17 história rafael - revolução industrial

382 visualizações

Publicada em

Resumão de estudo

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
382
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

17 história rafael - revolução industrial

  1. 1. http://historiaeatualidade.blogspot.com professor.fael@terra.com.br Material Único História e Atualidades Professor Rafael Magno Noronha =] 1
  2. 2. Revolução Industrial 2
  3. 3. Que Planeta É Este?Que Planeta É Este? “Se, por um lado a humanidade conquistou mecanismos eficientes para celebrar a vida, por outro, a mantém sob constantes riscos, em um cenário de terra arrasada”.
  4. 4. CapitalismoCapitalismo Tempo é dinheiro Dinheiro gera dinheiro Acumulo de dinheiro gera riqueza Filosofia de vida: trabalhar, economizar, acumular
  5. 5. Revolução IndustrialRevolução Industrial A partir do século XVIII, a “Lei do Cercamento”: favorável aos grandes proprietários de terra, forçando a população rural a ser flutuante.
  6. 6. Revolução IndustrialRevolução Industrial Racionalização da Agricultura Acumulo de capitais Fortunas empregadas na produção fabril
  7. 7. Revolução IndustrialRevolução Industrial Por que na Inglaterra? Ela tinha condições favoráveis: matéria- prima, mão-de-obra disponível e capital
  8. 8. Vamos pensar ... (ou não)Vamos pensar ... (ou não) O Celular... (por favor, desliguem seus aparelhos...não era de Facebook)
  9. 9. Vamos pensar ... ( OU NÃO)Vamos pensar ... ( OU NÃO)
  10. 10. Vamos pensar ... (OU NÃO)Vamos pensar ... (OU NÃO) Símbolo do Capitalismo moderno... Você não precisa trocar toda vez que aparece um modelo mais moderno...
  11. 11. Vamos pensar ... (OU NÃO)Vamos pensar ... (OU NÃO)
  12. 12. Vamos pensar ... (OU NÃO)Vamos pensar ... (OU NÃO) No entanto, muitos trocam só para ter um aparelho mais ATUAL que as outras pessoas. Para mostrar que o seu faz até “raio-x”.
  13. 13. Vamos pensar ... (OU NÃO)Vamos pensar ... (OU NÃO)
  14. 14. Vamos pensar ... (OU NÃO)Vamos pensar ... (OU NÃO) Tudo isso por uma razão muito simples(ou não tão simples)...
  15. 15. Vamos pensar ... (OU NÃO)Vamos pensar ... (OU NÃO) O capitalismo grita para todos nós... CONSUMA
  16. 16. Vamos pensar ... (OU NÃO)Vamos pensar ... (OU NÃO) E o que a maioria de nós faz?
  17. 17. Vamos pensar ... (OU NÃO)Vamos pensar ... (OU NÃO) Cai na lógica do sistema...
  18. 18. Vamos pensar ... (OU NÃO)Vamos pensar ... (OU NÃO) Como patinho...
  19. 19. Para Pensarmos (Ou Não)Para Pensarmos (Ou Não) Qual o erro nisso ?
  20. 20. Para pensarmos (Ou Não)Para pensarmos (Ou Não) “Nenhum...” Essa é a lógica do sistema capitalista...
  21. 21. Para pensarmos (Ou Não)Para pensarmos (Ou Não) Mas a lógica desse capitalismo quer nos fazer consumir e nunca PENSAR...
  22. 22. Para pensarmos (Ou Não)Para pensarmos (Ou Não) Desigualdade social Miséria Desemprego Aquecimento global “E eu com isso ?”
  23. 23. Revolução IndustrialRevolução Industrial Voltando na questão anterior... Por que na Inglaterra?
  24. 24. AntesAntes DepoisDepois DistribuiçãoDistribuição e uso dae uso da terraterra Campos abertos e terras comunais (descontínuas) Campos fechados (grandes extensões) AristocraciaAristocracia RuralRural Rica, ligada às tradições da terra Ainda mais rica, acumuladora de capital CamponêsCamponês Ligado estritamente à terra População Flutuante ProduçãoProdução Sobrevivência Racional Mudanças no Campo (sec. XVIII)
  25. 25. Revolução IndustrialRevolução Industrial Acumulo de capital: Aristocracia  terra Burguesia  comércio
  26. 26. Revolução IndustrialRevolução Industrial Supremacia Naval Mão-de-obra barata Abundância de ferro e carvão (importante para a construção de máquinas e das ferrovias)
  27. 27. Revolução IndustrialRevolução Industrial Século XVIII  busca pelo conhecimento, levou ao aprimoramento das MÁQUINAS (Hidráulica / Vapor)
  28. 28. Revolução IndustrialRevolução Industrial Início do século XIX: o Ocidente manda mais mercadoria para o Oriente do que compra.
  29. 29. Revolução IndustrialRevolução Industrial A Lógica do mundo industrial: arrumar compradores para uma mercadoria produzida em quantidade praticamente ilimitada.
  30. 30. Revolução IndustrialRevolução Industrial Mudanças sociais: A classe “pobre” Sociedade partenalista
  31. 31. Revolução IndustrialRevolução Industrial Revoltas contra fome, direitos básicos e defesa das tradições
  32. 32. Revolução IndustrialRevolução Industrial FÁBRICA: novo espaço de dominação: Antes no campo, “agora” na Fábrica.
  33. 33. 12 à 16 horas de trabalho. Baixos salários Produzir sempre mais e com qualidade Participação de mulheres e crianças Controle disciplinar
  34. 34. Fases da Organização IndustrialFases da Organização Industrial P. 216 e 217P. 216 e 217 Sistema Familiar. Sistema de Corporações. Sistema Doméstico. Sistema Fabril.  Péssimas condições de trabalho e uso do trabalho infantil.  Indústria Moderna: mecanização.
  35. 35. Admirável mundo novo?
  36. 36. Desenvolvimento econômico: obsessão Imperialismo Ciência e progresso ilimitados da humanidade Desigualdade social Problemas ambientais
  37. 37. Fábrica Legião Urbana Composição: Renato Russo
  38. 38. Nosso dia vai chegar, Teremos nossa vez. Não é pedir demais: Quero justiça, Quero trabalhar em paz. Não é muito o que lhe peço - Eu quero um trabalho honesto Em vez de escravidão. Deve haver algum lugar Onde o mais forte Não consegue escravizar Quem não tem chance. De onde vem a indiferençaDe onde vem a indiferença Temperada a ferro e fogo?Temperada a ferro e fogo? Quem guarda os portõesQuem guarda os portões da fábrica?da fábrica? O céu já foi azul, mas agoraO céu já foi azul, mas agora é cinzaé cinza O que era verde aqui jáO que era verde aqui já não existe mais.não existe mais. Quem me dera acreditarQuem me dera acreditar Que não acontece nada deQue não acontece nada de tanto brincar com fogo,tanto brincar com fogo, Que venha o fogo então.Que venha o fogo então. Esse ar deixou minha vistaEsse ar deixou minha vista cansada,cansada, Nada demais.Nada demais.
  39. 39. 3ª Do Plural Engenheiros do Hawaii Composição: Humberto Gessinger
  40. 40. Corrida pra vender cigarro Cigarro pra vender remédio Remédio pra curar a tosse Tossir, cuspir, jogar pra fora Corrida pra vender os carros Pneu, cerveja e gasolina Cabeça pra usar boné E professar a fé de quem patrocina Querem te matar a sede, eles querer te sedar Eles querem te vender, eles querem te comprar Quem são eles? Quem eles pensam que são? Corrida contra o relógio Silicone contra a gravidade Dedo no gatilho, velocidade Quem mente antes diz a verdade Satisfação garantida Obsolescência programada Eles ganham a corrida antes mesmo da largada Eles querem te vender, eles querem te comprar Querem te matar de rir, querem te fazer chorar Quem são eles? Quem eles pensam que são? Vender, comprar, vendar os olhos Jogar a rede... contra a parede Querem te deixar com sede Não querem te deixar pensar Quem são eles? Quem eles pensam que são?

×