Drogas e esportes não combinam. principalmente em jogos escolares

703 visualizações

Publicada em

Drogas e esportes não podem andar juntos. 1- As drogas me deram asas para voar, mas , depois, me tiraram o céu ( John Lennon).

Publicada em: Esportes
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
703
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
202
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Drogas e esportes não combinam. principalmente em jogos escolares

  1. 1. Drogas e esportes, não combinam. Principalmente em jogos escolares. A galera gritava em sons altissonantes e o alarido daquela multidão de adolescentes dentro do Ginásio Marechal Rondon em Rondonópolis-MT, podia ser ouvido a uma certa distância com muita euforia e alegria. Não me contive com a cena ao meu redor, pois era fantástico ver tantos sorrisos de uma vez só. Bom, o que se espera de um evento esportivo é que o mesmo seja criterioso, bem planejado, organizado com conforto e segurança. Meus olhos passaram a observar outras cenas que me impressionaram e pude compartilhar em áudio e fotos para algumas pessoas, para que não me chamassem de mentiroso caso viesse a comentar tais fatos depois( como estou fazendo agora).Eu, sentado no meio da arquibancada. Eles, espalhados em vários lugares. Dois grupos à minha esquerda preparavam o narguilé com tanta naturalidade como se fosse uma roda de tereré. Todos de no máximo até 15 anos e olhe lá. Soltavam risadas confortavelmente. Aquele menino forte de cabelos encaracolados e compridos vestido com uniforme escolar segurava em sua mão um pequeno cachimbo com fumaça saindo aos poucos após uma sugada bem dada. Meu Deus! Perguntei: o que é isso? Minha colega do lado não aguentou o cheiro provocado e saiu daquele lugar. Lá na outra arquibancada, na ponta de cima, pequenas luzes feitas por isqueiro e cigarros piscavam como que estrelas, mas não eram estrelas de luz, mas, de trevas. Indaguei: Onde estou? O que estou fazendo aqui? Lembrei: um evento esportivo. Os poucos adultos presentes simplesmente olhavam, como se fosse tudo normal, ou como se não vissem nada acontecendo e os organizadores, não sei se viram, mas estavam lá. Não hesitei. Disquei para o 190 e relatei com veemência o fato acontecido. Não demorou muito e lá estavam eles, dois soldados do bem. A situação foi resolvida, pelo menos naquele momento, pois nos outros dois dias que também estive lá, rolavam soltos: cigarro, narguilé e segundo alguns, pelo cheiro provocado com certeza era algum tipo de droga. Pude ainda ver no meu terceiro dia naquele mesmo lugar uns oito adolescentes tirando bebida de uma garrafa que estava escondida dentro de uma mochila. O que era? Não sei dizer, mas, se fosse bom, não precisariam esconder. Meninos e meninas faziam malabarismos com as fumaças que saiam de suas bocas como dragões cheios de força e exuberância. Com certeza, se sentiam o MÁXIMO. Senti ao mesmo tempo pena e tristeza por cada um deles e também pelos pais que não os viram assim como eu vi. Bom, quanto à final do evento esportivo, não vou me ater a falar especificamente sobre ele, mas precisa MELHORAR em muitas coisas. Quanto às drogas e aos adolescentes, ouso perguntar: Será que não poderia ser diferente? Acredito que um espaço público, aberto nesses e outros dias para adolescentes de escolas municipais, estaduais e particulares deveria ter um aparato maior em todos os sentidos, principalmente em questões de segurança e que em
  2. 2. hipótese alguma deveriam permitir a entrada de bebidas, cigarros, narguilé e outros tipos de drogas naquele ambiente, pois na verdade, não usavam escondidos, mas, abertamente, sem nenhum pudor. E se algum acidente acontecesse naquele momento? Iríamos esperar o SAMU chegar, pois que me lembro, não vi nenhum carro parecido com o mesmo. Cabem as autoridades, organizadores e órgãos competentes tomar uma atitude quanto a isto, pois todos viram e eu também. Não é segredo pra ninguém. Como cidadão, pai, profissional da educação, deixo meu recado de alerta a toda sociedade ( Pais, Conselho, Promotoria, Escola, Organizadores, etc) pois é inconcebível que tais coisas aconteçam tão despudoradamente dessa forma leviana e digo que senti vergonha, pois tanto a bola do futebol quanto as outras ( preciso falar?) estiveram juntas naquele lugar. Termino meu texto com três frases para reflexão sobre os malefícios das drogas: 1- As drogas me deram asas para voar, mas , depois, me tiraram o céu ( John Lennon). 2- “Droga não é o mal. A droga é um composto químico. O problema começa quando pessoas tomam drogas como se fosse uma licença para poderem agir como babacas.” (Frank Zappa). 3- “As drogas são um desperdício de tempo. Elas destroem sua memória e seu auto-respeito e tudo que vai junto com a sua auto- estima. Eles não são bons em tudo.” (Kurt Cobain). PRONTO FALEI! Raimundo Soares de Andrade. Coordenador Pedagógico da Escola Eunice prrsoares@hotmail.com

×