Análise de Redes Sociais Alunos: Erich de Souza Oliveira Gustavo de Oliveira Fernandes Rafael Machado Alves Seminário - An...
How forensic scientists learn to investigate cases in practice Stephen Doak e Dimitris Assimakopoulos Artigo
Dr. Stephen Doak : Cientista forense no Laboratório de Ciência Forense (FSL, sigla em inglês) localizado na Irlanda. Douto...
Problema Tratado <ul><ul><li>Conhecimento tácito </li></ul></ul><ul><li>  </li></ul><ul><ul><li>Abordagem quantitativa sob...
Principais Conceitos <ul><ul><li>Communities of practice  (CoPs) </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>  Grupo de indivíduos com ...
Departamentos <ul><ul><li>FSL está dividido em 4 departamentos: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Biologia </li></ul></ul></u...
Metodologia <ul><ul><li>Estudar 43 cientistas do FSL por 3 dias (pesquisa de 2005) </li></ul></ul><ul><ul><li>Departamento...
Grafos <ul><li>Os grafos representam as estruturas das redes dos departamentos: </li></ul><ul><ul><li>Direcionado (sentido...
Ferramentas -Ucinet <ul><ul><li>Ferramenta para análise de redes sociais ( é paga e possui versão grátis para testes por 6...
Ferramentas - Pajek <ul><ul><li>Ferramenta para análise de grandes redes ( grátis para uso não-comercial ) </li></ul></ul>
Métricas <ul><ul><li>Coesão </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Utilização:  verificar o quão unidas as CoPs são </li></ul></ul...
Descobertas <ul><li>Grafo 1 </li></ul><ul><li>4 grupos distribuídos de acordo com sua função: </li></ul><ul><ul><li>Preto:...
Descobertas Grafo 2 Quantidade de conselhos recebidos por cada cientista
Descobertas Grafo 4 Número de passos de conselhos até o diretor
Grafo 5 Conselhos recebidos por biólogos Descobertas
Descobertas Grafo 6 Revisões de caso por pares
Conclusão do artigo <ul><ul><li>Muitos artigos discutem a vantagem de ter experts, para facilitar o aprendizado, a troca e...
Conclusão (grupo) <ul><ul><li>O artigo formaliza o que a intuição nos leva a pensar:  experts  em uma determinada área (Co...
Artigo &quot; How forensic scientists learn to investigate cases in practice &quot; http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10....
Perguntas
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Analise de redes sociais: How forensic scientists learn to investigate cases in practice

504 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
504
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • RAFAEL   Se apresente... Todos devem saber quem vc. é.
  • RAFAEL Apresentar o artigo Apresentar os autores Falar da Agenda
  • GUSTAVO Pesquise sobre os autores e faça um resumo (breve!) sobre eles. Dimitris Assimakopoulos: 7 artigos indexados pelo DBLP, todos sobre redes sociais e/ou clusterização Stephen Doak: 
  • GUSTAVO Deixe bem claro o problema que o artigo quer tratar. Dizer que o foco do artigo é na Socialização (tácito -&gt; tácito) O que é conhecimento tácito Troca de conhecimento tácito entre especialistas Abordagem quantitativa Análise de redes sociais Estudo de cados: FSL
  • GUSTAVO Falar o que são CoPs Falar o que é LPP E como os conceitos de análises de redes sociais podem ajudar na modelagem de troca de conhecimento tácito
  • Erich
  • Erich Falar de como era quantificado a troca do conselho
  • Erich
  • RAFAEL Mostrar o software Ucinet licença custa US$40 para Estudante de tempo integral só roda em windows Explicar como foi utilizado no artigo: Mapas de rede foram produzidos usando Ucinet como o software para análise de rede social ....
  • RAFAEL Mostra o software Pajek Explicar como foi utilizado no artigo: Mapas de rede foram visualizados usando Pajek
  • RAFAEL Coesão: Medição: soma das arestas existentes dividido pelo total possível de arestas possíveis  Comparação: trabalho qualitativo e quantitatico Prestígio: Medição: arestas que saem sobre arestas que chegam Comparação: cientistas com medidas de grande prestígio foram comparados com o seu tempo de serviço para identificar quaisquer correlações Centralidade: Medição: centralidade de grau: n° total de arestas do vértices cientista que está em contato direto com muito outros e acaba ocupando um lugar central na CoP Outras métricas: Popularidade: medida através do número de pedidos de conselho recebidos
  • Erich Explique detalhadamente como foi feita a solução. Que métricas ou métodos usaram? Se no artigo não estiver claro, procure as referências citadas ou outros artigos que a expliquem. As vezes o próprio autor detalha isto em outra publicação.
  • Erich
  • RAFAEL Grafo4:  tentativa de estabelecer os principais agentes do conhecimento dentro do laboratório Legenda: O diretor é o vértice preto (0), Os vértices brancos são sêniors (1), Os demais só dão conselhos diretos a sêniors (2),  E os que dão conselhos a eles (3).  período de 3 dias Conclusão: Os cientistas que dão conselhos para o diretor tem pelo menos 14 anos de carreira...  Só são procurados pelo diretor, pedindo conselhos depois de muitos anos de trabalho
  • RAFAEL Pra que fizeram o grafo? Relacionar qtd de trocas de concelhos com o tempo de carreira Legenda: Diâmetro do vértice = proporcional ao tempo de serviço Espessura da aresta = proporcional ao n° de conselhos Vértices branco recebem mais conselhos do que dão Vértices cinza dão mais conselhos do que recebem Grande vértice branco = cientista que foi promovido recentemente, trabalha a 22 anos na FSL, mas está a 1 ano no dep de biologia HOS = Head Of Section (Chefe da Divisão) Conclusão:  Os cientistas que mais dão conselho (com mais conhecimento tácito) tem mais tempo de carreira...  A única exceção é o vértice central, mas isso acontece pq ele é novo neste departamento, por isso não tem muito conhecimento tácito nesse ramo e só recebe conselhos
  • GUSTAVO
  • GUSTAVO Explique os resultados finais e conclusões dos autores
  • TODOS Critique e dê a sua própria opinião.
  • TODOS Comentar sobre a fontes de informações dos autores dos softwares sobre grafos Apresente o título do artigo, bem como as referências COMPLETAS (fonte do seu trabalho)
  • TODOS Se existem trabalhos correlatos que foram mencionados no texto, explique-os... Se não há informação suficiente sobre eles, procure.
  • Analise de redes sociais: How forensic scientists learn to investigate cases in practice

    1. 1. Análise de Redes Sociais Alunos: Erich de Souza Oliveira Gustavo de Oliveira Fernandes Rafael Machado Alves Seminário - Analisando Casos Novembro de 2011
    2. 2. How forensic scientists learn to investigate cases in practice Stephen Doak e Dimitris Assimakopoulos Artigo
    3. 3. Dr. Stephen Doak : Cientista forense no Laboratório de Ciência Forense (FSL, sigla em inglês) localizado na Irlanda. Doutorado na Universidade de Newcastle, Inglaterra. Seus estudos de caso incluem homicídio, violência sexual e um serviço de análise de celulares que têm desenvolvido. Atualmente gerencia uma equipe que trabalha com DNA. PhD. Dimitris Assimakopoulos : Professor de sistemas de informação e  gerenciamento de tecnologia. Pós-Doutorado na Universidade de Sheffield, Inglaterra.  Suas principais áreas de pesquisa são redes de práticas através de limites nacionais e organizacionais e redes de colaboração informal. Atualmente atua como Secretário-Geral da EDAMBA (European Doctoral programs Association in Management & Business Administration). Autores
    4. 4. Problema Tratado <ul><ul><li>Conhecimento tácito </li></ul></ul><ul><li>  </li></ul><ul><ul><li>Abordagem quantitativa sobre a troca de conhecimento tácito entre experts </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Normalmente a troca de conhecimento tácito é tratado utilizando uma abordagem qualitativa. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Busca um mecanismo mais estruturado para representar o fluxo do conhecimento tácito.  </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Estudo de caso: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Laboratório de Ciência Forense (FSL) da Irlanda. </li></ul></ul></ul>http://ideiasassertivas.blogspot.com/2010/12/espiral-do-conhecimento.html
    5. 5. Principais Conceitos <ul><ul><li>Communities of practice (CoPs) </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>  Grupo de indivíduos com um interesse/atividade em comum </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Legitimate peripheral participation (LPP) </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Variações no grau de participação descrevem o status do especialista na comunidade </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Análise de redes sociais </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Conceitualmente conhecimento tácito tem uma natureza relacional, embutida em redes sociais </li></ul></ul></ul>
    6. 6. Departamentos <ul><ul><li>FSL está dividido em 4 departamentos: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Biologia </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>DNA </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Química </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Drogas  </li></ul></ul></ul>
    7. 7. Metodologia <ul><ul><li>Estudar 43 cientistas do FSL por 3 dias (pesquisa de 2005) </li></ul></ul><ul><ul><li>Departamento de Biologia </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Escolhido para ser analisado mais profundamente (análise de revisão por pares por 4 meses)  </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Utiliza grafos para análise e visualização dos dados </li></ul></ul>
    8. 8. Grafos <ul><li>Os grafos representam as estruturas das redes dos departamentos: </li></ul><ul><ul><li>Direcionado (sentido do fluxo de informação) </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Conjuntos de cientistas (vértices) são unidos por relações direcionais de conselhos (arcos) que apontam de um cientista dando conselho (remetente) para um cientista recebendo conselho (receptor) </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Peso (indica o número de conselhos dados) </li></ul></ul><ul><ul><li>Particionado de acordo com  </li></ul></ul><ul><li>      os departamentos  </li></ul>
    9. 9. Ferramentas -Ucinet <ul><ul><li>Ferramenta para análise de redes sociais ( é paga e possui versão grátis para testes por 60 dias ) </li></ul></ul><ul><ul><li>Pode ser utilizada para calcular centralidade e identificar subgrupos, por exemplo. </li></ul></ul>
    10. 10. Ferramentas - Pajek <ul><ul><li>Ferramenta para análise de grandes redes ( grátis para uso não-comercial ) </li></ul></ul>
    11. 11. Métricas <ul><ul><li>Coesão </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Utilização:  verificar o quão unidas as CoPs são </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Medição: através da densidade de conselhos (dados e recebidos) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Comparação:  com o tipo de trabalho do departamento (quantitativo e qualitativo) </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Prestígio </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Utilização: descobrir cientistas com mais conhecimento tácito </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Medição: razão entre conselhos dados e conselhos recebidos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Comparação:  com o tempo de serviço para identificar quaisquer correlações </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Centralidade </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Utilização:  identificar o cientista de maior visibilidade na CoP </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Medição: soma de conselhos dados e conselhos recebidos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Comparação:  com o prestígio para verificar se os cientistas com mais conhecimento tácito eram cruciais no fluxo de conhecimento </li></ul></ul></ul>
    12. 12. Descobertas <ul><li>Grafo 1 </li></ul><ul><li>4 grupos distribuídos de acordo com sua função: </li></ul><ul><ul><li>Preto: Química </li></ul></ul><ul><ul><li>Cinza escuro: DNA </li></ul></ul><ul><ul><li>Cinza médio: Biologia </li></ul></ul><ul><ul><li>Cinza claro: Drogas </li></ul></ul><ul><ul><li>Branco: Diretoria </li></ul></ul><ul><ul><li>Estrela: Gerentes </li></ul></ul>
    13. 13. Descobertas Grafo 2 Quantidade de conselhos recebidos por cada cientista
    14. 14. Descobertas Grafo 4 Número de passos de conselhos até o diretor
    15. 15. Grafo 5 Conselhos recebidos por biólogos Descobertas
    16. 16. Descobertas Grafo 6 Revisões de caso por pares
    17. 17. Conclusão do artigo <ul><ul><li>Muitos artigos discutem a vantagem de ter experts, para facilitar o aprendizado, a troca e a criação de conhecimento tácito. </li></ul></ul><ul><ul><li>Outros artigos fazem análise qualitativa. </li></ul></ul><ul><ul><li>Este faz análise quantitativa usando técnicas de análise de redes sociais. </li></ul></ul><ul><ul><li>Visualização do fluxo. </li></ul></ul><ul><ul><li>Quanto maior o tempo de serviço, maior o prestígio do cientista - independente da área. </li></ul></ul><ul><ul><li>Novos cientistas (em uma CoP) têm que passar pelo processo de socialização antes de terem papéis centrais, mesmo que eles já tenham participado de outro departamento. </li></ul></ul>
    18. 18. Conclusão (grupo) <ul><ul><li>O artigo formaliza o que a intuição nos leva a pensar: experts em uma determinada área (CoP, no estudo do artigo) tornam-se nós centralizadores em uma rede social de indivíduos daquela área </li></ul></ul><ul><ul><li>Interessante ressaltar: pesquisadores experientes que migram entre as divisões da FSL acabam comportando-se como os novatos - tornam-se nós periféricos </li></ul></ul><ul><ul><li>As métricas que avaliam a rede formada pelos cientistas da FSL são objetivas e simples de se entender </li></ul></ul>
    19. 19. Artigo &quot; How forensic scientists learn to investigate cases in practice &quot; http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.1467-9310.2007.00467.x/pdf Autores &quot; Dr. Stephen Doak &quot; https://sites.google.com/site/swdoak/home &quot; PhD. Dimitris Assimakopoulos &quot; http://www.grenoble-em.com/936-people-2.aspx  Ferramentas &quot; Pajek: A software for large network analysis &quot;  http://www.ccsr.ac.uk/methods/publications/snacourse/pajek.html  &quot; UCINET: is a social network analysis program &quot; http://www.analytictech.com/ucinet/ &quot; Conceito Básicos da Teoria de Grafos &quot;  http://www.inf.ufsc.br/grafos/definicoes/definicao.html &quot; Redes Sociais &quot;  http://np2tec.uniriotec.br:9089/mediawiki/index.php/Redes_Sociais Referências
    20. 20. Perguntas

    ×