ESCOLA x VIOLÊNCIA x DISCIPLINA
QUESTÕES NORTEADORAS E RELEVANTES

Raimundo Soares de Andrade
Rondonópolis, MT 03/12/2013
...
destacar: religião, desemprego, nível de escolaridade, raça, disputas, guerras urbanas,
anseios, aceitação, drogas, riquez...
A perspectiva de cidadania desenvolvida pela escola atual
Não que exista, mas caminhamos rumo a uma escola ideal. Uma esco...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ESCOLA x VIOLÊNCIA x DISCIPLINA. QUESTÕES NORTEADORAS E RELEVANTES

5.806 visualizações

Publicada em

ESCOLA x VIOLÊNCIA x DISCIPLINA.
QUESTÕES NORTEADORAS E RELEVANTES SOBRE
DISCIPLINA E INDISCIPLINA NO COTIDIANO ESCOLAR. COMO LIDAR COM TAIS SITUAÇÕES?

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.806
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
978
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
43
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ESCOLA x VIOLÊNCIA x DISCIPLINA. QUESTÕES NORTEADORAS E RELEVANTES

  1. 1. ESCOLA x VIOLÊNCIA x DISCIPLINA QUESTÕES NORTEADORAS E RELEVANTES Raimundo Soares de Andrade Rondonópolis, MT 03/12/2013 Como em qualquer outro lugar, a escola é um campo de grandes vivências para o aluno, assim, propicia momentos diversos e fazem o aluno interagir nas diferentes áreas de sua vida. Assim, ele faz novas amizades, produz perspectivas, socializa, interage, cria conceitos e forma idéias. Todos querem conquistar seu espaço e muitas vezes os que brigam se relacionam com os apaziguadores e pacificadores. Este é um bom lugar para discutir e viver as concepções do respeito ao próximo, da cultura da paz e da boa ordem ( disciplina!!??). A escola, nesse sentido pode construir essa ponte de ligação para criar um ambiente cada vez mais tranqüilo e acolhedor. O “PPP” ( Projeto Político Pedagógico) deve fomentar questões norteadoras e direcionadas no sentido de promover o bem estar social e todo o bom andamento do ambiente escolar acolhedor, no sentido da construção de um espaço interativo de paz. Promover eventos, palestras e outras ações pedagógicas, pode melhorar em muita essa questão em si. Conseguir resolver os problemas de disciplina e a violência na escola é um grande desafio. Isso compete não somente a uma pessoa, mas a todos os segmentos da unidade escolar: CDCE ( Conselho Deliberativo da Comunidade Escolar), pais, professores, alunos, etc. Quanto a violência, pode-se dizer que a mesma, é um grande mal que assola as nossas escolas e muitas são as sua formas de manifestações : brigas, xingamentos, discriminação, bullying, entre outras. Como bem disse Aída Maria Monteiro Silvia no seu texto “A Violência na Escola, a Percepção dos Alunos e Professores: Já para diretores, coordenadores pedagógicos e professores, a percepção apresentada com maior freqüência é a da violência enquanto descumprimento das leis e derivada da falta de condições materiais da população, associando-a à miséria, à exclusão social e ao desrespeito ao cidadão: (p,259) Determinantes dos problemas da violência e da disciplina na escola O jovem e o adolescente vivem em busca de suas realizações e a emoção acerca do que passam podem também influenciar no modo em que vivem. A violência não surge somente por um só fator, mas são várias as suas causas. Dentre elas, pode-se
  2. 2. destacar: religião, desemprego, nível de escolaridade, raça, disputas, guerras urbanas, anseios, aceitação, drogas, riqueza, desestrutura familiar, pobreza, limites, furto, e muito mais. Isto pode desencadear na vida desses “atores” o desejo de também praticar certos tipos de violência em suas vidas. Ora para serem vistos, aceitos ou realizados por si mesmos. Quando essas manifestações acontecem de alguma forma dentro da escola é preciso rever os conceitos e procurar maneiras de solucionar os problemas presentes. Relação entre a necessidade de disciplina e de liberdade do aluno Na busca de soluções para os direitos dos alunos é necessário que a liberdade de cada um seja colocada lado a lado com a necessidade da ordem da disciplina. Nenhuma pode andar sem a outra. O conceito de liberdade deve ser embasado numa junção de pontos importantes que devem ser levados em conta na construção de valores positivos no ambiente escolar. A escola, tanto municipal como estadual ou particular é regida por leis e regras que norteiam todo o processo de andamento do bem estar comum. Propor sugestões e promover discussões com a comunidade acerca do assunto fará toda uma diferença na postura e tomada de decisões entre todos os envolvidos. Assim, a gestão, deve trabalhar de forma a alcançar uma prática educativa sem autoritarismo, mas com autoridade e respeito. É necessário, portanto, que a gestão pedagógica trabalhe em promover ações que alcancem todos os quesitos no que diz respeito a paz no ambiente escolar. Para tanto, todos os segmentos escolares devem trabalhar com um objetivo comum. Vale ressaltar que para alcançar os objetivos propostos é preciso haver também uma boa definição e conhecimentos do que vem a ser o termo VIOLÊNCIA. Hoje temos os diversos tipos desde os tradicionais, como brigas, mortes entre outras vistas também como as violências comuns no cotidiano escolar. Com a era cibernética, aumentam-se as violências virtuais de diversas formas e amplitudes. Os direitos humanos podem ser trabalhados de diversas maneiras no currículo escolar e assim, os professores e a gestão podem obter resultados positivos. Precisamos acreditar na prática da educação com vistas ao aperfeiçoamento e na educabilidade do ser humano: A dúvida mais destrutiva para a Pedagogia é não acreditar na educabilidade do ser humano, da infância que por ofício acompanha. Neste sentido, as violências infanto-juvenis e os embates que elas provocam trazem hoje as indagações mais desestabilizadoras para o pensar e o fazer pedagógicos. (Miguel González Arroyo,p, 805)
  3. 3. A perspectiva de cidadania desenvolvida pela escola atual Não que exista, mas caminhamos rumo a uma escola ideal. Uma escola que pense numa formação concreta e realista que tenha em vista não somente a aprovação automática, mas que ensine com sabedoria o conhecimento. Neste sentido uma escola ideal se faz com : -Alunos que queiram exercer a sua cidadania de tal forma a alcançar uma educação comprometida com seu direito de ser e viver e realizar. -Professores comprometidos e capacitados que usem toda a sua sabedoria para as práticas do bem comum. -Pais que levam a sério o estudo dos seus filhos que abram a mão e os olhos e percebam que a educação transforma o mundo. – Uma gestão que tenha visão e que desenvolva um trabalho cooperativo. – Um governo que entenda que a Educação é um compromisso de extrema importância a uma nação, por isso as políticas públicas devem ser pensadas na educação como um todo para a formação do aluno enquanto ser. A escola precisa ter embasamento junto ao “PPP” para exercer sua função e assim cobrar a prática cidadã que é direito de cada um no seu meio onde vive. Os direitos e deveres devem ser levados também em consideração nas diversidades em todas as áreas. A prática da cidadania é construída sobre elementos importantes e isso engloba principalmente a ação dos direitos e deveres. O respeito dado é transmitido, isto é, praticado. A escola, como formadora de opinião e também de caráter pode criar e possibilitar práticas para o exercício dessa cidadania. Precisamos respeitar as pessoas como elas são, mas necessariamente não precisamos concordar com algumas práticas desenvolvidas por elas. É importante amar um aluno violento ou até mesmo um usuário de drogas, mas temos que deixar claro que não concordamos com suas atitudes. Só podemos exercer a cidadania se levarmos em conta o respeito pelo próximo. BIBLIOGRAFIA ARROYO, M. Quando a Violência Infanto-Juvenil Indaga a Pedagogia. In:Educação e Sociedade: revista de ciência da educação. Campinas: Cortez/CEDES. V. 28, Nº 100, 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v28n100/a0828100.pdf> Acesso em 15/04/2013 SILVA, A. M. M. A violência na escola: a percepção dos alunos e professores. Disponível em: http://www.crmariocovas.sp.gov.br/amc_a.php?t=001> Acesso em 15/04/2013 VASCONCELLOS, C. S. Os desafios da disciplina em sala de aula e na escola. Disponível em: http://www.crmariocovas.sp.gov.br/amb_a.php?t=014> Acesso em 15/04/2013

×