02 história rafael - invasões bárbaras 2015

1.677 visualizações

Publicada em

= ]

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.677
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.088
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

02 história rafael - invasões bárbaras 2015

  1. 1. HTTP://HISTORIAEATUALIDADE.BLOGSPOT.COM Material Único História e Atualidades Professor Rafael Magno Noronha =]
  2. 2. Invasões BárbarasInvasões Bárbaras
  3. 3. 3
  4. 4. 4
  5. 5. 5
  6. 6. Transição para a Idade Média Imperador Constantino, romano, 313 oficializou a Religião Católica. Em 330, mudou a capital romana para Constantinopla (Istambul). Teodósio dividiu o Império em duas partes: Ocidente e Oriente 6
  7. 7. 7
  8. 8. Crise do Império • A crise do Império Romano foi motivada pela • Corrupção • baixos investimentos no exército • crise agrícola e • presença dos povos germânicos nas regiões de fronteiras.
  9. 9. Crise no Império  Ruralização • Foi consequência da crise econômica e da insegurança provocada pelas invasões dos bárbaros (migração pacíficas e, posteriormente, através de invasões armadas); • Barbarização do exército e crise no modo de produção escravista; • fragmentação do poder político;
  10. 10. Povos Bárbaros A expressão povos bárbaros era usada pelos romanos para denominar os que não falavam o grego ou o latim e que tinham usos e costumes diferentes daqueles romanos.
  11. 11. Povos Bárbaros Germânicos: visigodos, vândalos, godos, alamanos, suevos, lombardos e francos. Origem Indo-Européia. Eslavos: russos, croatas, tchecos. Origem Indo- Européia. Hunos: de origem mongólica, oriundos dá Ásia.
  12. 12. No início... A migração desses povos foi pacífica e útil para o Império Romano, pois eles eram usados na agricultura e até no exército (barbarização do exército). Com a crescente crise romana, os povos vizinho do Império invadiram as províncias e estabeleceram reinos.
  13. 13. Invasões até o séc. V
  14. 14. 14
  15. 15. Destaque para os Germânicos A consolidação dos reinos germânicos começou no século VI, com os francos, na Gália; os anglo-saxões, na Ilhas Britânicas; os visigodos, na Península Ibérica; e os lombardos, Península Itálica;
  16. 16. Reino Franco Maior reino germânico. Formou-se no século V. Região da Gália (FRANÇA) Estendeu-se até o século IX. 16
  17. 17. Reino Franco Clóvis foi o primeiro chefe tribal a conseguir unificar todas as tribos, tornando-se o primeiro rei franco (Dinastia Merovíngia – Meroveu, seu avô). A Europa se ruralizava com o Feudalismo. 17
  18. 18. 18
  19. 19. Sociedade Medieval Basicamente é a sociedade piramidal, formada com as invasões bárbaras entre os séc. V e XI na Europa. 19 Invasões Divisão Territoria l (senhoril ) Ruralizaçã o e novas relações sociais
  20. 20. As Invasões – Séc. V - IX A nova onde de invasões no século IX. 20 HúngarosHúngaros Vikings (Normandos)Vikings (Normandos) Novas Invasões na Europa Fim do Império Carolíngio Consolidação do Feudalismo Alta Idade Média – Entre os séculos V e X
  21. 21. 21
  22. 22. IMPÉRIO BIZANTINO A cidade de Constantinopla foi fundada em 330 pelo Imperador Constantino. A sua localização facilitava as atividades comerciais e políticas
  23. 23. Império Bizantino O auge do Império Bizantino ocorreu com o imperador Justiniano (527-565). Direito Civil: Corpos Juris Civilis – legado para atualidade
  24. 24. Constantinopla
  25. 25. 25

×