06 história rafael- grécia antiga

6.075 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.075
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5.328
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

06 história rafael- grécia antiga

  1. 1. http://historiaeatualidade.blogspot.com professor.fael@terra.com.br Material Único História e Atualidades Professor Rafael Magno Noronha =]
  2. 2. Grécia Antiga, O berço do Ocidente 2
  3. 3. Valores Históricos daValores Históricos da Antiguidade Clássica (Grécia eAntiguidade Clássica (Grécia e Roma)Roma)Homem voltado para a terra e para a vida. Harmonia Cultural Antropocentrismo Racionalismo Apego aos bens do mundo Paganismo Preocupação com a beleza física do corpo Liberdade de criação Mitologia como fonte de assuntos 3
  4. 4. Grécia AntigaGrécia Antiga Mitologia Ideia de democracia e cidadania Cidades-Estados Filosofia, geometria e teatro Cultura 4
  5. 5. MalhaçãoMalhação Os gregos cultuavam o corpo como algo necessário  era preciso ser belo e bom
  6. 6. MITOMITO Conjunto de histórias que fazem parte da cultura de um povo, que tentam explicar aquilo que não se entende ou que não tem uma resposta comprovada. Na Grécia antiga a Mitologia fazia parte do cotidiano e da Religião, que era politeísta, ou seja, se acreditava em vários deuses antropomórficos (com formas e comportamento humanos) . 6
  7. 7. MinotauroMinotauro 7
  8. 8. O UNIVERSO: Gaia (Terra)O UNIVERSO: Gaia (Terra) 8
  9. 9. URANO: Rei do CéuURANO: Rei do Céu (filho e marido de Gaia)(filho e marido de Gaia) 9
  10. 10. Titãs (filhos de Gaia e Urano)Titãs (filhos de Gaia e Urano) Prometeu 10
  11. 11. Crono (Titã mais Jovem, libertou os outros)Crono (Titã mais Jovem, libertou os outros) 11
  12. 12. ZEUS: filho de Crono, venceu osZEUS: filho de Crono, venceu os TitãsTitãs O mais poderoso dos deuses, governante do no monte Olímpio, rei dos deuses e dos homens. 12
  13. 13. MitologiaMitologia Deuses Primordiais:  Caos (origem do universo, confusão)  Erebus (Escuridão)  Gaia (mãe Terra)  Nix (Noite)  Pontos (antigo deus do mar)  Tártaro (Trevas abismais)  Urano (céu) 13
  14. 14. MitologiaMitologia Titãs:  Atlas (sustentar o céu)  Céos (inteligência)  Créos (galáxia)  Crono (deus supremo antigo, após derrotar Urano)  Febe (1ª deusa da lua)  Hipérion (deus solar primitivo)  Jápeto (deus que podia ser ferido)  Mnemosyne (deusa da memória)  Oceanus (antigo representante das águas salgadas)  Prometeu (roubou o fogo sagrado / premeditação)  Réia (esposa de Crono)  Téia (mãe de Hélios, Selene e Eos)  Tétis (fecundidade das águas) 14
  15. 15. Deuses Olímpicos 15
  16. 16. AfroditeAfrodite Afrodite, deusa do amor e da beleza. Para os Romanos chamava- se Vênus. 16
  17. 17. ApoloApolo Apolo, deus do sol, patrono da verdade, da música, da medicina e pai da profecia. Em Roma, também se chamava Apolo 17
  18. 18. MitologiaMitologia Ares: deus da Guerra. Marte para os Romanos. Artemis: deusa-virgem da lua, poderosa caçadora e protetora das cidades. Diana para os Romanos. Deméter: deusa mãe. Ceres para os Romanos. Éolo: deus do Vento 18
  19. 19. AtenaAtena Atena, deusa da sabedoria, indústria, justiça, guerra e artes. Minerva para os Romanos 19
  20. 20. DionísioDionísio Dionísio, deus do vinho e padroeiro do Teatro. Baco para os Romanos 20
  21. 21. ErosEros Eros, deus do amor Cúpido para os Romanos 21
  22. 22. MitologiaMitologia Hades: deus do mundo dos mortos. Plutão para os Romanos. Hefesto: deus do fogo. Vulcano para os Romanos. Héstia: deusa dos laços familiares. Vesta na Mitologia Romana. 22
  23. 23. HeraHera Hera, deusa do casamento. Juno para os Romanos 23
  24. 24. HermesHermes Hermes, deus mensageiro e interprete da vontade dos deuses. Mercúrio para os Romanos 24
  25. 25. PosídonPosídon Posídon, deus supremo do mar. Netuno para os Romanos 25
  26. 26. ZeusZeus Zeus, deus supremo, seu nome significa brilhante. Deus Júpiter para os Romanos. 26
  27. 27. MitologiaMitologia Outros deuses:  Anfitrite, Circe, Eos, Éris, Esculápio, Faetonte, Hebe, Hécate, Hélios, Hipnos, Io, Íris, Ismênia, Leto, Maya, Métis, Morfeu, Orion, Pan, Perséfone, Selene, Semele , Tânatos, Tífon 27
  28. 28. Período Pré-Homérico (micênico):Período Pré-Homérico (micênico): de 2000 a.C. a 1500 a.C.de 2000 a.C. a 1500 a.C. 2600 a.C. CRETA  já era Habitada 2000 a.C.  povos vindos da Rússia e do Cáucaso Os aqueus fundaram cidades, como Micenas 28
  29. 29. Período Pré-Homérico (micênico):Período Pré-Homérico (micênico): de 2000 a.C. a 1500 a.C.de 2000 a.C. a 1500 a.C. Já existia o rei (anax) Conselho de ancião era a gerúsia Chefes locais  basileus Invasão dos Dórios em 1200 a.C.  povo guerreiro, que acabou com muitas civilizações, dando origem à primeira diáspora grega. 29
  30. 30. Período Pré-Homérico (micênico):Período Pré-Homérico (micênico): de 2000 a.C. a 1500 a.C.de 2000 a.C. a 1500 a.C. Estado Centralizado e monárquico Formação da Grécia
  31. 31. Período Homérico: de 1500 a.C. aPeríodo Homérico: de 1500 a.C. a 800 a.C.800 a.C. Registros feito por Homero, nos seus poemas A Ilíada e A Odisséia. Ilíada sobre a Guerra de Troia Odisséia sobre Ulisses 1250 a.C.: GUERRA DE TROIA 31
  32. 32. 32
  33. 33. Guerra de TroiaGuerra de Troia A Guerra de Troia pode ter sido um grande conflito bélico entre gregos e troianos, possivelmente ocorrido entre 1300 a.C. e 1200 a.C. 33
  34. 34. Guerra de Troia - CausaGuerra de Troia - Causa Troianos entraram em guerra por causa do rapto da princesa Helena de Troia (esposa do rei lendário Menelau), por Páris (filho do rei Príamo). Isso ocorreu quando o príncipe troiano foi a Esparta, em missão diplomática, e acabou apaixonando-se por Helena. O rapto deixou Menelau enfurecido, fazendo com que este organizasse um poderoso exército. O general Agamenon foi designado para comandar o ataque aos troianos. Através do mar Egeu, mais de mil navios foram enviados para Troia. 34
  35. 35. Período Homérico: de 1500 a.C. aPeríodo Homérico: de 1500 a.C. a 800 a.C.800 a.C. A propriedade privada originou a segunda diáspora grega As propriedades privadas se fortaleciam para se protegerem, gerando a base para as cidades- estados. Ideia de poder compartilhado e da consciência humana além dos mitos. 35
  36. 36. Período Homérico: de 1500 a.C. aPeríodo Homérico: de 1500 a.C. a 800 a.C.800 a.C. Fim das comunidades coletivas (gentílica) e início da propriedade privada 36
  37. 37. Período Arcaico:Período Arcaico: de 800 a.C. a 500 a.C.de 800 a.C. a 500 a.C. Reunião de proprietários de terras: Fatrias Tribos DemosCidades- Estados Polis independentePolis independente politicamentepoliticamente 37
  38. 38. Período Arcaico:Período Arcaico: de 800 a.C. a 500 a.C.de 800 a.C. a 500 a.C. Ágora: espaço aberto para reuniões e debates. Acrópole: cidade alta. 38
  39. 39. 39
  40. 40. Política de SortePolítica de Sorte Muitos cargos públicos eram escolhidos por SORTEIO! Os pobres não se candidatavam por uma causa nobre! . . . (ou não)...
  41. 41. O mais poderosoO mais poderoso O Conselho de 500 cidadãos sorteados preparava as leis e podia modificá-las ou vetá-las.
  42. 42. Ágora - O poder daÁgora - O poder da AssembleiaAssembleia Reunia cerca de 6 mil pessoas
  43. 43. Mulheres de AtenasMulheres de Atenas Melenas = cabelo comprido Fustigadas = castigadas Cadenas = correntes Sirenas = sereias •Mulheres de Atenas •Chico Buarque •Composição: Chico Buarque
  44. 44. Período Arcaico:Período Arcaico: de 800 a.C. a 500 a.C.de 800 a.C. a 500 a.C. Atenas –cidade exemplar Cultura Prosperidade econômica. Terras férteis Pesca, navegação e comércio marítimo. 44
  45. 45. Período Arcaico:Período Arcaico: de 800 a.C. a 500 a.C.de 800 a.C. a 500 a.C. Divisão Social em Atenas: Eupátridas: grandes proprietários de terra Georgóis: pequenos proprietários Thetas: camponeses sem terra Demiurgos: comerciantes e artesãos Metecos: Estrangeiros Escravos 45
  46. 46. Período Arcaico:Período Arcaico: de 800 a.C. a 500 a.C.de 800 a.C. a 500 a.C. Legislador Sólon, em 594 a.C.: Aboliu a escravidão por dívidas, Criou dois órgãos legislativos: a Bulé (Conselho dos 400 – que preparava as leis) e a Eclésia (Assembleia Popular ). 46
  47. 47. Período Arcaico:Período Arcaico: de 800 a.C. a 500 a.C.de 800 a.C. a 500 a.C. Esparta: caráter militar, com rígida educação 47
  48. 48. Período Arcaico:Período Arcaico: de 800 a.C. a 500 a.C.de 800 a.C. a 500 a.C. Divisão Social em Esparta: Espartanos ou esparciatas: detentores do poder político e da guerra, únicos com direitos políticos. Periecos: camponeses livres, comerciantes e artesãos. Hilotas: massa trabalhadora, escravos 48
  49. 49. Período Clássico:Período Clássico: de 500 a.C. a 338 a.C.de 500 a.C. a 338 a.C. 507 a.C., Clístenes: por meio de revoltas, chegou ao poder, reorganizou Atenas Fortaleceu a Eclésia e a Bulé, aumentando a participação do povo no governo (democracia). Escravos, estrangeiros e mulheres estavam excluídos da participação política. 49
  50. 50. Período Clássico:Período Clássico: de 500 a.C. a 338 a.C.de 500 a.C. a 338 a.C. Guerras Médicas : gregos X persos pela hegemonia marítima  Confederação de DELOS (Atenas) Batalha das Termópilas: durantes as Guerras Médicas, 480 a.C.: Rei Xerxes da Persia X Esparta 50
  51. 51. Período Clássico:Período Clássico: de 500 a.C. a 338 a.C.de 500 a.C. a 338 a.C. Século V: século de Péricles  desenvolvimento econômico e cultural Liga do Peloponeso: cidades em torno de Esparta contra Atenas, dando origem a Guerra do Peloponeso, que favoreceu a hegemonia espartana. 51
  52. 52. Período Helenístico:Período Helenístico: 338 a.C. a 30 a.C.338 a.C. a 30 a.C. Felipe II, rei da Macedônia (região norte da Grécia), conquista as cidades- Estados, em 338 a.C. O seu filho, Alexandre Magno, conquistou o império Persa e conquistou territórios da Egito à Índia, dando origem à cultura helenística. 52
  53. 53. Período Helenístico:Período Helenístico: 338 a.C. a 30 a.C.338 a.C. a 30 a.C. Após sua morte o império grego foi divido por seus generais, após guerras. No século II a.C., a Grécia e Macedônia foram convertidas em províncias da nova potência mundial: ROMA. 53
  54. 54. Período Helenístico:Período Helenístico: 330 a.C. a 30 a.C.330 a.C. a 30 a.C. Conquista do Império Persa e decadência da Grécia antiga 54
  55. 55. Período Pré-Homérico (micênico):Período Pré-Homérico (micênico): de 2000 a.C. a 1500 a.C.de 2000 a.C. a 1500 a.C. Formação da Grécia 55
  56. 56. Período Homérico: de 1500 a.C. aPeríodo Homérico: de 1500 a.C. a 800 a.C.800 a.C. Fim das comunidades coletivas (gentílica) e início da propriedade privada 56
  57. 57. Período Arcaico:Período Arcaico: de 800 a.C. a 500 a.C.de 800 a.C. a 500 a.C. Formação das cidades-Estados 57
  58. 58. Período Clássico:Período Clássico: de 500 a.C. a 338 a.C.de 500 a.C. a 338 a.C. Apogeu da Grécia Antiga 58
  59. 59. Período Helenístico:Período Helenístico: 330 a.C. a 30 a.C.330 a.C. a 30 a.C. Conquista do Império Persa e decadência da Grécia antiga 59
  60. 60. Grécia Antiga Arte Grega
  61. 61. Laocconte e seus filhos

×