Trabalho de História Balaiada
Causas e objetivos    No ano de 1838 surgiu um movimento popular no Maranhão. Este era contrário ao poder e aos aristocrat...
Após algumas conquistas dos balaios, como a tomada de Caxias e a organização de uma Junta Provisória, o governo uniu tropa...
  Fim da revolta  Após a morte de Balaio, Cosme (ex-escravo e um dos principais chefes dos balaios) assumiu a liderança do...
Grupo <ul><li>Olavo Pereira </li></ul><ul><li>Tito Sampaio </li></ul><ul><li>William Canivarolo </li></ul><ul><li>8º ano <...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Revoltas Período Regencial - Balaiada

8.337 visualizações

Publicada em

Escola: Colegio Educar

Alunos: Olavi, Tito e Willian

Serie: 8 ano

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.337
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
115
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revoltas Período Regencial - Balaiada

  1. 1. Trabalho de História Balaiada
  2. 2. Causas e objetivos   No ano de 1838 surgiu um movimento popular no Maranhão. Este era contrário ao poder e aos aristocratas rurais que, até então, dominavam aquela região.   Em dezembro de 1838, Raimundo Gomes (líder do movimento), com objetivo de libertar seu irmão que se encontrava preso em vila Manga, invadiu a prisão libertando não só seu irmão, mas também todos os outros que se encontravam presos.
  3. 3. Após algumas conquistas dos balaios, como a tomada de Caxias e a organização de uma Junta Provisória, o governo uniu tropas de diferentes províncias para atacá-los. Contudo, Os balaios venceram alguns combates. O governo imperial nomeu o coronel Luís Alves de Lima e Silva como governador da província do Maranhão e Comandante Geral das Forças Militares. O general, que mais tarde seria o Duque de Caxias, atuou no combate aos revoltosos e reconquistou a Vila de Caxias. Após algumas derrotas, o comandante dos balaios, Raimundo Gomes, rendeu-se.
  4. 4.   Fim da revolta  Após a morte de Balaio, Cosme (ex-escravo e um dos principais chefes dos balaios) assumiu a liderança do movimento e partiu em fuga para o sertão. Daí em diante, a força dos balaios começou a diminuir, até que, em 1840, um grande número de balaios rendeu-se diante da concessão da anistia. Pouco tempo depois, todos os outros igualmente se renderam. Com a completa queda dos balaios, Cosme foi enforcado.
  5. 5. Grupo <ul><li>Olavo Pereira </li></ul><ul><li>Tito Sampaio </li></ul><ul><li>William Canivarolo </li></ul><ul><li>8º ano </li></ul>

×