Resumos de Português: Cesário verde

295 visualizações

Publicada em

Resumos para o Exame Nacional de 12ºano de Português

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
295
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Resumos de Português: Cesário verde

  1. 1. Cesário Verde ContextoCultural e literárioda época:  Regeneraçãopolítica:rotativismo:  Regeneraçãosocial:aburguesamentodanobrezae nobilitaçãodaburguesia;  Regeneração citadina:desenvolvimentodoPortoe Lisboa:  Regeneraçãosociocultural: escritores"revolucionários" - filosofia,alemão,história... Características realistas:  Supremaciadomundoexterno,damaterialidade dosobjetos;impõeoreal concretoà sua poesia.  Predomíniodocenáriourbano(ofavoritodosescritoresrealistase naturalistas).  Situano espaçoe notempo as cenasapresentadas.  Atençãoao pormenor,aodetalhe.  A seleçãotemática:adurezado trabalho;a doençae a injustiçasocial;etc.  A presençadoreal histórico:a referênciaaCamõese o contextosociopolítico.  A linguagemburguesa,popular,coloquial,ricaemtermosconcretos.  Poesiaestimuladapeloreal,que inspiraopoeta,que se deixaabsorverpelasformasmateriaise concretas. Características modernistas: A poesiade CesárioVerde reflete acrise donaturalismoe o desencantopelaestéticarealista. Maisdoque a representaçãodo real importa a impressãodo real, que suplanta o real objetivo.A realidade é mediatizada peloolhardopoeta,que recria,a partir do concreto,uma super-realidade atravésdaimaginação transfiguradora,metamorfoseandooreal numprocessode reinvençãoourecontextualizaçãoprecursorada estéticasurrealista. Valorizaa sensação emdetrimentodo objetoreal. Características estilísticas: A estruturanarrativados seuspoemaspossui umaestrutura deambulatóriaque configurauma poesia itinerante:aexploraçãodoespaço é feitaatravésde sucessivasdeambulações,numaperspetivade câmara de filmar,em que se vão fixandovários planos. É uma espécie de olharitinerante e fragmentário,que reflete opasseioobsessivopelacidade (e tambémnocampo emalgunspoemas).
  2. 2. Características temáticas:  Oposição cidade/campo - sendoa cidade um espaçode morte e o campoum espaçode vida – valorizaçãodonatural em detrimentodoartificial.Ocampoé vistocomo umespaçode liberdade, do não isolamento;e acidade como um espaço opressor,símbolodamorte,dahumilhação,da doença.  Oposição passado/presente - emque o passado é vistocomo umtempode harmoniacom a natureza,ao contráriode um presente contaminadopelos malefíciosdacidade.  A questão da inviabilidade doamor na cidade.  A preocupação com as injustiças sociais - o poetacoloca-se aoladodosdesfavorecidos,dos injustiçados,dosmarginalizadose admiraaforça física,a pujançado povotrabalhador.Cesário interessa-se peloconflitosocial docampoe da cidade,procurandodocumentá-loe analisá-lo, emboraseminterferir.  O sentimentoanti-burguês.  A presença obsessivada figura feminina,vista: 1) Negativamente - porque contaminadapelacivilizaçãourbana(mulheropressora); 2) Positivamente - porque relacionadacomocampo,com os seusvalores(mulheranjo,mulher regeneradora,mulheroprimida,mulhercomosinédoque social); 3) Comoobjetode estímuloerótico - vistaenquantoestímulodossentidoscarnais,sensuais,como impulsoerótico (mulherobjeto). BinómioCidade/Campo O contraste cidade/campoé umdos temasfundamentaisda poesiade Cesárioe revela-nososeuamorao rústicoe natural,que celebraporoposiçãoa um certorepúdiodaperversidadee dosvaloresurbanosaque, no entanto,adere.  A cidade personificaaausênciade amore, consequentemente,de vida.Ela surge comoumaprisão que despertanosujeito“umdesejoabsurdode sofrer”.Éumfoco de infeções,de doença,de morte. É um símbolode opressão,de injustiça,de industrialização,e surge,porvezes,comopontode partidapara evocações,divagações  O campo, por oposição,aparece associadoàvitalidade,àalegriadotrabalhoprodutivoe útil,nunca como fonte de devaneiosentimental.Aparece ligadoàfertilidade,àsaúde,àliberdade,àvida.A força inspiradorade Cesárioé a terra-mãe. Opoetaencontraa energiaperdidaquandovoltaparao campo,anima-o,revitaliza-o,dá-lhesaúde.
  3. 3. O campo é,para Cesário,umarealidade concreta,observadatãorigorosamente e descritatão minuciosamente comoaprópriacidade o haviasido:umcampo emque o trabalhoe os trabalhadoressãoparte integrante,umcampoútil onde o poetase identificacom opovo. A oposiçãocidade/campoconduzsimbolicamente àoposiçãomorte/vida.Éa morte que cria emCesário uma repulsaà cidade por onde gostava de deambularmas que acaba por aprisioná-lo. Cidade Campo  Doença, estagnação,morte, ausência deafeto;  Vida marcada pela artificialidadeepela desumanidade;  Progresso industrial edomínio da máquina,do ferro e do betão.  Aprisionamento e opressão.  Exploração,pobreza,injustiçasocial.  Domínio da burguesia (comercial eindustrial).  Saúde, vitalidade,harmonia, vivênciaplena de afetos;  Vida marcada pela naturalidadeepelos ciclos biológicosecomunitários do Homem;  Agricultura e domínio do Homem e da Natureza;  Liberdade;  Valores tendencialmente igualitários ejustiçasocial.  Afirmação do povo e dos valores rurais. Mesmona cidade emergemimagense sugestõescampestres,comoque alembrara vocação doser humano para uma vidaharmoniosae natural,que só nocampo se encontrae que a cidade desumaniza.Istoenfatiza a crítica social e a oposiçãocidade/campo,e podemserentendidocomoumconvite àfugapara o campo. Características formais:  Cesáriobuscaa expressãoclara,objetivae concreta(buscaa perfeiçãoformal);  As suasdescriçõestêmpoucode poético – prosaísmolírico –, pois procura exploraranotação objetivae sóbriadasgraças e doshorroresda vidada cidade ou a profundavitalidadedapaisagem campestre – características de um realista.  Técnicadescritivaassente emsinestesias,hipálages,naexpressividadedoadvérbio,nousodo diminutivo e nautilizaçãodaironiacomoforma de cortar o sentimentalismo(equilibrar);  A preocupaçãocom: 1) a belezae a perfeiçãodasua poesia(a musicalidade,aharmonia,aescolhadossons...); 2) o vocabulário – a expressividade verbal,aadjetivaçãoabundante,ricae expressiva; 3) uso de vocabulárioconcreto,popular,coloquial; 4) os recursosfónicos – as aliterações,que contribuemparaamusicalidade e paraa perfeição formal; 5) os processosestilísticos –abundânciade imagens,asmetáforas,assinestesias...; 6) a regularidade métrica,estróficae rimática(namétrica, preferênciapeloversodecassilábico).

×