Auditoria

78 visualizações

Publicada em

auditoria

Publicada em: Internet
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
78
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Auditoria

  1. 1. AUDITORIA Objetivo do auditor é emitir uma opinião se as DC estão de acordo com a estrutura de relatório financeiro aplicável. Quem este obrigado a passar por auditoria independente das DC: Cias abertas Empresas de grande porte Instituições financeiras e seguradas Outras entidades Objetivos gerais do auditor independente: 1. Obter segurança razoável de que as DC estão livres de distorções relevantes. 2. Apresentar essa conclusão em um relatório de auditoria no formato que as normas determinam. Não é objetivo da auditoria: Detectar erro ou fraude. Não garante a viabilidade futura da empresa (lucro futuro). Fazer atestado de eficiência da administração. Revisão de lançamento contábil. Estruturar e manter controles internos. Em fim o auditor só da sua opinião se as DC estão adequadas. Diferenças do auditor interno p o a externo. A. Interna (autonomia interna) A. Externa (independente) Auxiliar a ADM. Opinião das DC Esta dentro (empregado) da empresa Esta fora da empresa (não tem vínculo empregatício) Interessados é a própria empresa Interessados é o público interno OBS: os dois tem que ser bacharéis em contabilidade (atividade privativa do contador). Responsabilidade legal do auditor independente: Uma entidade tem: Responsáveis pela governança: supervisionam as atividades da ADM. Administração: executam. Premissas da auditoria: Para ele começar o trab. ele tem uma premissa que tanto a adm. quanto responsáveis pela governança:  Elaborar as DC de acordo com as normas técnicas.  Fornecer acesso ilimitado ao auditor dentro da empresa. Responsabilidade do auditor quanto à fraude e erro. Erro: é um ato não intencional. Fraude: ato intencional. Responsabilidade por prevenir, tratar e a fraude é da ADM. da entidade. O auditor é responsável por avaliar o risco de distorção relevante. Se identificar uma fraude (msm que
  2. 2. irrelevante) ele comunica a administração e os responsáveis pela governança para que ela tome as medidas necessárias. Princípios éticos da auditoria (importante para prova) Ameaças a independência do próprio auditor ou da equipe O auditor deve:  Identificar ameaças  Avaliar as ameaças  Aplicar salvaguardas Tipos de Ameaças:  Interesse financeiro  Interesse comercial  Relacionamentos familiares  Outros serviços  Honorários. Controle de qualidade: o auditor geralmente trabalha com uma equipe de auditoria, mas, quem tem a responsabilidade total pela equipe de auditoria é o sócio encarregado pelo trabalho (auditor). Controles internos: o auditor avalia os controles internos na busca de riscos de distorção relevante.  Contábeis: aqui é o foco do controle  Operacionais  Normativos Risco de auditoria: é o auditor emitir uma opinião inadequada sobre as DC incorretas. Tipos de risco: Risco de detecção Risco de distorção relevante Planejamento de auditoria Dois grandes produtos:  Estratégia global:  Plano de auditoria: detalhamento da estratégia Primeira auditoria: o planejamento tem algumas peculiaridades. Ex: revisar os trabalhos do outro auditor; olhar os saldos iniciais para ver se houve alguma mudança, etc. Testes de auditoria: fornece as evidências de auditoria e deve possuir adequação (qualidade) e suficiente (quantidade). Teste de controle (observância): avalia os controles internos. Teste substantivos: integridade das informações dos saldos.  Testes de detalhes.  Procedimentos analíticos substantivos. Procedimentos de auditoria: são 7 ler na apostila. Circularização: Negativa: quem cala concente
  3. 3. Positiva: espera a resposta de um jeito ou de outro.  Em branco  Em preto Amostragem: Estatística Não estratificada.  Simples  Extratificada Elementos que definem o tamanho da amostra:  Risco de amostragem  Erro esperado  Erro tolerável Métodos de seleção da amostra:  Aleatória ou randômica  Sistemática  Casual ou ao a caso.  Por blocos... Relatório de auditoria: é a opinião FINAL do auditor sobre as DC. (olhar apostila) Parágrafo de ênfase: não modifica a opinião do auditor. Serve somente para chamar a atenção do usuário da informação. Classificações diferente da auditoria no setor público: olha a IN 012001 SFCI (ler a parte dos tipos de auditoria).

×