 3- Como tornar o momento de ensino /aprendizagem
dinâmico atendendo e ouvindo os alunos em suas necessidades e
limitações?
Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar
Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO
EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller**
4- A escola, como um todo, passa por uma crise de
sentido; os alunos não sabem porque vão a ela, a
falta de significação do que é estudar, a evasão, a
reprovação e a violência que existem nas mais
diferentes formas acabam por transformar esta
relação professor-aluno ainda mais conflitante e
difícil de ser trabalhada.
Pergunta 4 : De que forma o professor pode
abrandar este conflito preocupando-se tanto com o
relacionamento emocional quanto afetivo?
Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar
Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO
EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller**
5- Incentivar as crianças e adolescentes a
pensarem filosoficamente não é uma tarefa fácil para
os professores desempenharem e, de certo modo, é
mais uma arte do que uma técnica, é uma arte que
requer a prática. O professor deve possuir habilidades
para passar o conteúdo da matéria, incentivando-os ao
estudo, fazendo-os levantar temas sobre o texto
dado, discutindo e escrevendo.
Pergunta 5 : Quais as habilidades que um professor
deve ter ou desenvolver para obter um bom
relacionamento entre seus alunos?
Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar
Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO
EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller**
6- O professor não pode ser autoritário a ponto
de achar que sua palavra é a lei, pois, quando há uma
falha na comunicação entre professor–aluno, aluno-
professor, poderá ocorrer o distanciamento das duas
partes, o que poderá prejudicar a relação; uma vez que
o diálogo é um elemento fundamental da
aprendizagem.
Pergunta 6 : Como exercer de forma sábia a
autoridade em sala de aula usando uma postura sem
apelo de autoritarismo ?
Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar
Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO
EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller**
7- A disciplina e o equilíbrio devem ser
mantidos em classe, para que o aprendizado não seja
prejudicado, e para que se desenvolva, no aluno, o
auto respeito, o autocontrole e o respeito, ficando o
professor atento para que certas situações não fujam
do limite.
Pergunta 7 : Como criar um clima de respeito, auto
respeito e autocontrole entre os alunos sem uso de
uma disciplina severa sem prejudicar o aprendizado
dos mesmos?
Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar
Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO
EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller**
8- No que foi exposto, vemos, portanto, que o
relacionamento professor-aluno é dinâmico, cabendo ao
professor ter sabedoria para lidar com cada situação que
se apresente e ter em mente que deverá estar ligado no
fato de que o ensinar não é apenas transmissão de
conhecimentos, mas também um total envolvimento com
situações e a formação de seus alunos como seres
pensantes e atuantes, capazes de construir o seu
conhecimento.
Pergunta 8 : Como criar um clima de respeito, auto
respeito e autocontrole entre os alunos sem uso de uma
disciplina severa sem prejudicar o aprendizado dos
mesmos?
Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar
Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO
EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller**
9- O professor como facilitador do
aprendizado deverá buscar a motivação de seus alunos.
Não é uma tarefa fácil, pois a falta de motivação pode ter
origem em problemas particulares diversos do aluno.
Pergunta 9 : Como motivar alguém que não tem essa
motivação interna e se mostra apático em aprender?
Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar
Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO
EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller**
10-: Podemos também reforçar a importância
do diálogo usando FREIRE (1996, p.95): estimular a
pergunta, a reflexão crítica sobre a própria pergunta, o
que se pretende com essa ou aquela pergunta (...) o
fundamental é que professor e alunos saibam que a
postura deles é dialógica, aberta, curiosa, indagadora e
não apassivada, enquanto falam ou enquanto ouvem.
Pergunta 10
Que postura o professor deve ter antes aos conflitos
presentes em sala de aula?
Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar
Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO
EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller**
http://www.usjt.br/proex/arquivos/produtos_acade
micos/276_31.pdf

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Motivação em sala de aula
Motivação em sala de aulaMotivação em sala de aula
Motivação em sala de aulaRoselene Rocha
 
ATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de Aula
ATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de AulaATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de Aula
ATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de AulaClaudia Elisabete Silva
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemGerdian Teixeira
 
As Principais Correntes Pedagógicas
As Principais Correntes PedagógicasAs Principais Correntes Pedagógicas
As Principais Correntes PedagógicasJessica Nuvens
 
Didática relação professor /aluno
Didática relação professor /alunoDidática relação professor /aluno
Didática relação professor /alunotaniaamorim23
 
Organização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaUlisses Vakirtzis
 
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)Mario Amorim
 
Slides planejamento escolar
Slides planejamento escolarSlides planejamento escolar
Slides planejamento escolarAnanda Lima
 
Reunião pedagógica rosane gorges
Reunião pedagógica   rosane gorgesReunião pedagógica   rosane gorges
Reunião pedagógica rosane gorgesluannagorges
 
Relatório de gestão escolar
Relatório de gestão escolarRelatório de gestão escolar
Relatório de gestão escolarMaryanne Monteiro
 
Formação continuada de professores
Formação continuada de professoresFormação continuada de professores
Formação continuada de professoresditadoida
 

Mais procurados (20)

Motivação em sala de aula
Motivação em sala de aulaMotivação em sala de aula
Motivação em sala de aula
 
ATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de Aula
ATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de AulaATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de Aula
ATPC Como Espaço de Formação - Gestão da Sala de Aula
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
 
inclusão escolar
inclusão escolarinclusão escolar
inclusão escolar
 
Conselho de classe
Conselho de classeConselho de classe
Conselho de classe
 
As Principais Correntes Pedagógicas
As Principais Correntes PedagógicasAs Principais Correntes Pedagógicas
As Principais Correntes Pedagógicas
 
Didática relação professor /aluno
Didática relação professor /alunoDidática relação professor /aluno
Didática relação professor /aluno
 
Organização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escola
 
Gestão da Sala de Aula
Gestão da Sala de Aula Gestão da Sala de Aula
Gestão da Sala de Aula
 
Gestão de sala de aula
Gestão de sala de aulaGestão de sala de aula
Gestão de sala de aula
 
Aula nota 10
Aula nota 10Aula nota 10
Aula nota 10
 
BNCC na prática
BNCC na práticaBNCC na prática
BNCC na prática
 
Educação inclusiva
Educação inclusivaEducação inclusiva
Educação inclusiva
 
Projeto politico pedagogico PPP
Projeto politico pedagogico PPPProjeto politico pedagogico PPP
Projeto politico pedagogico PPP
 
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
Métodos de Ensino - Texto de Libâneo (1994)
 
Slides planejamento escolar
Slides planejamento escolarSlides planejamento escolar
Slides planejamento escolar
 
Reunião pedagógica rosane gorges
Reunião pedagógica   rosane gorgesReunião pedagógica   rosane gorges
Reunião pedagógica rosane gorges
 
Relatório de gestão escolar
Relatório de gestão escolarRelatório de gestão escolar
Relatório de gestão escolar
 
Formação continuada de professores
Formação continuada de professoresFormação continuada de professores
Formação continuada de professores
 
Pauta
PautaPauta
Pauta
 

Semelhante a Relação Aluno-Professor

RELAÇÕES PROFESSOR-ALUNOS NO INÍCIO DA DOCÊNCIA DE UMA JOVEM PROFESSORA UNIVE...
RELAÇÕES PROFESSOR-ALUNOS NO INÍCIO DA DOCÊNCIA DE UMA JOVEM PROFESSORA UNIVE...RELAÇÕES PROFESSOR-ALUNOS NO INÍCIO DA DOCÊNCIA DE UMA JOVEM PROFESSORA UNIVE...
RELAÇÕES PROFESSOR-ALUNOS NO INÍCIO DA DOCÊNCIA DE UMA JOVEM PROFESSORA UNIVE...ProfessorPrincipiante
 
4.relacao professor aluno
4.relacao professor aluno4.relacao professor aluno
4.relacao professor alunoAlba Mate Mate
 
RelaçãO Professor Aluno
RelaçãO Professor AlunoRelaçãO Professor Aluno
RelaçãO Professor Alunoguest1c37d0
 
O que se espera do professor universitário hoje
O que se espera do professor universitário hojeO que se espera do professor universitário hoje
O que se espera do professor universitário hojeAndré Boaratti
 
O que se espera do professor universitário hoje
O que se espera do professor universitário hojeO que se espera do professor universitário hoje
O que se espera do professor universitário hojeAndré Boaratti
 
Relação professor
Relação professorRelação professor
Relação professorDeia Araujo
 
40868 texto do artigo-171561-1-10-20160419
40868 texto do artigo-171561-1-10-2016041940868 texto do artigo-171561-1-10-20160419
40868 texto do artigo-171561-1-10-20160419patyferrari2
 
PSICOPEDAGOGIA - INDISCIPLINA NA SALA DE AULA - CLAIRTON ROCHA
PSICOPEDAGOGIA - INDISCIPLINA NA SALA DE AULA - CLAIRTON ROCHAPSICOPEDAGOGIA - INDISCIPLINA NA SALA DE AULA - CLAIRTON ROCHA
PSICOPEDAGOGIA - INDISCIPLINA NA SALA DE AULA - CLAIRTON ROCHAClairton Rocha
 
ENTENDER AS ETAPAS DA ADOLESCÊNCIA É O PRIMEIRO PASSO PARA UM BOM RELACIONAM...
ENTENDER AS ETAPAS DA ADOLESCÊNCIA É O PRIMEIRO PASSO  PARA UM BOM RELACIONAM...ENTENDER AS ETAPAS DA ADOLESCÊNCIA É O PRIMEIRO PASSO  PARA UM BOM RELACIONAM...
ENTENDER AS ETAPAS DA ADOLESCÊNCIA É O PRIMEIRO PASSO PARA UM BOM RELACIONAM...christianceapcursos
 
ENTENDER AS ETAPAS DA ADOLESCÊNCIA É O PRIMEIRO PASSO PARA UM BOM RELACIONAM...
ENTENDER AS ETAPAS DA ADOLESCÊNCIA É O PRIMEIRO PASSO  PARA UM BOM RELACIONAM...ENTENDER AS ETAPAS DA ADOLESCÊNCIA É O PRIMEIRO PASSO  PARA UM BOM RELACIONAM...
ENTENDER AS ETAPAS DA ADOLESCÊNCIA É O PRIMEIRO PASSO PARA UM BOM RELACIONAM...christianceapcursos
 
Relação professor aluno
Relação professor alunoRelação professor aluno
Relação professor alunoRomes Heriberto
 
Trabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogica
Trabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogicaTrabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogica
Trabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogicaIslane Uefs
 
Concepções Teóricas de Aprendizagem Paulo Freire
Concepções Teóricas de Aprendizagem  Paulo FreireConcepções Teóricas de Aprendizagem  Paulo Freire
Concepções Teóricas de Aprendizagem Paulo FreireTatiane Ferreira
 
O que são realmente as dificuldades de aprendizagem
O que são realmente as dificuldades de aprendizagemO que são realmente as dificuldades de aprendizagem
O que são realmente as dificuldades de aprendizagemMaria Masarela Passos
 
Indisciplina escolar
Indisciplina escolarIndisciplina escolar
Indisciplina escolarCarla Choffe
 

Semelhante a Relação Aluno-Professor (20)

RELAÇÕES PROFESSOR-ALUNOS NO INÍCIO DA DOCÊNCIA DE UMA JOVEM PROFESSORA UNIVE...
RELAÇÕES PROFESSOR-ALUNOS NO INÍCIO DA DOCÊNCIA DE UMA JOVEM PROFESSORA UNIVE...RELAÇÕES PROFESSOR-ALUNOS NO INÍCIO DA DOCÊNCIA DE UMA JOVEM PROFESSORA UNIVE...
RELAÇÕES PROFESSOR-ALUNOS NO INÍCIO DA DOCÊNCIA DE UMA JOVEM PROFESSORA UNIVE...
 
4.relacao professor aluno
4.relacao professor aluno4.relacao professor aluno
4.relacao professor aluno
 
RelaçãO Professor Aluno
RelaçãO Professor AlunoRelaçãO Professor Aluno
RelaçãO Professor Aluno
 
O que se espera do professor universitário hoje
O que se espera do professor universitário hojeO que se espera do professor universitário hoje
O que se espera do professor universitário hoje
 
O que se espera do professor universitário hoje
O que se espera do professor universitário hojeO que se espera do professor universitário hoje
O que se espera do professor universitário hoje
 
Relação professor
Relação professorRelação professor
Relação professor
 
40868 texto do artigo-171561-1-10-20160419
40868 texto do artigo-171561-1-10-2016041940868 texto do artigo-171561-1-10-20160419
40868 texto do artigo-171561-1-10-20160419
 
Tese
TeseTese
Tese
 
PSICOPEDAGOGIA - INDISCIPLINA NA SALA DE AULA - CLAIRTON ROCHA
PSICOPEDAGOGIA - INDISCIPLINA NA SALA DE AULA - CLAIRTON ROCHAPSICOPEDAGOGIA - INDISCIPLINA NA SALA DE AULA - CLAIRTON ROCHA
PSICOPEDAGOGIA - INDISCIPLINA NA SALA DE AULA - CLAIRTON ROCHA
 
SLIDES_CLAIRTON.pdf
SLIDES_CLAIRTON.pdfSLIDES_CLAIRTON.pdf
SLIDES_CLAIRTON.pdf
 
ENTENDER AS ETAPAS DA ADOLESCÊNCIA É O PRIMEIRO PASSO PARA UM BOM RELACIONAM...
ENTENDER AS ETAPAS DA ADOLESCÊNCIA É O PRIMEIRO PASSO  PARA UM BOM RELACIONAM...ENTENDER AS ETAPAS DA ADOLESCÊNCIA É O PRIMEIRO PASSO  PARA UM BOM RELACIONAM...
ENTENDER AS ETAPAS DA ADOLESCÊNCIA É O PRIMEIRO PASSO PARA UM BOM RELACIONAM...
 
ENTENDER AS ETAPAS DA ADOLESCÊNCIA É O PRIMEIRO PASSO PARA UM BOM RELACIONAM...
ENTENDER AS ETAPAS DA ADOLESCÊNCIA É O PRIMEIRO PASSO  PARA UM BOM RELACIONAM...ENTENDER AS ETAPAS DA ADOLESCÊNCIA É O PRIMEIRO PASSO  PARA UM BOM RELACIONAM...
ENTENDER AS ETAPAS DA ADOLESCÊNCIA É O PRIMEIRO PASSO PARA UM BOM RELACIONAM...
 
Relação professor aluno
Relação professor alunoRelação professor aluno
Relação professor aluno
 
Serie aula nota_10
Serie aula nota_10Serie aula nota_10
Serie aula nota_10
 
Serie aula nota_10 , de Doug Lemov.
Serie aula nota_10 , de Doug Lemov.Serie aula nota_10 , de Doug Lemov.
Serie aula nota_10 , de Doug Lemov.
 
Trabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogica
Trabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogicaTrabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogica
Trabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogica
 
Nilva
NilvaNilva
Nilva
 
Concepções Teóricas de Aprendizagem Paulo Freire
Concepções Teóricas de Aprendizagem  Paulo FreireConcepções Teóricas de Aprendizagem  Paulo Freire
Concepções Teóricas de Aprendizagem Paulo Freire
 
O que são realmente as dificuldades de aprendizagem
O que são realmente as dificuldades de aprendizagemO que são realmente as dificuldades de aprendizagem
O que são realmente as dificuldades de aprendizagem
 
Indisciplina escolar
Indisciplina escolarIndisciplina escolar
Indisciplina escolar
 

Mais de Seduc MT

Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoaresSaudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoaresSeduc MT
 
Fake news, fato ou boato? prrsoares
Fake news, fato ou boato? prrsoaresFake news, fato ou boato? prrsoares
Fake news, fato ou boato? prrsoaresSeduc MT
 
Poesia em movimento. Aula prática de Dança
Poesia em movimento. Aula prática de DançaPoesia em movimento. Aula prática de Dança
Poesia em movimento. Aula prática de DançaSeduc MT
 
Exposição de telas. Pintura com giz de cera
Exposição de telas. Pintura com giz de ceraExposição de telas. Pintura com giz de cera
Exposição de telas. Pintura com giz de ceraSeduc MT
 
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINARTExposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINARTSeduc MT
 
PRINART. Arte natalina em pet
PRINART. Arte natalina em petPRINART. Arte natalina em pet
PRINART. Arte natalina em petSeduc MT
 
Exposição de Brinquedos com PET. PRINART
Exposição de Brinquedos com PET. PRINARTExposição de Brinquedos com PET. PRINART
Exposição de Brinquedos com PET. PRINARTSeduc MT
 
Por amor à Gabby, no tom da vida II
Por amor à Gabby, no tom da vida IIPor amor à Gabby, no tom da vida II
Por amor à Gabby, no tom da vida IISeduc MT
 
Ser músico. prrsoares
Ser músico. prrsoaresSer músico. prrsoares
Ser músico. prrsoaresSeduc MT
 
Doe VIDA. doe SANGUE !
Doe VIDA. doe SANGUE !  Doe VIDA. doe SANGUE !
Doe VIDA. doe SANGUE ! Seduc MT
 
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoaresImagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoaresSeduc MT
 
Fazer o bem, faz bem!
Fazer o bem, faz bem!Fazer o bem, faz bem!
Fazer o bem, faz bem!Seduc MT
 
A Essência do amor. prrsoares
A Essência do amor. prrsoaresA Essência do amor. prrsoares
A Essência do amor. prrsoaresSeduc MT
 
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.Seduc MT
 
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoares
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoaresPorque a vida é feita de escolhas. prrsoares
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoaresSeduc MT
 
No tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
No tom da vida. prrsoares e Gabby MarquesNo tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
No tom da vida. prrsoares e Gabby MarquesSeduc MT
 
A Canção da meia noite. prrsoares
A Canção da meia noite. prrsoaresA Canção da meia noite. prrsoares
A Canção da meia noite. prrsoaresSeduc MT
 
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...Seduc MT
 
Árvore Genealógica de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
Árvore Genealógica  de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de AndradeÁrvore Genealógica  de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
Árvore Genealógica de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de AndradeSeduc MT
 
A Menina que Sonhava. prrsoares
A Menina que Sonhava. prrsoaresA Menina que Sonhava. prrsoares
A Menina que Sonhava. prrsoaresSeduc MT
 

Mais de Seduc MT (20)

Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoaresSaudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
 
Fake news, fato ou boato? prrsoares
Fake news, fato ou boato? prrsoaresFake news, fato ou boato? prrsoares
Fake news, fato ou boato? prrsoares
 
Poesia em movimento. Aula prática de Dança
Poesia em movimento. Aula prática de DançaPoesia em movimento. Aula prática de Dança
Poesia em movimento. Aula prática de Dança
 
Exposição de telas. Pintura com giz de cera
Exposição de telas. Pintura com giz de ceraExposição de telas. Pintura com giz de cera
Exposição de telas. Pintura com giz de cera
 
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINARTExposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
 
PRINART. Arte natalina em pet
PRINART. Arte natalina em petPRINART. Arte natalina em pet
PRINART. Arte natalina em pet
 
Exposição de Brinquedos com PET. PRINART
Exposição de Brinquedos com PET. PRINARTExposição de Brinquedos com PET. PRINART
Exposição de Brinquedos com PET. PRINART
 
Por amor à Gabby, no tom da vida II
Por amor à Gabby, no tom da vida IIPor amor à Gabby, no tom da vida II
Por amor à Gabby, no tom da vida II
 
Ser músico. prrsoares
Ser músico. prrsoaresSer músico. prrsoares
Ser músico. prrsoares
 
Doe VIDA. doe SANGUE !
Doe VIDA. doe SANGUE !  Doe VIDA. doe SANGUE !
Doe VIDA. doe SANGUE !
 
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoaresImagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
 
Fazer o bem, faz bem!
Fazer o bem, faz bem!Fazer o bem, faz bem!
Fazer o bem, faz bem!
 
A Essência do amor. prrsoares
A Essência do amor. prrsoaresA Essência do amor. prrsoares
A Essência do amor. prrsoares
 
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
 
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoares
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoaresPorque a vida é feita de escolhas. prrsoares
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoares
 
No tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
No tom da vida. prrsoares e Gabby MarquesNo tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
No tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
 
A Canção da meia noite. prrsoares
A Canção da meia noite. prrsoaresA Canção da meia noite. prrsoares
A Canção da meia noite. prrsoares
 
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
 
Árvore Genealógica de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
Árvore Genealógica  de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de AndradeÁrvore Genealógica  de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
Árvore Genealógica de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
 
A Menina que Sonhava. prrsoares
A Menina que Sonhava. prrsoaresA Menina que Sonhava. prrsoares
A Menina que Sonhava. prrsoares
 

Relação Aluno-Professor

  • 2. 10 Perguntas Reflexivas sobre a Relação Aluno-Professor/Professor-Aluno no ambiente escolar Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller
  • 3. A Relação Aluno-Professor/Professor-Aluno no ambiente escolar exige da parte da gestão escolar e do corpo docente/discente uma atenção especial, haja vista que a mesma interfere diretamente no ensino aprendizagem do aluno. Assim, pergunta-se: como mediar as situações conflituosas no relacionamento entre Aluno- Professor/Professor-Aluno dentro da unidade escolar de maneira que se consiga obter um clima agradável entre todos através do diálogo, tendo em vista a o melhoramento na qualidade da educação? As perguntas a seguir apenas visam fomentar essa discussão na busca de respostas que possam nortear tal relacionamento no cotidiano escolar e podem ser debatidas no Grupo de Estudos ou Sala do Educador dos professores e demais profissionais da educação. Raimundo Soares de Andrade, Coordenador Pedagógico da Esc. Est. Prof.ª Eunice Souza dos Santos em Rondonópolis-MT
  • 4. Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller** 1- A relação professor-aluno é uma condição do processo de aprendizagem, pois essa relação dinamiza e dá sentido ao processo educativo. Pergunta 1. Como podemos construir essa dinamização de maneira que esse processo de aprendizagem se torne mais produtivo?
  • 5. Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller** 2- A relação professor- aluno pode se mostrar conflituosa, pois se baseia no convívio de classes sociais, culturas, valores e objetivos diferentes. Pergunta 2. Como trabalhar a diversidade de valores no ambiente escolar de maneira que se alcance o respeito mútuo entre todos os envolvidos?
  • 6. Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller** 3- De acordo com LIBÂNEO (1994, p. 251), o professor não transmite apenas informações ou faz perguntas, ele também deve ouvir os alunos: “Não estamos falando da afetividade do professor para com determinados alunos, nem de amor pelas crianças. A relação maternal ou paternal deve ser evitada, porque a escola não é um lar. Os alunos não são nossos sobrinhos e muito menos filhos. Na sala de aula, o professor se relaciona com o grupo de alunos. Ainda que o professor necessite atender um aluno especial ou que os alunos trabalhem individualmente, a interação deve estar voltada para a atividade de todos os alunos em torno dos objetivos e do conteúdo da aula.” Pergunta 3- Como tornar o momento de ensino /aprendizagem dinâmico atendendo e ouvindo os alunos em suas necessidades e limitações?
  • 7. Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller** 4- A escola, como um todo, passa por uma crise de sentido; os alunos não sabem porque vão a ela, a falta de significação do que é estudar, a evasão, a reprovação e a violência que existem nas mais diferentes formas acabam por transformar esta relação professor-aluno ainda mais conflitante e difícil de ser trabalhada. Pergunta 4 : De que forma o professor pode abrandar este conflito preocupando-se tanto com o relacionamento emocional quanto afetivo?
  • 8. Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller** 5- Incentivar as crianças e adolescentes a pensarem filosoficamente não é uma tarefa fácil para os professores desempenharem e, de certo modo, é mais uma arte do que uma técnica, é uma arte que requer a prática. O professor deve possuir habilidades para passar o conteúdo da matéria, incentivando-os ao estudo, fazendo-os levantar temas sobre o texto dado, discutindo e escrevendo. Pergunta 5 : Quais as habilidades que um professor deve ter ou desenvolver para obter um bom relacionamento entre seus alunos?
  • 9. Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller** 6- O professor não pode ser autoritário a ponto de achar que sua palavra é a lei, pois, quando há uma falha na comunicação entre professor–aluno, aluno- professor, poderá ocorrer o distanciamento das duas partes, o que poderá prejudicar a relação; uma vez que o diálogo é um elemento fundamental da aprendizagem. Pergunta 6 : Como exercer de forma sábia a autoridade em sala de aula usando uma postura sem apelo de autoritarismo ?
  • 10. Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller** 7- A disciplina e o equilíbrio devem ser mantidos em classe, para que o aprendizado não seja prejudicado, e para que se desenvolva, no aluno, o auto respeito, o autocontrole e o respeito, ficando o professor atento para que certas situações não fujam do limite. Pergunta 7 : Como criar um clima de respeito, auto respeito e autocontrole entre os alunos sem uso de uma disciplina severa sem prejudicar o aprendizado dos mesmos?
  • 11. Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller** 8- No que foi exposto, vemos, portanto, que o relacionamento professor-aluno é dinâmico, cabendo ao professor ter sabedoria para lidar com cada situação que se apresente e ter em mente que deverá estar ligado no fato de que o ensinar não é apenas transmissão de conhecimentos, mas também um total envolvimento com situações e a formação de seus alunos como seres pensantes e atuantes, capazes de construir o seu conhecimento. Pergunta 8 : Como criar um clima de respeito, auto respeito e autocontrole entre os alunos sem uso de uma disciplina severa sem prejudicar o aprendizado dos mesmos?
  • 12. Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller** 9- O professor como facilitador do aprendizado deverá buscar a motivação de seus alunos. Não é uma tarefa fácil, pois a falta de motivação pode ter origem em problemas particulares diversos do aluno. Pergunta 9 : Como motivar alguém que não tem essa motivação interna e se mostra apático em aprender?
  • 13. Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller** 10-: Podemos também reforçar a importância do diálogo usando FREIRE (1996, p.95): estimular a pergunta, a reflexão crítica sobre a própria pergunta, o que se pretende com essa ou aquela pergunta (...) o fundamental é que professor e alunos saibam que a postura deles é dialógica, aberta, curiosa, indagadora e não apassivada, enquanto falam ou enquanto ouvem. Pergunta 10 Que postura o professor deve ter antes aos conflitos presentes em sala de aula?
  • 14. Perguntas Reflexivas sobre a relação Aluno-professor/Professor-Aluno no ambiente escolar Sobre o texto “A INTERAÇÃO PROFESSOR – ALUNO NO PROCESSO EDUCATIVO” de Luiza de Souza Müller** http://www.usjt.br/proex/arquivos/produtos_acade micos/276_31.pdf