SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
Baixar para ler offline
Aula Prática de Análise Musical


O presente plano de aula visa fazer a análise em Gênero Textual de três músicas com
propostas de letras diferentes para alunos do 6º ao 9º do ensino básico. A mesma é
composta de: Música, Público Alvo,Objetivos, Descrição das atividades, Resultados,
Esperados e Avaliação.




       (KALORYI Otto, 1990, p1) apreciador de música que gosta de ouvi-la, mas não
entende sua linguagem, é como o turista que vai ao estrangeiro nas férias, encanta-se
com a paisagem, as gesticulações dos nativos e o som das suas vozes, mas não
consegue entender uma palavra do que eles dizem. Sentem, mas não podem
compreende.




Raimundo Soares de Andrade é formado em Música pela UFPR, 2000. HTTP://prrsoaresamigodedeus.blogspot.com/



                                         Rondonópolis-MT
                                         Data: 16/01/2013
Música 1:
Estrangeirismo – Carlos Silva
Público Possível: 7º Ano do Ensino Fundamental




Fonte da Imagem: Disponível em > http://www.compadrelemos.com/audio.php?cod=13266, acesso em 16/01/2013

Objetivos:
-Conceituar o termo “ Estrangeirismo
-Refletir sobre o uso das expressões estrangeiras e compreender a ação do
estrangeirismo na língua portuguesa
-Explorar formas de linguagens estrangeiras observando aspectos positivos e negativos
no nosso dia a dia
Resultados Esperados:
-Que o aluno reconheça palavras estrangeiras colocados no nosso vocabulário
-Que o aluno identifique e entenda o significado de tais palavras
Descrição das atividades
-Trabalhar a música “Estrangeirismo”, de Carlos Silva, procurando identificar e
sublinhar os estrangeirismos inseridos;
-Procurar no dicionário e Google Tradutor o significado de cada um deles;
-Analisar se o estrangeirismo causou dificuldade na interpretação do texto.
-Ler ( em conjunto) a letra da música
- Ouvir a música
- Assistir ao vídeo clip
-Trabalhar em língua portuguesa e inglesa
Avaliação:
Os alunos deverão coletar palavras encontradas em diferentes locais da cidade,
anexando com as quais já conhecem e se possível registrar as origens( língua inglês,
francesa, espanhola, etc)
Os alunos deverão apresentar as palavras com seus significados para a sala de aula.


Raimundo Soares de Andrade é formado em Música pela UFPR, 2000. HTTP://prrsoaresamigodedeus.blogspot.com/
Letra:
Música: Estrangeirismo ( Carlos paiva)
Outro dia me convidaram pra ir ao Mc'Donalds comemos X burger
O salao estava, lotado fizemos os pedidos através de um tal de Drive Thru
Os colegas percebendo a minha irritação disseram: Se tu estiver com pressa eles tem um
sistema de Delivery, maravilhoso
Desacostumado com esse linguajar chamei os cabras: vamos s'imbora.
Seguimos pela avenida Henrique Shaumann, onde pude observar um Outdoor, que
estava escrito China in Box
e uma seta indicativa Parking, nós não paramos por lá não.
Seguimos mais adiante, avistamos um restaurante bonito e luxuoso e na porta de entrada
uma luz neon piscando escrita: Open.
Quando olhei pro chão pude ver um capacho abandonado com a bandeira americana me
convidando: Welcome. Ao adentrarmos naquele recinto pude observar na sua
decoraçao, e nas paredes estava escrito assim: Ice cake, X egg, Cheese burger e Fast
food.
Eu pensei comigo: Food na Bahia a gente usa numa outra situação.
Do meu lado esquerdo uma garota tomava uma cerveja numa lata vermelha e azul cuja a
marca era Budwisser.
O camarada que lhe acompanhava com sua Long Neck Heinekenn. Do meu lado direito
uma loira bonita, peituda falava pro cabra com uma voz sensual assim: Eu trabalho
numa Relax for Men. E ele pergunta pra ela: Fica próximo do motel My Flowers? E ela
lhe responde: Não Baby, fica junto a Night Club, Wonderful Penetration.
A fome aumentava juntamente com a raiva e eu não sabia se eu pedia um Hot Dog ou
um simples cachorro quente.
Emputecido mais uma vez com aquela situação chamei os caboclos: vamos s'imbora.
Na saída o manobrista nos recebe e nos entraga a chave do nosso possante veículo: um
Fusca 68 fabricado em Volta Redonda na épouca do presidente Jucelino Kubistchek
ele olha pra mim e me diz: Thank you sir and have a good night. E eu usando toda
minha simplicidade e educaçao que aprendi no sertão da Bahia, eu olhei pra ele e lhe
disse: ''Vá pra puta que lhe pariu!''
Eu gostaria de falar com presidente pra cuidar melhor da gente que vive nesse país.
Nossa gramática está tão dividida, tem gente falando Happy, pensando que é feliz.
Acabaria com esse tal de estrangeirismo que deturpa nossa língua e muda tudo de um
vez. E os mendigos que hoje vivem nas calçadas ensinaria ao brasileiro que aqui se fala
o português.
Sou simples, sou composto, oculto, indeterminado, particípio, eu sou gerúndio, fonema
sim senhor, adjetivo, predicado, eu sou sujeito, ainda trago no meu peito esse país com
muito amor.
Lá no centro da cidade quase que morri de fome, tanta coisa, tanto nome, sem eu saber
pronunciar. É Fast Food, Delivery, Self Service, Hot Dog, Catchup. Eu só queria
almoçar.
Lá no centro da cidade quase que morri de fome, tanta coisa, tanto nome, sem eu saber
pronunciar. É Fast Food, Delivery, Self Service, Hot Dog, Catchup. Meu Deus onde é
que eu vim parar.
''Oxente problem.''

Estrangeirismo. Disponível em: http://www.vagalume.com.br/carlos-
silva/estrangeirismo.html#ixzz2F80zoxP7 Acesso em 15/12/2012

Raimundo Soares de Andrade é formado em Música pela UFPR, 2000. HTTP://prrsoaresamigodedeus.blogspot.com/
Música 2 :
Pra ser feliz ; Letra Daniel




Público Possível: 9º Ano do Ensino Fundamental
Objetivos:
Discutir a importância da vida e dos direitos humanos na sociedade
Desenvolver o senso crítico para a violação dos Direitos Humanos
Resultados Esperados:
-Que aluno compreenda a importância da prática dos direitos humanos
-Que o aluno veja a vida como fator de inclusão e superação
Descrição das atividades
-Ler a letra da música
-Ouvir a música e áudio
- Assistir ao vídeo clip
-Fazer anotações dos quais assuntos a música fala
-Discutir com o grupo os conceitos apresentados pela letra sobre a vida e direitos
humanos.
Avaliação:
Através da letra, propor que os alunos estudem os direitos humanos e que planejem uma
ação pratica para a realização do mesmo: Teatro, música, dança, arte.
O trabalho deverá ser realizado em equipe e apresentado na reunião de pai da escola.

Letra
Pra ser feliz ( Daniel)
Ás vezes é mais fácil reclamar da sorte
Do que na adversidade ser mais forte
Querer subir sem batalhar
Pedir carinho sem se dar, sem olhar do lado
Já imaginou de onde vem a luz de um cego
Já cogitou descer de cima do seu ego
Tem tanta gente por aí na exclusão
E ainda sorri, tenho me perguntado
Pra ser feliz
Do que é que o ser humano necessita
O que é que faz a vida ser bonita
A resposta onde é que está escrita
Pra ser feliz
O quanto de dinheiro eu preciso
Como é que se conquista o paraíso
Quanto custa pro verdadeiro sorriso
Brotar do coração

Raimundo Soares de Andrade é formado em Música pela UFPR, 2000. HTTP://prrsoaresamigodedeus.blogspot.com/
Talvez a chave seja a simplicidade
Talvez prestar mais atenção na realidade
Porque não ver como lição
O exemplo de superação de tantas pessoas

O tudo às vezes se confunde com o nada
No sobe e desce da misteriosa escada
E não tem como calcular
Não é possível planejar
Não é estratégico


Vídeo da música Pra ser feliz: http://www.vagalume.com.br/daniel/pra-ser-
feliz.html#ixzz2HJFQTy2e. Acessado em 07/01/201
 Pra ser feliz, Vídeo. Disponível em:https://www.youtube.com/watch?v=zEfRZOjH7KI.
Acesso em : 07/01/2013
Fonte da imagem: Disponível em:
http://www.popscreen.com/p/MTI2OTY2OTU3/Amazoncom-Daniel-Pra-Ser-Feliz
Daniel-Music




Raimundo Soares de Andrade é formado em Música pela UFPR, 2000. HTTP://prrsoaresamigodedeus.blogspot.com/
Música 3 :
                            Carcará – Barbatuques
                            Público Possível: 6º Ano do Ensino Fundamental
                            Objetivos:
                            Resultados Esperados:
                            -Que o aluno reconheça e discuta práticas do sertão
                            nordestino
                            -Que o aluno identifique elementos dos costumes do cangaço
                            Descrição das atividades
                            -Ler a letra da música, identificando elementos estranhos
                            - Enumerar elementos do cerrado comparando com o
sertanejo encontrado na letra da música
-Ouvir a música e áudio
- Assistir ao vídeo clip
-Discutir elementos encontrados referentes ao sertão nordestino
-Elaborar uma nova proposta de apresentação da música carcará
Avaliação:
A avaliação será realizada pela prática executada no trabalho proposto:
Comparação de elementos do cerrado e sertão ( escrito ou desenhado)
Nova proposta da forma representada da música.
Letra
Lá no sertão
É um bicho que avoa que nem avião
É um pássaro malvado
Tem o bico ponteado que nem gavião
Carcará
Quando vê roça queimada, sai voando, cantando,
Carcará
Vai fazer sua caçada
Carcará come inté cobra queimada
Mas quando chega o tempo da invernada
O sertão não tem mais roça queimada
Carcará mesmo assim num passa fome
Os burrego que nasce na baixada
Carcará
Pega, mata e come. Carcará
Num vai morrer de fome. Carcará
Mais coragem do que home. Carcará
Pega, mata e come
(2x)
Carcará é malvado, é valentão
É a águia de lá do meu sertão
Os burrego novinho num pode andá
Ele puxa o umbigo inté matá
Carcará, (hei) Carcará, Carcará, Carcará
Pega, mata e come

Link da música carcará, Barbatuques > Disponível em:
http://www.vagalume.com.br/barbatuques/carcara.html#ixzz2F80A59CG. Acesso em 07/01/2012

Raimundo Soares de Andrade é formado em Música pela UFPR, 2000. HTTP://prrsoaresamigodedeus.blogspot.com/

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Desenhos de tarsila do amaral para colorir
Desenhos de tarsila do amaral para colorirDesenhos de tarsila do amaral para colorir
Desenhos de tarsila do amaral para colorirSimoneHelenDrumond
 
Atividade iterdisciplinar, sociologia, filosofia, ensino religioso, lingua po...
Atividade iterdisciplinar, sociologia, filosofia, ensino religioso, lingua po...Atividade iterdisciplinar, sociologia, filosofia, ensino religioso, lingua po...
Atividade iterdisciplinar, sociologia, filosofia, ensino religioso, lingua po...Atividades Diversas Cláudia
 
Atividade de Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
Atividade de  Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º anoAtividade de  Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
Atividade de Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º anoMary Alvarenga
 
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL 5º ANO_1º_e_2º_BIMESTRE-PAIC+ A...
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL 5º ANO_1º_e_2º_BIMESTRE-PAIC+ A...LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL 5º ANO_1º_e_2º_BIMESTRE-PAIC+ A...
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL 5º ANO_1º_e_2º_BIMESTRE-PAIC+ A...orientadoresdeestudopaic
 
Loteria - Ortografia G/J
Loteria - Ortografia G/JLoteria - Ortografia G/J
Loteria - Ortografia G/JMary Alvarenga
 
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano matemática pdf
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano   matemática pdfAtividade avaliativa 3 bimestre 4º ano   matemática pdf
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano matemática pdfAndré Moraes
 
Avaliação diagnóstica relatório
Avaliação diagnóstica   relatórioAvaliação diagnóstica   relatório
Avaliação diagnóstica relatórioMoniz Maria
 
Texto e Interpretação - Dia Internacional da Mulher
Texto  e Interpretação - Dia Internacional da MulherTexto  e Interpretação - Dia Internacional da Mulher
Texto e Interpretação - Dia Internacional da MulherMary Alvarenga
 
Simulado 22 (port. 5º ano)
Simulado 22 (port. 5º ano)Simulado 22 (port. 5º ano)
Simulado 22 (port. 5º ano)Cidinha Paulo
 
Simulado 4 (port. 5º ano)
Simulado 4 (port. 5º ano)Simulado 4 (port. 5º ano)
Simulado 4 (port. 5º ano)Cidinha Paulo
 
Atividades de Língua Portuguesa- Descritores
Atividades de Língua Portuguesa- DescritoresAtividades de Língua Portuguesa- Descritores
Atividades de Língua Portuguesa- DescritoresMarina Alessandra
 
Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos Mary Alvarenga
 
Atividade avaliativa 9º figuras de linguagem
Atividade avaliativa 9º figuras de linguagemAtividade avaliativa 9º figuras de linguagem
Atividade avaliativa 9º figuras de linguagemKatiuscia Soares
 
Regras do uso do dicionário
Regras do uso do dicionárioRegras do uso do dicionário
Regras do uso do dicionárioFilipa Guerreiro
 

Mais procurados (20)

Interpretaçao de charges natal
Interpretaçao de charges natalInterpretaçao de charges natal
Interpretaçao de charges natal
 
Desenhos de tarsila do amaral para colorir
Desenhos de tarsila do amaral para colorirDesenhos de tarsila do amaral para colorir
Desenhos de tarsila do amaral para colorir
 
Atividade iterdisciplinar, sociologia, filosofia, ensino religioso, lingua po...
Atividade iterdisciplinar, sociologia, filosofia, ensino religioso, lingua po...Atividade iterdisciplinar, sociologia, filosofia, ensino religioso, lingua po...
Atividade iterdisciplinar, sociologia, filosofia, ensino religioso, lingua po...
 
Atividade de Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
Atividade de  Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º anoAtividade de  Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
Atividade de Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
 
Word: Interpretação do texto: Sua mãe sabe que você propaga ódio na internet?...
Word: Interpretação do texto: Sua mãe sabe que você propaga ódio na internet?...Word: Interpretação do texto: Sua mãe sabe que você propaga ódio na internet?...
Word: Interpretação do texto: Sua mãe sabe que você propaga ódio na internet?...
 
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL 5º ANO_1º_e_2º_BIMESTRE-PAIC+ A...
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL 5º ANO_1º_e_2º_BIMESTRE-PAIC+ A...LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL 5º ANO_1º_e_2º_BIMESTRE-PAIC+ A...
LINGUA PORTUGUESA CADERNO DE PRODUÇÃO TEXTUAL 5º ANO_1º_e_2º_BIMESTRE-PAIC+ A...
 
Dia do estudante
Dia do estudanteDia do estudante
Dia do estudante
 
A paisagem[1] prova bim do 6º 5 (1)
A paisagem[1] prova bim do 6º 5 (1)A paisagem[1] prova bim do 6º 5 (1)
A paisagem[1] prova bim do 6º 5 (1)
 
Loteria - Ortografia G/J
Loteria - Ortografia G/JLoteria - Ortografia G/J
Loteria - Ortografia G/J
 
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano matemática pdf
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano   matemática pdfAtividade avaliativa 3 bimestre 4º ano   matemática pdf
Atividade avaliativa 3 bimestre 4º ano matemática pdf
 
Avaliação diagnóstica relatório
Avaliação diagnóstica   relatórioAvaliação diagnóstica   relatório
Avaliação diagnóstica relatório
 
Texto e Interpretação - Dia Internacional da Mulher
Texto  e Interpretação - Dia Internacional da MulherTexto  e Interpretação - Dia Internacional da Mulher
Texto e Interpretação - Dia Internacional da Mulher
 
Simulado 22 (port. 5º ano)
Simulado 22 (port. 5º ano)Simulado 22 (port. 5º ano)
Simulado 22 (port. 5º ano)
 
Simulado 4 (port. 5º ano)
Simulado 4 (port. 5º ano)Simulado 4 (port. 5º ano)
Simulado 4 (port. 5º ano)
 
VERBOS 6 ANO !!!!
VERBOS 6 ANO !!!!VERBOS 6 ANO !!!!
VERBOS 6 ANO !!!!
 
Atividades de Língua Portuguesa- Descritores
Atividades de Língua Portuguesa- DescritoresAtividades de Língua Portuguesa- Descritores
Atividades de Língua Portuguesa- Descritores
 
Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos
 
Atividade avaliativa 9º figuras de linguagem
Atividade avaliativa 9º figuras de linguagemAtividade avaliativa 9º figuras de linguagem
Atividade avaliativa 9º figuras de linguagem
 
Notícias 5º ano
Notícias 5º anoNotícias 5º ano
Notícias 5º ano
 
Regras do uso do dicionário
Regras do uso do dicionárioRegras do uso do dicionário
Regras do uso do dicionário
 

Semelhante a Aula prática de análise musical como gênero textual

Modulo 2015.2 revisado
Modulo 2015.2 revisadoModulo 2015.2 revisado
Modulo 2015.2 revisadopibidbar
 
Pnaic 7º encontro2 ano
Pnaic 7º encontro2 anoPnaic 7º encontro2 ano
Pnaic 7º encontro2 anomichelly
 
Universidade das quebradas (aula 18 de setembro)
Universidade das quebradas (aula 18 de setembro)Universidade das quebradas (aula 18 de setembro)
Universidade das quebradas (aula 18 de setembro)Universidade das Quebradas
 
Variações linguísticas 2014
Variações linguísticas  2014Variações linguísticas  2014
Variações linguísticas 2014nixsonmachado
 
1623774619-planejamento-semana-15-de-maio-e-g-v-2-doc (2).doc
1623774619-planejamento-semana-15-de-maio-e-g-v-2-doc (2).doc1623774619-planejamento-semana-15-de-maio-e-g-v-2-doc (2).doc
1623774619-planejamento-semana-15-de-maio-e-g-v-2-doc (2).docstefanycanal
 
- Consciência Fonológica - livro de atividades.pdf
- Consciência Fonológica - livro de atividades.pdf- Consciência Fonológica - livro de atividades.pdf
- Consciência Fonológica - livro de atividades.pdfJonatas5
 
Consciência fonológica - livro de atividades.pdf
  Consciência fonológica - livro de atividades.pdf  Consciência fonológica - livro de atividades.pdf
Consciência fonológica - livro de atividades.pdfAdriana Motta
 
Caderno de apoio a pratica pedagogica advinhas charadas parlendas proverbios ...
Caderno de apoio a pratica pedagogica advinhas charadas parlendas proverbios ...Caderno de apoio a pratica pedagogica advinhas charadas parlendas proverbios ...
Caderno de apoio a pratica pedagogica advinhas charadas parlendas proverbios ...Cris Lago
 
AfroPoemas 10 anos, nov 2021
AfroPoemas 10 anos, nov 2021AfroPoemas 10 anos, nov 2021
AfroPoemas 10 anos, nov 2021oficinativa
 
Apostila cantando e_aprendendo
Apostila cantando e_aprendendoApostila cantando e_aprendendo
Apostila cantando e_aprendendodialogoeducacao
 
Apostila cantando e_aprendendo
Apostila cantando e_aprendendoApostila cantando e_aprendendo
Apostila cantando e_aprendendodialogoeducacao
 
Nova Gramatica da Lingua Portuguesa Para Concursos.pdf
Nova Gramatica da Lingua Portuguesa Para Concursos.pdfNova Gramatica da Lingua Portuguesa Para Concursos.pdf
Nova Gramatica da Lingua Portuguesa Para Concursos.pdfMarcelo Martelli Rossilho
 
Trabalhando noções de variação linguística
Trabalhando noções de variação linguísticaTrabalhando noções de variação linguística
Trabalhando noções de variação linguísticaCristianoGaio1
 
Variação lingüística e preconceito lingüístico..ppt
Variação lingüística e preconceito lingüístico..pptVariação lingüística e preconceito lingüístico..ppt
Variação lingüística e preconceito lingüístico..pptEdilmaBrando1
 

Semelhante a Aula prática de análise musical como gênero textual (20)

Modulo 2015.2 revisado
Modulo 2015.2 revisadoModulo 2015.2 revisado
Modulo 2015.2 revisado
 
Pnaic 7º encontro2 ano
Pnaic 7º encontro2 anoPnaic 7º encontro2 ano
Pnaic 7º encontro2 ano
 
Universidade das quebradas (aula 18 de setembro)
Universidade das quebradas (aula 18 de setembro)Universidade das quebradas (aula 18 de setembro)
Universidade das quebradas (aula 18 de setembro)
 
Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Webgincana
WebgincanaWebgincana
Webgincana
 
Variacao
VariacaoVariacao
Variacao
 
Variações linguísticas 2014
Variações linguísticas  2014Variações linguísticas  2014
Variações linguísticas 2014
 
1623774619-planejamento-semana-15-de-maio-e-g-v-2-doc (2).doc
1623774619-planejamento-semana-15-de-maio-e-g-v-2-doc (2).doc1623774619-planejamento-semana-15-de-maio-e-g-v-2-doc (2).doc
1623774619-planejamento-semana-15-de-maio-e-g-v-2-doc (2).doc
 
- Consciência Fonológica - livro de atividades.pdf
- Consciência Fonológica - livro de atividades.pdf- Consciência Fonológica - livro de atividades.pdf
- Consciência Fonológica - livro de atividades.pdf
 
Consciência fonológica - atividades
Consciência fonológica - atividadesConsciência fonológica - atividades
Consciência fonológica - atividades
 
Consciência fonológica - livro de atividades.pdf
  Consciência fonológica - livro de atividades.pdf  Consciência fonológica - livro de atividades.pdf
Consciência fonológica - livro de atividades.pdf
 
Caderno de apoio a pratica pedagogica advinhas charadas parlendas proverbios ...
Caderno de apoio a pratica pedagogica advinhas charadas parlendas proverbios ...Caderno de apoio a pratica pedagogica advinhas charadas parlendas proverbios ...
Caderno de apoio a pratica pedagogica advinhas charadas parlendas proverbios ...
 
AfroPoemas 10 anos, nov 2021
AfroPoemas 10 anos, nov 2021AfroPoemas 10 anos, nov 2021
AfroPoemas 10 anos, nov 2021
 
ROTEIROS
ROTEIROS ROTEIROS
ROTEIROS
 
Apostila cantando e_aprendendo
Apostila cantando e_aprendendoApostila cantando e_aprendendo
Apostila cantando e_aprendendo
 
Apostila cantando e_aprendendo
Apostila cantando e_aprendendoApostila cantando e_aprendendo
Apostila cantando e_aprendendo
 
Nova Gramatica da Lingua Portuguesa Para Concursos.pdf
Nova Gramatica da Lingua Portuguesa Para Concursos.pdfNova Gramatica da Lingua Portuguesa Para Concursos.pdf
Nova Gramatica da Lingua Portuguesa Para Concursos.pdf
 
ApresentaçãO Do Que Já Foi Feito
ApresentaçãO Do Que Já Foi FeitoApresentaçãO Do Que Já Foi Feito
ApresentaçãO Do Que Já Foi Feito
 
Trabalhando noções de variação linguística
Trabalhando noções de variação linguísticaTrabalhando noções de variação linguística
Trabalhando noções de variação linguística
 
Variação lingüística e preconceito lingüístico..ppt
Variação lingüística e preconceito lingüístico..pptVariação lingüística e preconceito lingüístico..ppt
Variação lingüística e preconceito lingüístico..ppt
 

Mais de Seduc MT

Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoaresSaudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoaresSeduc MT
 
Fake news, fato ou boato? prrsoares
Fake news, fato ou boato? prrsoaresFake news, fato ou boato? prrsoares
Fake news, fato ou boato? prrsoaresSeduc MT
 
Poesia em movimento. Aula prática de Dança
Poesia em movimento. Aula prática de DançaPoesia em movimento. Aula prática de Dança
Poesia em movimento. Aula prática de DançaSeduc MT
 
Exposição de telas. Pintura com giz de cera
Exposição de telas. Pintura com giz de ceraExposição de telas. Pintura com giz de cera
Exposição de telas. Pintura com giz de ceraSeduc MT
 
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINARTExposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINARTSeduc MT
 
PRINART. Arte natalina em pet
PRINART. Arte natalina em petPRINART. Arte natalina em pet
PRINART. Arte natalina em petSeduc MT
 
Exposição de Brinquedos com PET. PRINART
Exposição de Brinquedos com PET. PRINARTExposição de Brinquedos com PET. PRINART
Exposição de Brinquedos com PET. PRINARTSeduc MT
 
Por amor à Gabby, no tom da vida II
Por amor à Gabby, no tom da vida IIPor amor à Gabby, no tom da vida II
Por amor à Gabby, no tom da vida IISeduc MT
 
Ser músico. prrsoares
Ser músico. prrsoaresSer músico. prrsoares
Ser músico. prrsoaresSeduc MT
 
Doe VIDA. doe SANGUE !
Doe VIDA. doe SANGUE !  Doe VIDA. doe SANGUE !
Doe VIDA. doe SANGUE ! Seduc MT
 
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoaresImagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoaresSeduc MT
 
Fazer o bem, faz bem!
Fazer o bem, faz bem!Fazer o bem, faz bem!
Fazer o bem, faz bem!Seduc MT
 
A Essência do amor. prrsoares
A Essência do amor. prrsoaresA Essência do amor. prrsoares
A Essência do amor. prrsoaresSeduc MT
 
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.Seduc MT
 
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoares
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoaresPorque a vida é feita de escolhas. prrsoares
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoaresSeduc MT
 
No tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
No tom da vida. prrsoares e Gabby MarquesNo tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
No tom da vida. prrsoares e Gabby MarquesSeduc MT
 
A Canção da meia noite. prrsoares
A Canção da meia noite. prrsoaresA Canção da meia noite. prrsoares
A Canção da meia noite. prrsoaresSeduc MT
 
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...Seduc MT
 
Árvore Genealógica de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
Árvore Genealógica  de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de AndradeÁrvore Genealógica  de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
Árvore Genealógica de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de AndradeSeduc MT
 
A Menina que Sonhava. prrsoares
A Menina que Sonhava. prrsoaresA Menina que Sonhava. prrsoares
A Menina que Sonhava. prrsoaresSeduc MT
 

Mais de Seduc MT (20)

Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoaresSaudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
Saudades do tempo que a igreja era IGREJA. prrsoares
 
Fake news, fato ou boato? prrsoares
Fake news, fato ou boato? prrsoaresFake news, fato ou boato? prrsoares
Fake news, fato ou boato? prrsoares
 
Poesia em movimento. Aula prática de Dança
Poesia em movimento. Aula prática de DançaPoesia em movimento. Aula prática de Dança
Poesia em movimento. Aula prática de Dança
 
Exposição de telas. Pintura com giz de cera
Exposição de telas. Pintura com giz de ceraExposição de telas. Pintura com giz de cera
Exposição de telas. Pintura com giz de cera
 
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINARTExposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
Exposição de pintura em telas com giz de cera. PRINART
 
PRINART. Arte natalina em pet
PRINART. Arte natalina em petPRINART. Arte natalina em pet
PRINART. Arte natalina em pet
 
Exposição de Brinquedos com PET. PRINART
Exposição de Brinquedos com PET. PRINARTExposição de Brinquedos com PET. PRINART
Exposição de Brinquedos com PET. PRINART
 
Por amor à Gabby, no tom da vida II
Por amor à Gabby, no tom da vida IIPor amor à Gabby, no tom da vida II
Por amor à Gabby, no tom da vida II
 
Ser músico. prrsoares
Ser músico. prrsoaresSer músico. prrsoares
Ser músico. prrsoares
 
Doe VIDA. doe SANGUE !
Doe VIDA. doe SANGUE !  Doe VIDA. doe SANGUE !
Doe VIDA. doe SANGUE !
 
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoaresImagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
Imagens e mensagens do mundo da música. Musicômico. prrsoares
 
Fazer o bem, faz bem!
Fazer o bem, faz bem!Fazer o bem, faz bem!
Fazer o bem, faz bem!
 
A Essência do amor. prrsoares
A Essência do amor. prrsoaresA Essência do amor. prrsoares
A Essência do amor. prrsoares
 
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
Artes gerais. Artes Visuais, Dança, Teatro e Música.
 
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoares
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoaresPorque a vida é feita de escolhas. prrsoares
Porque a vida é feita de escolhas. prrsoares
 
No tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
No tom da vida. prrsoares e Gabby MarquesNo tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
No tom da vida. prrsoares e Gabby Marques
 
A Canção da meia noite. prrsoares
A Canção da meia noite. prrsoaresA Canção da meia noite. prrsoares
A Canção da meia noite. prrsoares
 
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
O COORDENADOR PEDAGÓGICO ENQUANTO GESTOR EDUCACIONAL “Questões relevantes ent...
 
Árvore Genealógica de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
Árvore Genealógica  de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de AndradeÁrvore Genealógica  de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
Árvore Genealógica de Raimundo Soares de Andrade e Traudi Ullmann de Andrade
 
A Menina que Sonhava. prrsoares
A Menina que Sonhava. prrsoaresA Menina que Sonhava. prrsoares
A Menina que Sonhava. prrsoares
 

Último

transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docCarolineWaitman
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfMarcianaClaudioClaud
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASyan1305goncalves
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 

Aula prática de análise musical como gênero textual

  • 1. Aula Prática de Análise Musical O presente plano de aula visa fazer a análise em Gênero Textual de três músicas com propostas de letras diferentes para alunos do 6º ao 9º do ensino básico. A mesma é composta de: Música, Público Alvo,Objetivos, Descrição das atividades, Resultados, Esperados e Avaliação. (KALORYI Otto, 1990, p1) apreciador de música que gosta de ouvi-la, mas não entende sua linguagem, é como o turista que vai ao estrangeiro nas férias, encanta-se com a paisagem, as gesticulações dos nativos e o som das suas vozes, mas não consegue entender uma palavra do que eles dizem. Sentem, mas não podem compreende. Raimundo Soares de Andrade é formado em Música pela UFPR, 2000. HTTP://prrsoaresamigodedeus.blogspot.com/ Rondonópolis-MT Data: 16/01/2013
  • 2. Música 1: Estrangeirismo – Carlos Silva Público Possível: 7º Ano do Ensino Fundamental Fonte da Imagem: Disponível em > http://www.compadrelemos.com/audio.php?cod=13266, acesso em 16/01/2013 Objetivos: -Conceituar o termo “ Estrangeirismo -Refletir sobre o uso das expressões estrangeiras e compreender a ação do estrangeirismo na língua portuguesa -Explorar formas de linguagens estrangeiras observando aspectos positivos e negativos no nosso dia a dia Resultados Esperados: -Que o aluno reconheça palavras estrangeiras colocados no nosso vocabulário -Que o aluno identifique e entenda o significado de tais palavras Descrição das atividades -Trabalhar a música “Estrangeirismo”, de Carlos Silva, procurando identificar e sublinhar os estrangeirismos inseridos; -Procurar no dicionário e Google Tradutor o significado de cada um deles; -Analisar se o estrangeirismo causou dificuldade na interpretação do texto. -Ler ( em conjunto) a letra da música - Ouvir a música - Assistir ao vídeo clip -Trabalhar em língua portuguesa e inglesa Avaliação: Os alunos deverão coletar palavras encontradas em diferentes locais da cidade, anexando com as quais já conhecem e se possível registrar as origens( língua inglês, francesa, espanhola, etc) Os alunos deverão apresentar as palavras com seus significados para a sala de aula. Raimundo Soares de Andrade é formado em Música pela UFPR, 2000. HTTP://prrsoaresamigodedeus.blogspot.com/
  • 3. Letra: Música: Estrangeirismo ( Carlos paiva) Outro dia me convidaram pra ir ao Mc'Donalds comemos X burger O salao estava, lotado fizemos os pedidos através de um tal de Drive Thru Os colegas percebendo a minha irritação disseram: Se tu estiver com pressa eles tem um sistema de Delivery, maravilhoso Desacostumado com esse linguajar chamei os cabras: vamos s'imbora. Seguimos pela avenida Henrique Shaumann, onde pude observar um Outdoor, que estava escrito China in Box e uma seta indicativa Parking, nós não paramos por lá não. Seguimos mais adiante, avistamos um restaurante bonito e luxuoso e na porta de entrada uma luz neon piscando escrita: Open. Quando olhei pro chão pude ver um capacho abandonado com a bandeira americana me convidando: Welcome. Ao adentrarmos naquele recinto pude observar na sua decoraçao, e nas paredes estava escrito assim: Ice cake, X egg, Cheese burger e Fast food. Eu pensei comigo: Food na Bahia a gente usa numa outra situação. Do meu lado esquerdo uma garota tomava uma cerveja numa lata vermelha e azul cuja a marca era Budwisser. O camarada que lhe acompanhava com sua Long Neck Heinekenn. Do meu lado direito uma loira bonita, peituda falava pro cabra com uma voz sensual assim: Eu trabalho numa Relax for Men. E ele pergunta pra ela: Fica próximo do motel My Flowers? E ela lhe responde: Não Baby, fica junto a Night Club, Wonderful Penetration. A fome aumentava juntamente com a raiva e eu não sabia se eu pedia um Hot Dog ou um simples cachorro quente. Emputecido mais uma vez com aquela situação chamei os caboclos: vamos s'imbora. Na saída o manobrista nos recebe e nos entraga a chave do nosso possante veículo: um Fusca 68 fabricado em Volta Redonda na épouca do presidente Jucelino Kubistchek ele olha pra mim e me diz: Thank you sir and have a good night. E eu usando toda minha simplicidade e educaçao que aprendi no sertão da Bahia, eu olhei pra ele e lhe disse: ''Vá pra puta que lhe pariu!'' Eu gostaria de falar com presidente pra cuidar melhor da gente que vive nesse país. Nossa gramática está tão dividida, tem gente falando Happy, pensando que é feliz. Acabaria com esse tal de estrangeirismo que deturpa nossa língua e muda tudo de um vez. E os mendigos que hoje vivem nas calçadas ensinaria ao brasileiro que aqui se fala o português. Sou simples, sou composto, oculto, indeterminado, particípio, eu sou gerúndio, fonema sim senhor, adjetivo, predicado, eu sou sujeito, ainda trago no meu peito esse país com muito amor. Lá no centro da cidade quase que morri de fome, tanta coisa, tanto nome, sem eu saber pronunciar. É Fast Food, Delivery, Self Service, Hot Dog, Catchup. Eu só queria almoçar. Lá no centro da cidade quase que morri de fome, tanta coisa, tanto nome, sem eu saber pronunciar. É Fast Food, Delivery, Self Service, Hot Dog, Catchup. Meu Deus onde é que eu vim parar. ''Oxente problem.'' Estrangeirismo. Disponível em: http://www.vagalume.com.br/carlos- silva/estrangeirismo.html#ixzz2F80zoxP7 Acesso em 15/12/2012 Raimundo Soares de Andrade é formado em Música pela UFPR, 2000. HTTP://prrsoaresamigodedeus.blogspot.com/
  • 4. Música 2 : Pra ser feliz ; Letra Daniel Público Possível: 9º Ano do Ensino Fundamental Objetivos: Discutir a importância da vida e dos direitos humanos na sociedade Desenvolver o senso crítico para a violação dos Direitos Humanos Resultados Esperados: -Que aluno compreenda a importância da prática dos direitos humanos -Que o aluno veja a vida como fator de inclusão e superação Descrição das atividades -Ler a letra da música -Ouvir a música e áudio - Assistir ao vídeo clip -Fazer anotações dos quais assuntos a música fala -Discutir com o grupo os conceitos apresentados pela letra sobre a vida e direitos humanos. Avaliação: Através da letra, propor que os alunos estudem os direitos humanos e que planejem uma ação pratica para a realização do mesmo: Teatro, música, dança, arte. O trabalho deverá ser realizado em equipe e apresentado na reunião de pai da escola. Letra Pra ser feliz ( Daniel) Ás vezes é mais fácil reclamar da sorte Do que na adversidade ser mais forte Querer subir sem batalhar Pedir carinho sem se dar, sem olhar do lado Já imaginou de onde vem a luz de um cego Já cogitou descer de cima do seu ego Tem tanta gente por aí na exclusão E ainda sorri, tenho me perguntado Pra ser feliz Do que é que o ser humano necessita O que é que faz a vida ser bonita A resposta onde é que está escrita Pra ser feliz O quanto de dinheiro eu preciso Como é que se conquista o paraíso Quanto custa pro verdadeiro sorriso Brotar do coração Raimundo Soares de Andrade é formado em Música pela UFPR, 2000. HTTP://prrsoaresamigodedeus.blogspot.com/
  • 5. Talvez a chave seja a simplicidade Talvez prestar mais atenção na realidade Porque não ver como lição O exemplo de superação de tantas pessoas O tudo às vezes se confunde com o nada No sobe e desce da misteriosa escada E não tem como calcular Não é possível planejar Não é estratégico Vídeo da música Pra ser feliz: http://www.vagalume.com.br/daniel/pra-ser- feliz.html#ixzz2HJFQTy2e. Acessado em 07/01/201 Pra ser feliz, Vídeo. Disponível em:https://www.youtube.com/watch?v=zEfRZOjH7KI. Acesso em : 07/01/2013 Fonte da imagem: Disponível em: http://www.popscreen.com/p/MTI2OTY2OTU3/Amazoncom-Daniel-Pra-Ser-Feliz Daniel-Music Raimundo Soares de Andrade é formado em Música pela UFPR, 2000. HTTP://prrsoaresamigodedeus.blogspot.com/
  • 6. Música 3 : Carcará – Barbatuques Público Possível: 6º Ano do Ensino Fundamental Objetivos: Resultados Esperados: -Que o aluno reconheça e discuta práticas do sertão nordestino -Que o aluno identifique elementos dos costumes do cangaço Descrição das atividades -Ler a letra da música, identificando elementos estranhos - Enumerar elementos do cerrado comparando com o sertanejo encontrado na letra da música -Ouvir a música e áudio - Assistir ao vídeo clip -Discutir elementos encontrados referentes ao sertão nordestino -Elaborar uma nova proposta de apresentação da música carcará Avaliação: A avaliação será realizada pela prática executada no trabalho proposto: Comparação de elementos do cerrado e sertão ( escrito ou desenhado) Nova proposta da forma representada da música. Letra Lá no sertão É um bicho que avoa que nem avião É um pássaro malvado Tem o bico ponteado que nem gavião Carcará Quando vê roça queimada, sai voando, cantando, Carcará Vai fazer sua caçada Carcará come inté cobra queimada Mas quando chega o tempo da invernada O sertão não tem mais roça queimada Carcará mesmo assim num passa fome Os burrego que nasce na baixada Carcará Pega, mata e come. Carcará Num vai morrer de fome. Carcará Mais coragem do que home. Carcará Pega, mata e come (2x) Carcará é malvado, é valentão É a águia de lá do meu sertão Os burrego novinho num pode andá Ele puxa o umbigo inté matá Carcará, (hei) Carcará, Carcará, Carcará Pega, mata e come Link da música carcará, Barbatuques > Disponível em: http://www.vagalume.com.br/barbatuques/carcara.html#ixzz2F80A59CG. Acesso em 07/01/2012 Raimundo Soares de Andrade é formado em Música pela UFPR, 2000. HTTP://prrsoaresamigodedeus.blogspot.com/